quinta-feira, 21 de junho de 2012

UMA GRAÇA PARA FIM DO DIA

.

 COMUNICAÇÃO
 MARIDO / MULHER


O marido e a mulher não se falavam há uns três dias... 



Entretanto, o homem lembra-se que no dia seguinte terá uma reunião muito cedo no escritório, e como precisava de se levantar cedo resolveu pedir a mulher para acordá-lo, mas para não dar o braço a torcer, em vez de falar, escreve num papel:
"Acorde-me às 06 horas da manhã"


No outro dia, levanta-se e quando olha no relógio são 09:30 h. 
O homem tem um ataque e pensa:
"Filha da...! Estúpida! Não me acordou..."


Nisto olha para a mesa-de-cabeceira e repara num papel no qual está escrito:
"... São seis horas, levanta-te!"


                                            Conclusão:

NÃO FIQUE SEM FALAR COM AS MULHERES, 

elas ganham sempre !!



-


ARROZ DE BACALHAU



À LISBOA


  

Por O Chefe de Cozinha Paulo Marinho 

 em MANAUS-AMAZÓNIA



 .
 .

HOJE NO

"A BOLA"

«Vitória justa com exibição extraordinária na segunda parte» - Paulo Bento

 Paulo Bento, selecionador nacional, gostou bem mais da segunda parte da equipa portuguesa que da primeira. O técnico realçou também a justiça do resultado. «25 minutos da primeira parte em que nos custou a entrar no jogo. Estivemos pouco seguros. Nos últimos 20 minutos da primeira parte estivemos melhor no jogo e ainda na primeira parte foi nossa a única oportunidade de golo. 
 Na segunda parte fizemos uma exibição extraordinária. O número de oportunidades que criámos foram suficientes para sairmos com uma vitória menos sofrida. Mostrámos capacidade, ritmo e paciência ofensivamente. É uma vitória justa, um prémio para um grupo de jogadores que trabalharam muito e que dignificam e honram a camisola de Portugal», afirmou o selecionador nacional. 


* As críticas que temos feito a Paulo Bento mantemo-las. Só a partir do jogo com a Dinamarca vimos uma equipa e reafirmamos que um bom gestor de recursos humanos não cultiva ódios (Bosingwa). 
A Selecção está nas meias finais e muito do mérito também lhe pertence, é inegável, deve ser reconhecido. 
Não somos, nem queremos ser, experts do futebol mas temos os conhecimentos que possibilitam analisar um jogo, não há leviandade a avaliar nem dizemos mal por calúnia.
 A toda a selecção desejamos uma próxima vitória.


.


-


 1. tv broncA



2012





MUITO DIVERTIDO



.
.

HOJE NO

"PÚBLICO"

Vaticano investiga bispo apanhado dentro de água com uma amiga de infância

As férias foram em Janeiro de 2011, numa selecta praia mexicana, mas as imagens só chegaram ao conhecimento do Vaticano agora. Nas fotografias, Monsenhor Fernando Maía Bargalló, bispo argentino e presidente da Cáritas Latino-americana, abraça uma mulher dentro de água, numa atitude carinhosa. As imagens foram difundidas por um canal televisivo e mostravam Bargalló, de 59 anos, dentro de água, abraçado a uma mulher.

Outras imagens, captadas na mesma altura, revelam o sacerdote de calções de banho conversando, dentro de água, com a mesma mulher, que enverga um biquini, e que se apoia no seu ombro. As fotos são do Verão de 2011, o eclesiástico encontrava-se de férias num exclusivo e luxuoso complexo turístico perto de Puerto Vallarta, no México, com um grupo de amigos, entre eles a mulher que é empresária e dona de restaurantes em Buenos Aires.

As imagens chocaram não só os meios eclesiásticos, como os políticos, uma vez que Bargalló foi presidente da Cáritas Argentina, até Novembro passado, e é o actual presidente da Cáritas Latino-americana. Logo, é um homem consultado pelos governos sobre as políticas sociais e os sectores mais pobres. Há também quem pergunte quem é que pagou aquela viagem a um sítio tão luxuoso. Ao canal A24, que revelou as imagens, o bispo declarou que a mulher com quem estava é uma amiga de infância, que conhece desde sempre. Porém reconhece a "imprudência" do seu comportamento e a "ambiguidade" que as imagens possam suscitar. E, por essa razão, pede desculpas a quem se sentiu chocado com as mesmas.


O jornal diário argentino La Nación avança que o clérigo tem uma relação amorosa com aquela mulher há meses e que este já pediu a sua demissão antecipada do governo pastoral da diocese para evitar um escândalo maior. Contudo, o Vaticano não confirma esta informação. O Vaticano ainda não decidiu o que fazer neste caso, as medidas podem levar à renúncia do cargo.

