terça-feira, 11 de dezembro de 2012

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


 VERDADEIRO PACENSSE

Um industrial de Paços de Ferreira foi à Noruega comprar madeira para a sua fábrica de móveis.
À noite, sózinho no bar do hotel, repara numa loira encostada ao bar.
Não sabendo falar norueguês, pediu ao barman um bloco e uma caneta.
Desenhou um copo com dois cubos de gelo e mostrou-o à loira.
Ela, sorriu e tomaram um copo.
De seguida começou a tocar uma música romântica.
Ele, pega novamente no bloco, desenha um casal a dançar e mostra-lhe.
Ela levanta-se e vão dançar.
Terminada a música, regressam ao bar e é ela que pega no bloco.
Desenha uma cama, uma cadeira e uma cómoda e mostra-lhe.
Ele vê e diz:
- Sim, sim, sou de Paços de Ferreira...  

.
.
MAGMA
BORIS CHARMATZ





.
 .
HOJE NO 
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Conselho de Ministros 
Contrato de concessão da ANA aprovado 

Está previsto na assinatura do contrato o pagamento de 800 milhões de euros e um pagamento adicional de 400 milhões. 

O Governo aprovou hoje, em Conselho de Ministros, o contrato de concessão dos aeroportos entre o Estado português e a ANA. O contrato abrange os aeroportos de Lisboa, Faro, Porto, Ponta Delgada, Santa Maria, da Horta, Flores e o designado terminal civil de Beja e, no imediato, a concessionária terá de pagar ao Estado 800 milhões de euros. 
No final da reunião semanal do Conselho de Ministros, o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, adiantou que “está previsto na assinatura do contrato de concessão o pagamento de 800 milhões de euros e um pagamento adicional de 400 milhões de euros liquidado até oito meses após a assinatura deste contrato”. 

 O governante referiu que “o contrato de concessão tem como objeto a prestação de atividades e serviços nos aeroportos” acima mencionados, bem como “o direito a, em determinadas condições e se for chegado a acordo, desenvolver o novo aeroporto de Lisboa e a sua exploração”. “O prazo inicial do contrato de concessão é de 50 anos, eventualmente, extensível dependente da existência ou não de um projeto aceite pelo Estado relativo ao novo aeroporto de Lisboa e à sua exploração”, acrescentou. 

Estão também previstos, ao abrigo da concessão, “a manutenção e o desenvolvimento e a qualidade dos aeroportos nas zonas onde os mesmos se situam, nomeadamente, dos aeroportos que não têm rentabilidade por si mas que são ferramentas fundamentais para o trânsito de passageiros”. 
 O Governo definiu ainda “um conjunto de regras de partilha de receitas findo o primeiro período de regulação económica que se estende por dez anos, no qual é fixada uma tarifa máxima que pode ser cobrada no aeroporto de Lisboa, bem como nos restantes aeroportos da rede regulada, procurando desta forma que o impacto dos mesmo no desenvolvimento das atividades turísticas seja estimulado e não diminuído”. 

Relativamente à opção do novo aeroporto de Lisboa, o secretário de Estado adiantou ainda que “são introduzidos testes operacionais no que diz respeito, quer ao número de passageiros, quer ao número de movimentos em pista e, mediante esses testes, se decidirá a forma como o novo aeroporto é desenvolvido”. 
Na segunda-feira, a Corporación América, líder do consórcio EAMA, anunciou que já “tem fechada a sua proposta sobre a ANA”, a vinculativa, que será entregue ao Governo português até dia 14 de dezembro, “uma proposta técnica e financeiramente competitiva”. 

A oferta mais alta na primeira fase de privatização da ANA – Aeroportos foi a do grupo francês Vinci e atingiu 2.500 milhões de euros, segundo a agência noticiosa Bloomberg, citando fontes não identificadas. 

* Este negócio vai dar que falar...

.

