terça-feira, 27 de março de 2012

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA ADULTOS

 .
Estes são minhotos, carago!




O Tone tinha acabado de comprar o seu Fiat 600 eentusiasmado com o bicho, desafia a Maria a dar uma volta.
 
-Maria bais ber como isto anda ! .... Dá 180, carago ! ! !

-Ai, amoare ! ! ! ....Que lócura ! Se isso anda assim eu juro que me poanho toda nua e te salto em cima !

-Num digas isso, carago, que eu fico doidoooooo !

E o Tone mete a primeira, segunda, terceira ... e já ia a mais de 120 !

A Maria, doida com aquilo, começa a despir-se ... Tira a roupinha toda e salta para cima do Tone.

-Maria ! ! Maria ! !... Num beijo nada, carago ... Assim num consigo beare
 
O Tone ainda tenta controlar o seu Fiat : faz uns piões ... umas derrapagens.. e .. espeta-se contra uma árvore !
   
Ele fica preso no carro enquanto que a Maria é projectada.

 -Maria ? ? ? Tás bem-ê, meu amoare ?

-Toue ! ... E tu, Tone ?

-Tou bem-ê, mas estou preso, carago ! Olha, bai buscare ajuda ! Há aquelas boambas ali atrás, tens de lá ire !

-Mas ó amoare, tou toda nua ! ! E agoara ?

-Tens dire, carago ! ! Rápido. Olha : peaga aí na sapatilha e põe à frente!

E a Maria lá vai ! Com a sapatilha a tapar a coisa, a correr a buscar ajuda.

Chega à bomba e estava lá um senhor a abastecer o carro ...

-Ó sinhoare ! ! ! Tem de me ajudare !

Ele olha para ela ... toda nua com uma sapatilha à frente a tapar a coisa

-Tem de me ajudare ! ! ! O meu namorado ficou preaso ! ! !

-Ó menina, não sei se consigo! O rapaz está muiito para dentro. Só tem uma  sapatilha de fora
! ! ! ! ! !

ALMORRÓIDA ENDINHEIRADA







China 

Álbum de fotos de gangster chinês faz sucesso na InternetAs fotos foram retiradas de um telemóvel e colocadas a circular na Internet. Em dois dias foram vistas mais de cinco milhões de vezes. Não se sabe quem as publicou e também não se conhece a identidade do homem a quem pertencem. São descritas como "fotografias do telemóvel de um gangster chinês" e mostram um vida de luxo com carros desportivos e muito dinheiro.

.

 IN "SÁBADO - 23/03/12


.

.



VERSUS





Extrait du spectacle "Versus" de Pedro Pauwels d'après les transcriptions de certains Lieder de Schubert par Bernard Cavanna
Production : opéra ballet de Limoges - Soprano : Marion Tassou
Mai 2011


.
.

RISADARIA 2012
BRASIL

Ricardo Araújo Pereira




Ricardo Araújo Pereira esteve em S. Paulo até domingo passado a participar no Festival de humor, Risadaria. Foi entrevistado no programa de Jô Soares, que já editámos a 21 deste mês, procure em "Peida-muita-louca", e agora oferecemos-lhe excerto da sua participação no Risadaria, divirta-se.

.




Mensagem do Dia Mundial do Teatro 2012
 por John Malkovich
27 de Março de 2012

O ITI – International Theatre Institute UNESCO, honrou-me ao convidar-me para redigir a mensagem comemorativa do 50º aniversário do Dia Mundial do Teatro. Vou dirigir estas breves palavras aos meus companheiros do teatro, colegas e amigos.
Que o vosso trabalho seja convincente e genuíno. Que seja profundo, tocante, comunicativo e incomparável. Que nos ajude a refletir sobre a questão do que significa ser humano e que essa reflexão seja conduzida pelo coração, pela sinceridade e pela bondade. Que superem a adversidade, a censura e a escassez algo que, na verdade, muitos de vocês são forçados a confrontar. 

Que sejam abençoados com talento e rigor necessários para ensinarem, em toda a sua complexidade, as causas pelas quais deve bater o coração Humano, tendo em conta a humildade e a curiosidade para fazer dessa tarefa a obra da vossa vida. E que seja o vosso melhor – porque o melhor que derem, mesmo assim, só acontecerá nos momentos únicos e efémeros – Em consonância com a pergunta mais elementar de todas:
“Porque vivemos?”
Merda!!!