* Uma "modernice" diria provavelmente o sr. Cardeal Patriarca de Lisboa se lhe pedissemos um comentário.

.

-

VAMOS DANÇAR

ANN MILLER


  

Johnnie Lucille Ann Collier, mais conhecida como Ann Miller (Nacogdoches, Texas, 12 de abril de 1923 – Los Angeles, Califórnia, 22 de Janeiro de 2004) foi uma atriz, cantora e dançarina estadunidense. 

Biografia 
Ann Miller começou a dançar desde criança, para exercitar as pernas devido ao raquitismo. Foi considerada um prodígio da dança infantil, tendo como inspiração a grande sapateadora e atriz Eleanor Powell. 

Aos 13 anos foi contratada como dançarina no "Black Cat Club"(ela disse aos donos que tinha 18 anos), quando foi descoberta por Lucille Ball e Benny Rubin. E assim, assinou contrato com a RKO, em seguida com a Columbia e finalmente com a MGM onde atingiu o patamar de estrela. Miller ficou famosa pela velocidade com que sapateava e pela sua aparência distinta, que mostrava o ideal dos estúdios de glamour hollywoodiano, cabelo bufante, maquiagem pesada e roupas que enfatizavam sua agilidade para dança e suas longas pernas. 

A atriz também criou a meia-calça, ela diz que sempre que ia executar um número de dança as meias precisavam ser costuradas à roupa intima, até que um dia ela deu a idéia a um fabricante de fazer uma meia que pudesse ser usada como uma peça de roupa e assim nasceu a meia-calça. 

A sua carreira no cinema praticamente terminou em 1956, quando o cinema passou a perder espaço pra TV. Ainda fez participações no teatro e na televisão. 

.
 .
HOJE NO

"DIÁRIO ECONÓMICO"

Médicos dizem que números 
do Governo estão errados 

Há menos cerca de dois mil médicos do que os dados revelados pelo Governo", assegura o vice-presidente da APMGF. A Associação de Medicina Geral e Familiar diz que existem menos do que 7.126 médicos de família em Portugal. 
 "Há menos cerca de dois mil médicos do que os dados revelados pelo Governo", assegura o vice-presidente da APMGF, Rui Nogueira. O dirigente associativo sublinha que os dados que constam do relatório ontem divulgado pela Administração Central do Sistema de Saúde impolam a realidade, porque fora contabilizados os "médicos de internato e alguns médicos de clínica geral que passaram a ser considerados como médicos de família após um decreto-lei de 1995, do Governo de António Guterres". 

Tal como o Diário Económico avança hoje, os números da ACSS mostram que há menos de um médico de família (0,7) por cada mil portugueses. Mas de acordo com Rui Nogueira o cenário ainda será mais gravoso e "nem o próprio Governo sabe ao certo quantos médicos existem". 


 * O governo sabe muito bem sacar dinheiro ao contribuinte, obedecer à Europa, do resto pouco sabe.


.

FELÍCIA TEIXEIRA - OTOC




 Modelo 40 
 Valor dos fluxos de pagamentos com 
cartões de crédito e de débito 

 A fraude e evasão fiscais são fenómenos que alastram a par do avanço da globalização. Note-se que é nas complexas teias de economias financeiras que ambos encontram refúgio e legitimação. 

A fraude e evasão fiscais são duas formas de evitar o pagamento de tributos/impostos. 

A evasão fiscal consiste no uso de meios ilícitos para evitar o pagamento de taxas, impostos e outros tributos. Entre os métodos usados para desviar tributos estão a omissão de informações, as falsas declarações e a produção de documentos que contenham informações falsas ou distorcidas, como a contratação de faturas, duplicados, etc. 

A fraude fiscal, num sentido amplo, é uma conduta ilegítima que visa a não liquidação, entrega ou pagamento da prestação tributária ou a obtenção indevida de benefícios fiscais, reembolsos ou outras vantagens patrimoniais suscetíveis de causarem diminuição das receitas tributárias. 

A fraude fiscal pode ter lugar por: 
-Ocultação ou alteração de factos ou valores que devam constar dos livros de contabilidade ou escrituração, ou das declarações apresentadas ou prestadas a fim de que a administração tributária especificamente fiscalize, determine, avalie ou controle a matéria coletável; 

-Ocultação de factos ou valores não declarados e que devam ser revelados à administração tributária; 

-Celebração de negócio simulado, quer quanto ao valor quer quanto à natureza, quer por interposição, omissão ou substituição de pessoas. 

