sexta-feira, 2 de março de 2012

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


AZAR



https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/?ui=2&ik=4f7193f6bb&view=att&th=135d0baf9e9ed02a&attid=0.1&disp=inline&realattid=71aff0cfa7c9fde3_0.1&safe=1&zw&saduie=AG9B_P_X3QK7zjtDOFOZBdkjXDPj&sadet=1330681132892&sads=meBmai3U_GvYcmepndg2MMWaQVs&sadssc=1




.

3.FORAM TRABALHAR 
NUM LINDO ESTADO
.
O MAIOR ESPECTÁCULO DO MUNDO CANTA  EM PORTUGUÊS


RIO 2012






S. CLEMENTE

.
.



IDIOSINCRASIAS





.
.

NOME É NOME 
MAIS NADA



.



HOJE NO
"i"

BES gasta 3,9 milhões de euros 
.com salários dos gestores de topo
Ricardo Salgado vai ganhar menos 47%, para 548 mil, 
8,6 vezes mais que Passos Coelho

A degradação estrutural da situação económica e financeira” do BES obrigou a um corte nas remunerações dos membros da comissão executiva do banco este ano em 47%.

De acordo com a proposta, que será submetida à aprovação dos accionistas na assembleia-geral de 22 de Março, a remuneração total da comissão executiva desce de 7,23 milhões de euros, em 2011, para 3,87 milhões em 2012, um corte de 47%. Em 2011, recorde-se, a remuneração dos gestores de topo do BES já tinha registado uma redução de 35% face ao ano anterior.

As remunerações comportam uma parte fixa e uma parte variável. Todos os membros da comissão executiva auferem a mesma remuneração, com excepção do presidente.

Ricardo Salgado recebeu, em 2011, 546 mil euros de vencimento, dois mil euros em subsídios e 253 mil de remuneração variável. No total, o banqueiro amealhou 801 mil euros, um montante que, este ano, sofre uma quebra de 32% para 548 mil euros.

A “degradação estrutural da situação económica e financeira do BES, que ocorreu em plena crise financeira da zona euro, num ambiente totalmente adverso ao nível de fontes de financiamento e com uma assinalável redução da actividade devido à crise nacional e ao rigoroso e exigente programa de deleverage imposto pela troika, não dará lugar ao pagamento das prestações de 2012”, refere a mesma proposta. Assim, enquanto se verificar a referida degradação, ficam suspensas as prestações de 42 mil euros em numerário e mais 42 mil euros em acções de Ricardo Salgado. Já os membros da comissão executiva não recebem 35 mil euros em numerário e 35 mil euros em acções.

A remuneração dos membros da comissão executiva é fixada todos os anos pela comissão de vencimentos com base na avaliação do desempenho do exercício anterior.

Os limites da parte fixa da remuneração são fixados pela comissão de vencimentos e representa cerca de 45% da remuneração total anual. “A parte variável para 2012 tem o limite de 1,4% dos resultados consolidados do Grupo BES”. O banco fechou o exercício de 2011 com um prejuízo de 109 milhões de euros.

Apesar da significativa quebra na remuneração anual, Ricardo Salgado vai auferir, este ano, cerca de 8,6 vezes o vencimento bruto de Passos Coelho (cerca de 5300 euros mensais).


* Como é possível num país de pelintras como o nosso existirem salários deste nível?
É por isso que há idosos a morrer de frio.

.
.

SECOND HAND

from Isaac King on Vimeo.


O termo "second hand, segunda mão", refere-se não só ao tic tac do relógio mas também a objectos reusados. O que é que prefere poupar tempo ou coisas?
Este filme aborda o desiquilíbrio e o desperdício criadas pelas novas obsessões.

Vencedor da melhor curta metragem do Cinanima Portugal 2011



.

.

HOJE NO
"PÚBLICO"

Mais de 130 entidades públicas
 participam em fundações

O secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Marques Guedes, revelou hoje no Parlamento que mais de 130 entidades públicas participam "directa ou indirectamente" em fundações, citando um dado do censos elaborado pelo Governo.