John Malkovich


Tradução – Rafael Amaral Vergamota
Presidente da Federação Portuguesa de Teatro (adaptado)

IN "http://5dias.net/2012/03/27/mensagem-do-dia-mundial-do-teatro-2012-por-john-malkovich/"


.
.



HOJE NO
"PÚBLICO"

Presidente dos Estaleiros de Viana
. assume também o comando do 
Arsenal do Alfeite

O presidente do conselho de administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), Jorge Camões, passou a acumular, desde sexta-feira, as mesmas funções no Arsenal do Alfeite, em Lisboa, para o triénio 2012/2014.

A informação foi confirmada ao PÚBLICO por fonte da Empordef. A mesma fonte explicou que Jorge Camões foi nomeado em assembleia-geral da holding do Estado para as indústrias da Defesa uma vez que a anterior administração do estaleiro situado na margem sul do rio Tejo já havia cessado funções em Dezembro último.

“É uma nomeação que se justifica com as sinergias que se pretendem aproveitar com os ENVC mas que não representa um acréscimo de custos”, garantiu a fonte.

O engenheiro electrotécnico, que assumiu a presidência dos ENVC em Agosto de 2011, por escolha do ministro da Defesa, já tinha integrado um grupo de trabalho que o Governo anterior tinha constituído com a missão de estudar a empresarialização do Arsenal do Alfeite, empresa pública com cerca de 600 trabalhadores, que tem nas reparações para a Marinha praticamente a sua única carteira de encomendas.

Nos ENVC, a notícia foi recebida com surpresa. António Barbosa, coordenador Comissão de Trabalhadores (CT) considerou “estranho” que o órgão representativo dos 650 trabalhadores não tenha sido informado.

O responsável manifestou-se ainda muito preocupado com a acumulação de funções de Jorge Camões.

“Para repetir cenários de maus exemplos no histórico de administrações dos estaleiros dizemos basta. Já passou por aqui muita gente que fez o que não devia e, outros, que nem isso fizeram. Queremos gente com estatura à frente dos Estaleiros”, sustentou.

O novo elenco directivo do Arsenal do Alfeite é também composto pelo almirante Francisco Salgado e José Miguel Fernandes, que transita da administração anterior.

As duas empresas apresentam vários constrangimentos financeiros, nomeadamente pela falta de trabalho. No caso dos ENVC, o Governo decidiu avançar com a privatização total até Junho.




* Coitado do engenheiro Camões, a trabalhar com um pé em Viana e outro no Alfeite vai ter de se agachar para lavar o rabo na Ria de Aveiro, ainda bem que não é zarolho como o poeta!

.

.




I . O MUNDO SEM 


NINGUÉM



6 - vida depois das 


pessoas





Os episódios anteriores foram editados nas terças-feira precedentes à mesma hora.


.

TODOS OS DIAS SÃO

DIA MUNDIAL DA LUTA 
CONTRA O CANCRO

SENSIBILIZANDO



Este vídeo foi elaborado por um grupo de alunas do 12ºano no âmbito da área curricular não disciplinar - Área de Projecto, para uma apresentação na escola com o objectivo de assinalar o Dia Mundial do Cancro.

Escola Secundária de Porto de Mós - 2009


.
.



HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Porto é o 
“Melhor Destino Europeu 2012”

O Porto foi eleito o "Melhor Destino Europeu 2012" entre 20 cidades seleccionadas por um júri da Associação dos Consumidores Europeus, foi esta terça-feira anunciado.

A votação online decorreu nas últimas três semanas no sítio da Internet do European Best Destination, tendo sido contabilizados mais de 212 mil votos.

Em 2.º lugar ficou Viena, na Áustria, e em 3.º Dubrovnik, na Croácia, tendo Lisboa ficado em 8.º lugar no ranking.

À frente da capital portuguesa ficaram Praga (República Checa), Bruxelas (Bélgica), Berlim (Alemanha) e Budapeste (Hungria).

Em 2010, Lisboa foi a cidade eleita pela Associação dos Consumidores Europeus para o "Melhor Destino Europeu 2010" e, em 2011, a vencedora foi Copenhaga, na Dinamarca.

