sábado, 7 de julho de 2012

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA ADULTOS


-
 PORQUE O VENTO APARVALHA OS HOMENS...




KATE MIDLETON

.
-
35- DANÇAS NATIVAS

DANÇA DA COREIA DO SUL
  SALPURI


  


.
-
 PORQUE O VENTO APARVALHA OS HOMENS...




.
-
DIANE KELLY

O que não sabíamos sobre anatomia peniana



 

 A anatomia não acabou para nós. Sabemos uma montanha de coisas sobre o genoma, a proteômica e a biologia celular, mas como Diane Kelly deixa claro no TEDMED, há fatos básicos sobre o corpo humano que ainda estão por aprender. O caso em questão: Como funciona a ereção dos mamíferos?

 .
-
 PORQUE O VENTO APARVALHA OS HOMENS...



.
-


F.L.O.W - I


Diana Vishneva


  


 .
-
 PORQUE O VENTO APARVALHA OS HOMENS...




.

ÁUREA SAMPAIO








O poderoso dr. Gaspar 

Talvez dominado pelo sentimento inconsciente que lhe ficou do Estado Novo, o Portugal democrático nutre uma profunda admiração pelos seus ministros das Finanças 

 Reconhecer o mérito a quem realmente o tem não é prática comum entre os portugueses. O normal é sermos pródigos em elogios e prebendas quando as pessoas já cá não estão ou, então, atribuí-los quando quem os merece atingiu aquela idade que os inibe de rivalizar com a mesquinhez dos invejosos. Às vezes, somos apanhados em contramão, quando portugueses talentosos, injustamente ignorados dentro de portas, recebem lá fora os prémios e homenagens que a sua própria pátria lhes negou. Mas, como em tudo, também neste campo há exceções a confirmar a regra: os ministros das Finanças. 

É estranho, mas é assim, pelo que se aconselha aturada investigação a uma realidade que, eventualmente, só os mais tortuosos e recônditos domínios freudianos conseguirão explicar. Talvez dominado pelo sentimento inconsciente que lhe ficou do Estado Novo, o Portugal democrático nutre uma profunda admiração pelos seus ministros das Finanças. Quando sobem a escadaria do velho edifício da Avenida Infante D. Henrique, levam, não raro, um carimbo que vai da mais ou menos adjetivada competência, até ao Olimpo da genialidade. Lembram-se de Braga de Macedo? Só dois, por razões diversas, escaparam à prévia admiração geral. Miguel Cadilhe, à época um desconhecido quadro de um banco; e Joaquim Pina Moura, olhado de soslaio pela falta de currículo na área financeira e um passado recente nas altas esferas do PCP. Pois bem, aqui chegados, três décadas e meia depois de crescimento anémico, endividados até ao pescoço e com o terceiro pedido de resgate pendurado nas nossas vidas, voltamos a receber um ministro das Finanças com a mesma ilusão das crianças face aos pozinhos de perlimpimpim do prestidigitador que tira coelhos da cartola. 

Desde a sua chegada ao poder, que a propaganda oficial e oficiosa tudo fez para apresentar Vítor Gaspar não só como uma espécie de mago do orçamento, mas também como alguém que tem a vantagem acrescida de acumular prestígio e amigos nas chancelarias da política e da finança europeias. Afável, carismático e com essa aura de estrangeirado ungido pela bênção de Bruxelas, Gaspar impôs-se no Parlamento (o que não é difícil, convenhamos) e, sobretudo, transformou-se no verdadeiro patrão do Governo. 

Toda a gente sabe que Passos Coelho fala pela boca do seu ministro das Finanças e que qualquer tentativa dos seus pares de pôr a cabecinha de fora em termos de despesa não passa sem o aval do poderoso Gaspar. Ou seja, apesar das condições adversas, bancarrota e troika incluídas, a verdade é que nenhum outro detentor desta pasta dispôs de tanto poder e de tanta hegemonia não só face aos seus pares como também face ao próprio chefe do Governo. Nem Ernâni Lopes conseguiu essa proeza, apesar da assumida fragilidade de Mário Soares em matéria de finanças. 

