sexta-feira, 18 de maio de 2012

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA






.m


CONTRA A HOMOFOBIA 

A propósito de uma inserção que editámos às 23H45 de ontem, 17/05, recebemos o comentário que reproduzimos e ao qual respondemos como deve ser. 

Anónimo
18 de Maio de 2012 00:24 

A homofobia è doença? Então não se pode condenar quem é homofóbico. Vê-se cada asneirada pelos blogues 


BERENICE
18 de Maio de 2012 23:03 

Exma "inteligência" 
Se a sua entrada neste blogue não fosse enviesada não teria feito aquele tipo de comentário. O cartaz apenas pretende responder metafóricamente a quem perjurativamente refere a homossexualidade como doença, talvez o neurónio que tem a funcionar consiga agora perceber. 
A homofobia é condenável em termos éticos mas em termos da jurisprudência não constam condenações a não ser que esteja aliada a actos de violência, esta explicação já deve ser uma sobrecarga para o seu neurónio. 
Nós aceitamos comentários sejam eles a favor ou contra as nossas opiniões, não os eliminamos pois a grande maioria são feitos por gente educada o que não é o seu caso. Aqui, neste blogue nem calúnia nem má educação, brejeirice a conveniente, crítica sempre que tenhamos competência para a fazer. 
A Redactora 
BERENICE

 .

Toca a reencaminhar!!!!!! 
Não doi nada!!!!! 
E pode salvar esta menina!!!!!! 
Hoje por ela....... Amanhã pelos nossos! 



Por favor esta bebezinha tem apenas 4 1/2 meses e ela encontra-se gravemente doente, e se puderes no minimo re-encaminhar este email para todos os teus contactos estarias a contribuir 10 centimos para a operacao da menina.

NR: Somos contra a divulgação destas mensagens porque na sua grande maioria são grandes trapaças. Pensamos não ser o caso pois a pessoa que a enviou é de toda a confiança e fê-lo de boa fé.

.
.

INTERNET
Formas mais comuns de ter dados pessoais roubados

Invasão
Como acontece: 
1. Você baixa um arquivo em seu computador/celular/tablet ou acessa um site que tenha escondido o chamado Cavalo de Tróia.
2. O Cavalo de Tróia se instala no equipamento, abrindo uma porta para que um hacker possa acessar seus dados.
3. Daí em diante, sempre que seu aparelho estiver ligar e conectado a internet, seus dados (arquivos pessoais e até senhas) poderão ser acessados.
Como evitar:
1. Instalando sistemas de proteção.
2. Se você tiver antivírus, o "Cavalo de Tróia" não conseguirá se instalar porque será barrado.
3. Se você já tiver um "Cavalo de Tróia" antes de ter o antivírus, assim que instalar o programa de segurança ele irá alertá-lo e apagar o programa, fechando a porta para o hacker.
4. Se você não tiver antivírus, mas tiver um software de proteção que criptografe os dados, seus arquivos só poderão ser acessados com senha. Nesse caso, mesmo que o hacker entre em seu computador, ele não conseguirá visualizar o conteúdo sem ter a senha. 

 Manutenção de equipamentos 
Se seu computador for para a manutenção e seus arquivos estiverem salvos sem nenhum sistema de segurança qualquer pessoa poderá copiá-los. 

Como evitar:
1. O ideal, segundo especialistas, é fazer back up de arquivos em DVD ou pen drive e apagar qualquer arquivo da memória do computador.
2. Mesmo que você apague os arquivos, eles continuam no HD e podem ser acessados por especialistas. Nesse caso, o ideal é utilizar programas de segurança que criptografam os dados e, dessa forma, só é possível acessar com senha.
Cuidados para escolher a senha
 Datas óbvias como aniversário devem ser evitadas;
 Para uma senha chamada "forte", o ideal é utilizar caracteres (como @, %, $), letras maiúsculas e minúsculas e números;
 É recomendado também trocar a senha periodicamente. Especialistas apontam que o mais seguro seria troca a senha uma vez por mês.
 IN "VISÃO revista brasileira" - 07/05/12
.

MODA MASCULINA

EMPORIUM ARMANI

MEN SUMMER 2012

FASHION SHOW 





M
.




Jacques Fresco/2


Não perca o visionamento desta
peça, imperdível.


.