O número foi avançado durante o debate da proposta do Governo sobre as fundações que Marques Guedes definiu como objectivo "travar o Estado paralelo". O governante sublinhou a necessidade de "estancar a desregrada participação do Estado nas fundações". PS, PCP e BE apontaram algumas críticas mas também reconheceram aspectos positivos na proposta que será aprovada pela maioria e depois discutida na especialidade.

O censos, lançado há alguns meses pelo Governo, tinha como objectivo "proceder a uma avaliação do custo/benefício e da viabilidade financeira de cada fundação e decidir sobre a sua manutenção, extinção, cancelamento dos apoios financeiros ou a perda do estatuto de utilidade pública, caso tenha sido concedido".


* O "Estado paralelo" que até hoje ninguém teve a seriedade de exterminar, a este governo damos o benefício da dúvida mas estaremos muito atentos.


.


1.1-A IGREJA CATÓLICA

CONSTRUTORA DA CIVILIZAÇÃO



video



Série da EWTN apresentada por Thomas E. Woods, autor do livro Como a Igreja Católica Construiu a Civilização Ocidental.

NR: Há muito que somos zurzidos por muitos amigos e alguns visitadores, pela nossa atitude agreste, alguns dizem agressiva, em relação à igreja católica, nos vários comentários que por vezes dirigimos à estrutura ou a alguns dos seus intépretes.
Lá nos vamos defendendo desta "vis" acusações referindo que só zurzimos em quem se põe a geito...
Mas, como apreciamos a imparcialidade decidimos editar uma série longa em defesa acérrima da igreja católica, não para nos redimirmos ou ganharmos o céu mas por respeito aos nossos amigos e visitadores que professam esta religião.
A Redacção


.
.
...
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Magistrados ansiosos por novo procurador-geral

O presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP), João Palma, mostrou esta sexta-feira, no congresso que decorre no Algarve, que os magistrados "anseiam por um Ministério Público novo e diferente". Numa alusão directa à substituição do procurador-geral da República, cujo mandato termina em Outubro, Palma afirmou: "Ao Outono há-de seguir-se, espera-se, uma Primavera de esperança."

Dirigindo-se à ministra da Justiça - Paula Teixeira da Cruz está presente no congresso, ao contrário de Pinto Monteiro, que enviou apenas uma mensagem -, João Palma exigiu "escolhas criteriosas", referindo-se ao cargo de procurador-geral da República, afirmando ainda que "é preciso uma liderança responsável e mobilizadora".

"O Ministério Público não pode ser visto como uma espécie de equipa B onde actuam os que não conseguem jogar na equipa principal", afirmou João Palma, sublinhando mais uma vez que o próximo Outono "anunciará mudanças decisivas".


* Não estaremos perante uma guerra de "vedetas", é que no entender do sindicato não há nenhum procurador que preste?


.

FRANCISCO MOITA FLORES



Segurem-se!

Não é possível continuar a reflectir sobre as políticas de prevenção criminal tomando o País como um todo.

Começaram a ser conhecidos os números da actividade criminosa no ano de 2011 e percebe--se que não é possível continuar a reflectir sobre as políticas de prevenção criminal tomando o País como um todo. Confirmando uma tendência que se acentuou e fortaleceu nas últimas décadas, as duas regiões metropolitanas do País – Lisboa e Porto – representam quase 80% da criminalidade. Isto é, as duas manchas demográficas que acolhem cerca de quatro milhões de portugueses sofrem com assaltos, homicídios, crimes sexuais, infracções económico-financeiras, tráfico de droga, um impacto desproporcional em relação ao resto do território. Em cada dez crimes, perto de oito são cometidos nestas duas regiões, restando pouco mais de dois crimes para os restantes seis milhões de habitantes. Fazer discursos sobre política de segurança ou de prevenção como se a realidade fosse una e contínua é continuar a tapar o Sol com a peneira e fazer de conta que estamos preocupados com a actividade criminosa, apenas porque é de bom tom dizer que se está preocupado.