Um ano volvido, percebe-se, mais uma vez, como é ridícula esta fixação sem bases na competência providencial dos ministros das Finanças. Infelizmente para todos nós, Gaspar já falhou e continua a falhar - no défice, nas receitas, nas despesas, no desemprego colossal. Preso a um plano que ameaça abrir buracos por todos os lados, Gaspar está sem iniciativa, sem plano B e reza para que o estatuto de bom aluno comova os seus "amigos" lá de fora. É muito preocupante. 



 IN "VISÃO" 
28/06/12 

.
 
CONTRA O TRÁFICO 
DE SERES HUMANOS

O tráfico de seres humanos é uma realidade com um impacto económico comparável ao do tráfico de armas e de droga. Estima-se que por ano sejam traficadas milhões de pessoas em todo o mundo.
Portugal não está imune a este fenómeno que acarreta consigo um conjunto de causas e consequências problemáticas: o crime organizado, a exploração sexual e laboral, as assimetrias endémicas entre os países mais desenvolvidos e os mais carenciados, questões de género e de direitos humanos, quebra de suportes familiares e comunitários.
Para lá da reconhecida abrangência do fenómeno, são identificados grupos que apresentam uma maior vulnerabilidade à situação de tráfico tais como as mulheres e as crianças. Para tanto contribui a crescente feminização da pobreza que propicia situações de exploração sexual e laboral. No caso das crianças, o fenómeno constitui o mais vil atentado ao direito a crescer livre e num ambiente protegido e acolhedor.lementos que definem o tráfico.

Acção Meio Objectivo  =TSH
Oferecer
Entregar
Aliciar
Aceitar
Transportar
Alojar
Acolher
Violência
Rapto
Ameaça grave
Ardil ou manobra fraudulenta;
Abuso de autoridade
Aproveitando-se de incapacidade psíquica ou de situação de especial vulnerabilidade
Exploração sexual
Exploração do trabalho Extracção de órgãos

 Por vezes, o TSH é confundido com o crime de auxílio à imigração ilegal. Próximos em alguns aspectos, não são o mesmo fenómeno.
  • Elementos que definem o auxílio à imigração ilegal (Art 183º da Lei 23/2007 de 4 de Julho – Lei de Estrangeiros)
1 – Quem favorecer ou facilitar, por qualquer forma, a entrada ou o trânsito ilegais de cidadão estrangeiro em território nacional é punido com pena de prisão até três anos.

2 – Quem favorecer ou facilitar, por qualquer forma, a entrada, a permanência ou o trânsito ilegais de cidadão estrangeiro em território nacional, com intenção lucrativa, é punido com pena de prisão de um a quatro anos.
3 – Se os factos forem praticados mediante transporte ou manutenção do cidadão estrangeiro em condições desumanas ou degradantes ou pondo em perigo a sua vida ou causando-lhe ofensa grave à integridade física ou a morte, o agente é punido com pena de prisão de dois a oito anos.
4 – A tentativa é punível.
5 – As penas aplicáveis às entidades referidas no n.º 1 do artigo 182.º são as de multa, cujos limites mínimo e máximo são elevados ao dobro, ou de interdição do exercício da actividade de um a cinco anos.

Não se limite a assistir. 

DENUNCIE


 Se:
Pretende apresentar queixa contra quem:
Ofereceu, entregou, aliciou, aceitou, transportou, alojou ou acolheu adulto para fins de exploração sexual, exploração do trabalho ou extracção de órgãos,
Como contra quem:
Aliciou, transportou, procedeu ao alojamento ou acolhimento de menor, ou o entregou, ofereceu ou aceitou para os mesmos fins
E ainda contra quem:
Mediante pagamento ou outra contrapartida ofereceu, entregou, solicitou ou aceitou menor, ou obteve ou prestou consentimento na sua adopção ou reteve, ocultou, danificou ou destruiu documentos de identificação ou de viagem de qualquer daquelas pessoas
Ou
Se
Foi aliciado/a ou pressinado/a para vir para Portugal ou ir para o estrangeiro
Se os seus documentos lhe foram retirados ou destruídos
Se é ou já foi vítima de: violência física e sexual (agressão, violação...), violência psicológica (coação, ameaça, imposição...), fraude ou engano
Se a sua liberdade já foi ou é limitada

Ligue Linha SOS Imigrante 808 257 257
Apresente queixa junto da polícia

.
-


Michelle com 3 mãos



Imagine-se o que se pode fazer com uma fotomontagem

.
.
F – CONSTRUÍNDO

  UM IMPÉRIO


V.GRÉCIA





N
.
  