Jacques Fresco/2





 .
-

 SALÁRIO BRASILEIRO 
IGUAL A PORTUGUÊS





.
-

4.3-A IGREJA CATÓLICA

CONSTRUTORA DA CIVILIZAÇÃO


O CASO GALILEU



video

 Série da EWTN apresentada por Thomas E. Woods, autor do livro Como a Igreja Católica Construiu a Civilização Ocidental. 


NR: Há muito que somos zurzidos por muitos amigos e alguns visitadores, pela nossa atitude agreste, alguns dizem agressiva, em relação à igreja católica, nos vários comentários que por vezes dirigimos à estrutura ou a alguns dos seus intérpretes.
Lá nos vamos defendendo destas "vis" acusações referindo que só zurzimos em quem se põe a geito...
Mas, como apreciamos a imparcialidade decidimos editar uma série longa em defesa acérrima da igreja católica, não para nos redimirmos ou ganharmos o céu mas por respeito aos nossos amigos e visitadores que professam esta religião.
A Redacção

.


BEM DITO 




.

VIVIANE REDING


  

Os seus direitos, 
           o seu futuro: 
        ajude-nos a definir 
           a Europa de amanhã!

 Hoje não existem fronteiras. Os cidadãos da União Europeia têm todos o direito de viver, viajar, estudar, trabalhar, fazer compras ou reformar-se em qualquer país da UE. Criámos uma moeda comum e acolhemos os Estados-Membros da Europa Central. Nos momentos de mudança histórica, os europeus uniram-se para trabalhar em conjunto, apostando na Europa e tornando-se, assim, mais fortes.

 Atualmente a situação não é diferente. Juntos, adotámos medidas decisivas para lutar contra a crise. A Europa tem aprendido algumas lições duras mas, graças à tomada de decisões corajosas, a nossa casa europeia está preparada para fazer face a novas tormentas. Agora é altura de consolidarmos aquilo que construímos e de olharmos com otimismo e realismo para o futuro. 

 Vinte anos após termos a criação da cidadania europeia precisamos de revitalizar o projeto europeu. Vamos fazê-lo com a ajuda direta dos nossos cidadãos. A União Europeia existe por causa dos seus cidadãos e para os servir. As pessoas esperam da Europa resultados concretos e não apenas palavras. E têm toda a razão! 

 Desde que assumi funções como a primeira Comissária europeia responsável pela Cidadania tenho trabalhado com o Presidente Durão Barroso em medidas concretas para garantir que os cidadãos beneficiam na sua vida quotidiana dos direitos que lhes são reconhecidos pela União Europeia. A Comissão Europeia melhorou os direitos das vítimas de crimes, facilitou a obtenção de cuidados de saúde ou o registo de um automóvel noutro país europeu, assim como reforçou os direitos dos consumidores. Este ano, os cidadãos europeus deverão efetuar mais de mil milhões de viagens dentro da UE. Mais de 12 milhões de cidadãos vivem já num país da UE distinto do seu país de origem. Cerca de 40 milhões de europeus fazem compras online a partir de outros países europeus. No entanto, muitas europeus continuam a deparar-se com obstáculos no exercício dos seus direitos

 Podemos ir mais longe. Queremos fazê-lo com a sua ajuda. Nos próximos meses, a Comissão Europeia vai pedir-lhe a sua opinião sobre os seus direitos e o sobre o tipo de União Europeia em que gostaria de viver. Por isso perguntamos aos cidadãos sobre o que querem da União. A Europa é onde se encontrem os seus cidadãos: em Beja ou na ilha do Corvo. Queremos conhecer os problemas com que os cidadãos se confrontam quando se deslocam na UE, seja para trabalhar, estudar ou passar férias, seja quando pretendem votar, candidatar-se a eleições noutro país ou efetuar compras online. As suas respostas e ideias serão integradas no próximo relatório sobre a cidadania da UE a apresentar em 2013. Ajude-nos aultrapassar os obstáculos com que ainda se deparam os cidadãos no exercício dos seus direitos, de modo a que todos possam beneficiar de uma verdadeira Europa sem fronteiras. O ano de 2013 será o Ano Europeu dos Cidadãos. Um ano dedicado a si, aos seus direitos e às suas ideias. Ajude-nos a manter um debate aberto, na sua cidade e no seu país, com os seus amigos e com os dirigentes políticos locais, nacionais ou europeus, para definirmos em conjunto a Europa do futuro. A União Europeia é um continente forte e unido, com 500 milhões de cidadãos. E pode tornar-se ainda mais forte se se tornar na SUA Europa! 