Em território nacional, o Estado português tem vindo a estabelecer medidas de natureza preventiva e repressiva de combate à fraude e evasão fiscais. 

Em final de outubro de 2011, o Ministério das Finanças divulgou o Plano Estratégico de Combate à Fraude e Evasão Fiscais e Aduaneiras para o período de 2012 a 2014, vulgarmente designado por Plano Estratégico. Foram definidas as grandes linhas estratégicas de atuação de médio prazo da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), visando atingir progressos significativos nos níveis de eficácia no combate aos fenómenos de incumprimento fiscal e, em especial, aos esquemas de fraude de elevada complexidade e à economia informal. 

A ocultação de transações é uma das fraudes mais elementares, materializando-se na omissão do respetivo registo contabilístico. Neste âmbito, encontram-se as operações de venda e prestação de serviços não declaradas, muitas vezes associadas a aquisições e consequentes fluxos monetários também omitidos. Esta prática é transversal a vários setores de atividade. 

Para combater esta situação, o Plano Estratégico visa adotar as seguintes medidas: 

-Estratégias proativas de troca e partilha de dados junto das diversas entidades intervenientes nos vários setores de atividade, visando o aumento das fontes de informação enquanto ativo fundamental para a otimização do processo de cruzamento de dados. 

-Intensificar as ações de prospeção e controlo no terreno, designadamente ações conjuntas com outras entidades inspetivas e ações de controlo de bens em circulação. 

-Planear e executar ações inspetivas de caráter vertical que contemplem a cadeia de comercialização dos produtos em cada setor. 

-Promover a utilização mais eficiente da informação constante dos modelos declarativos das obrigações de terceiros. 

Declaração modelo 40 

Uma medida já imposta, com vista ao processo de cruzamento de dados dos fluxos monetários, foi a alteração dada ao artigo 63.º- A da Lei Geral Tributária, pela Lei do Orçamento do Estado para 2011, que obriga as instituições de crédito e sociedades financeiras a fornecer à AT, até ao final do mês de julho de cada ano, através de declaração de modelo oficial, o valor dos fluxos de pagamentos com cartões de crédito e de débito, efetuados por seu intermédio, a sujeitos passivos que aufiram rendimentos da categoria B de IRS e de IRC, sem por qualquer forma identificar os titulares dos referidos cartões

A declaração de modelo oficial, modelo 40, relativa ao valor dos fluxos de pagamentos com cartões de crédito e de débito foi aprovada a 1 de fevereiro último, pela Portaria n.º 34-B/2012. 

Esta declaração deve ser apresentada a partir do ano de 2012, e reporta-se ao valor dos fluxos de pagamentos com cartões de crédito e de débito, realizados no ano civil anterior. 

Assim, até final de julho de 2012, as instituições de crédito devem apresentar a declaração modelo 40, com os valores dos fluxos monetários realizados no ano civil de 2011. 

A introdução desta obrigação por parte das instituições de crédito fará com que a AT disponha um conjunto de informações sobre todos os pagamentos efetuados nos terminais de pagamento automático (TPA), de todos os sujeitos passivos que aufiram rendimentos da categoria B de IRS e IRC. 

Quando um consumidor final efetua um pagamento pelo TPA, significa que ocorreu uma transação comercial de determinado bem e/ou uma prestação de serviços, que irá gerar a emissão de respetivo documento de faturação. 

Da perspetiva do comerciante e/ou prestador de serviços, qualquer movimento efetuado num TPA, é assim suscetível de ser considerado um rédito e como tal dever-se-á proceder ao seu registo contabilístico, conforme a NCRF 20 - Rédito. 

Implicações fiscais 

Em termos fiscais, são considerados rendimentos os resultantes de operações de qualquer natureza, em consequência de uma ação normal ou ocasional, básica ou meramente acessória, nomeadamente, os relativos a vendas ou prestações de serviços, descontos, bónus e abatimentos, comissões e corretagens. 

A informação da declaração modelo 40, conjugada com a obrigatoriedade de todos os sujeitos passivos de IRC, bem como os sujeitos passivos de IRS que disponham ou devam dispor de contabilidade organizada deter, pelo menos, uma conta bancária através da qual devem ser movimentados os pagamentos e recebimentos respeitantes à atividade empresarial desenvolvida, irá, certamente, contribuir para minorar a fuga e evasão fiscal. 

Para efeitos de cruzamento de dados, será que qualquer comerciante e/ou prestador de serviços pode declarar na respetiva declaração de rendimentos um valor diferente para menos do valor indicado no campo 05 do quadro 02 da modelo 40 – Valor anual dos pagamentos? 