Desob(i)diência civil




.
.
  AS 100 MELHORES 
CANÇÕES DOS ANOS 80

(PARA A NME)
 .
Nº 41

COME ON EILLEN
DEXY'S MIDNIGHT RUNNERS


n
-

 Apenas curiosidade...



.
-


 CASAMENTO


.
 
A TANOREXIA

A compulsão por estar bronzeado afecta, sobretudo, mulheres entre os 20 e os 30 anos Antigamente ser moreno ou “trigueiro” não tinha uma conotação muito positiva, pois estava associado ao povo trabalhador, nomeadamente a pessoas que trabalhavam no campo de sol a sol. 
 Todavia, actualmente, ter uma cor dourada é a ambição de muitas pessoas pois, de acordo com revistas de moda e de estética, tornou-se um símbolo de beleza. Para isso, muitos recorrem a banhos de sol, outros fazem sessões de solário e outros há que utilizam cremes auto-bronzeadores. 

Poucos sabem, no entanto, que este desejo, quando se transforma em obsessão, pode mesmo custar–lhes a vida. A “Tanorexia” é a obsessão por estar bronzeado e afecta, sobretudo, mulheres entre os 20 e os 30 anos. 

Trata-se de uma doença que faz com que as pessoas nunca estejam satisfeitas com o seu tom de pele e façam tudo, até mesmo arriscar a vida, para ficarem image1 Tanorexia mais morenas. Além de exposições prolongadas ao Sol, muitas vezes sem uso de qualquer protector solar, abusam também do solário, ignorando ao que se expõem. 

Além do envelhecimento precoce da pele, sofrem, muitas vezes, de queimaduras solares e cancro da pele, o qual mata 50 mil mulheres por ano, em todo o Mundo. 

As jovens inglesas estão a seguir à risca a moda das celebridades extremamente bronzeadas que colocam a sua saúde em risco. Ao tentarem ser parecidas com as estrelas, como o casal Beckham, muitas adolescentes têm–se submetido, em clínicas de beleza, a várias secções de bronzeado artificial por semana, quando o recomendado pelos médicos é no máximo uma. 

O comportamento, fruto da necessidade de aceitação entre grupos de amigas segundo especialistas, pode levar a casos de “Tanorexia”. A Associação Médica Britânica de Investigação Sobre o Cancro solicitou às clínicas que impeçam menores de 16 anos de se submeter a sessões em câmaras de bronzeamento. No Reino Unido, cerca de 100 pessoas morrem por ano como consequência directa do bronzeado artificial e muitas outras acabam por sofrer vários danos na pele. 


 IN "http://www.desportoesaude.com"


.
-


 UM POUCO ESQUISITOS

































.
-

Para mais tarde 


recordar 





.
-

  
PORTA AVIÕES KUZNETSOV



Admiral Flota Sovetskogo Soyuza Kuznetsov ( russo : Адмирал флота Советского Союза Кузнецов "Almirante da frota da União Soviética Kuznetsov") foi construído em Riga, lançado ao mar como Leonid Brezhnev, fez testes no mar como Tbilisi, e, finalmente, chamado Kuznetsov é um porta aviões de aeronaves ​​que transportem cruzador lança-mísseis (TAVKR)  e serve como o navio comando da Marinha russa .
Para a decolagem de aeronaves de asa fixa, o Almirante Kuznetsov usa um salto de esqui, no final de seu deck. Isto resulta pois a aeronave apresenta no extremos da pista um ângulo maior e maior elevação do que um porta aviões padrão.
O salto de esqui-decolagem é menos exigente para o piloto, uma vez que a aceleração é menor, resulta em uma velocidade de descolagem de apenas 120-140 km/h.

.
-


OOPS




.
,

ESCULTURAS  EFÉMERAS













n
-


 T-SHIRT




.

.


ESPAÇO NAVE TERRA


SEMANA 47




Episódio da série Espaçonave Terra, que mostra as relações entre a Terra, o Sol e os planetas do Sistema Solar, e as consequências dessa relação para a vida em nosso planeta - cada episódio equivale a uma semana do ano.