Dê-nos a sua opinião, até 9 de setembro de 2012, no seguinte endereço: http://ec.europa.eu/your-rights-your-future 


Vice-Presidente da Comissão Europeia responsável pela Justiça, Direitos Fundamentais e Cidadania 


IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS DA MADEIRA" 
14/05/12 

.
 .


HOJE NO
"PÚBLICO"

Ricardo Rodrigues reconhece crimes mas justifica-os com a defesa da sua imagem 

 O deputado socialista Ricardo Rodrigues, que está a ser julgado no Campus da Justiça, em Lisboa, pelo crime de atentado à liberdade de imprensa, reconheceu esta sexta-feira que “genericamente” os factos de que é acusado “são verdadeiros”. Ricardo Rodrigues está a ser julgado por crime de atentado à liberdade de imprensa por, em Maio de 2010, no decurso de uma entrevista à revista Sábado, se ter apoderado ilegitimamente de dois gravadores utilizados por uma jornalista. 
 NOVO MODELO PARA
ENTREVISTAR DEPUTADOS

Ricardo Rodrigues justificou ter guardado os gravadores dizendo que os jornalistas lhe estavam a colocar questões de índole pessoal (sobre burla, desavenças de opinião com um colega de partido e relativas a um caso de pedofilia nos Açores, de onde é natural). 

O conteúdo dos gravadores subtraídos à jornalista Maria Henrique Espada serviria, segundo disse o deputado, como meio de prova a apresentar a um juiz, para que este pudesse decretar uma providência cautelar que inviabilizasse a publicação da entrevista que concordara conceder. A jornalista da Sábado, que no início da audiência viu reconhecida a sua condição de assistente no processo – a defesa do deputado queria que ela fosse apenas testemunha, inviabilizando assim diversos procedimentos judiciais – declarou que as perguntas de índole pessoal foram feitas porque, antecipadamente não houve qualquer pedido em sentido contrário e porque as mesmas acabariam por ser importantes para se perceber alguma da actividade política de Ricardo Rodrigues, que à data desempenhava diversas tarefas relevantes na Assembleia da República, sendo mesmo coordenador de uma comissão eventual criada por causa dos crimes de corrupção. 

O julgamento prossegue no dia 29 deste mês, com a audição das testemunhas de acusação e defesa. O deputado incorre numa pena de prisão entre três meses a dois anos ou no pagamento de uma multa pecuniária que pode ir de 25 a 100 dias. 


* O que este senhor quer dizer é que um deputado pode cometer um crime para defender a sua imagem. Tal como Paulo Pedroso, Ricardo Rodrigues encontra-se na lista dos ex-considerados pedófilos.


..

 .


HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Estado gastou 1.800 milhões nas 
Novas Oportunidades com adultos 

 Ministro da Educação revela que foram gastos cerca de 1.800 milhões de euros no programa Novas Oportunidades, só no eixo adultos. Um investimento que Nuno Crato considera ter sido "muito grande" e que é necessário rentabilizar.


 Isto porque, lembrou o ministro, Portugal está a viver "um momento em que os recursos são muito escassos" e em que "tudo tem de ser dirigido de uma forma muito criteriosa". Nuno Crato falou à margem do seminário "Sucesso educativo: Desafios e oportunidades", a propósito do estudo que avalia o programa Novas Oportunidades, - feito pelo Centro de Estudos e Gestão do Instituto Superior Técnico, sob coordenação de Francisco Lima - e que foi hoje apresentado pela secretária de Estado do Ensino Básico e Secundário, Isabel Leite, e o secretário de Estado do Emprego, Pedro Silva Martins. 

 O membro do Executivo não adiantou as conclusões do estudo, mas disse estar preocupado com a "qualificação real dos adultos". "Nós não queremos, pura e simplesmente, distribuir diplomas e melhorar estatísticas, queremos que os jovens e os adultos melhorem a sua qualificação, mas melhorem de forma significativa para poderem ter um melhor futuro", defendeu. O estudo hoje apresentado, "está dentro destas balizas e a nossa preocupação é ver em que medida as coisas podem melhorar", frisou. "Nós queremos rentabilizar o investimento que é feito na formação de adultos e na formação de todos, como é evidente, com aquilo que, de facto, dá resultado e trás uma qualificação real", reiterou. Para o ministro, esta "qualificação real" traduz-se na aquisição de conhecimentos e capacidades. 