Em termos objetivos, será com certeza muito difícil justificar que o valor das vendas e/ou prestações de serviços efetuados sejam inferiores ao montante dos pagamentos recebidos, sobretudo nos setores em que a regra é que a venda ao consumidor final é paga a pronto. 

Outra medida, que estará ligada a este cruzamento de dados, é a obrigatoriedade de todos os programas de faturação produzirem o ficheiro SAFT. 

O SAFT-PT (Standard audit file for tax porposes) é um ficheiro que contém dados contabilísticos fiáveis que se podem exportar de um sistema contabilístico original por um período de tempo específico, e que se lê facilmente em virtude de ter um formato standard, que pode ser usado pelos funcionários das autoridades tributárias. 

A obrigação de dispor deste ficheiro aplica-se aos sistemas de faturação, às operações efetuadas a partir do dia 1 de janeiro de 2008. Estas são algumas questões que se levantam no sentido de saber como a AT irá tratar a informação que irá constar da nova declaração modelo 40. 



IN "JORNAL DE NEGÓCIOS" 
18/06/12

.
.

HOJE NO

"CORREIO DA MANHÃ"

Sepultura de cão com 7600 anos
 em Alcácer do Sal 

Um laboratório inglês confirmou que a sepultura de um cão mais antiga do Sul da Europa se localiza em Alcácer do Sal e que tem 7600 anos, informou hoje a Universidade de Lisboa. 

O anúncio acontece quase um ano depois da descoberta da sepultura, nas escavações do concheiro mesolítico (do período entre 10.000 a 6000 A.C.) das Poças de S. Bento, em Alcácer do Sal. Um concheiro é uma estação arqueológica com grande acumulação de moluscos. 
 Estrutura negativa identificada 
no concheiro das Poças de S.Bento

Segundo o laboratório da Universidade de Oxford, a sepultura tem 7600 anos e a dieta do animal incluía cerca de 25 por cento de proteínas de origem marinha, o que "provavelmente reflecte a alimentação dos seus donos". A datação foi obtida num acelerador de partículas, depois de preparadas as amostras obtidas a partir de pequenas costelas do animal. 

O resultado das análises confirma que os caçadores-recolectores mesolíticos da Península Ibérica enterravam os cães em necrópoles, uma prática conhecida no Norte da Europa, mas que até agora não estava documentada no Sul. 

As ossadas estão conservadas no seu estado original pela intervenção de técnicos do Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa, "onde será brevemente exposto", segundo o seu director, Luís Raposo, citado na nota da universidade. A partir do dia 25 continuam os trabalhos de escavação, no âmbito do programa de investigação das equipas das Universidades da Cantábria e de Lisboa. 

 * A ciência ao serviço da história, muito bom! 


 .

-


  3 *A MÚSICA É A ARMA*


  

Documentário sobre a vida turbulenta de Fela Anikulapo Kuti, o criador do afrobeat (gênero musical que funde os ritmos do oeste africano com o jazz norte americano). Referência para muitos músicos e pensadores negros, o "presidente negro", foi um constante questionador das corrupções políticas, injustiças, desigualdades na Nigéria e colonizações em África. Protagonizando a narrativa, Fela nos leva à República de Kalakuta, uma comuna auto declarada independente, e à notória casa noturna "Shrine", zona de perigo para o governo nigeriano


.
 .

HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

'Prova não valoriza trabalho 
de dois anos ' 

A Sociedade Portuguesa de Matemática criticou, ontem, a prova final do secundário de Matemática Aplicada às Ciências Sociais deste ano, considerando que não valorizou o trabalho de professores e alunos. 'Esta prova não contribui para valorizar e promover o trabalho de qualidade feito por muitos alunos e professores ao longo de dois anos de ensino secundário', sintetizou a SPM num parecer divulgado, no dia de ontem, sobre a prova de terça-feira. 
JÁ ESTIVEMOS MAIS LONGE

A SPM afirmou que 'não é adequado', uma prova deste nível ter perguntas em que só se pede aos alunos para 'transcrever dados para a calculadora sem cometer erros', ou questões que 'podem ser resolvidas por alunos do final do 3º ciclo', Mais de um quarto dos 200 pontos de classificação do exame foram atribuídos a questões em que se pediu aos estudantes 'a aplicação de métodos ou algoritmos descritos na própria prova', acrescentou a Sociedade Portuguesa de Matemática, que rejeita uma 'descrição tão explícita do método de resolução', 

A SPM preferiria uma avaliação 'mais consistente', da maneira como os alunos aprenderam 'os conteúdos contemplados no programa', e defende que a prova devia incluir 'uma ou duas questões', que apelassem ao 'raciocínio matemático não completamente elementar', Pontos do programa como 'probabilidades condicionadas e modelos financeiros', ficaram ausentes da prova enquanto grafos foram 'abordados apenas de forma muito elementar', apontou a Sociedade Portuguesa de Matemática, ainda. Como ponto positivo, a SPM destaca que a prova cobriu 'razoavelmente os conteúdos lecionados. 