NR: Os episódios anteriores desta série foram inseridos nos sábados precedentes às 13h00
n
 .

 OITO E OITENTA





.

-


 AS 15 MAIORES ÁREAS

 METROPLITANAS DO MUNDO

 
14ª. Los Angeles, USA/3
Área metropolitana: 14,7 milhões de pessoas
Cidade: 3,8 milhões de pessoas
Los Angeles é a segunda maior cidade dos Estados Unidos em área ocupada. Uma extensa malha viária com vias expressas, avenidas e circulares internas menores cobre toda a cidade.


Detalhe urbano: 
 Los Angeles abriga as maiores populações mexicanas, guatemaltecas e coreanas fora dos seus países. Praticamente 40% da população da cidade não nasceu nos Estados Unidos.




DEMOGRAFIA 
População (segundo o censo americano de 2000)
Los Angeles possui uma população de 3 694 820 habitantes, 1 275 412 residências ocupadas e 798 407 famílias. A densidade populacional da cidade é de 3 041,3 hab/km². 

A cidade possui um total de 1 337 706 residências, que resultam em uma densidade de 1 101,1 residências/km². 46,93% da população de Los Angeles são brancos, 11,24% são afro-americanos, 9,99% são asiáticos, 0,8% são nativos americanos, 0,16% são nativos polinésios, 25,7% são de outras raças e 5,18% são descendentes de duas ou mais raças. 29,75% da população da cidade são hispânicos de qualquer raça.

 NOTA: Em 2010 a população residente era de 9,818,605, com 3,445,076 de residencias ocupadas, fonte "Index Mundi" 

MAIS DADOS DE 2000
-Existiam 1 275 412 residências ocupadas na cidade, dos quais 33,5% são ocupadas pelo menos uma criança com menos de 18 anos de idade
- 41,9% são ocupadas por um casal, 
-14,5% são famílias com uma mulher sem marido presente como chefe de família,  
-37,4% não são famílias. 
-28,54% de todas as residências ocupadas são ocupadas por apenas uma pessoa 
-7,4% são ocupadas por uma única pessoa com 65 anos ou mais de idade. 
-Cada residência ocupada é ocupada por 2,83 pessoas, em média; o tamanho médio de uma família é de 3,56 pessoas. 
-26,6% da população da cidade possui menos de 18 anos de idade,  
- 11,1% possuem entre 18 e 24 anos, 
- 34,1% possuem entre 25 e 44 anos, 1
- 8,6% possuem entre 45 e 64 anos,  
- 9,7% possuem 65 anos ou mais de idade. 
-Para cada 100 pessoas do sexo feminino existem 99,4 pessoas do sexo masculino. 
-Para cada 100 pessoas do sexo feminino com 18 anos de idade ou mais, existem 97,5 pessoas do sexo masculino. 
-A renda anual média de uma residência ocupada na cidade era de 36 687 dólares e em 2010 passou para $55,476. 
-A renda média anual da população da cidade, ano 2000 é de 39 942 dólares. 
-Pessoas do sexo masculino possuiam uma renda anual média de 31 880 dólares, e pessoas do sexo feminino, uma renda anual média de 30 197 dólares. 

-A renda per capita da cidade era de 20 671 dólares. 22,1% da população e 18,1% das famílias da cidade vivem abaixo da linha de pobreza. 30,3% das pessoas com 17 anos ou menos de idade e 12,6% das pessoas com 65 anos ou mais de idade vivem embaixo da linha de pobreza

Imigrantes 
Los Angeles é uma das cidades mais multiculturais do mundo, com etnias das mais variadas partes do mundo. Em especial, a população hispânica e asiática estão crescendo rapidamente, tanto que hispânicos serão maioria na cidade, caso o ritmo atual de crescimento continue. 
A população de asiáticos em Los Angeles é a maior dos Estados Unidos. Los Angeles possui as maiores comunidades armênia, cambojiana, filipina, guatemalteca, israelense, tailandesa, mexicana, húngara e salvadorenha fora dos respectivos países.