VIII . O MUNDO



SEM NINGUÉM


 .4- Ondas de 
Devastação



video

.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

PSP apreende arsenal em 
propriedade de turismo rural 

A Polícia de Segurança Pública (PSP) apreendeu 39 armas de fogo, cerca de 7.600 munições e outro tipo de armamento numa propriedade destinada a turismo rural, na localidade da Vidigueira, Alentejo, tendo sido ainda identificadas três pessoas

 Em comunicado, a PSP adianta ainda que algumas das armas são de calibre proibido, usado normalmente pelas Forças de Segurança (9 mm e 7,65 mm), e as restantes são maioritariamente de calibres usados na caça grossa, algumas semiautomáticas, mas com a configuração das armas automáticas para uso militar ou das forças de segurança.

Esta operação foi iniciada na sequência de uma notícia que dava conta da existência de um arsenal de armas naquela zona.
Uma Brigada de Investigação e Fiscalização do Departamento de Armas e Explosivos dirigiu-se ao local, tendo confirmado a existência de dois cofres com diversas armas de fogo e munições de diversos calibres, numa propriedade de turismo rural.

As diligências policiais na zona permitiram ainda recuperar outras armas que estavam espalhadas em outros locais da propriedade, fora do cofre.

No total foram apreendidas 20 armas Classe D (Caçadeiras), 13 armas Classe C (Carabinas), quatro armas Classe A (Armas com configuração de arma automática para uso militar ou das forças de segurança), duas armas Classe B (Pistola 9mm e Pistola 7,65mm), cerca de 7600 munições de classe B, B1, C e D, nove carregadores de munições e miras telescópicas, três armas Brancas (Facas e Besta) e duas Classe G (Armas de ar comprimido).

A investigação vai prosseguir no sentido de apurar a proveniência das armas e se os seus proprietários são titulares de Licença de Uso e Porte de Armas.
A PSP contou com a colaboração da Guarda Nacional Republicana do Posto Territorial da Vidigueira e do Comando Territorial de Beja.

* Enquanto as autoridades não revelarem o nome da propriedade de turismo bélico-rural, aconselhamos a evitar fazer turismo naquela zona, não vá haver um encontro com uma bala perdida.

.
.

estes indianos são loucos





,
.

HOJE NO
"RECORD"

Djokovic e Serena Williams 
eleitos melhores do ano 

O sérvio Novak Djokovic e a norte-americana Serena Williams foram eleitos esta terça-feira os melhores tenistas de 2012 pela Federação Internacional de Ténis (ITF).
Djokovic, número um do ranking mundial ATP, recebe a distinção pelo segundo ano consecutivo, depois de uma época em que conquistou seis torneios, entre os quais o Open da Austrália e o Masters de Londres.

Já Serena Williams, que encerrou a temporada no terceiro lugar do "ranking" mundial, é agraciada pela terceira vez com o título atribuído em função dos resultados durante a época. A norte-americana, de 31 anos, conquistou o torneio de Wimbledon e o US Open de 2012, somando assim 15 títulos do Grand Slam. Williams sagrou-se igualmente campeã olímpica, o que lhe permitiu ficar à frente da bielorrussa Viktoria Azarenka, número um do mundo.

Os irmãos Bob e Mike Brian foram distinguidos em pares masculinos, pela nona vez em 10 anos, e as italianas Sara Errani e Roberta Vinci em pares femininos.

* Com todo o mérito

.

HENRIQUE PEREIRA DOS SANTOS

.


 Reservas e complicações

 O que nos mata, sr.ª ministra, não é a REN e a RAN, o que nos mata é a dívida de tantos projectos inúteis desenhados e executados pelas pessoas cansadas das “complicações” da REN e da RAN.

A sr.ª ministra, e o Governo que de que faz parte, tal como os anteriores, acham que a REN e a Reserva Agrícola Nacional (morta às mãos do Governo anterior, embora de forma mais habilidosa) são “complicações na vida das pessoas”.
Estas “pessoas” de que aqui se fala não são todas as pessoas, são as pessoas que acham complicado não se poder fazer uma plataforma logística em leito de cheia (REN) nos melhores solos de Portugal (a lezíria ribatejana).

