quarta-feira, 24 de outubro de 2012

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


.

 PARA BOM 


ENTENDEDOR



 Caro visitador esteja à vontade, tire as ilacções que desejar, S. Bento é em Lisboa.


.
 .
HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Relvas admite revisão da rede de
. correspondentes da Lusa 

 Contrato está a ser negociado e será fechado até ao final do ano. 

O ministro da tutela, Miguel Relvas, assumiu hoje no Parlamento que o novo contrato de serviço público com a agência Lusa manterá a "prestação de um serviço público nacional de informação" que será assegurado por uma "rede revista de correspondentes e de delegados, determinada em função das necessidades nessa matéria, e que a administração da Lusa definirá numa óptica equilibrada de racionalização de custos operacionais".

Relvas falou durante o plenário desta tarde, aos deputados, depois de um requerimento do Bloco de Esquerda. Admitiu que o contrato está a ser negociado e será fechado até ao final deste ano, e ainda que a "vertente da lusofonia" continua a ser "prioritária" para o Governo.

"O Governo deu instruções bem claras, e que são do conhecimento dos representantes dos trabalhadores da empresa, no sentido de se evitar a todo o custo situações de cessação da relação de trabalho as quais só em última linha poderão ser ponderadas", admitiu ainda o ministro que tutela os media, no seu discurso inicial.

* Anda muito low profile,(perfil subtil), o sr. ministro, mal se vê sob os holofotes televisivos, fala baixinho já nem parece querer ser o verdadeiro PM. Se calhar anda a estudar para o doutoramento...

.
.
 INTRUMENTOS INUSITADOS

  6 - ANARCHESTRA



A Anarchestra é um grupo de instrumentos (cerca de 100, construídos com excepção de dois por Alex Ferris), de pessoas que os tocam (algumas dúzias regularmente e algumas centenas ocasionalmente até agora) e de ideias sócio-musicais que formam  seu repertório. 

Os instrumentos são predominantemente de aço com algumas poucas partes adaptáveis, tal como a afinação e os bocais.

Os instrumentos foram construídos para encorajar os não-músicos a explorar o fabrico de sons, para permitir que músicos experientes criassem sons sem estarem limitados pelos seus hábitos técnicos e preconceitos e para forneceremum vocabulário alternativo de sons musicais.




,
.

HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

“Gravidez após violação 
é porque Deus quer” 

A poucos dias das eleições presidenciais norte-americanos, mais um republicano embaraça o Partido. O candidato ao Senado pelo estado do Indiana afirmou, durante um debate eleitoral, que quando uma violação resulta na gravidez é “algo que Deus quer que aconteça”.

A polémica surgiu quando perguntaram a Richard Murdoch se o aborto deveria ser legal em casos de violação ou incesto. “Sei que alguns não estão e acordo, e eu respeito o seu ponto de vista, mas acredito que a vida começa com a concepção”, afirmou, acrescentando: “A única excepção que tenho ao aborto é quando está em jogo a vida da mãe”.
“Debati-me durante muito tempo, mas conclui que a vida é uma dádiva de Deus”, afirmou. “Inclusivamente quando a vida começa com essa situação horrível que é uma violação, é porque Deus quer que aconteça”, esclareceu entre lágrimas.
As declarações de Murdoch causaram de imediato polémica. Após o debate, o adversário democrata. Joe Donnelly. afirmou que a violação é um crime “hediondo e violento em qualquer caso” e que o Deus em que acredita “não quer que uma violação aconteça” em nenhum caso. O candidato considerou ainda que “o que Murdock disse é chocante e é assustador que desrespeite assim os sobreviventes de violação”.
A polémica surgiu pouco depois do candidato republicado à Casa Branca, Mitt Romney, se ter afastado do comentário de um militante anti-aborto que afirmou que, quando uma mulher sofre uma violação “real”, o seu corpo tem mecanismos para evitar uma gravidez”. As declarações de Todd Akin, congressista do Misuri “são insultantes e indesculpáveis”, afirmou Romney. 