* Muitos milhões destes foram gastos em formações "falseadas" para dar oportunidades de diplomas. Como é que um adulto que fez o 5ºano (actual nono), há 20 anos, pode aprender em seis meses, matéria que lhe confere o diploma do 12º???  Isto passou-se para milhares de pessoas.

.
-


III - GALÁPAGOS
  

4- FORÇAS DA NATUREZA


video

O lugar que inspirou a teoria da evolução de Darwin. As ilhas Galapagos são um laboratório vivo, um cinturão geológico que gerou e viu morrer inúmeras espécies de plantas e animais. As ilhas ocidentais ascendem no mar dando mais chances a vida enquanto as ilhas orientais afundam garantindo a morte de vários seres e plantas. Entre os dois existem as ilhas centrais, fertéis e imponentes elas dão abrigo a um sem número de seres vivos. Em nenhum outro lugar na terra encontramos o ciclo da vida e da morte tão aparente quanto aqui. Veja os ciclos se desdobrando perante seu olhos nesta fantástica filmagem feita em alta definição HD pela BBC e o National Geographic Channel.


.
 .
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Famílias sobrecarregadas 
com o empréstimo 
CGD lança programa de troca de habitação 

A CGD lançou, ontem, um programa de troca de habitação para famílias sobrecarregadas com o empréstimo da casa, que a podem trocar por um crédito mais em conta ou mesmo arrendar. 'A troca de casa é uma iniciativa inovadora da Caixa Geral de Depósitos, é um programa muito importante com o objetivo de preservar a habitação das famílias', defendeu, em conferência de impresa, o administrador Nuno Palma, que tem o pelouro do imobiliário no banco público.
  Neste programa, que vai começar a ser apresentado aos clientes, as famílias têm duas opções. Por um lado, podem vender a habitação atual aos fundos de investimento imobiliário para arrendamento da CGD e arrendar outra casa do fundo com uma renda mais baixa. 

Além do encargo mensal com a casa baixar, a família deixa de ter custos como condomínio e imposto municipal sobre imóveis, ficando ainda com o direito de recompra do imóvel. Por outro lado, as famílias podem optar vender a atual casa, comprando outra propriedade da CGD mais barata, fazendo um novo crédito à habitação com encargos financeiros mais comportáveis com a sua situação financeira.


 * Quando a generosidade é muita o pobre desconfia, não há filantropias bancárias.


.
.

UM BRONZEADO TOTAL


.
 .

HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

MIRONE  SEM JULGAMENTO 
Caso da microcâmara no WC 
do hospital de Viseu foi arquivado

 "Estamos indignadas, revoltadas e frustradas, porque gostaríamos que o desfecho fosse diferente." É desta forma que reage uma enfermeira do Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Viseu, na sequência do arquivamento do processo que envolveu o médico luso-brasileiro Guilherme Machado, que colocou uma microcâmara no WC daquele serviço.

O Ministério Público arquivou o caso por não ter ficado demonstrado que o neurocirurgião, que entretanto foi para o Brasil, tenha captado imagens de pessoas ou do espaço. 

* Justiçazinha 

.
.

AS 100 MELHORES 
CANÇÕES DOS ANOS 80
(PARA A NME)
 .
Nº 84
TAINTED LOVE
SOFT CELL






 .
 .



HOJE NO


"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Desemprego 85 portugueses 
emigram todos os dias 

Os desempregados que cancelaram as incrições nos centros de emprego para emigrar subiram 42 por cento, com mais de 10 mil desempregados a terem abandonado o país entre janeiro e abril Feitas as contas pelo menos 85 portugueses sairam do país todos os dias. A contabilização foi feita ontem pela TSF. 

Contando as anulações nas inscrições nos centros de emprego nos primeiros quatro meses do ano por motivo de emigração, registou-se um crescimento de 42 por cento face a igual periodo de 2011. Os dados do Instituto de Emprego e Formação Profissional a que a TSF teve acesso, indicam que foram ao todo 10.202 os portugueses nestas circunstâncias. Em 2011, entre Janeiro e Abril, tinham sido apenas 7183, num número que já representava uma subida em relação a 2008 (5270) e 2009 (6093), noticia esta rádio. 

 * Um país que desbarata o que tem de melhor, as pessoas.

 .

ALMORRÓIDA AFOGUEADA



MULHERES FAZEM SEXO EXAUSTAS 
SÓ PARA PERDEREM CALORIAS 

 Um estudo britânico revela que 76% das mulheres fazem sexo, mesmo exaustas, para perderem calorias. A actriz Kim Catrall, a Samantha, de ‘Sexo e Cidade', admitiu ser adepta deste exercício.