Se a REN e a RAN tivessem sido levadas a sério nesse caso, tinha-se evitado a plataforma logística de Castanheira do Ribatejo, o investimento mais absurdo que conheço, do ponto de vista de ordenamento do território.

E provavelmente tinham-se evitado bastantes estradas vazias, o túnel do Marão e outras obras que na altura eram essenciais para o desenvolvimento do país e que hoje, infelizmente, não jazem mortas nem arrefecem, pelo contrário, continuam bem vivas no serviço da dívida que eu, a sr.ª ministra e os filhos da sr.ª ministra teremos de carregar anos a fio.

São as mesmas pessoas que acharam um escândalo umas alcateias de lobos obrigarem a custos acrescidos de vários milhões na construção de uma auto-estrada (o que aliás não é bem verdade), sem terem percebido que o escândalo foi Jorge Coelho ter decidido adjudicar concessões de estradas antes de terminadas as avaliações ambientais, exactamente porque as achava “complicações na vida das pessoas”.

E hoje pagamos todos a leviandade.

Sr.ª ministra, claro que temos de evitar “complicações na vida das pessoas”.

Mas as complicações, que certamente terão existido, por vezes injustificadamente, na vida das pessoas, por causa da REN e da RAN, são trocos quando comparadas com as complicações que resultam de decisões erradas sobre a afectação dos recursos públicos, por se terem esquecido princípios básicos de prudência na gestão de bens públicos, incluindo a sensata aplicação da RAN e da REN.

O que nos mata, sr.ª ministra, não é a REN e a RAN, o que nos mata é a dívida de tantos projectos inúteis desenhados e executados pelas pessoas cansadas das “complicações” da REN e da RAN.

Ou dito de outro modo, pelo sr. provedor de Justiça: "Corre-se o risco de confundir a modernização administrativa e a simplificação de procedimentos com as regras sobre a distribuição do ónus da prova procedimental, segundo o artigo 88º do Código do Procedimento Administrativo. Tratar de modo diferente quem invoca um direito e quem é portador de um simples interesse na derrogação de uma proibição geral constitui um imperativo de justiça, não havendo que recear o peso dos encargos para o interessado, o qual, em bom rigor, está a pedir ao Estado que relativize o interesse público que legitima a RAN (e todos os outros interesses públicos ambientais consagrados na lei, acrescento eu) em benefício de um interesse particular".

IN "PÚBLICO"
10/12/12

.
.

 HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS

Ex-funcionárias de lar ilegal confirmam denúncias de maus tratos 

Ex-funcionárias do Lar Idoso 24, em Azeitão, Setúbal, estiveram no local, esta terça-feira, e confirmaram as denúncias de más condições e maus tratos aos utentes.
O JN encontrou, ao início da tarde, várias ex-funcionárias em frente ao Lar Idoso 24, mandado encerrar com caráter imediato na sequência de uma inspeção feita por elementos da Segurança Social e da Direção Regional de Saúde de Setúbal. 

As ex-funcionárias confirmam as denúncias de más condições da habitação onde funcionava um lar ilegal desde janeiro e os maus tratos aos cerca de 20 utentes. "Os idosos eram mal alimentados, praticamente à base de sopas, e passavam muito frio, a roupa era insuficiente", contou Maria dos Anjos, que deixou de trabalhar no lar a 30 de novembro. 

"A única sobremesa eram laranjas apanhadas diretamente no quintal e com muito açúcar para disfarçar a acidez", acrescenta.
Também Tânia Silva, que saiu em julho após dois meses de trabalho no local, confessa que ficou em "choque "com tudo o que viu e acusa o proprietário do lar, Carlos Prado, de lhe ter ficado a dever 750 euros e a ter ameaçado caso revelasse algo publicamente.
Em declarações aos jornalistas, Carlos Prado negou que os idosos fossem vítimas de maus tratos, mal alimentados ou medicados em excesso para ficarem sedados. 