* Continuamos no facilitismo que prejudica os alunos, por não saberem o exacto valor dos seus conhecimentos e prejudica o país porque não sabe qual a qualidade de jovens que está a formar. 

.
.


AS 100 MELHORES 


CANÇÕES DOS ANOS 80
.
(PARA A NME)
 .
Nº 55

.
PACIFIC STATE


808 STATE



M
 .

HOJE NO

"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Cardiologista alerta para aumento de doenças cardíacas 

O cardiologista dos Hospitais da Universidade de Coimbra, Luis Elvas, alertou hoje para os riscos acrescidos de doenças cardíacas em "situações de crise e de grande stresse", mas o presidente da Associação Portuguesa de Arritmologia desdramatiza a situação. "Está descrito que o stress pode influenciar negativamente algum tipo de situações, mas não devemos ser demasiado alarmistas e pensar que as doenças cardiovasculares ou de morte súbita vão aumentar devido à situação de stress económico", afirmou Carlos Morais, em declarações à Lusa. 

Carlos Morais falava à margem do 13º Encontro Internacional de Doenças Cardiovasculares de Coimbra, a decorrer até sexta-feira nos Hospitais da Universidade do Centro Hospitalar de Coimbra (HUC-CHUC), depois das declarações de Luís Elvas, que disse que a situação económica atual pode aumentar o número de pessoas com doenças cardíacas. "A situação stressante que se vive por causa dos problemas económicos, acredito que seja um passo para haver, não direi uma explosão, mas um aumento do número de doenças cardíacas, incluindo as arritmias e eventualmente a morte súbita", afirmou. Além do stresse de lidar com problemas económicos, "as pessoas não têm ou têm pouco dinheiro para ir às consultas, ao hospital, fazer exames de rastreio", o que, na opinião do especialista, também contribuirá negativamente. "Todas as situações stressantes, que causam ansiedade, têm um peso especial nas arritmias e doenças cardíacas e é um facto que, em situações de crise, de grande stress, os problemas cardíacos aumentam", acrescentou Luis Elvas, que já presidiu à Associação Portuguesa de Arritmologia, Pacing e Electrofisiologia (APAPE). 
 Já o atual presidente da APAPE, que abordou no encontro o tema "A prevenção da morte súbita, um desafio para a sociedade", apesar de desdramatizar a situação, defende que a atual a crise que se vive no país "não nos pode afastar da discussão destes grandes temas". "Provavelmente, há recursos económicos que podem estar (a ser) inadequadamente gastos em outras situações e que podiam ser alocados a estas", disse. Uma das terapêuticas que podem salvar um paciente da morte súbita é o cardioversor-desfibrilhador implantável (CDI), descrita hoje pelo especialista como "única e insubstituível". "Muitas vezes, há uma noção errada do alto custo destes dispositivos, mas quando se fazem análises verdadeiramente corretas, envolvendo todas as variáveis, percebemos que é um custo perfeitamente aceitável para a sociedade", considerou. 

A morte súbita foi descrita pelo especialista alemão Lars Eckardt como "um evento natural inesperado, que ocorre no espaço de uma hora desde o aparecimento dos sintomas, num indivíduo saudável ou cuja doença não previa o desfecho fatal". Lars Eckardt falou da "morte súbita em formas raras de cardiomiopatias", tendo afirmado que "o diagnóstico e a terapêutica destas doenças continua a ser um desafio". 


* Srs doutores não baralhem o povo, é vosso dever esclarecer não confundir. . . a crise é perigosa para o coração ou não????

.

-


 IRÃO
PÁTRIA DA TORTURA


  


 .
 .

HOJE NO
"RECORD"

Três portugueses candidatos
 ao onze ideal da UEFA 
Pepe, Moutinho e Ronaldo 

A UEFA lançou esta quinta-feira, no seu site oficial, uma votação para todos os internautas escolherem o melhor onze do Euro’2012, com Portugal a ter três jogadores nomeados. 

Pepe surge entre os melhores seis defesas centrais da competição, Moutinho como um dos três melhores médios defensivos, ele que também é apontado pela UEFA como o grande destaque da equipa das quinas, e Ronaldo no lote de seis melhores avançados. 