* Só um energúmeno machista é capaz de fazer este comentário. Mas o pior é o que está por trás deste arroto palavroso, Murdoch está-se nas tintas para as "people" quer só os votos que lhe dão a possibilidade de ter mais poder e por conseguinte explorar mais gente, há muito dirigente americano assim,  gosta de Mónicas mas não assume o felatio.

.
.
2-CIDADANIA EUROPEIA




 Algumas datas reveladas em alguns diapositivos são de 2009, não dê importância ao facto porque a qualidade do conteúdo deste vídeo é bastante boa.
,
 .
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Alternativas em estudo 
Governo recua na proposta de cortar subsídio 
de desemprego Pedro Mota Soares promete medidas
. para incentivar o regresso ao mercado por parte 
dos desempregados subsidiados. 

O Governo decidiu hoje retirar a proposta de redução do valor mínimo do subsídio mensal de desemprego em 10%, para os 377,29 euros, e comprometeu-se a encontrar “alternativas” que garantam a inserção ao mercado de trabalho. 

 “O Governo decidiu alterar a redução do subsídio de desemprego e do subsídio social de desemprego no seu limite mínimo encontrando alternativas que garantam que efetivamente há um incentivo ao regresso ao mercado por parte dos desempregados subsidiados”, garantiu o ministro da Solidariedade e da Segurança Social, Pedro Mota Soares, após um encontro com o secretário-geral da UGT, João Proença. 

Mota Soares lembrou que “a redução de despesas em prestações sociais não é uma liberdade ou uma opção do Governo, mas uma obrigação do Estado que o Governo anterior negociou com os credores e que está prevista no memorando da «troika»”, e esclareceu que, ao abrigo do memorando de entendimento, o Executivo terá de poupar em 2013 cerca de 350 milhões de euros em apoios sociais. 

Relativamente às alternativas que o Governo se compromete agora a apresentar aos parceiros sociais em substituição da proposta enviada na terça-feira, Mota Soares remeteu para momento oportuno qualquer esclarecimento referente a esta matéria, ressalvando que o Governo respeita “o diálogo em sede de concertação social”.

* O governo recuou não porque tenha qualquer alternativa prevista mas porque tem medo de convulsões sociais que podem irromper em qualquer altura. Mas para além do medo, principal razão, estamos perante um conjunto de  frouxos e frouxas que ora têm medo da CIP,  dos militares, ou dos sindicatos, dos juízes, agricultores e ainda das forças civis de segurança, limitando-se a aboborar, criar tachos para os amigos e, claro, obedecer à tróika.

.

ANDRÉ MACEDO





 Carta a uma amiga

Minha querida Joana, bonita a carta que me enviaste. Obrigado. Há muito que não recebia cartas, exceto as do fisco e da brigada de trânsito. Multas, dívidas, taxa dos esgotos, o IMI, coisas dessas a que agora passei a ligar mais; coisas que me atrapalham e apanham desprevenido. 

Quando pego nos envelopes sei que nunca são boas notícias. Abro-os e fico em sentido. Passei a estremecer com aquilo que antes só me irritava. Agora até a rouquidão dos canos lá de casa me assusta, o assobiar da máquina de lavar roupa - vai parar, não vai parar? - também me trava a respiração. Faço contas, orçamentos à la minute, receio sempre o pior. Tens razão: é difícil engolir tantos impostos e desemprego e ficar indiferente. Eu não quero ficar indiferente. 
Perguntas-me o que acho do Gaspar. Já sabes o que penso: os ministros das Finanças chegam a galope e depois passam de cavalo a burro num instante. O Gaspar é igual. Às vezes lembra-me o Cunhal, deve ser das sobrancelhas felpudas. Tudo nele tem um ar inevitável, até o Orçamento que apresentou. Como vês, já estou rendido: ele apresentou o único Orçamento que podia apresentar para fazer de conta que estamos a cumprir à risca o estúpido memorando e que vamos atingir as metas. O jogo é esse: fazer de conta. 