Resident population: total females, percent, 2010                                                            50.7%
Resident population: White alone, percent, 2010                                                           50.3%


Resident population: Black alone, percent, 2010                                                             8.7%


Resident population: American Indian and Alaska Native alone, percent, 2010            0.7%


Resident population: Asian alone, percent, 2010                                                             13.7%


Resident population: Native Hawaiian and Other Pacific Islander alone, percent, 2010  0.3%


Resident population: Two or more races, percent, 2010                                                    4.5%


Resident population: Hispanic or Latino Origin, percent, 2010                                       47.7%


Resident population: Not Hispanic, White alone, percent, 2010                                       27.8%








 Força de trabalho

Maiores empregadores do condado de Los Angeles, 2009
Empregador
Número de Empregados
Kroger Co.
140.000
Condado de Los Angeles
109.500
Los Angeles Unified School District
104.900
Cidade de Los Angeles
56.200
* Governo Federal
48.100
Kaiser Permanente
34.100
Estado da Califórnia (não-educação)
30.500
Universidade da Califórnia, Los Angeles
28.400
Northrop Grumman Corp
19.100
Boeing Co.
14.400
Long Beach Unified School District
13.100
Target Corp
13.000
University of Southern California
13.000
Bank of America
12.200 **
Walt Disney Co.
11.200 **
Home Depot
10.000
Metropolitan Transit Authority (LA Co.)
9.700
Providence Health & Serviços
9.700
Vons
9.600
Cedars-Sinai Medical Center
9.300
Wells Fargo
9.100
ABM Industries Inc.
9.000
AT & T Inc.
8.900
California Institute of Technology
8.500
Fedex Corp
8.500
Albertsons Região Sul da Califórnia
7.400 **
Catholic Healthcare West
7.200
Edison International
6.700 **
Amgen Inc.
6.500
Cidade de Long Beach
6.300
Washington Mutual Inc. (agora Chase)
6.000 **
Costco Wholesale
5.500
UPS
5.100


Número de desempregados (NAICS 00) - em 2009                                               821,177
Número de empresas em  2007                                                                             1,046,940

POLÍTICA 
Los Angeles é a administrada por um prefeito e por um Conselho composto de 15 membros, um de cada um dos 15 distritos de Los Angeles. 
 O prefeito é eleito pelos eleitores da cidade para mandatos de até quatro anos de duração. Os eleitores de cada um dos distritos elegem um representante para o Conselho da cidade, para mandatos de até quatro anos de duração. Outros oficiais são diretamente escolhidos pelo prefeito, como um posto encarregado de administrar o sistema judiciário da cidade e garantir que as leis da cidade sejam cumpridas pelos habitantes da cidade. 
 O governo municipal de Los Angeles têm mostrado-se ineficiente em algumas áreas, o que fez com que os distritos de Hollywood e Vale de San Fernando buscassem independência em 2002, embora não tendo sucesso, alegando que a municipalidade de Los Angeles prefere concentrar sua atenção em áreas mais densamente povoadas da cidade, como o centro da cidade, negligenciando áreas de menor densidade populacional. Para tornar mais efetiva o governo municipal, o Conselho municipal de Los Angeles têm promovido a formação de Conselhos regionais, tendo sido proposto em 1996 e aprovado em 1999. 

ECONOMIA 
Los Angeles é o maior centro industrial dos Estados Unidos, e o maior centro de finanças e comércio do oeste americano. 

Ao contrário de outras grandes cidades americanas como Chicago, Houston e Nova York, que presenciaram a mudança de uma parte substancial de suas indústrias para outras partes do país ou do mundo, o número de postos de trabalho fornecidos pela indústria e comércio têm somente crescido desde o final da Segunda Guerra Mundial. Embora Los Angeles tenha presenciado a queda da indústria automobilística na década de 1990, outras indústrias instalaram-se ou expandiram na cidade, como a indústria aeroespacial.

COMÉRCIO E FINANÇAS
 Los Angeles é o segundo maior centro financeiro dos Estados Unidos e o maior do oeste americano. 

Três grandes bancos, dez companhias de empréstimos e setenta companhias de empréstimos usam Los Angeles como seu quartel-general de operações. Milhões de turistas visitam Los Angeles atualmente, atraídos pelas suas praias, pelo seu clima e por outras atrações turísticas.