Amélia Raposo, ex-funcionária do lar e autora das denúncias, disse à agência Lusa que, de madrugada, foram retirados cinco idosos para um outro lar com o mesmo nome, na Quinta do Conde, concelho de Sesimbra, no qual Carlos Prado também "tem participação" e onde "as condições ainda são piores".
De acordo com informações prestadas pelo Instituto da Segurança Social (ISS), o lar recebeu uma ordem de "encerramento administrativo" a 1 de outubro por ser ilegal, depois de uma fiscalização que detetou irregularidades que não colocavam "em risco a vida ou a integridade física dos idosos".

* A serem verdadeiras as denúncias feitas o dono do lar é um homem nojento, sem dignidade, merece ser preso.

.
.
6.VIDA NO VENTRE

OS PRIMEIROS CUIDADOS 
COM O BÉBÉ


video


 "Vida no Ventre" é um programa jornalístico especialmente dedicado às gestantes. As reportagens trazem informações sobre alimentação, atividade física, aspecto emocional, partos e primeiros cuidados com o bebê. Toda a produção é focada no objetivo de ajudar as futuras mães a lidarem da melhor forma possível com essa fase tão especial na vida das mulheres. Imagens: Lucas Chaves, Marcos Roberto Mendes, Nilton Dalemberth, Paulo Kaled, Rony Cley e Thiago Alves. Editor de imagens: Marcos Roberto Mendes Produção, reportagem, apresentação e edição: Mirna Ledo

.
 .
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Qualificação técnica passa a ser 
razão para rescisões amigáveis

Se uma empresa precisar de reforçar a qualificação técnica dos seus trabalhadores poderá chegar a um acordo para uma rescisão amigável. Governo confirma que os empresários terão acesso a subsídio de desemprego e o corte de prestações sociais.

Pedro Mota Soares, ministro da Segurança Social, revelou esta terça-feira que o Governo aprovou alterações nas regras do subsídio de desemprego. Assim, decidiu “alargar o acesso [do subsídio de desemprego] aos trabalhadores que são substituídos em processos que visam o reforço de qualificação técnica” por parte das empresas, afirmou o ministro na conferência de imprensa que se seguiu à reunião de Conselho de Ministros.

Desta forma, o Executivo cria uma forma de empresas e trabalhadores poderem rescindir os contratos de forma amigável para os casos em que as empresas precisem de reforçar as competências técnicas da sua força laboral.
Terão acesso ao subsídio “todos os quadros técnicos que sejam substituídos em situações do reforço da qualificação das empresas, desde que se mantenha o nível líquido de emprego anterior na empresa. Esta é uma medida que é muito importante para o reforço da capacitação e da modernização das nossas empresas”.

Pedro Mota Soares revelou também que o Executivo alargou o acesso ao subsídio de desemprego a empresários. “A situação de encerramento de empresas impõe que se crie uma protecção social para estes empresários” que deixam de ter uma actividade profissional e ao mesmo tempo ficam sem rendimentos, salientou.

O ministro adiantou que esta medida abrange 250 mil portugueses. “Temos noção que esta protecção é especialmente importante” numa altura em que a situação económica do país e em que o número de pequenas e médias empresas que têm fechado tem aumentado.
Além destas duas medidas, o Governo aprovou ainda, tal como já tinha anunciado, alterações nas prestações sociais, de forma a reduzir a despesa com estas prestações.

“A alteração que tem a lógica de garantir que não é mais compensador” estar a receber um apoio social “do que estar no mercado de trabalho”, acrescentou.
Os subsídios de funeral e de morte também sofreram cortes.
Estas “medidas terão um efeito de cerca de 100 milhões de euros” no Orçamento do Estado.

* Uma fantochada, apenas se inventou mais um argumento para despedir. As empresas que têm elevadas exigências de empregados qualificados são um número reduzido no universo empresarial português. A tecnologia só é boa quando se banaliza e toda a gente da área sabe utilizá-la.