Ele sabe que tudo isto é impossível, uma perigosa mentira, mas vive naquela bolha só dele e da troika. Jura até que o consumo vai cair mas que a receita do IVA vai subir. Como o explica? Não interessa: é tudo um faz de conta. Temos este papel de pobrezinhos cumpridores a desempenhar e Gaspar faz todo o teatro possível no Excel. São anos e anos de estudos. Sim, tens razão: não há alternativa porque a dívida pública é monstruosa. Se nos tirassem uma parte dela e nos aliviassem os juros que pagamos talvez houvesse uma saída... assim, nada feito, apesar de Gaspar insistir que o caminho é por aqui.
Sabes, ele disse no Parlamento que tinha exigido ao FMI uma clarificação sobre aquela história de os efeitos recessivos da austeridade terem sido mal calculados. É obra este Gaspar: faz muito bem em perguntar, mas espanta-me que só agora se tenha interrogado e logo sobre uma coisa que até nos podia ser favorável. Não te parece esquisito? Pronto, tens razão: sem o euro seria muito pior. Já estou a ver os jornais - preço do frango triplica, mortadela é um luxo - e isso, desculpa-me, até me faz sorrir. Isso e a visita que Merkel nos fará em novembro. 

Disse um deputado que seria uma espécie de tour ao Afeganistão: ela vai entrar e sair do País a correr, como fez na Grécia. Eu só espero que faça sol nesse dia. Não gostaria de a desapontar em nada. É uma questão de imagem: falidos mas luminosos. E pronto, querida Joana, é isto. Desculpa se te pesei demasiado e se te respondo por e-mail - mas convém ser rápido. Nunca se sabe o que nos pode ainda acontecer. Um beijo.

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
18/10/12

.
 .
HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS/
/DINHEIRO VIVO"

Gaspar não descarta sobretaxa
 no IRS além de 2013 

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, escusou-se hoje a pôr de parte a hipótese de a sobretaxa no IRS que será aplicada em 2013 se prolongar para 2014 ou nos anos seguintes. 

Durante uma audiência na comissão parlamentar do orçamento, o deputado do Bloco de Esquerda Pedro Filipe Soares mencionou a sobretaxa de 4% que será aplicada no IRS do próximo ano.
"E em 2014, 2015 ou nos anos seguintes, haverá nova sobretaxa sobre o IRS?", perguntou o bloquista eleito por Aveiro. "Comprometeu-se [com a 'troika'] a mantê-la ou não?"
O ministro escusou-se a dar uma resposta direta.

"O único comentário que farei é que a proposta consta da lei do orçamento para 2013", afirmou Gaspar.
Soares procurou interromper Gaspar, acusando o ministro de "falta de transparência" na sua resposta. Gaspar, contudo, já estava a responder às questões de outros deputados.

* É um acto de ignorância menosprezar a inteligência e o saber de Vítor Gaspar. Só que ambas as qualidades foram manifestamente insuficientes para cumprir as metas a que se tinha proposto. 
Houve ligeireza na apreciação tantos foram os imponderáveis  detectados e, muito grave, a falta de sensibilidade para com a "rua", o "excel" à secretária resolve muito pouco.

.


V - HISTÓRIA DA CIÊNCIA

   
  2- QUAL É O SEGREDO DA VIDA?




 UMA MAGNÍFICA E IMPERDÍVEL SÉRIE DA BBC 

.
.
HOJE NO 
"RECORD"

Del Moral: 
«Não me acusavam se fosse contra Armstrong» 
Médico revela proposta da USADA 

O médico espanhol Luis García del Moral, que foi suspenso para a vida pela agência norte-americana USADA por suposta implicação no mais recente escândalo de doping que envolveu a modalidade, revelou esta quarta-feira que o mesmo organismo lhe fez uma proposta para testemunhar contra Lance Armstrong.

“Ofereceram-me a possibilidade de ficar fora das acusações se testemunhasse contra Lance Armstrong”, afirmou Del Moral num comunicado enviado à agência EFE.