Portugal surge ainda representado na eleição do melhor treinador, onde Fernando Santos, selecionador da Grécia, surge entre as três opções disponíveis. 


* Seria bom que fossem os 4 escolhidos

.
-

HAITI
Corrupção 
com fartura



Meninas, algumas com 14 anos, violadas, feridas, grávidas ou já mães que se prostituem para poder comprar água potável, enquanto o poder político, corrupto e assassino fica com o dinheiro das ajudas internacionais. Se algum dia quizer fazer um donativo, faça-o através de uma ONG acreditada.

 .
 ,

HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Crédito às famílias caiu 
3.700 milhões de euros 

O crédito concedido pela banca aos particulares fixou-se em abril em 138.285 milhões de euros, menos 3.708 milhões de euros do que no mesmo mês do ano passado, segundo dados do boletim estatístico do Banco de Portugal. Entre março e abril, a queda nos empréstimos às famílias foi de 466 milhões de euros. 

A maior fatia dos créditos às famílias destina-se à habitação, que caiu de março para abril 311 milhões de euros para 112.506 milhões. No consumo, a queda foi de 128 milhões de euros para 14.373 e os créditos para outros fins desceu de 27 milhões de euros para 11.406 milhões. 

Quanto ao crédito malparado, este fixou-se em 4.978 milhões de euros em abril, um aumento de 1,61 por cento face a março. Nas famílias, a cobrança duvidosa continua a centrar-se sobretudo nos empréstimos à habitação, que atingiram 2.212 milhões de euros em abril, o valor mais alto desde que há registos. 

* Estamos de rastos e não nos satisfazem as vozes simpáticas da Europa, demonstrando grande contentamento não por estarmos a cumprir mas por estarmos a obedecer servilmente, culpa do PSD, PS e CDS que nos governam há trinta anos.

.
-
  

DOUTRO SÉCULO






ÓCULOS INGLESES DOS SEC XIX





PINCE NEZ, SEC XIX - FRANÇA







 ÓCULOS RECTANGULARES EM OURO SEC XIX - ALEMANHA



 CHINESES, EM TARTARUGA, ARO DO NARIZ E HASTES EM PRATA 1850








EM OURO MACIÇO, CAIXA ARTE NOVA EM PRATA MACIÇA,
 MEADOS SEC XIX





 SEM HASTE, CAIXA EM OSSO DE TARTARUGA




 Óculos prateados sem marca, com gravação 
' Reverendo John Wesley'. Aproximadamente 1790





Óculos Zylo Winsor – Exemplar Winsor revestido de zylo, tipo de plástico misto com celulose, antecessor a baquelite. nos anos 20 o diâmetro dos óculos cresceu em comparação aos modelos que o antecederam, e em 1921 foram inventados os suportes no cavalete, que deram origem inclusive a um modelo muito semelhante aos Winsor chamado Marshwood.



óculos antigos em ouro 18 quilates, 1830 - 1850





Óculos de chifre de boi, provavelmente do início do século XVIII. 
Museu de Medicina, Seul, Coreia do Sul.









Óculos de prata que pertenceram 
a Madame Victoire de France (1733-1799), filha de Luís XV. 
Um remate traz as iniciais "VL" e o outro o real fleur-de-lis, 
o emblema do brasão da realeza francesa. Único.










Exemplar indiano em sândalo. Século XVII. Optisches Museu Jena.









Art nouveau lorgnette com diamantes, cerca 1890. Museu da Visão 
Academia Americana de Oftalmologia, São Francisco.






.
 .
HOJE NO

"JORNAL DE NEGÓCIOS"


Banco de Portugal condena 17 arguidos no processo contra a SLN

 Regulador tinha acusado 23 arguidos e agora decidiu condenar 17 deles. As coimas podem chegar aos cinco milhões de euros. 


O Banco de Portugal anunciou hoje que decidiu condenar 17 dos 23 arguidos que tinha acusado na investigação às irregularidades na SLN - Sociedade Lusa de Negócios, “holding” que controlava o Banco Português de Negócios antes do banco ser nacionalizado. 

Em comunicado, o regulador refere que “no âmbito de processo de contra-ordenação em curso no Banco de Portugal em que se apura a eventual responsabilidade contra-ordenacional pela prática de factos ocorridos no “universo da SLN - Sociedade Lusa de Negócios” (…) deliberou condenar 17 dos 23 arguidos contra quem tinha sido deduzida acusação no mesmo processo”. 

De acordo com a mesma fonte, o Banco de Portugal apurou que os factos registados pelos responsáveis acusados são “susceptíveis de consubstanciarem infracções ao disposto no Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras (RGICSF) e puníveis nos termos do artigo 211.º do mesmo Regime Geral, o Banco de Portugal”. 