Os números não deixam margens para tibiezas ou indecisões. A necessidade de políticas concretas de prevenção criminal para as duas grandes regiões metropolitanas do País passam, desde logo, por reconhecer que é forçoso que as várias polícias se comprometam operacionalmente com a compreensão do que tem sido o planeamento do território (ou a sua falta) e percebam, de uma vez por todas, que agir sobre estas áreas de criminalidade mais exuberante obriga à adaptação a estas realidades. Unificar comandos territoriais, modificar as competências de território da PSP e da GNR, assim como reformular as competências territoriais da própria PJ, para que a prevenção e a investigação sejam mais ágeis, concertadas e incrementadas. Se alguma coisa revelam os números, é a grande exposição ao risco que os utentes das metrópoles de Lisboa e do Porto vivem diariamente. E sendo certo que a organização das metrópoles é completamente diferente da gestão das cidades, interpretar o funcionamento de ambas de igual forma é um erro tremendo que nos conduz às evidências criminais que agora se assinalam. Chegou a hora de abrir os olhos e deixar de assobiar para o lado. Ou para o ano tudo será pior.



Professor universitário


IN "CORREIO DA MANHÃ"
26/02/12


.

INGRATIDÃO





.




HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Crimes praticados por titulares de cargos públicos na mira do Governo

A ministra da Justiça anunciou que a proposta de lei de Política Criminal aponta como prioridade a investigação da criminalidade económica.

Paula Teixeira da Cruz, que falava no IX Congresso do Ministério Público, que está a decorrer em Vilamoura, deixou claro, ainda, que será dada prioridade na investigação penal a criminalidade cometida no exercício de funções públicas ou por titulares de cargos políticos. E a ministra explicou porque "devido a elevada danosidade social que representa a prática de crimes por quem tem a especial função de salvaguardar o interesse público."

A investigação a criminalidade informática será outra das prioridades, bem como as investigações que já tenham ultrapassado, em seis meses, o prazo legal previsto na lei processual.

A ministra explicou que na nova Lei de Política Criminal, que define as prioridades e metodologias para os próximos dois anos, introduz, "pela primeira vez, uma norma destinada a orientar a investigação criminal, desde o seu inicio, para apurar a existência de proveitos do crime, com vista a sua perda a favor do Estado".

No seguimento do apelo antes deixado por mensagem pelo Presidente da República - que pediu o reforço da independência das magistraturas - Paula Teixeira da Cruz sublinhou que "só a autonomia do MP garante que a titularidade da acção penal é exercida de acordo com o princípio da legalidade e critérios de objectividade, em plena dissociação de qualquer ordem ou instrução do poder central, regional ou local" e garantiu que, como ministra, vai "preservar essa independência e essa autonomia".

Paula Teixeira da Cruz revelou que na próxima semana entregará aos conselhos superiores e aos parceiros judiciários a proposta de revisão pontual do Código de Processo Penal a acabou por antecipar que não vai recuar na proposta que tanto indignou muitos procuradores. Isto é, o Governo vai dar ao juiz a competência para aplicar uma medida de coacção mais gravosa do que a que foi proposta pelo MP, desde que actue como garante das liberdades e garantias dos cidadãos e da legalidade.

"O juiz não pode ser limitado na sua função de julgar quando os interesses que reclamam a aplicação de uma medida de coacção se destina a proteger esses mesmos cidadãos, como acontece quando esta em causa o perigo de fuga ou o perigo de continuação da actividade criminosa. Mas não tem competência e não pode sobrepor-se ao MP e impor uma medida de coacção mais gravosa com o fundamento de perigo na obtenção de prova", explicou a ministra.

A ministra anunciou ainda alterações ao regime de prescrição, incluindo nas causas de suspensão da prescrição do procedimento criminal a existência de uma sentença condenatória em primeira instância, independentemente de o arguido recorrer da decisão. A ideia é evitar que o prazo de prescrição esteja a correr enquanto é decidido um recurso, o que muitas vezes, pela morosidade das decisões, leva a que um processo prescreva.


* É p'ra quando, p'ra ontem????


.
.