O antigo médico da US Postal rejeitou as acusações de que é alvo, referindo ainda que não aceita as sanções de que foi alvo por parte da USADA.

* Achamos que há uma história muito mal contada, Contador e Indurain defendem Armstrong, este médico denuncia processos pouco ortodoxos, é melhor assistir à tramóia.

.


JACINTA

 Atenas jazz Festival 2010




,
.
HOJE NO 
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Portugal desce 12 lugares na lista da
. igualdade entre mulheres e homens 

Moçambique tem, no espaço lusófono, o melhor registo de igualdade entre mulheres e homens, conclui o relatório do Fórum Económico Mundial, divulgado esta quarta-feira, apontando ainda que Portugal desceu 12 lugares na tabela.

Desde 2006 que o relatório "Global Gender Gap" monitoriza os hiatos de género - recorrendo a indicadores económicos, políticos, de educação e saúde - em 135 países, identificando os modelos a seguir e as boas práticas. 
Todos os países nórdicos (Islândia, que lidera a tabela da igualdade de género pelo quarto ano consecutivo, Finlândia, Noruega, Suécia e Dinamarca) estão entre os primeiros dez lugares da lista, juntamente com Irlanda, Nova Zelândia, Filipinas, Nicarágua e Suíça.
No canto inverso, estão países como Chade, Paquistão e Iémen. Nenhum país do Médio Oriente ou do Norte de África está qualificado entre a primeira centena de lugares.
No "ranking" global, Moçambique subiu três lugares e lidera o espaço lusófono na 23.ª posição, "devido a evoluções na educação", constata o Fórum Económico Mundial, destacando ainda que o país africano está entre os dez onde as mulheres têm maior participação e oportunidades na economia.

Cabo Verde, um dos novos países incluídos na análise deste ano, ocupa o 35.º lugar e está "entre os 20 países com melhores registos de integração de mulheres na educação secundária e em cargos ministeriais".
Moçambique e Cabo Verde estão bem à frente de Portugal (47.ª posição), que caiu 12 lugares, "sobretudo pela diminuição na percentagem [de mulheres] na educação primária e terciária, bem como na percentagem de mulheres em posições governamentais (de 31% em 2011 para 18 % em 2012)".
Apesar de estar apenas na 62.ª posição, o Brasil registou uma subida de 20 lugares, em resultado do "desenvolvimento na educação primária" e do aumento da percentagem de mulheres em cargos ministeriais, de 7 para 27 por cento, resume o relatório.
Timor-Leste, país que também foi incluído na edição deste ano, está na 68.ª posição e Angola não forneceu dados sobre 2012.
Em geral, o relatório indica "persistentes hiatos de género" e, quando compara dados entre 2006 e 2012 (possível para 111 países), conclui que a maioria tem feito "progressos lentos" na redução.
O relatório destaca que o acesso a cargos de poder político e económico é ainda muito desigual para as mulheres.
Apesar de quase todos os 135 países analisados no relatório terem feito progressos na redução do fosso entre mulheres e homens na saúde e na educação, apenas 60 por cento dos Estados conseguiram reduzir as diferenças económicas e somente 20 por cento no plano político.
Um dia depois de conhecido o adiamento da proposta para fixar uma quota de 40 por cento de mulheres entre os membros não executivos dos conselhos de administração das grandes empresas, o relatório sublinha que, apesar da crescente integração de mulheres nas várias áreas do conhecimento, "o fosso [entre mulheres e homens] nos postos de chefia e responsabilidade mantém-se".
Ao comunicar o adiamento, a autora da proposta, a vice-presidente da Comissão Europeia e comissária para Justiça, Direitos Fundamentais e Cidadania, Viviane Reding, garantiu que a apresentará "em novembro, o mais tardar".

* Incrível, nos dez primeiros estão cinco países do norte da Europa, quer dizer alguma coisa. Na lusofonia Moçambique dá o exemplo que Portugal não aprende e desce 12 lugares, vergonhoso!!