O regulador condena assim os 17 arguidos pela prática de "infrações graves, pelo que estes pode ser punidos "com coima de 10.000 euros a 5.000.000 euros ou de 4.000 a 2.000.000 euros, consoante seja aplicada a ente coletivo ou a pessoa singular". Segundo a Lusa, o artigo 211.º do Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras refere-se a infracções especialmente graves e condena entre outros a prática não autorizada, por quaisquer indivíduos ou entidades, de operações reservadas às instituições de crédito ou às sociedades financeiras, a realização fraudulenta do capital social, a falsificação da contabilidade e a inexistência de contabilidade organizada, bem como a inobservância de outras regras contabilísticas aplicáveis, determinadas por lei ou pelo Banco de Portugal, quando essa inobservância prejudique gravemente o conhecimento da situação patrimonial e financeira da entidade em causa. 

Este artigo indica também que são infracções especialmente graves os actos dolosos de gestão ruinosa, em detrimento de depositantes, investidores e demais credores, praticados pelos membros dos órgãos sociais, entre outros. 

O Banco de Portugal, que não revela a identidade dos arguidos e condenados, adianta que estes dispõem do prazo de 15 dias úteis, a contar da notificação, para impugnarem judicialmente a decisão. 


* Num país em que se debate até à exaustão o "crime" do Cristiano Ronaldo não ter marcado um golo à Alemanha, fica pouco transparente a omissão dos nomes de 17 pressupostos criminosos, que defraudaram o país em muitos milhões de euros e que todos os portugueses andam a pagar as consequências  dessa fraude. 


.
-.


MAIS PARA OS OLHOS

.
DO QUE PARA TOCAR








.

 .

HOJE NO
"DESTAK"

Eurobarómetro diz que apenas 13% dos portugueses falam duas línguas estrangeiras 

Um eurobarómetro hoje divulgado diz que apenas 13 por cento dos portugueses consegue falar pelo menos duas línguas estrangeiras, uma descida de 10 por cento face ao anterior inquérito e um valor abaixo da média europeia (25 por cento). 

De acordo com o documento, divulgado em Bruxelas, cerca de metade dos europeus (54 por cento) tem capacidade para manter uma conversação em pelo menos uma língua adicional, um quarto (25%) consegue falar pelo menos duas línguas adicionais e um em cada dez (10%) sabe conversar em pelo menos três línguas. 

Os países onde os cidadãos têm menor probabilidade de saber falar qualquer língua estrangeira são a Hungria (65%), a Itália (62%), o Reino Unido e Portugal (61 por cento cada). 


* O Eurobarómetro esqueceu-se da lingua da amargura, que os portugueses falam com fluência.

.

 O  FLÓRIDA 
             AQUARIUM

O Aquário da Flórida é uma organização sem fins lucrativos, instituição pública, situado em Tampa, Florida, Estados Unidos . 
É uma grande estrutura,23.000 m2, está acreditado na Associação de Zoos e Aquários . 

É o lar de mais de 20.000 plantas e animais aquáticos de Florida e de todo o mundo. A instalação está localizada no Distrito  do Canal de Downtown Tampa. Abriu em Março de 1995 como uma entidade financiada com fundos privados, e tornou-se uma parceria público-privada quando a cidade de Tampa assumiu a responsabilidade de sua dívida em 1999. 

HISTÓRIA 
O Aquário da Flórida foi em grande parte construído com grandes créditos financeiros, baseado em projeções inflacionadas de frequência pensando-se que a venda de ingressos seria suficiente para saldar a dívida. No entanto, após o aquário abrir em Março de 1995, o número de visitantes e turistas caiu bem abaixo das expectativas. 
Em resposta à crise, a cidade de Tampa assumiu a hipoteca do Aquário da Flórida em 1999. Gestores da instituição foram forçados a despedir um terço do total de colaboradores do aquário. 

Embora com dificuldades nos primeiros anos, o Aquário da Flórida reinventou-se e fez do entretenimento o aspecto fundamental da sua missão, incorporando formas divertidas e emocionantes para incutir mensagens fortes sobre a importância dos recursos naturais da Flórida e sensibilizar cerca de 100.000 crianças em idade escolar todos os anos. 

Jeff Swanagan tornou-se CEO da Florida Aquarium, em 1998 tendo sido merecedor da confiança que lhe foi dada para gerir a instituição com problemas. 
Swanagan deu ênfase à exposição da ciência e vida selvagem da Flórida. Introduziu várias e novas exposições que caracterizam as flora e fauna de outras regiões do mundo para atrair novos visitantes. 