INDÚSTRIA 
Los Angeles é o maior centro industrial dos Estados Unidos. Suas 25 000 fábricas fornecem, aproximadamente, trinta por cento dos postos de trabalho dentro dos limites municipais. 
Uma das principais indústrias de Los Angeles é a indústria aeroespacial. A cidade possui várias fábricas que fabricam peças ou partes de aviões, bem como sondas espaciais e foguetes. Essa forte indústria atrai muitos engenheiros, matemáticos, físicos e cientistas, mais do que qualquer outra cidade americana. A Boeing possui várias fábricas em Los Angeles e na cidade vizinha de Long Beach. 
FABRICA DA BOEING

Apesar disto, Los Angeles é mais conhecida pelos seus filmes: a maioria deles, produzidos no bairro mundialmente famoso de Hollywood. A indústria da produção de filmes chegou a seu máximo na década de 1940. Desde então, as companhias pro««««dutoras de filmes reduziram o número de filmes produzidos anualmente, preferindo concentrar-se na qualidade dos filmes produzidos. Isto fez com que postos de trabalhos fossem diminuídos e pessoas fossem demitidas. 
Mesmo assim, esta é uma forte indústria, que gera muitos postos diretos e indiretos de empregos e é mais uma atração turística da cidade. Los Angeles possui vários depósitos de petróleo no seu subsolo. A indústria do petróleo é forte em Los Angeles desde o final da década de 1880, quando os primeiros poços foram escavados. Los Angeles é um dos maiores produtores de petróleo bruto, derivados de petróleo e equipamentos usados pela indústria petroleira dos Estados Unidos. 

A indústria automobilística era uma das âncoras da cidade até a década de 1980. Todas as fábricas de manufaturação de veículos foram fechadas nesta década ou na década seguinte. Outras importantes indústrias de Los Angeles incluem a produção de roupas, móveis, computadores, softwares, borracha e pneus, bem como produtos químicos, eletrônicos, produtos de vidro e cerâmica, ferro e aço, brinquedos e a pesca.

COMUNICAÇÃO SOCIAL
 Los Angeles possui dois jornais diários: o Los Angeles Times e o La Opinión (esta última voltada para a população hispânica), bem como outros quarenta jornais comunitários de menor circulação, que publicam seus materiais em inglês, espanhol ou outros idiomas e estão voltadas para uma certa etnia da cidade e cem jornais regionais semanais. O Los Angeles Times possui uma circulação diária de mais de 1 000 000 de cópias. Centenas de revistas são impressas e publicadas em Los Angeles. 

Uma delas é a Los Angeles Magazine, que publica reportagens de interesse geral sobre a área da cidade. Outras revistas estão especializadas em certas matérias como surfing, skating, por exemplo. Dez estações de televisão público, outras tantas estações de TV a cabo e mais de 75 estações de rádio estão localizadas em Los Angeles. A cidade abriga os quartéis-generais de duas grandes companhias de televisão americanas, a FOX e a UPN. Outras grandes redes de televisão americana como a ABC e a CBS produzem muitos de seus programas em Los Angeles. A indústria de telecomunicações cresceu desde a década de 1940 e absorveu, em grande parte, a queda dos números de postos de trabalhos oferecidos pela indústria cinematográfica, ocorrida a partir da década de 1940.

EDUCAÇÃO 
O sistema de escolas públicas de Los Angeles, administrada pela Los Angeles Unified School District (LAUSD), um distrito escolar, é o segundo maior dos Estados Unidos, menor apenas do que o sistema escolar público de Nova Iorque. 
A LAUSD não somente administra as escolas localizadas dentro dos limites municipais de Los Angeles, bem como escolas de outras cidades vizinhas. A área de responsabilidade da LAUSD é de 1 840 quilômetros. São cerca de 795 mil estudantes estudando em 900 escolas. 
A LAUSD é administrada pela Board of Education, um Conselho formado por sete membros eleitos pelos habitantes da cidade para mandatos de quatro anos. A LAUSD tem recebido verbas insuficientes desde o final da década de 1960, à medida que o número de crianças e adolescentes estudando no sistema escolar aumentara mais que do que a receita da companhia. 
Uma das principais fontes de renda da LAUSD eram impostos de terreno e propriedades localizadas próximos às escolas controladas pela LAUSD. 
FACULDADE DE ARQUITECTURA
Com uma lei, aprovada em 1978, que cortava esses impostos, a LAUSD passou a depender de ajuda do governo da Califórnia, uma vez que as verbas fornecidas diretamente pela municipalidade de Los Angeles não aumentaram significantemente. Professores foram demitidos, o horário das classes foram diminuídas e mais alunos foram colocados por classe, e muitas escolas da cidade estão em péssimo estado. 
Recentemente, a LAUSD organizou um programa de construção em massa de escolas, pela cidade, em uma tentativa de diminuir a lotação de escolas já existentes. Cerca de 60 000 estudantes estudam em 225 diferentes escolas privadas ou em escolas católicas. Ao contrário de outras grandes cidades americanas ou canadenses, o sistema católico de ensino não recebe verbas do município, recebendo verbas diretamente do governo da Califórnia.