.
.
 ESTÁDIOS SURREAIS/3


O estádio de Singapura 
denominado Marina bay


Todo construído em aço flutuante, com 390 pés de comprimento e 270 de largura

Suporta mil e setenta toneladas de peso que equivalem a nove mil espectadores, 200 toneladas de equipamento e 30 toneladas de veículos de segurança.

A bancada em terra firme tem capacidade para 30 mil pessoas sentadas

.

 .


HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Comissão Europeia acusa Microsoft 
de não cumprir acordo de concorrência 

O regulador europeu considera que a tecnológica americana não respeitou um compromisso que facilita ao utilizador a escolha do seu programa de navegação (browser) preferido nos seus computadores. A investigação continua mas, caso a Microsoft seja considerada culpada, poderá ser multada até 10% das suas receitas anuais. 

 A Comissão Europeia considera que a Microsoft não respeitou os compromissos assumidos para assegurar a concorrência no mercado de programas de navegação.

O órgão executivo da União Europeia enviou à tecnológica americana uma comunicação de objecções (um dos passos formais das suas investigações) declarando a ideia inicial de que a Microsoft não cumpre as regras acordadas em 2009, que pretendem oferecer aos utilizadores a possibilidade de acederem, sem restrições, aos navegadores que preferirem nos computadores com sistema operativo da tecnológica através de uma hipótese de escolha no ecrã.

Os compromissos assumidos pela empresa liderada por Steve Ballmer (na foto) com a Comissão Europeia são “juridicamente vinculativos” e foram, na altura, considerados como tendo dissipado as preocupações em relação ao facto de a Microsoft “poder ter vinculado o seu programa de navegação Web, Internet Explorer, ao sistema operativo Windows para PC”, o que infringiria as regras comunitárias relativas ao abuso de posição dominante.

De acordo com as objecções comunicadas hoje, quarta-feira, à empresa co-fundada por Bill Gates, a Microsoft não disponibilizou no ecrã a escolha dos navegadores no seu Windows 7 Service Pack 1, lançado em Fevereiro de 2011. “De Fevereiro de 2011 a Julho de 2012, milhões de utilizadores Windows na União Europeia podem não ter visto esse ecrã de escolha”, indica o comunicado emitido pela Comissão Europeia.

A Microsoft poderá, agora, responder às alegações feitas pelo regulador da concorrência europeu. A Comissão Europeia irá depois tomar uma decisão.

Se a Comissão Europeia considerar que foram infrigidos os compromissos vinculativos, a Microsoft pode vir a ser condenada a pagar uma coima, que poderá chegar a 10% das suas receitas totais anuais. No caso da americana, escreve o “New York Times”, a coima poderá ascender a 7 mil milhões de dólares (5,4 mil milhões de euros). 

* O Bill e seus muchachos também sabem fechar portas, não é rico por as ter escancaradas.


.
TERNURICES




.
 .

HOJE NO
"DESTAK"

CMVM alerta sobre duas empresas
 não autorizadas a intermediar financeiramente em Portugal 

 A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) alertou hoje para a presença no mercado de duas empresas que não estão autorizadas a "desenvolver qualquer atividade de intermediação financeira em instrumentos financeiros em Portugal". 

As empresas em questão são a 'Dinheiro Ganhar' e a 'iOption Group Limited', aponta o regulador em dois comunicados à imprensa divulgados na tarde de hoje. "Todas as pessoas e entidades que tiverem estabelecido qualquer relação comercial" com as referidas entidades podem contactar a CMVM para obter mais informações, informou também o regulador. 

* Há sempre vigaristas à espreita

.
.

 ASSÉDIO MÚTUO



















,

6.A BOCA D'OJE
QUARESMA

JOGADOR DE FUTEBOL NO BESKITAS

 .

"NÃO URINEI EM NINGUÉM"

  .

HOJE NO "CORREIO DA MANHÃ"

.

.
HOJE NO
"i"

Ministro da Saúde quer "diminuir os tempos de espera" para transplantes de órgãos e tecidos

O ministro da Saúde, Paulo Macedo, afirmou hoje, em Coimbra, que "temos de fazer tudo para diminuir os tempos de espera" para transplantes de órgãos e tecidos, em Portugal.