.
.
ZECA PAGODINHO

DEIXA A VIDA ME LEVAR





.
.

HOJE NO
"DESTAK"

Governo garante que informação relativa à TAP será enviada ao Tribunal de Contas 

 O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, assegurou hoje que toda a informação referente ao processo de privatização da TAP será enviada para o Tribunal de Contas, atestando assim a transparência do processo. 

"Daqui para a frente teremos comissões especiais de avaliação que se encarregarão de verificar o cumprimento estrito de todos os passos do ponto de vista legal e processual a que estávamos vinculados no âmbito dos diplomas que aprovámos e da lei geral e toda a informação será remetida ao Tribunal de Contas. 

Desta forma, garantimos não só um processo absolutamente transparente, mas que salvaguarde o interesse nacional", afirmou Sérgio Monteiro. Em conferência de imprensa, após a reunião do Conselho de Ministros, o governante garantiu que todo o processo que envolve a TAP é "absolutamente transparente". 

* A obcessão   pelo dinheiro é tanta que de certeza vai ser um mau negócio para o país.

.
.
  MAS O DESPORTO ACONTECE/3




















.
 .
HOJE NO
"i"

Nuno Santos: 
"Caiu a máscara ao presidente da RTP" 

Nuno Santos disse que a administração da RTP entendeu as suas declarações "como graves infracções disciplinares" e que isso terá justificado o seu despedimento por justa causa.
Nuno Santos disse mesmo que: "Caiu a máscara ao presidente da RTP".
 O ex-director de Informação do canal público acusou ainda a administração de promover o seu "silenciamento", apelando à presidente da Assembleia da República para que se pronuncie em relação à "protecção dos cidadãos chamados a depor às comissões parlamentares", a propósito do seu processo disciplinar na RTP.

"Daqui lanço um apelo à senhora presidente da Assembleia da República para que se pronuncie, não sobre mim ou sobre este caso em concreto, mas sobre a protecção de que devem gozar cidadãos chamados a depor nas Comissões Parlamentares", afirmou o ex-director de Informação da RTP, que convocou a comunicação social para uma conferência de imprensa em que explicou a sua posição relativamente ao processo disciplinar que lhe foi movido pelo Conselho de Administração da RTP com vista ao seu despedimento.

O ex-responsável foi mais longe afirmando: "Aquilo que cada um de nós diz, nessa condição de cidadãos, perante as comissões [parlamentares] não pode ser condicionado, à partida, com medo das represálias que possamos sofrer por alguém poder ver nessas declarações delito de opinião, algo que há mais de 38 anos está banido da ordem jurídico-constitucional portuguesa".
O jornalista disse estar "consciente" de que está a "servir de exemplo" para que "o poder político mostre à classe jornalística como se deve 'comportar'", afirmando, novamente, não subsistirem dúvidas de que foi alvo de "saneamento político" da RTP.

Instado a sustentar esta afirmação, Nuno Santos remeteu para eventuais declarações a prestar proximamente na Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC), que indicou na semana passada a intenção de iniciar um inquérito específico ao incidente da demissão do ex-director da RTP.
"Como disse no meu primeiro comunicado, tempos conturbados aguardam a RTP com a anunciada aquisição de parte do seu capital com o figurino que tem sido divulgado. (...) O clima de medo instalado faz com que muitos estejam em silêncio. Que ninguém se iluda. Depois de mim outros serão atingidos", afirmou. 

* Ninguém tem dúvidas que foi saneamento político, Miguel Relvas até pode ir a Fátima a pé que ninguém nele acredita, é o ministro do "beijo da morte" como diz Marcelo Rebelo de Sousa.

.
.


NOIVAS



SOFISTICADAS


















.
.


VESTIDOS A RIGOR/8



 
.
.
 