I - GALÁPAGOS

1 - NASCIDO DO FOGO



video


O lugar que inspirou a teoria da evolução de Darwin. As ilhas Galapagos são um laboratório vivo, um cinturão geológico que gerou e viu morrer inúmeras espécies de plantas e animais. As ilhas ocidentais ascendem no mar dando mais chances a vida enquanto as ilhas orientais afundam garantindo a morte de vários seres e plantas. Entre os dois existem as ilhas centrais, fertéis e imponentes elas dão abrigo a um sem número de seres vivos. Em nenhum outro lugar na terra encontramos o ciclo da via e da morte tão aparente quanto aqui. Veja os ciclos se desdobrando perante seu olhos nesta fantástica filmagem feita em alta definição HD pela BBC e o National Geographic Channel.


.




HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Maia promove criação 
de hortas biológicas

Projeto da Câmara da Maia promove a criação de hortas biológicas nos estabelecimentos de ensino do concelho.

Seis escolas da Maia dispõem já de uma horta biológica, um espaço criado para promover o contacto das crianças com a terra e as plantas e que a autarquia pretende alargar em breve a outros estabelecimentos de ensino.
Denominado «Uma horta em cada escola», este projeto promove a criação de hortas biológicas nos estabelecimentos de ensino do concelho.
Em comunicado, a autarquia anunciou que as próximas hortas biológicas serão criadas nas escolas EB1 da Guarda, Crestins, Maia Sede, Castêlo, bem como nos jardins de infância de Gueifães e Milheiros.
Desde 20 de janeiro até segunda-feira, a Câmara da Maia promoveu a criação de hortas biológicas no Colégio Novo da Maia, escola EB 2,3 da Maia, jardins de infância da Casa do Alto e Crestins e escolas EB1 do Lidador, Frejufe.
No âmbito deste projeto, a autarquia assegura a preparação inicial do terreno, forma professores, auxiliares e alunos nas temáticas da agricultura biológica e da compostagem e fornece as plantas para a primeira instalação das culturas.
No âmbito do trabalho desenvolvido nas escolas, não é permitido utilizar pesticidas ou fertilizantes artificiais, sendo obrigação das mesmas favorecer o equilíbrio dos ecossistemas e da biodiversidade e, entre outros assuntos, garantir a rotação anual das culturas.


* Será uma boa ideia se as hortas em questão estiverem afastadas de rodovias, caso não, os níveis de toxicidade nos produtos, provocado pelos gases de escape dos veículos, serão brutais.

.



OS 10 MELHORES 
SINGLES DE 2011
(PARA A ROLLING STONE)


08 – BEYONCÉ

COUNTDOWN





POEMA

Boy, oh killing me softly
And i'm still falling, still the one i need
I will always be with you
Oh you got me all gone
Don't ever let me go
Say it real loud if you fly
If you leave me you out of yo mind

Baby is a (ten)
We dressing to the (nine)
He picked me up, we (eight)
Made me feel so lucky (seven)
He kissed me in his (six)
We be making love in (five)
Still the one i do this (four)
I'm tryna make a (three)
From that (two)
Still the (one)

There's ups and downs in this love
Got a lot to learn in this love
Through the good and the bad, still got love
Dedicated to the one i love (hey)
Still love the way he talk
Still love the way i sang
Still love the way he rock them black diamonds in that chain
Still love up on each other, ain't a damn thing change
My girls can't tell me nothing, i'm gone in the brain
I'm all up under him like it's cold, winter time
All up in the kitchen in my heels, dinner time
Doing whatever that it takes, he got a winner's mind
Give it all to him, meet him at the finish line

Me and my boo and my boo boo riding
All up in that black with his chick right beside him
Ladies if you love your man show him you the flyest
Grind up on it girl, show him how you ride it (2x)

Oh killing me softly
And i'm still falling, still the one i need
I will always be with you
Oh you got me all gone
Don't ever let me go
Say it real loud if you fly
If you leave me you out of yo mind

Baby is a (ten)
We dressing to the (nine)
He picked me up, we (eight)
Made me feel so lucky (seven)
He kissed me in his (six)
We be making love in (five)
Still the one i do this (four)
I'm tryna make a (three)
From that (two)
Still the (one)

Yup i put it on him, there ain't nothing that i can't do
Yup i buy my own, if he deserve it, buy his shit too
All up in the store, shawty trickin if i want to
All up in the store, shawty fly as we want to (??)