"Temos consciência que há pessoas em espera, e temos de fazer tudo para diminuir os tempos de espera" e para que "estes venham a ser cada vez menores", sustentou o governante, que falava no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), numa sessão evocativa do primeiro transplante hepático efetuado há 20 anos, naquela cidade, por uma equipa liderada por Alexandre Linhares Furtado.
 "A nossa limitação reside na diminuição de dadores cadavéricos com condições para doar", sublinhou Paulo Macedo, reconhecendo, no entanto, que "também há problemas ao nível da colheita, que têm de ser corrigidos".

Há "assimetrias regionais" em relação à colheita de órgãos, disse o ministro, referindo que a região de Coimbra, com uma média de 39 dadores cadavéricos por milhão de habitantes, "está acima da média nacional" (28,1) e mesmo da média registada em Espanha, que é uma das mais elevadas da Europa.
Portugal, no entanto, "tem tido uma posição invejável nos que diz respeito à transplantação de órgãos e tecidos", apesar de, "nos últimos três/quatro anos, ter vindo a assistir a uma diminuição de transplantes".
O país "continua numa posição de destaque no panorama internacional", o que, todavia, não deve fazer com que "ignoremos que tem havido quebras", que "determinam o aumento do número de doentes que aguardam transplantação", defendeu Paulo Macedo.

Na sessão evocativa do 20.º aniversário do primeiro transplante hepático, realizado em Coimbra, depois de ter sido descerrada uma lápide alusiva à efeméride, na Unidade de Transplantação Hepática do CHUC, também intervieram Alexandre Linhares Furtado e o seu filho, o cirurgião Emanuel Furtado, o presidente do conselho de administração do CHUC, José Martins Nunes, e a primeira doente adulta e a primeira criança transplantadas por aquele serviço.

"As pessoas aqui transplantadas há 20 anos" e "a atividade deste hospital" são reflexo da "capacidade diferenciadora que temos" em Portugal, uma das circunstâncias que faz com que os hospitais não sejam apenas "locais de esperança -- os hospitais do nosso Serviço Nacional de Saúde são uma certeza", afirmou Paulo Macedo.

* É o único ministro deste governo que consideramos e se tiver hipóteses faz obra, pese a ligação forte que tem à banca com interesses em hospitais privados.

.
.
5.A BOCA D'OJE
RUI RIO

PRESIDENTE DA CÂMARA DO PORTO

 .

"A resposta do Governo sobre os equipamentos e trabalhadores da Fundação Ciência e Desenvolvimento,  parece que explica que o mundo é uma esfera quadrada rodeada de oceanos e mares e que o Governo acha que mais vale morrer do que perder a vida"

  .

23/10/12 NO "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

.


 AMIGALHAÇOS





.
4.A BOCA D'OJE
BAGÃO FÉLIX

EX-MINISTRO DAS FINANÇAS E SEGURANÇA SOCIAL

 .

"Um corte imediato das prestações sociais em curso, sem que antes sejam reavaliadas as condições de atribuição, será ilegal e violará a Lei de Bases da Segurança Social."

  .

HOJE NO "JORNAL DE NEGÓCIOS"

.

 .
HOJE NO
"A BOLA"
 
Ferrari apoia militares italianos
 presos na Índia

Dois militares, que pertencem à Marinha italiana, estão presos na Índia por terem morto dois pescadores indianos, confundidos com piratas.
A Ferrari, como equipa italiana, e aproveitando o GP da Índia, vai apoiar os dois militares.
«A Ferrari vai usar a bandeira da Marinha italiana nos carros pilotados por Fernando Alonso e Felipe Massa no GP da Índia do próximo fim de semana», afirmou a escuderia em comunicado.
A pretensão da Ferrari é «homenagear os dois homens na esperança que as autoridades indianas e italianas encontrem uma solução».