HOJE NO
"A BOLA"
 
«Só conheci uma pessoa que me supera: José Mourinho» - Etoo

Samuel Etoo, atual jogador do Anzhi, diz que o espanhol Luis Aragonés é como um pai para si mas não se esquece de José Mourinho, elogiando bastante o treinador português que o orientou no Inter de Milão.
«Mourinho foi uma excelente pessoa comigo. É um grande treinador. É das poucas pessoas que conheci na minha vida que nunca baixa os braços. Eu nunca o faço e só conheci uma pessoa que me supera e essa pessoa é Mourinho», afirmou o camaronês em declarações ao canal de televisão espanhol Cuatro.

Etoo não falou de Cristiano Ronaldo mas sim de Messi: «É um Deus, ainda mais como pessoa que como jogador. Espero que possa ganhar o Mundial com a Argentina. Pelo bom rapaz que é, só lhe posso desejar o melhor.» 

«Não imagino o Real Madrid sem Mourinho» - Casillas
 

O guarda-redes do Real Madrid, Iker Casillas, abordou a sua relação com José Mourinho e considerou que o português é o treinador ideal para estar no clube merengue.
«Mourinho é uma fera. Com ele temos que dar a cara, não gosta que falem nas suas costas. Quando ele não gosta de alguma coisa, diz-te, assim como também lhe devemos dizer quando não gostamos de algo», afirmou Casillas, em entrevista concedida à televisão espanhola La Sexta.

Contundente, o guarda-redes garantiu que as relações entre o treinador português e o presidente do clube não estão rotas e atirou mesmo: «Não imagino um Real Madrid sem Mourinho.» 

* Seria melhor parar com a boateira


.


VESTIDO A RIGOR/7






.
 DANIELA RUAH



 TROCISTA Q.B.

.
.


VESTIDO A RIGOR/6





.
HOJE NO
"PÚBLICO"

Cientistas conseguiram regenerar o coração depois de um enfarte

 Dois portugueses obrigaram células musculares cardíacas a multiplicarem-se, o que não acontece naturalmente. Dois meses após um enfarte, a função cardíaca dos roedores da experiência era quase normal. 

A maioria dos órgãos adultos dos mamíferos não se regenera. À excepção de alguns casos, como o fígado, as células não são capazes de começar a dividir-se para salvar a função de um órgão, quando ele sofre danos. Por isso, a seguir a um enfarte de coração, a actividade circulatória não volta a ser a mesma. Mas um trabalho liderado por dois cientistas portugueses, em Itália, conseguiu que as células musculares de ratos e ratinhos se multiplicassem após um ataque cardíaco. Os roedores recuperaram a função do coração quase totalmente, segundo os resultados publicados na última edição da revista Nature.

Um ataque cardíaco dá-se quando há células no coração a morrer em massa. 
Esta mortandade acontece quando uma região do músculo deixa de receber oxigénio e nutrientes vindos do sangue. As pessoas que sobrevivem ao enfarte têm a função cardíaca comprometida. Uma porção do músculo fica morta, forma-se uma cicatriz e o coração deixa de bombear o sangue com a eficácia de antes. "Este é o problema: as células musculares do coração não são capazes de se dividir", diz Miguel Mano ao PÚBLICO. "É preciso arranjar uma alternativa."

O cientista português, de 35 anos, pertence a uma equipa do Centro Internacional de Engenharia Genética e Biotecnologia de Trieste, no Norte de Itália. Durante os dois anos desta experiência, Miguel Mano esteve a trabalhar com Ana Eulálio, que é a primeira autora do artigo e tem uma larga experiência laboratorial em micro-ARN – uma classe de moléculas com uma função muito importante na regulação genética das células.

"Os micro-ARN regulam a expressão [actividade] de um número grande de proteínas ao mesmo tempo. São muito importantes no desenvolvimento embrionário", explica Miguel Mano.