Novas exposições supervisionados por Swanagan incluído "Dragões Down Under", que apresenta dragões do mar de folhas verdes nativas das águas ao largo da Austrália , um jacaré albino , e uma exposição com cobras e morcegos, chamados "Frights da Floresta". 

Sob a direcção de Swanagan, o Aquário da Flórida foi capaz de recuperar a estabilidade financeira. O aquário foi capaz de pagar cerca de 3 milhões de dólares em dívida até 2002 e  também de reduzir o subsídio anual dado ao aquário pela cidade de Tampa de US $ 1,1 milhão para 700.000 dólares. 

O número de visitantes do Aquário da Flórida também aumentou durante o mandato de Swanagan como CEO, subiu de 545.000 visitantes para um recorde de 620.000 em 2002. 
Jeff Swanagan saíu do Aquário da Flórida em 2002 para se tornar o primeiro presidente do Georgia Aquarium. 

Thom Stork tornou-se presidente e CEO após a saída de Swanagan e continuou os sucessos financeiros de seu antecessor. 
Em 2005, sob Stork, o Aquário da Flórida adicionou o Explorer Shore, um espaço de 2 ha de tanques ao ar livre. O tempo médio gasto pelo visitante no aquário dobrou e a resposta para a nova zona de água foi excelente. 

No outono de 2008, o Aquário da Flórida inaugurou uma de suas novas quatro galerias, Sea Hunt, e transformou a galeria secundária na vibrante e interativa galeria Commotion Oceano. A Commotion Oceano trouxe a alta tecnologia para um aquário pela primeira vez , usando o "Smart Wi-Fi", para transmitir conteúdos e informações adicionais diretamente para o telefone inteligente de um visitante. 

Em 2011, o Aquário da Flórida adquiriu grandes tubarões-tigre de areia para a sua exposição no tanque Coral Reef, que contém 500.000 litros de água salgada natural, água que é completa e gradualmente substituída a cada três meses. 
Após 11 anos consecutivos de estabilidade financeira e operacional do aquário planeiam-se outras aventuras para o futuro. 

A expansão inclui novas salas de aula, mais espaço para exposições, uma mudança de reabilitação da fauna fora do local, um centro de pesquisa e conservação com projetos para reprodução de corais, arqueologia subaquática e de salvamento de tartarugas marinhas e de reabilitação. Também a instalação de um centro para convenções, seminários, casamentos e outros eventos especiais.

Enquanto o Aquário da Flórida é conhecido como uma atração de classe mundial, no centro de Tampa, o aquário é também um apoio para as escolas tendo recebido o seu milionésimo estudante em 2011. 

DESTAQUES PARA VISITAR 

A GOTA DE ÁGUA 
Uma exposição peculiar do Aquário da Flórida é a viagem de uma gota de água de um dos muitos nascentes de água doce da Flórida, para as águas abertas do Golfo do México . A exposição inclui simulações de zonas húmidas em altitude, de praia e um recife de coral tudo num um tanque de galão 500.000 litros. 

CRUZEIRO DOS GOLFINHOS 
 O Cruzeiro golfinho selvagem sai diariamente do Aquário da Flórida (se o tempo o permitir) para ver alguns dos 500 golfinhos selvagens que vvem em Tampa Bay.Este cruzeiro de 90 minutos inclui uma visita lúdica a bordo do catamarã de 72 pés, o Baía Espírito II. 

.

MERGULHO COM TUBARÕES 

A partir dos 6 anos pode nadar com os peixes no aquário da Flórida e com mergulhadores certificados e a partir dos 15 podem ficar cara a cara com tubarões reais num dos tanques!!! Estes programas de imersão permitem aos visitantes experimentar ecossistemas aquáticos e realmente tornarem-se eles próprios parte da exposição! 

INTERAGIR COM PINGUINS 
Liderados por um biólogo experiente, os visitantes têm a oportunidade de tocar os pingüins, vê-los gingado, nadar, abanando a cauda e pular dentro e fora do tanque de interação. 

Enquanto permanecerem,o biólogo irá ensinar e também responder a quaisquer perguntas que os visitantes coloquem sobre estes extraordinários animais. Os hóspedes poderão também ter um vislumbre dos hábitos alimentares. Estas aves sul-africanas vivem num ambiente temperado no "Penguin Suite" de forma que as pessoas não precisam de roupa muito quente. 

ATRÁS DO PANO 
Uma aventura pela logística do aquário, alimentação, saúde e bem-estar dos animais como se o visitante fosse um profissional da instituição, a não perder.



 IN 
- WIKIPEDIA 
- SITE DO AQUÁRIO DA FLÓRIDA


.