Ohh ohh damn i think i love that boy
Do anything for that boy (boyyyy)
Ohh ohhh now i'll never be the same
It's you and me until the end

Me and my boo and my boo boo ridin
All up in that black with his chick right beside him
Ladies if you love your man show him you the flyest
Grind up on it girl, show him how you ride it

Me and my boo and my boo lip locking
All up in the back cause the chicks keep blocking
All that gossiping, 10 years stop it
London speed it up, houston rocket

Oh killing me softly
And i'm still falling, still the one i need
I will always be with you
Oh you got me all gone
Don't ever let me go
Say it real loud if you fly
If you leave me you out of yo mind

Baby is a (ten)
We dressing to the (nine)
He picked me up, we (eight)
Made me feel so lucky (seven)
He kissed me in his (six)
We be making love in (five)
Still the one i do this (four)
I'm tryna make a (three)
From that (two)
Still the (one)


.



PARA QUEM QUISER






.

ONTEM NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Três clínicas dentárias 
suspensas pelo regulador

Três clínicas dentárias, nos arredores de Lisboa, foram hoje suspensas por alegadas ilegalidades e questões higio-sanitárias, informou a Entidade Reguladora de Saúde (ERS).

A atividade da Popularsenso - Clínica Medica-Dentária, em Alverca, da Entrerisos - Unipessoal, no Cacém e a da Clínica Dentária Popular de Odivelas foi suspensa.

Estas clínicas foram suspensas com "caráter imediato" no âmbito de uma ação do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) ao grupo Clínica Dentária Popular, ao qual pertencem as três clínicas, e que contou com a colaboração da ERS e da Ordem dos Médicos Dentistas.

A Clínica Dentária Popular de Odivelas foi suspensa pela Delegação de Saúde, "já que em causa estavam questões higio-sanitárias", refere o comunicado, enquanto as outras duas unidades foram suspensas pela ERS.

Numa clínica foram detetados medicamentos não autorizados em Portugal e noutra, medicamentos fora do prazo.

Em duas unidades do grupo foi verificado o "exercício ilegal da profissão, por falta de inscrição na respetiva ordem profissional",

"Esta operação teve por base a suspeita de inobservância dos requisitos legais e regulamentares inerentes ao funcionamento dos estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde, na área da medicina dentária", explica a nota.


* VIGARENTISTAS

.

.


É TUDO BOA GENTE


video


.

.
       

HOJE NO
"A BOLA"

Bruxelas considera ilegal 
cobrança de portagens nas SCUT

A Comissão Europeia (CE) considera que a cobrança de portagens nas antigas SCUT é ilegal. Bruxelas ameaça mesmo apresentar queixa contra o Estado português no Tribunal Europeu de Justiça se não houver lugar a uma regularização da situação.

A reação da CE surge depois de uma queixa apresentada pela Câmara Municipal de Aveiro, em novembro de 2010, onde a introdução de portagens nas ex-SCUTS era apontada como «uma injustificada violação do princípio da livre circulação de pessoas e uma flagrante violação do princípio da não discriminação em razão da nacionalidade».

Bruxelas decidiu dar provimento à queixa da autarquia de Aveiro contra o Estado português no que respeita à introdução de portagens nas antigas autoestradas sem custo para os utilizadores, que atravessam o concelho, designadamente a A17, A25 e A29.



* A cobrança nas outras ex-SCUT também é ilegal


.

ONTEM NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Três clínicas dentárias 
suspensas pelo regulador

Três clínicas dentárias, nos arredores de Lisboa, foram hoje suspensas por alegadas ilegalidades e questões higio-sanitárias, informou a Entidade Reguladora de Saúde (ERS).