IN "CORREIO DA MANHÃ"
18/05/12
 .



HOJE NO


"RECORD"

Campos do Jamor 
Voltam a encerrar estoril open acabou
 há 12 dias e ainda não se pode jogar

 Pela primeira vez nos últimos 23 anos, os campos de terra batida do Estádio Nacional estão fechados aos utentes a seguir ao Estoril Open. 
 O torneio organizado por João Lagos terminou no passado dia 6 com o triunfo do argentino Juan Martin del Potro e, até ontem, não era possível fazer marcações para jogar nos campos de pó de tijolo. Para os utentes só estão disponíveis os cortes cobertos – desde que haja disponibilidade – e os campos rápidos no acesso para a carreira de tiro, mas que se encontram bastante degradados há muito tempo. 


* Laxismo lusitano .

.


.
 .

AEROPORTOS DO OUTRO MUNDO


LUKLA (NEPAL)

LOCALIZAÇÃO 
Lukla é uma cidade no nordeste do Nepal situada a 2860 metros de altura, é um lugar muito popular entre os montanhistas por ser o único acesso para quem quer visitar esta parte da Cordilheira do Himalaia. 
Nesta região estão as montanhas mais altas do planeta, incluindo o monte Everest. A sua única rua está repleta de pensões e lojas que vendem mantimentos e equipamentos para trekking e também equipamentos especializados para montanhismo, também existe uma pequena farmácia onde é possível adquirir Diamox (Acetazolamida).

 De Lukla inicia a trilha que leva a Namche Bazaar, dentro do Parque National de Sagarmatha. Por Nanche Bazaar estar situada a 3440 metros de altura, a caminhada é feita normalmente em dois dias, para melhor aclimatizar-se ao efeito da altitude. Lukla possui um pequeno aereoporto que conecta esta região com Catmandu, (em nepali: काठमांडौ, transl. Kathmandu). 

AEROPORTO
O aereoporto de Lukla é denominado Tenzing-Hillary, em homenagem as duas primeiras pessoas que escalaram o monte Everest em 1953, Tenzing Norgay e Edmund Hillary.

 O próprio Hillary participou da inauguração por ser ele um dos maiores incentivadores deste empreendimento. O aeroporto é servido por pequenos bimotores Dornier e Twin Otter.

 O voo de Catmandu dura 30 minutos. Durante a alta estação, nos meses de Abril, Maio, Setembro e Outubro, a frequência de voos é de quase 100 ao dia. Devido o aereoporto estar situado em uma encosta da montanha e por possuir uma pista curta e com inclinação de 12%, é considerado um dos mais perigosos do mundo e os diversos acidentes fatais nele tem contribuido para essa estatística. 
 Se a visibilidade for insuficiente devido as nuvens ou nevoeiros, todos os voos são cancelados, o que provoca frequentes atrasos. 
A única alternativa a partir de Catmandu para chegar a Lukla, sem utilizar o aereoporto, é pegar um ônibus até Shivalaya, situada a 1767 metros de altura, e depois subir pela trilha, fazendo um trekking de seis dias. 

A pista de Lukla foi construída nos anos 1960, tem 351 metros de comprimento com uma inclinação que alcança 30 metros a partir da base ao topo, dando-lhe um ângulo de cerca de 10 graus, o que é útil para ajudar nas acelerações/desacelerações das decolagens e pousos. 

Para complicar ainda mais, no final da pista existe um abismo de cerca de 770 metros. Lukla é a pista onde todos que querem explorar o Himalaia são obrigados a desembarcar. 

A emoção para escalar o Everest começa na chegada em Lukla... 

 CLIMA
Para quem vai fazer ‘’trekkings’’ a época ideal é a primavera (março e abril) e o outono (outubro e novembro), épocas em que a visibilidade das montanhas é ideal e a temperatura não e excessivamente fria. 
 

Durante a Primavera, florestas de Rododendro com flores vermelhas e grinaldas de magnólias de cor creme cobrem os lados da colinas que saindo de Lukla levam a Namche Bazaar. Durante o inverno, nos meses de Dezembro a Fevereiro, é possível fazer trekking mas parte das acomodações encontram-se fechadas.


 IN: - WIKIPEDIA 

.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

"Spot" publicitário gera 
controvérsia nas redes
A campanha publicitária de uma empresa 
que preserva células estaminais está a gerar controvérsia nas redes sociais.