Nível de educação (2010) 
- Na população com 25 anos ou mais há uma percentagem de 75% com frequência universitária e 29% com graduação de bacarelato ou doutoramento.

UNIVERSIDADES
Escola

Mais alto grau
Tipo de Instituição

Americana InterContinental Colégio (1)

Mestres
Proprietário

American Jewish University (2)

Mestres
Religioso

Antioch University

Mestres
Independente

Art Center College of Design

Mestres
Independente

Azusa Pacific University

Doutorado
Religioso

Biola University

Doutorado
Religioso

California State Polytechnic Univ., Pomona

Mestres
Público

California Institute of Technology

Doutorado
Independente

California Institute of the Arts

Mestres
Independente

California State Univ., Dominguez Hills

Mestres
Público

California State Univ., Em Long Beach

Mestres
Público

California State Univ., Los Angeles

Mestres
Público

California State Univ., Northridge

Mestres
Público

Charles R. Drew University of Medicine & Science

Doutorado
Independente

Claremont Graduate University (Faculdades Claremont)

Doutorado
Independente

Claremont McKenna College (Faculdades Claremont)

Bacharelado
Independente

Claremont School of Theology

Doutorado
Independente

Cleveland Chiropractic College de Los Angeles

Doutorado
Independente

Escola

Mais alto grau
Tipo de Instituição

Fuller Theological Seminary

Doutorado
Independente

Harvey Mudd College (Faculdades Claremont)

Mestres
Independente

Hebrew Union College - Jewish Institute of Religion

Doutorado
Religioso

VIDA Pacific College

Bacharelado
Religioso

Loyola Marymount University

Doutorado
Religioso

O Colégio Mestre e Seminário

Mestres
Religioso

Colégio Monte de Santa Maria (3)

Mestres
Religioso

Occidental College

Mestres
Independente

Otis College of Art & Design

Mestres
Independente

Pacific Oaks Colégio

Mestres
Independente

Pardee RAND Graduate School

Doutorado
Independente

Pepperdine University

Doutorado
Religioso

Phillips Graduate Institute

Doutorado
Independente

Pitzer College (Faculdades Claremont)

Bacharelado
Independente

Pomona College (Faculdades Claremont)

Bacharelado
Independente

Escola

Mais alto grau
Tipo de Instituição

RAND Graduate School (ver Pardee RAND Graduate)

---
---

Scripps College (Faculdades Claremont) (3)

Bacharelado
Independente

Southern California Institute of Architecture

Mestres
Independente

Southern California University of Health Sciences (4)

Doutorado
Independente

Universidade da Califórnia, Los Angeles

Doutorado
Público

Universidade de La Verne

Doutorado
Independente

University of Southern California

Doutorado
Independente

Western University of Health Sciences

Doutorado
Independente

Whittier College

Mestres
Independente

Woodbury University

Mestres
Independente



BIBLIOTECAS
 Biblioteca Central de Los Angeles. O sistema de bibliotecas públicas de Los Angeles possui cerca de 6 000 000 de volumes, uma das maiores coleções dos Estados Unidos. 

Este sistema administra bibliotecas espalhadas ao longo da cidade, bem como um sistema de book mobiles, veículos que transportam material literário em diversas áreas mais isoladas de Los Angeles, bem como alguns de seus subúrbios. Vários museus também possuem bibliotecas que são de livre acesso para o público em geral.