A atividade da Popularsenso - Clínica Medica-Dentária, em Alverca, da Entrerisos - Unipessoal, no Cacém e a da Clínica Dentária Popular de Odivelas foi suspensa.

Estas clínicas foram suspensas com "caráter imediato" no âmbito de uma ação do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) ao grupo Clínica Dentária Popular, ao qual pertencem as três clínicas, e que contou com a colaboração da ERS e da Ordem dos Médicos Dentistas.

A Clínica Dentária Popular de Odivelas foi suspensa pela Delegação de Saúde, "já que em causa estavam questões higio-sanitárias", refere o comunicado, enquanto as outras duas unidades foram suspensas pela ERS.

Numa clínica foram detetados medicamentos não autorizados em Portugal e noutra, medicamentos fora do prazo.

Em duas unidades do grupo foi verificado o "exercício ilegal da profissão, por falta de inscrição na respetiva ordem profissional",

"Esta operação teve por base a suspeita de inobservância dos requisitos legais e regulamentares inerentes ao funcionamento dos estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde, na área da medicina dentária", explica a nota.


* VIGARENTISTAS

.



Como funciona 

máquina de tatuagem




Enviado por em 15/06/2011
 
Animação 3D mostrando como funciona uma maquina de tatuagem.
Realizada para a disciplina de Design, Linguagem e Comunicação, professor Isaac Camargo, curso de especialização em Animação em Mídias Digitais - Universidade Estadual de Londrina.

.


HOJE NO
"RECORD"

Noruega vai punir jogadores 
que falarem com os árbitros

A federação norueguesa de futebol (FNF) vai criar uma nova regra que castigará os jogadores que falarem com os árbitros no decorrer dos jogos.
"Caminhamos para uma situação na qual apenas os capitães de equipa poderão conferenciar com os árbitros durante o jogo. As infrações serão punidas com cartão amarelo ou vermelho", pode ler-se numa nota colocado no site da FNF.
A nova regra foi criada no âmbito na parceria com o Centro Nobel pela Paz, denominada "Aperto de Mão Pela Paz", a qual visa "promover uma mensagem de paz na sociedade".


* Medida que deve ser adoptada em todos os países e aos treinadores que discutem as acções no campo.

.

.




26 - OOPS !!!!!!!!!!












.



HOJE NO
"JORNAL  DE NOTÍCIAS"
Mortes em excesso 
"por todas as causas" ultrapassaram 
as seis mil em duas semanas

A mortalidade em excesso "por todas as causas" atingiu na semana passada os 3.080 óbitos, aumentando para 6.110 a cifra das duas últimas semanas, revelam dados oficiais.

Em declarações à agência Lusa, Baltazar Nunes, técnico do Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), disse que na última semana, de 20 a 26 de fevereiro, a mortalidade "por todas as causas", com valores acima do esperado e observada principalmente entre idosos com 75 ou mais anos, fixou-se nos 3.080 óbitos.

Na semana anterior, de 13 a 19 de fevereiro, o número de óbitos, em idênticas circunstâncias, situou-se nos 3.030, fundamentalmente entre idosos, adiantou a fonte, ressalvando que os dados estão sujeitos a constantes alterações, uma vez que são atualizados permanentemente.

Semanalmente, todas as quintas-feiras, o INSA divulga no seu portal o boletim da gripe, com estatísticas sobre a mortalidade "por todas as causas", com valor acima do esperado.

De acordo com os dados publicados na quinta-feira, a atividade gripal passou, na semana passada, de moderada para alta, com tendência crescente.

Segundo o boletim, foram identificados, entre 20 e 26 de fevereiro, 24 casos onde foi detetado o vírus gripal do tipo A, 16 dos quais do subtipo H3. A taxa de incidência mais elevada registou-se nos idosos com 65 ou mais anos.

Na segunda-feira, o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge anunciou, em comunicado, uma investigação "em profundidade" aos motivos associados ao excesso de mortalidade, em articulação com a Direção-Geral da Saúde.

Muito embora, admitiu que o aumento da mortalidade "está muito possivelmente associado ao período de frio e à circulação de agentes infeciosos respiratórios que ocorreu em simultâneo".