O Porto - vencedor do título "Melhor Destino Europeu 2012" - vai poder incluir a utilização do logótipo "Escolha do Consumidor Europeu", durante um ano, em toda a comunicação do turismo oficial.

O vinho do Porto, o Centro Histórico, classificado Património da Humanidade, os museus, parques e jardins "encantadores", bem como lojas de moda, de criadores nacionais e internacionais, são algumas das virtudes do Porto apontadas pela organização no seu sítio da Internet.


* VIVA O PORTO CARAGO, AI CARAGO NÃO CARAGO!


.
.



2 .IRRACIONAIS?!
















.
.



HOJE NO
"DIÁRIO  ECONÓMICO"

Islândia defende investigação 
ao Governo português

O membro do Banco Central da Islândia Gylfi Zoega diz que Portugal deve investigar quem está na origem do elevado endividamento do Estado e dos bancos.

"Temos de ir aos incentivos. Quem ganhou com isto? No meu País eu sei quem puxou os cordelinhos, porque o fizeram e o que fizeram, e Portugal precisa de fazer o mesmo. De analisar porque alguém teve esse incentivo, no Governo e nos bancos, para pedirem tanto emprestado e como se pode solucionar esse problema no futuro", diz o responsável.

A participar nas conferências do Estoril, o economista, que também participou no documentário premiado com um Óscar "Inside Job -- A verdade sobre a crise", disse em entrevista à Agência Lusa que Portugal beneficiou muito de estar no euro nesta altura, porque para além do apoio dos seus parceiros da união monetária, terá de resolver os seus problemas estruturais ao invés de recorrer, como muitas vezes no passado, à desvalorização da moeda.

"Talvez para Portugal estar no euro nesta altura seja uma bênção, porque apesar de não conseguir sair do problema de forma tão fácil como antes, através da depreciação [da moeda], vocês têm de lidar com os problemas estruturais que têm", disse.

A Islândia, na sequência da grave crise económica que sofre desde 2008, derivada do colapso do seu sistema financeiro (que chegou a ser 10 vezes maior que a economia islandesa), também teve de recorrer ao Fundo Monetário Internacional para resolver os seus problemas de financiamento, mas neste caso a experiência não é nada mal vista.

"Penso que o FMI é útil neste sentido, porque é uma instituição que pode ajudar a coordenar as acções. Existem coisas impopulares que têm de ser feitas, e pode ser utilizada como um bode expiatório para essas medidas impopulares, que teriam de ser aplicadas de qualquer forma. Ajuda os políticos locais a justificar aquilo que podiam não conseguir fazer por eles próprios", diz.

O responsável diz mesmo que a experiência do seu país tem sido "muito boa" e que a instituição tem feito um grande esforço de coordenação para garantir que as medidas têm os efeitos desejados.

"A experiência com o FMI acabou por ser muito boa, porque actualmente têm uma tendência para serem muito pragmáticos, para encontrar soluções que funcionem. Tiveram algumas medidas pouco ortodoxas, como os controlos de capital e outras para reduzir o défice, e ajudaram a garantir que o programa estava no caminho certo, visitando todos os ministérios, o banco central. Tem sido um esforço em grande cooperação", explica.

No entanto, recorrer a ajuda externa tem as suas consequências e a principal tem sido a falta de confiança dos mercados, explica ainda Gylfi Zoega, acrescentando que ainda não existe previsão para quando ou se a Islândia vai conseguir voltar a financiar-se nos mercados.

"[A Islândia] Não tem qualquer acesso aos mercados de capitais actualmente, e é uma questão em aberto. Quanto tempo demorará? Se os mercados ficarão completamente fechados? Se olham para isto como um problema isolado que podem perdoar ou se olham e pensam nisto como algo mais crónico. Portanto, nós não sabemos como vai ser o nosso acesso ao mercado no futuro", afirma.


* Que se investiguem os governos todos, seria bom identificar os perdulários!


.

ANA NI RIBEIRO



Ómega-3…
              a gordura desejada!

A chave para uma dieta saudável reside no equilíbrio adequado entre o consumo de ácidos gordos ómega-3 e ómega-6. No último século houve um excessivo aumento na ingestão de ómega-6 e consequente diminuição de ómega-3, o que é prejudicial para a nossa saúde. É necessário corrigir este desequilíbrio aumentando o consumo de peixe e diminuindo o consumo de gorduras animais. Deve ingerir peixe, independentemente de este estar fresco, congelado, salgado ou enlatado, pelo menos três vezes por semana.