TRANSPORTES 
O sistema de transporte público de Los Angeles é administrada pela Metropolitan Transportation Authority, que administra uma malha de rotas de ônibus, uma linha de metrô e três linhas de light rail e ferrovias em todo o Condado de Los Angeles. 

O sistema ferroviário e linhas de ônibus ligam Los Angeles com suas cidades vizinhas. A linha de metrô de Los Angeles, auxiliado por três de light rail, é totalmente insuficiente para atender à gigantesca população de Los Angeles, uma das principais razões para o uso extensivo de carros por grande parte dos habitantes da cidade como meio principal de locomoção. A cidade possuía algumas linhas de bondes e de metrô antes da década de 1960, mas todas elas foram fechadas na década de 1960, quando a prefeitura da cidade foi pressionada pela General Motors a fazê-lo assim. Isto ocorreu em outras cidades americanas, como Detroit e Cleveland, por exemplo, por interesses econômicos. Outro sistema ferroviário, separado das ferrovias controladas pela MTA, atende passageiros que viajam entre o condado de Los Angeles e cidades localizadas em condados vizinhos. Este sistema chama-se Metrolink.

RODOVIAS
A maior parte dos habitantes da região metropolitana de Los Angeles usa o carro como meio principal de locomoção. Muitos habitantes de subúrbios e bairros percorrem longas distâncias até o centro financeiro da cidade. 
Como resultado, Los Angeles possui o maior sistema de Vias expressas e autoestradas do mundo. Este sistema é uma malha de 1 080 km de autoestradas de vias de alta velocidade, que cortam toda a região metropolitana de Los Angeles. Mesmo assim, o grande tráfego de veículos de manhã e de tarde (pessoas indo e vindo do trabalho) fazem com que boa parte desse sistema esteja congestionada durante estes horários.

FERROVIAS 
Los Angeles dispõe de uma grande malha ferroviária, que opera à parte das ferrovias controladas pela MTA e pela Metrolink. 

Duas principais ferrovias, a Burlington Northern Santa Fe e a Union Pacific, servem a cidade, conectando-a com o resto dos Estados Unidos. Trens de passageiros usam a Union Station, localizado próximo ao centro da cidade. 

AEROPORTOS 
Em Los Angeles está localizado o quinto aeroporto mais movimentado do mundo, o Aeroporto Internacional de Los Angeles, que movimentou cerca de 55 milhões de passageiros e 2 milhões de toneladas de carga em 2004. 

Este aeroporto serve como escalas de voos procedentes de outras cidades do continente americano e da Europa, cujo destino final são cidades localizadas na Ásia. Outros quatro aeroportos servem a região metropolitana de Los Angeles: o Aeroporto Internacional de Ontário, localizado na cidade vizinha de Ontário, o Aeroporto Internacional John Wayne, o Aeroporto Bob Hope e o Aeroporto Van Nuys, este último, o aeroporto de aviação geral mais movimentada do mundo.

PORTOS 
A região metropolitana de Los Angeles possui dois grandes terminais portuários: o Porto de Los Angeles e o Porto de Long Beach, que juntos, formam o terceiro centro portuário mais movimentado do mundo, e movimentando mais carga do que qualquer outra cidade americana. 

O Porto de Los Angeles está localizada na Baía de São Pedro, no distrito de São Pedro, a cerca de trinta quilômetros ao sul do centro da cidade. O porto ocupa uma área de trinta km², incluindo terreno e água, além de 69 Km de cais. Está localizado junto ao Porto de Long Beach. Os portos de Los Angeles e Long Beach juntos compõem o Porto de Los Angeles - Long Beach. Outros portos menores, não industriais, estão localizados ao longo da costa de Los Angeles, a maioria deles, como Redondo Beach e Marina del Rey, são utilizados por veleiros e iates. O porto inclui quatro pontes: Ponte Vincent Thomas, Henry Ford, Gerald Desmond e Comodoro Schuyler F. Heim 


IN - WIKIPEDIA 
- INDEX MUNDI 
- www.laalmanac.com/employment/em21e.htm 

NR: As inserções anteriores foram editadas nos sábados precedentes à mesma hora

.