O período para o "apuramento epidemiológico e estatístico mais exaustivo" dos óbitos registados é estimado pelo INSA em pelo menos seis meses, por estar "condicionado à disponibilidade da mortalidade por causa específica".

O diretor-geral da Saúde, Francisco George, informou na quinta-feira que está a ser investigada uma eventual mutação do vírus da gripe que possa explicar o aumento recente da mortalidade.

Para o responsável, os atuais valores de mortalidade são muito semelhantes àqueles que se verificaram nas épocas gripais de 2008/2009 e de 1998/1999.

Para setembro está prometido o início do registo on-line dos óbitos, permitindo o seu rápido e permanente acompanhamento, bem como das suas causas, adiantou.


* A causa é a crise, a que implica a fome, a falta de poder de compra para medicamentos, a redução de consumo energético que faz os idosos passarem frio, tudo fruto de medidas "inocentes" e bem intencionadas deste governo.


.
.


COMBATENTES DO CÉU




cenas tiradas do filme 'Les Chevaliers du Ciel'
jj


HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Governo propõe que as empresas devolvam apoios de fundos comunitários

O objectivo é restringir os apoios a fundo perdido para reduzir a "subsidiodependência", explica o Governo na proposta que apresentou à Comissão Europeia.

Os beneficiários de apoios concedidos com base em fundos comunitários devem devolver o dinheiro depois da implementação do projecto.

Esta "mudança de paradigma" é defendida pela comissão interministerial criada para encontrar soluções a nível do desemprego jovem. O objectivo é introduzir uma lógica de “retorno dos apoios concedidos” nas áreas onde hoje isso não acontece, explica o Governo.

"Tradicionalmente a utilização dos fundos provenientes da União Europeia assume-se como uma aplicação a fundo perdido. Sendo a responsabilidade social um importante elemento na estruturação da acção económica das empresas, a mesma também o é, ou pelo menos deverá ser, no plano da acção dos indivíduos", começa por explicar o relatório "Impulso Jovem", elaborado pela comissão interministerial criada na sequência da proposta de Durão Barroso.

"Desta forma, apelando a uma responsabilidade social no acesso e na utilização dos apoios públicos, promove-se uma mudança de paradigma, defendendo a introdução da lógica de retorno dos apoios concedidos, após o sucesso do projecto, nas áreas que actualmente não o contêm", acrescenta o documento.

"Trata-se, em primeira linha, de uma tentativa de combate ao fenómeno bloqueador da subsidiodependência, catalisando o real empreendedorismo, aquele que tem o apoio público para o arranque e que, após a estabilização compensa o apoio da sociedade retornando o valor a que teve acesso", justifica.

O relatório da comissão interministerial que foi elaborado para ser apresentado no Conselho Europeu prevê a reprogramação e reforço dos fundos comunitários com o objectivo de financiar um alargado leque de políticas activas de emprego e apoios às empresas. Em causa estão estágios, programas de empreendedorismo, acções de formação ou estratégias de financiamento das empresas, por exemplo.

Num dos documentos síntese do relatório pode ler-se que, para este projecto, o Governo propõe a "combinação de diferentes recursos financeiros" com o objectivo de "proporcionar um volume global de financiamento que se estima poder atingir os mil milhões de euros", nomeadamente através da realocação de fundos já existentes.


* Os maiores subsídiodependentes são as personagens amigas do poder, que desde o tempo dos ministérios de Cavaco Silva criavam empresas fantasmas, arranjavam susbídios para quaisquer negócios, que, "infelizmente" não tinham sucesso, sobrando para os infelizes subsidiodependentes carros topos de gama, moradias de luxo, etc., uma lástima.
Como lhes vão pedir o reembolso?

.
.

5 - LIXO DIGITAL




Esta série é datada de 2008  nem por isso perdeu actualidade, alguns números deste tipo de lixo pecam por defeito mas o  importante é entendermos como a tecnologia polui.
 
Temos de dar mais atenção às nossas práticas do dia a dia

j