A dose recomendada, em vários países, para um adulto é de 300 a 650 mg/dia. Alguns estudos, tendo em consideração a doença cardiovascular, recomendam
o consumo de 250 mg de ómega-3 por dia, de forma a diminuir o risco devido
a doenças coronárias e ataques cardíacos.

Comer peixe rico em ómega-3 continua a ser a melhor opção para a população em geral poder beneficiar destes ácidos. A absorção pelo organismo dos ácidos ómega-3 provenientes do peixe e marisco é até nove vezes superior à dos suplementos alimentares. Além disso, por vezes os suplementos alimentares não têm os nutrientes biodisponíveis, pelo que acabam por ser eliminados pelo corpo humano. Por isso se tiver que optar, escolha o peixe.

O consumo de peixe, e consequente ingestão de ómega-3, além de prevenir doenças cardiovasculares também é importante em uma maior rendibilidade dos aspectos cognitivos, nomeadamente em crianças e na prevenção de doenças como o Alzheimer. Há ainda evidências que o consumo de peixe diminui o colesterol, pressão arterial e peso corporal.



IN "CORREIO DO MINHO"
18/03/12

.
.



HOJE NO
"DIÁRIO  DE NOTÍCIAS"

Lisboa: zonas de emissões reduzidas
Táxis vão ter período 
alargado para adaptação

Os táxis anteriores a 1996 vão continuar a circular em Lisboa a partir de domingo, dia em que é implementada a segunda fase da zona de emissões reduzidas (ZER) criada pela autarquia, disse hoje o vereador da Mobilidade.

"Vou apresentar uma proposta na próxima semana para que não seja exigido aos táxis a norma 2 (desde 1996) na Baixa, apenas a 1 (desde 1992)", disse Nunes da Silva à Lusa, referindo-se à legislação europeia que obriga a uma redução da emissão de gases poluentes.

Na segunda-feira, a Câmara de Lisboa informou que a implementação da segunda fase da ZER avança no domingo, ou seja, que a partir desta data os veículos ligeiros e pesados anteriores a 1992 ficam proibidos de circular na zona a sul do eixo criado pelas avenidas de Ceuta, das Forças Armadas, dos Estados Unidos da América, Marechal António Spínola, Santo Condestável e Infante D. Henrique e Eixo Norte/Sul.

A implementação da segunda fase da ZER restringe a circulação também no eixo Avenida da Liberdade/Baixa, onde desde julho os carros sem catalisador (anteriores a 1992) estão impedidos de circular.

Segundo explicou o vereador, a "divergência" do número de táxis que não cumprem os requisitos e o facto de o Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres (IMTT) ter aprovado apenas há duas semanas o despacho sobre o tipo de equipamento a adotar "não permitiram fazer as alterações" atempadamente.

"O IMTT também precisa de dois ou três meses para proceder às alterações do documento único" sobre os veículos que forem alterados, acrescentou.

Assim, a partir de domingo, a circulação naquelas zonas de Lisboa passa a ser possível apenas a veículos ligeiros posteriores a janeiro de 1996 e pesados construídos depois de outubro do mesmo ano.

Esta medida vigora nos dias úteis, das 07:00 às 21:00, e são admitidas exceções a veículos de emergência, especiais ou de pessoas com mobilidade reduzida.


* O IMTT é muito lento, polui muito, informe-se correctamente e se tiver um carro anterior a 1990 ligue para o ACP, 213180169, Departamento de clássicos, será esclarecido.

.

.
,



8 - O que DARWIN 


não sabia



 Os episódios anteriores foram editados nas terças-feira precedentes à  mesma hora.
N
.

HOJE NO
"RECORD"

Loeb procura terceira vitória em Portugal
Rali arranca quinta-feira

O francês Sébastien Loeb, oito vezes campeão mundial, vai tentar alcançar a terceira vitória no Rali de Portugal, depois de nas duas últimas temporadas ter perdido para o seu compatriota Sébastien Ogier.

Apesar de ter perdido as duas provas lusas para o seu então companheiro de equipa, Loeb revalidou os respetivos títulos mundiais, mas este ano parece determinado em continuar a estender o seu já longo recorde de oito cetros mundiais consecutivos e lidera destacado o campeonato, com duas vitórias em três provas.