 Uma empresa que vende serviços de preservação de células estaminais de recém-nascidos, a Crioestaminal, está a dar que falar nas redes sociais, em Portugal. Tudo por causa de uma campanha publicitária, onde a empresa utiliza a imagem de uma criança para demonstrar que a preservação das células estaminais do cordão umbilical é imprescindível para salvar a vida de um filho. A campanha tem gerado muitos comentários entre especialistas de comunicação em rede, estudiosos do marketing e profissionais de saúde, com o presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, Miguel Oliveira da Silva, a chegar mesmo a dizer, ao Expresso, que a campanha é "vergonhosa", pois "comunica falsidades científicas, jogando com o sentimento dos pais".

 No spot, é possível ver uma criança num hospital, enquanto uma voz off diz que há uma grande hipótese de ser, um dia, diagnosticada uma doença ao seu filho que possa ser tratada com recurso a células estaminais deste ou de um irmão. O anúncio termina com a criança a dizer "Mãe, pai, guardaram as minhas células?", uma pergunta que é precedida pela interrogação da voz off: "Está O vídeo da campanha foi partilhado pela empresa há seis dias no Youtube e está pejado de comentários negativos. Também a valoração deste vídeo, por parte dos utilizadores, é negativa, com a "barra" de feedback a pender bem mais para o vermelho ("desgostos") do que para o verde (gostos). No Facebook, o vídeo tem sido partilhado e comentado por muitos, quase sempre com indagações sobre uma potencial "chantagem emocional" da empresa aos pais. Na página da empresa, os comentários negativos multiplicam-se, bem como as acusações e as "ameaças" de queixa à Entidade Reguladora da Comunicação (ERC) e ao Instituto Civil de Autodisciplina da Comunicação Comercial (ICAP). "Quando o meu filho nasceu, optei pela Crioestaminal. Hoje, certamente não o faria. Não me identifico minimamente com o tipo de campanha que apresentam. Chantagem emocional principalmente nos tempos que correm, é não apenas vergonhoso como desumano", diz uma utilizadora, num dos posts sobre o assunto na página Crioestaminal. "Campanha repugnante, de uma violência psicológica extrema e criminosa! Para além disso, fornece dados imprecisos.Vergonhoso", partilha outro.

A empresa já respondeu à onda negativa que acompanha o spot publicitário, dizendo que o objetivo da "campanha de sensibilização" era mesmo esse. "Era essa a nossa intenção", garantem os responsáveis, acrescentando que pretendiam, desta forma, "informar e educar sobre a importância de guardar as células estaminais do cordão umbilical", combatendo as estatísticas, que demonstram que "em mais de 85% dos partos, o cordão umbilical é ainda descartado e as células estaminais são perdidas para sempre". A Crioestaminal é uma das empresas privadas que fornece o serviço de preservação de células estaminais do cordão umbilical em Portugal.

No entanto, existe um banco público e gratuito de sangue do cordão umbilical, o LUSOCORD, que de âmbito recebe "as dádivas de sangue do cordão umbilical (SCU) de todas as mães que o queiram doar para uso em transplantação e investigação". Este banco situa-se no Porto, no Centro de Histocompatibilidade do Norte, mas recebe dádivas de todo o país. Neste local, também é possível que um adulto se torne dador de medula óssea, assunto que tem estado em destaque nos últimos tempos, com o jogador de futebol português Carlos Martins a apelar ao aumento de dadores para salvar a vida do filho. O jogador conseguiu, no entretanto, encontrar um dador compatível com o pequeno Gustavo.

 * Quando a fragilidade das pessoas é um grande negócio para alguns...




 .

ALMORRÓIDA JUSTICEIRA

  