Os genes são partes da molécula de ADN que está no núcleo das células. Contêm a informação necessária para a produção das proteínas do corpo. Na linha de montagem das proteínas, o primeiro passo é o gene ser copiado, ou transcrito, para uma molécula semelhante ao ADN chamada ARN. Este ARN-mensageiro sai do núcleo das células e é usado como molde para a produção da proteína.

A célula regula a actividade ou a inactividade destes genes logo na molécula de ADN. Mas os micro-ARN, descobertos quase há 20 anos, vieram acrescentar um grau novo a este controlo. Estas pequenas moléculas de ARN ligam-se ao ARN-mensageiro e impedem que ele sirva de molde para produzir a devida proteína. Só que uma molécula de micro-ARN pode ligar-se a diferentes ARN-mensageiros e com isso impedir a produção de várias proteínas.

Em Trieste, Miguel Mano tinha montado uma biblioteca de microARN humanos. Em conjunto com Ana Eulálio – hoje chefe de grupo na Universidade de Würzburg, na Alemanha –, o cientista testou perto de 900 micro-ARN humanos em células musculares cardíacas de ratos e ratinhos, para ver se algum provocaria a divisão das células, algo que não acontece naturalmente.

Os investigadores descobriram que 204 micro-ARN promoviam a multiplicação nas células de rato e, desses, 40 mantinham esse poder também nas células de ratinho – outra espécie usada como cobaia. Depois de uma série de experiências, a equipa conseguiu isolar os dois micro-ARN mais potentes. De seguida, injectaram-se estas duas moléculas separadamente no coração de ratos e de ratinhos, durante uma operação, pouco depois de lhes ter sido provocado um ataque cardíaco. Resultado: as células musculares começaram a multiplicar-se e, ao longo de dois meses, regeneraram boa parte do tecido que tinha sofrido o enfarte. O coração ficou sem cicatriz e a sua função foi restabelecida quase totalmente.

A equipa descobriu que cada um destes dois micro-ARN reduzia os níveis de actividade de cerca de 600 genes e aumentava a actividade de outros 800. "Com uma só molécula, alterámos o programa celular", sublinha Miguel Mano.

O próximo passo, em Trieste, será testar estes micro-ARN em cães e porcos, dois modelos com uma fisiologia mais parecida com a do homem. "É muito provável que estas moléculas funcionem em humanos." Mas, antes, é preciso perceber se a sua aplicação tem efeitos secundários.

* Inteligência portuguesa ao serviço da ciência

.
.

VESTIDOS A RIGOR/5





.

 CÉU PLUMBEO


















.
.


VESTIDO A RIGOR/4







.

 .
HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

80% dos empresários 
estão pessimistas para 2013 

 Mais de 79% dos empresários espera uma degradação da actividade económica no próximo ano. 

Segundo um inquérito promovido pela Associação Industrial Portuguesa- CCI junto dos seus associados, cerca de 95% das 1045 empresas inquiridas avalia a actual conjuntura económica como "má ou muito má" e apenas 4% como "normal". Mas quando questionados sobre o próximo ano cerca de 79% das empresas antecipa uma situação "pior ou muito pior" e 18% uma conjuntura "igual". 
Mas em relação à procura ao mercado externo a situação é diferente com 41% das empresas a preverem uma procura "superior ou muito superior" e 26% a considerarem uma procura externa "inferior ou muito inferior". Aliás, a maioria das empresas exportadoras (76%) considera que na situação actual e suas perspectivas de evolução, a capacidade de produção é "adequada". 

Quanto as condições financeiras praticadas pelos bancos cerca de 57% referem pagar, em média, taxas de juro no intervalo "5%‐7.5%". O peso relativo deste intervalo aumentou 11 p.p. em relação ao resultado obtido no inquérito do ano passado. 
O peso das empresas que referem pagar taxas de juro inferiores a 5% diminuído ‐23 p.p.. Cerca de 37% das "micro" e 27% das "pequenas" empresas referem pagar taxas de juro superiores a 7.5%.

* Quantos destes empresários irão resistir no próximo ano??? 

.