A cada ano, Loeb destaca-se mais dos quatro títulos mundiais dos finlandeses Juha Kankkunen e Tommi Makinen e, além dos títulos mundiais, é também recordista de vitórias no WRC, contando até ao momento 68 triunfos, entre os quais dois em Portugal (2007 e 2009).

Nascido a 26 de fevereiro de 1974, em Haguenau, Bas-Rhin, França, Sébastien Loeb estreou-se em 1995 em competições oficiais de automóveis, chegando rapidamente à mais alta categoria dos ralis. Estreou-se em 2001, ano em que, ao volante de um Citroen Xsara, terminou o rali de San Remo na segunda posição.

O ano de 2002 marcou a passagem definitiva para o WRC e Loeb conseguiu a sua primeira vitória no Rali da Alemanha, terminando na 10.ª posição o campeonato de pilotos, ganho pelo que seria depois o seu principal rival, o finlandês Marcus Gronholm.

No ano seguinte, venceu três provas (Monte Carlo, Alemanha e São Remo) e terminou o campeonato na segunda posição, atrás do norueguês Petter Solberg, campeão do Mundo de 2003.

Em 2004, deu-se a consagração de Loeb, que venceu seis ralis e ajudou a Citroen a conquistar o seu primeiro triunfo no campeonato de construtores.

O piloto gaulês passou a dominar a especialidade e, no ano seguinte, conseguiu o bicampeonato, contribuindo para o segundo título da Citroen.

O ano de 2006 parecia levar o mesmo caminho, após vitórias em cinco das oito primeiras provas da temporada e mais três na segunda metade, mas um acidente quando praticava BTT, em setembro, colocou em risco um título que acabou por conseguir, mesmo sem disputar as derradeiras quatro provas da época.

Depois do tricampeonato, Loeb iniciou a temporada de 2007 apostado no "tetra", mas teve pela frente um dos seus mais difíceis campeonatos, apenas decidido na 16.ª e última prova da temporada, na Grã-Bretanha, depois de uma renhida luta com o finlandês Marcus Gronholm (Ford Focus), que se despediu do WRC.

Em 2008, foi o Japão que coroou Loeb e permitiu ao francês ultrapassar os "tetras" de Kankkunen e Makinen, numa época que dominou desde o início, como o comprovam as vitórias alcançadas em 11 dos 15 ralis.

Na temporada de 2009, Loeb teve a forte oposição do Ford do finlandês Mikko Hirvonen, mas conseguiu passar o nórdico na última prova, tendo vida mais facilitada em 2010 e 2011, anos em que assegurou cedo o título.


* Que volte a ser o Melhor Rally do Mundo!!!

.
.

GONÇALO SALGUEIRO

GRITO





.
.


HOJE NO
"JORNAL  DE NOTÍCIAS"

Níveis de poeira na atmosfera
 ultrapassam limites desde sexta-feira

O nível de poeira na atmosfera em Portugal ultrapassa desde sábado passado o limite aconselhável para a saúde devido a um fenómeno climático arrastado do Norte de África, mas o Governo não lançou nenhum alerta.


O aviso foi avançado pelo coordenador da área do ar do departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT/UNL), Francisco Ferreira, citado pela Agência Lusa, que refere que o fenómeno deverá durar até ao próximo sábado.

"As estações de monitorização da qualidade do ar de todo o país revelam valores que estão a exceder os limites fixados pela legislação, não devido apenas à poluição relacionada com as atividades humanas, mas sem dúvida, resultado deste fenómeno, que já dura há uns dias".

Um fenómeno que é comum em ilhas como a Madeira, Cabo Verde e Canárias, mas mais invulgar em locais mais a norte.

"Em determinadas épocas do ano, há tempestades de areia que levam a que muitas poeiras sejam arrastadas pelo vento desde o Norte de África - estamos a falar principalmente dos desertos do Saara e do Sahel - até vários locais da Europa, mas principalmente à Península Ibérica", explicou Francisco Ferreira.

"Em determinadas circunstâncias, estas poeiras podem ser arrastadas para bem mais longe e foi isso que aconteceu", disse, adiantando que "os ventos trouxeram estas partículas do Norte de África e, (no sábado, isso) coincidiu com alguma chuva", tendo-se feito notar pela sujidade e pó que deixou sobretudo nos automóveis.