Associação 15 mil juízes pedem indulto para Garzón 

A associação que reúne mais de 15 mil juízes e magistrados europeus entregou hoje ao Governo espanhol um pedido de indulto para Baltazar Garzón, impedido de exercer magistratura durante 11 anos por ordenar escutas num processo de corrupção. O documento foi entregue por volta das 12:00, no Ministério da Justiça espanhol, por António Cluny, presidente da MEDEL -- Magistrados Europeus pela Democracia e as Liberdades, e pelo procurador geral da Catalunha, José Mara Mena, que redigiu o documento. Em declarações à Lusa, os dois representantes da MEDEL sublinharam o trabalho desenvolvido pelo antigo juíz da Audiência Nacional, que em fevereiro foi proibido pelo Tribunal Supremo de Madrid de exercer magistratura durante 11 anos. "Baltazar Garzón atingiu um prestígio e desenvolveu um trabalho que se refletiu muito para além das fronteiras de Espanha", disse António Cluny, lembrando as ações na defesa de direitos humanos e perseguição aos criminosos argentinos e na luta contra o terrorismo e a droga. 
 Para Cluny, Garzón "é uma pessoa paradigmática em muitos países". Acusado de ter ordenado escutas entre detidos e advogados no âmbito do caso Gurtel, um megaprocesso por corrupção, Garzón foi condenando a uma multa de 14 meses, com uma quota diária de seis euros, e a uma pena de onze anos de proibição de exercer os cargos de juiz ou magistrado. "É uma pena desproporcional", criticou o autor do documento, José Mara Mena, que espera agora que o executivo espanhol altere "a decisão (judicial) para uma menos gravosa". A MEDEL espera que o poder político corrija a situação, uma vez que o julgamento de Garzón teve por base a interpretação de uma lei "bastante confusa" e, como quem faz as leis é o poder político, então este "tem possibilidade de corrigir, através do indulto, uma situação que foi provocada por uma lei geradora de toda esta situação", explicou António Cluny. "Não havendo hipótese de recurso da decisão, porque o sistema espanhol não o permite, decidimos avançar com este indulto", explicou António Cluny, alertando para o perigo de a sentença "criar um precedente", podendo "condicionar a liberdade interpretativa dos juízes". 
Uma ideia corroborada por José Mara Mena: "Quando as possibilidades de atuação perante os tribunais de justiça se esgotam, temos a possibilidade de fazer uma petição ao Governo, porque nos parece que a sentença é desproporcional por ter um carácter definitivo".
 Para o autor do documento, "do ponto de vista de cultura jurídica, (a decisão do Tribunal Supremo de Madrid) é um exemplo perigoso para a independecia judicial de qualquer país democrático europeu". A MEDEL, que reúne mais de 15 mil juízes e magistrados do Ministério Público de onze países da União Europeia, defende a reintegração na carreira judicial de Baltazar Garzón, que "é alheio à iniciativa (da MEDEL) mas não se opôe", explicou António Cluny. Cluny sublinha que a associação "não põe em causa a legitimidade da sentença", mas defende que a neste momento a decisão legal correta é o indulto.


IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
 18/05/12



.
 .

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

McDonald’s vai investir 15 milhões de euros em Portugal até ao final do ano

 "A McDonald's vai investir 15 milhões de euros em 2012 no país, depois de ter investido 25 milhões no ano anterior, numa fase difícil em que há uma contracção da actividade económica, do rendimento disponível para esta área e das visitas ditas mais de lazer", afirmou à agência Lusa Mário Barbosa, à margem de uma conferência de imprensa em Lisboa. 
 "É um mercado forte em que continuamos a acreditar e, por isso, temos confiança para avançar com novos investimentos", realçou o gestor, embora tenha lamentado a "severa penalização" que constitui o aumento do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado) dos 12% desde meados de 2010 para os 23% agora aplicados ao negócio pelas finanças. Mário Barbosa explicou à Lusa que o "incremento fortíssimo" do IVA leva as empresas a perderem vendas em termos líquidos e a terem dificuldades em contratar mais e em se expandirem, uma vez que não podem repercutir a subida no consumidor final, mas apesar disso a McDonald's "continua a acreditar e a investir no país". Este investimento vai ser direccionado para a construção de três novos restaurantes, um dos quais em Coimbra, que deverá abrir no final de Junho, para a remodelação de outros 17 e para a instalação de plataformas de serviço o que permitirá à empresa diferenciar a marca em Portugal e fazer face à concorrência. Segundo o director-geral, estes três novos restaurantes vão empregar mais 150 novos funcionários: "Temos uma política que visa criar postos de trabalho. 

Em 2011 empregávamos 6.300 funcionários, sendo que as vendas cresceram 1,5%, face ao ano anterior, para 295 milhões de euros". "O Estado encaixou 15 milhões de euros em impostos no ano passado, sendo que do volume de vendas totais 83 milhões ou 28,5% são compras feitas aos fornecedores portugueses, actualmente na casa das 35 empresas", salientou. 

A McDonald's Portugal espera que os fornecedores nacionais da marca ultrapassem os 34% do volume de vendas global, quando estas representavam 10% em 2010. "Nos últimos anos há uma evolução muito significativa do número de fornecedores nacionais", explicou à Lusa. Pela primeira vez, a McDonald's vai estar presente, entre 2 e 10 de Junho, em Santarém, na Feira Internacional de Agricultura com um 'stand' próprio onde os fornecedores nacionais estarão também presentes. 