Por causa deste caso, começou um braço de ferro diplomático entre Itália e a Índia. As autoridades italianas consideram que o incidente ocorreu em águas internacionais. Versão contrária têm as autoridades indianas, que dizem que as águas onde o incidente teve lugar, pertencem ao estado de Kerala. 

* Em todos os conflitos armados existem confusões destas, a tensão é muita, o discernimento pouco, mas os soldados são carne para canhão, a grande culpa não é deles. 

.
3.A BOCA D'OJE
JORGE SAMPAIO

EX -PRESIDENTE DA REPÚBLICA

 .

"Estamos num colete de forças que é o resultado de um programa de ajustamento"

"Os partidos não podem cortar-se das opiniões públicas e dos cidadãos"

 HOJE NO "i"

.
 Esquisito é pouco


















.
2.A BOCA D'OJE
RUI RANGEL

CANDIDATO À PRESIDÊNCIA  DO BENFICA

 .

 .

«Há funcionários do Benfica com medo de votar na lista B»

  .

HOJE NO "A BOLA"

  .

 .
HOJE NO
"PÚBLICO"

PSD e CDS promovem 
desfile de ministros no Parlamento 

Todos os ministros sem excepção irão participar nas jornadas parlamentares conjuntas PSD/CDS marcadas para a próxima sexta-feira e sábado, na Assembleia da República. 

Os deputados podem fazer perguntas aos governantes, depois de uma intervenção inicial de cerca de dez minutos.

No primeiro dia, dois ministros de Estado falam aos deputados, embora não se devam cruzar. 

Paulo Portas, líder do CDS, fará a abertura das jornadas, depois dos líderes parlamentares das bancadas da maioria. À noite será a vez de Vítor Gaspar, ministro de Estado e das Finanças.

Ao primeiro-ministro e presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, caberá o encerramento destas jornadas que têm como lema Portugal.

No sábado, o dia está organizado por temas: Reformas nas políticas de soberania (com intervenções da ministra da Justiça, da Defesa Nacional e da Administração Interna), reformas das políticas sociais (ministros da Saúde; da Educação e Ciências e da Solidariedade e da Segurança Social). 

À tarde, sob o tema da reforma da administração e políticas económicas, estão marcadas as intervenções do ministro da Economia, da ministra da Agricultura e do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares.

Porta fechada para jornalistas

Só as intervenções dos governantes são abertas à comunicação social, a parte reservada para o debate com os deputados decorre à porta fechada.
Para o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, a participação de todos os ministros numas jornadas parlamentares conjuntas – o que por si só já é inédito, não tendo existido na anterior coligação – não se traduz numa excessiva valorização do Governo, mas sim do Parlamento.

“Os ministros vêm cá explicar as políticas e as opções orçamentais”, disse esta manhã Montenegro aos jornalistas, num encontro informal para a apresentação da iniciativa.

Nuno Magalhães, líder parlamentar do CDS, explicou por seu turno que as jornadas servem para preparar a discussão do Orçamento do Estado que é “difícil”.
A realização das jornadas parlamentares das bancadas da maioria na Assembleia da República é justificada com a contenção de custos. A iniciativa conjunta surge na sequência de desarticulação entre os dois partidos no Governo. 

* É mesmo o desfile na passerele dos vaidosos...pirosos.

.
1.A BOCA D'OJE
FERNANDO ULRICH 

PRESIDENTE DO BPI

 .

Os consultores só nos fazem perder tempo. Ainda por cima, a maior parte são estrangeiros. Não percebo porque é que há este entusiasmo com consultores estrangeiros que não têm trazido qualquer valor acrescentado. São extorsões a instituições privadas”

  .

HOJE NO "PÚBLICO"

.

.

LAGOS PERIGOSOS


  4. Lago MONOUN












O Lago Monoun, situado no Campo Volcânico de Oku nos Camarões, é o primeiro de apenas três casos conhecidos de derrube. Em 1984, o lago explodiu numa erupção limnica e libertou uma nuvem de dióxido de carbono que matou 37 pessoas. 

,