"Não é normal a um sábado e a um domingo, em que há muito menos tráfego rodoviário, existir uma ultrapassagem do valor limite diário de partículas em estações de monitorização de Norte a Sul" do país, notou Francisco Ferreira.

O valor limite é de 50 microgramas por metro cúbico (m3), sendo que os valores atuais em toda a rede chegam, segundo o especialista, a ultrapassar os 70 microgramas/m3.

"Este transporte de partículas está a ter lugar desde sexta-feira e, à partida, continuará a ocorrer até dia 31", alertou ainda.

Apesar de referir que o pó que se encontra agora no ar não tem efeitos na saúde tão graves como as partículas resultantes das emissões dos automóveis, Francisco Ferreira admite que "as concentrações em jogo já são bastante elevados e desde sexta-feira ou sábado que as populações mais sensíveis deveriam estar a tomar algumas precauções".

De acordo com o coordenador do departamento de Ciências e Ambiente da UNL, "as pessoas mais idosas, as crianças e as pessoas com problemas respiratórios" devem evitar "esforços que exijam uma elevada taxa respiratória". O problema, sublinhou, é o número de dias de exposição ao pó.

"Estamos a falar já de uma sequência de uma semana em que as pessoas estão expostas a elevados níveis de partículas que não deixam de trazer problemas para a saúde", lembrou, acrescentando que "vários artigos científicos mostram que pode causar agravamento do risco de doenças cardiovasculares, problemas associados ao agravamento de alergias e problemas respiratórios".

Por isso e como é habitual, o departamento de Ambiente da Universidade Nova de lisboa - que faz uma avaliação diária deste tipo de eventos - avisou o ministério do Ambiente.

"Nós fazemos um aviso - que depois as entidades podem ou não resolver passá-lo à população" -, mas "que eu saiba não houve nenhum aviso" do Governo, concluiu.


* MUITO GRAVE O PÓ E A FALTA DE ESCLARECIMENTO DO GOVERNO!!!


.
.

 TAL MÃE, TAL FILHA



   

 73 E 44 ANOS
 ,

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Autarcas esperam pelo menos 
"50 mil pessoas" na manifestação 
contra a extinção de freguesias

Os autarcas esperam reunir pelo menos "50 mil pessoas" na manifestação nacional do dia 31, em Lisboa, contra a proposta de lei da reforma administrativa que prevê a extinção de 1.500 freguesias, cerca de um terço do total.
"Essa é expectativa mínima", disse à Agência Lusa o porta-voz do Movimento Freguesias Sempre - Plataforma do Distrito do Porto, o socialista Pedro Sousa, presidente da Junta de Freguesia de Leça da Palmeira.

O eleito falava após o plenário de segunda-feira à noite em S. Félix da Marinha, Vila Nova de Gaia, onde foi aprovada, por unanimidade e aclamação, uma moção, repudiando e rejeitando a proposta de lei governamental.

A moção refere que "qualquer reforma administrativa" deve ser "antecedida de uma consulta à população e autarcas envolvidos".

Noutro ponto, diz que "os objectivos sugeridos pela 'troika' estão deturpados", porque o Governo deixou de fora a reforma dos municípios e do "tecido empresarial municipal", tendo-se virado apenas para as "freguesias, onde os custos são reduzidos".

Pedro Sousa explicou que a manifestação pretende "apresentar a riqueza que existe em cada freguesia deste país", fazendo desfilar ranchos folclóricos, bandas musicais, caretos, gigantones, bombos e outros exemplos do património etnográfico, desportivo e cultural que as freguesias possuem.

O vice-presidente da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), Cândido Moreira, disse que "vai ser uma manifestação pacífica e tudo vai correr pelo melhor".

Mas afirmou também que a "panela está a ferver e a tampa pode saltar".

"É preciso algum cuidado com isto", reforçou Cândido Moreira.

O presidente da Junta de Freguesia de Parada de Todeia, em Penafiel, Álvaro Pinto, eleito pelo PCP, considerou que a proposta implica "enterrar a história, identidade e cultura de cada freguesia".

"Eu não vou a uma procissão, vou a uma manifestação porque a nossa reacção é uma reacção política para dizer não à extinção de freguesias", acrescentou.