* Os portugueses preferem uma americanada sem qualidade à comida mediterrânica que é excelente. Ou é burrice ou estupidez, das duas três.

.
-


 A DÚVIDA CIENTÍFICA





.
.

PIQUENOS










 .


HOJE NO
"DESTAK"

Provedor recebeu mais de 7.700 queixas, maioria do Ministério da Segurança Social

 O provedor de Justiça recebeu no ano passado 7.753 queixas, uma ligeira redução em relação a 2010, e a maior parte dos processos abertos referem-se à administração central, com o Ministério da Solidariedade e Segurança Social a liderar. 

De acordo com os dados do relatório de 2011 da Provedoria de Justiça, a que a Lusa teve acesso, houve 7.753 queixosos, entre 7.341 pessoas singulares e 412 pessoas coletivas, nomeadamente 122 sociedades, 123 associações e 85 sindicatos. 
Os dados mostram um decréscimo de cerca de 1,2 por cento (%) em relação ao número de queixas apresentadas em 2010, quando foram registadas 7.849 reclamações. 


* A lambreta era show-off para impressionar os pobrezinhos...de espírito.

.



PARA ALÉM 
DA BELEZA






 -
 .

HOJE NO
"i"

Ensino. 
Governo nega bolsa a 2700 alunos 
por dívidas fiscais dos pais 

Ministério defende que considerar o “estudante alheio às dívidas” da família é perspectiva enviesada 

O Ministério da Educação e Ciência (ME) já recusou até ao momento atribuir bolsas a “aproximadamente” 2700 estudantes do ensino superior devido à existência de “dívidas fiscais e contributivas”, não dos alunos em questão, mas do seu agregado familiar. Estas bolsas visam apoiar os estudantes cujos rendimentos familiares não superem os 5869 euros anuais per capita. 

Os dados sobre as recusas foram ontem revelados pelo ministério em resposta a uma pergunta de Ana Drago, do Bloco de Esquerda. Nesta, o ME começa por apontar que “o número de estudantes com bolsa de estudo indeferida por dívidas fiscais ou contributivas [...] era de aproximadamente 2700”. Depois, e na sequência de uma segunda questão da deputada do Bloco – se é aceitável que os estudantes que precisam de apoio social do Estado sejam prejudicados por dívidas que lhes são alheias –, o ME especifica que, “sendo a bolsa de estudo atribuída em função do agregado familiar em que o estudante se insere, afirmar que o estudante é alheio à dívida constitui uma perspectiva enviesada da questão”. E continua: “É com base no rendimento do agregado (e do subsequente cálculo do rendimento per capita) que a elegibilidade para o apoio do Estado é determinada. 

Essa é a explicação da norma segundo a qual o Estado não deve pagar um apoio a um agregado que se encontra em incumprimento com o próprio Estado.” Para Ana Drago, contudo, a recusa de atribuir estas bolsas prejudica os jovens “no acesso à formação superior por dívidas que nunca contraíram, e de que nem tinham conhecimento”. A deputada, na pergunta, salienta ainda que “perante a enorme crise que o país atravessa, seria de esperar que um governo preocupado com o impacto social da crise introduzisse mecanismos que garantissem a igualdade no acesso e na frequência dos estudantes no ensino superior”, lembrando que a entrada em vigor no ano lectivo passado do novo regulamento de atribuição de bolsas “veio excluir do sistema de acção social cerca de 20 mil estudantes”. 

Arquitectura não fecha 
O ME deu ontem também resposta a uma outra questão do Bloco de Esquerda sobre as dificuldades financeiras da Faculdade de Arquitectura da Técnica de Lisboa. O ministério diz que “está afastada a possibilidade de encerramento”, mas que haverá “ajustes” para que tal seja possível. O ME culpa ainda o “anterior governo” pela situação financeira da faculdade, já que aprovou o lançamento de “um conjunto de cursos em horário pós-laboral para os quais [a faculdade] não dispunha de recursos docentes, tendo para o efeito aumentado os gastos com pessoal”. 


* Enviesado é o critério de decisão. É necessário distinguir se os pais fogem deliberadamente ao fisco ou se o dinheiro chega para quase nada!
Se um pai roubar comida para alimentar o filho prendam este por comer o produto roubado.


.