O "porta-voz" dos trabalhadores das juntas de freguesia do concelho de Matosinhos, António Pinho, mencionou as "muitas dúvidas e incertezas" quanto futuro daqueles.

"Não tememos pelo nosso emprego, tememos pelo nosso posto de trabalho", notou.

As dez intervenções oriundas do público presente, entre o qual havia vários autarcas, foram para criticar duramente a reforma que o Governo pretende realizar - e que já deu um passo em frente com a aprovação parlamentar da respectiva lei, no dia 08 deste mês, com os votos contra do PS, PCP e BE.

"Os candidatos às juntas de freguesia não foram eleitos para extinguir freguesias ou fazer agregações", salientou o presidente da Junta de S. Félix da Marinha, Joaquim Almeida, eleito pelo PSD.

"Não podemos concordar com esta proposta porque ela está ser imposta aos portugueses", reafirmou Pedro Sousa.

O autarca vaticinou um cenário de "instabilidade social" se a reforma seguir em frente e João Avelino, do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local, acrescentou que "muitos trabalhadores vão ao ar".

Para o presidente da Junta de Freguesia de Guifões, em Matosinhos, Carmim Cabo, "este é o enterro também da regionalização".



* Os autarcas andam querer distrair-nos com falsos problemas. Não se justifica andar tanta gente "à mama" do erário público para tomar conta de freguesias com menos de quinhentas pessoas e vizinhas de outras com quantidade semelhante de habitantes. Criámos minúsculos reizinhos que não querem perder o poleiro mesmo que isso signifique melhor gestão de fundos públicos, e, de certeza, menos corrupção.
Quanto à regionalização desejamos que nunca aconteça, seria mais uma parideira de burocratas e tachistas.
Há muitas cidade no mundo com mais habitantes que Portugal.
Quem paga as viagens das avéculas manifestantes, os presidentes das juntas ou o Estado??? Que paguem do bolso a manifestaçãozinha!

.
.



BRAGA À NOITE
.












NR: Damos hoje início a uma inserção semanal de fotos nocturnas das capitais de distrito do país. Se entender possuir fotografias bonitas e quiser colaborar connosco, então envie as suas melhores fotos para "apxxdxdocorreio@gmail.com" que na altura própria as publicaremos.
Obrigada

Ç
.

HOJE NO
"DESTAK"

Hoje é Dia Mundial do Teatro!

Hoje é dia de estreias, leituras, e livros com descontos, num dia em que o teatro é protagonista.

O Teatro Municipal de Almada celebra a ocasião com a entrada livre na peça Dança de Roda, de Arthur Schnitzler, com encenação de Rodrigo Francisco, hoje às 21h30. Antes do espectáculo será lida a mensagem do Instituto Internacional do Teatro, que pediu a John Malkovich um discurso comemorativo do 50.º aniversário do Dia Mundial do Teatro.

Também no Teatro Nacional D. Maria II, os espectáculos têm entrada livre. Ás 16h, pode ver As Aventuras de João Sem Medo, construído para crianças e para adultos. Pelas 21h, sobe ao palco A Morte de Danton e às 21h15, João Torto. Bilhetes disponíveis na bilheteira, a partir das 14h.

No Teatro Maria Matos, a celebração faz-se com a última apresentação de Histórias do Bosque de Viena, da Truta, com bilhetes a 7 euros, e duas visitas especiais de entrada livre aos bastidores, para famílias e público em geral.

Original é o espectáculo Assalto ao Hotel, que estreia hoje, às 21h30, no NH Liberdade. Nesta encenação, todo o hotel é transformado em palco, e o público é também participante activo, como a missão de descobrir quem roubou a valiosa guitarra da famosa estrela de rock. Patente até 31 de Março.

Começa às 19h, no Chapitô, a performance comemorativa deste dia, que mistura cinema clássico português, comédia, teatro e circo, sob a coordenação da actriz Rita Ribeiro. Ana Bola é a personalidade homenageada, que vai ler a Mensagem.

Até 29 de Março, o São Luiz celebra a data a ler, festejar, discutir e pensar. Hoje, às 21h, continua o projecto Ler Dom Quixote. Jôjô, o reincidente, um trabalho de Fernando Mora Ramos para a infância, a partir do texto de Joseph Danan, é apresentado hoje e amanhã, às 10h30 e às 15h30. No dia 29, às 18h30, há discussão e reflexão em torno dos desafios que se colocam à vida dos profissionais da cultura, com a apresentação do livro de Vera Borges e Pedro Costa.

Hoje, às 17h30, no Teatro da Politécnica, Jorge Silva Melo lê Raul Brandão, numa sessão que será gravada ao vivo para posterior emissão na rubrica Teatro Sem Fios, da Antena Dois. Entrada livre.

O espectáculo Vermelho, de John Logan, com encenação de João Lourenço termina a sua carreira esta noite, numa sessão especial, que marca o fim de uma carreira de três meses com salas esgotadas, no Teatro Aberto.

O Teatro Extremo, em Almada comemora hoje, o 18.º aniversário e aproveita para estrear a peça Martírios, pela Arena de Feras.

Aproveitando a comemoração do Dia Mundial da Poesia e do Dia Mundial do Teatro, a Bulhosa e Leitura lançam a campanha Somos Poesia. Somos Teatro. Até 1 de Abril, a campanha oferece 20% de desconto na compra de livros de poesia ou teatro.

No âmbito das comemorações do Dia Mundial do Teatro, a Fundação INATEL apresenta quatro novas edições da Coleção Teatro, hoje, às 18h30 no Teatro da Trindade.


* CULTURA É LIBERDADE


.
.


1 - FESTA DA FLOR
KIEV










M



HOJE NO
"i"

IRS
Cegos impedidos de entregar 
declarações nas Finanças

Há dezenas de cidadãos cegos proibidos de entregar as declarações de IRS, porque o departamento das Finanças não aceita os atestados médicos de incapacidade multiusos, emitidos em 2009 pelo Ministério da Saúde, que provam as limitações físicas destes cidadãos.

Ouvido pela Antena 1, o jurista Rodrigo Santos, membro da Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO), afirma que “neste momento está a ser recusada pelas finanças a entrega de declarações de IRS por pessoas cegas, com atestado de incapacidade de multiuso, anteriores a 2009”.

E o número de casos continua a aumentar. “Já temos dezenas, mais centenas, de denúncias só relativas a este período mais recente que diz respeito a apresentação de IRS”, reforçou Rodrigo Santos, acrescentando que esta situação e outros benefícios fiscais têm vindo a agravar-se desde o final do ano passado.

A Associação já tentou entrar em contacto com o Ministério das Finanças, mas sem sucesso. É de referir que o prazo para a entrega do IRS está quase a terminar.


* Patética esta patetice, ou terão havido cegos que recuperaram a visão entre 2009 e 2012?!


.
,


10 - SISTEMA CARDIOVASCULAR





B

.

HOJE NO
"Oje"

Galp anuncia descoberta em Moçambique

A Galp Energia anunciou ontem uma nova descoberta de gás natural "de grande dimensão" no poço Mamba North East-1, em Moçambique, que confirma aquele país como "produtor incontornável" daquele recurso a nível mundial.

"Os resultados deste poço, perfurado na parte leste da Área 4, são de especial importância, uma vez que aumentam os recursos dos reservatórios naquela área em, pelo menos, dez biliões de pés cúbicos (tcf), dos quais oito tcf estão localizados exclusivamente em reservatórios na Área 4", destaca a empresa, que é parceira do consórcio para a exploração daquela área na bacia de Rovuma, no offshore de Moçambique.

Segundo acrescenta em comunicado, "esta nova descoberta aumenta o potencial estimado de gás no complexo Mamba na Área 4 para, no mínimo, 40 tcf de gás no jazigo", e faz subir os recursos "in place" atribuíveis à Galp Energia em Moçambique para mais de 110 biliões de metros cúbicos (bcm). Em Portugal, o consumo de gás natural totalizou 5 bcm em 2011.
"Moçambique vai definitivamente tornar-se um produtor de gás natural incontornável a nível mundial", sustenta a Galp Energia.

De acordo com a empresa portuguesa, com uma participação de 10% no consórcio que explora a Área 4, cabendo 70% à Eni (operadora), 10% à KOGAS e 10% à ENH, o poço descobridor encontrou um total de 240 metros de reservatório de gás natural em areias oligocénicas e eocénicas de elevada qualidade e provou a continuidade e a comunicação de pressão com os poços Mamba South-1 e Mamba North-1.


* Bom para Moçambique, bom para a Galp.

.