sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

GOLF

Um homem estava a jogar golf, quando de repente se sentiu perdido...
Olha adiante e vê uma mulher a jogar e vai ao seu encontro...

- Bom dia! Pode ajudar-me? Não sei qual o buraco em que estou...
- O senhor está um buraco atrás do meu. Eu estou no 7 e o senhor está no 6.
O homem agradeceu e continuou o seu jogo. Algumas horas depois, sentiu- se novamente perdido.
Viu a mesma mulher e perguntou já envergonhado.

- Desculpe incomodá-la, perdi- me novamente.
Pode-me dizer em que buraco estou agora?
- O senhor está um buraco atrás de mim, eu estou no 14 e o senhor está no 13.
Novamente agradeceu à mulher a gentileza e continuou o seu jogo.

Quando acabou o jogo, encontrou a mulher no bar do clube.
Foi na sua direção e perguntou se poderia convidá-la a tomar algo em agradecimento por o ter ajudado. Ela aceitou e começaram a conversar animadamente, quando perguntou o que ela fazia para viver.
- Trabalho em vendas.
- É mesmo? eu também!
- E o que vende? Perguntou o homem.
Ela sentiu- se envergonhada e depois de muita insistência, dispôs-se a contar-lhe, se ele prometesse não rir. Ele prometeu não fazê-lo...
- Vendo tampões higiénicos.
Ele imediatamente soltou uma gargalhada que chamou a atenção de todos os presentes; então brava ela disse:
- Você prometeu não rir!
- Como não vou rir? Sou vendedor de papel higiênico... Continuo um buraco atrás de você!!! 


.m


FORAM TRABALHAR NUM LINDO ESTADO







.
 

ABSOLUTAMENTE....

 "O que distingue os homens das  mulheres, é que os homens têm sempre o mesmo pénis entre as  pernas"

.

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA 
DE LEUCEMIAS E LINFOMAS




Inscreva-se como sóci@ da APLL por apenas € 5/ano. As verbas que recolhidas através dos novos sócios ou donativos revertem integralmente a favor dos doentes: oferecemos pijamas, uma vez que o tratamento de quimio e radioterapia os leva a transpirar imenso, pelo que têm de trocar de pijama várias vezes ao dia; oferecemos um plafond de 200/250 euros/mês, conforme o caso, para compra de medicamentos em farmácia por doentes carênciados, que permitam complementar o tratamento ambulatório - estes casos são analisados pela assistente social do IPO do Porto e remetidos para a APLL.

Dadores de Sangue

As colheitas de sangue podem salvar vidas. Os doentes sujeitos a tratamentos de quimio, rádio e imunoterapia precisam, muitas vezes, de transfusões de sangue aquando do tratamento.

Dadores de Medula

O registo como dador de medula óssea não traz benefícios directos ao dador. No caso de se encontrar um dador compatível com um doente que precise de transplante, o dador poderá, ou não avançar com o processo de dádiva. Nos dias de hoje, o processo é extremamente simples e indolor, podendo ajudar a salvar uma vida.

Associação Portuguesa 
de Leucemias e Linfomas
Clinica Oncohematologia
R. Dr. António Bernardino de Almeida,
4200-072 Porto
Tel. 225 084 000 - ext. 3100 | 93 440 50 12
E-mail: geral@apll.org

Associação Portuguesa Contra a Leucemia
Rua D. Pedro V - nº 128
1250-095 Lisboa
Tel: 213 422 204/05
Fax: 213 422 206
E-mail: apcl@contraleucemia.org | 
Web: http://www.contraleucemia.org

CEDACE – Registo Português 
de Dadores de Medula Óssea
Centro de Histocompatibilidade do Norte
Pavilhão "Maria Fernanda"
R. Dr. Roberto Frias
4200-467 Porto
Tel: 225 573 470
Fax: 225 501 101


.

De MOÇAMBIQUE
clique 2xs para ler bem


.
 FAIR PLAY



Jorge Jesus "online" com Artur durante o Benfica-Sporting 
de 26 de Novembro de 2011.



.




HOJE NO
"A BOLA"

Mourinho confirma ter feito espera ao árbitro do clássico com o Barcelona

O treinador português do Real Madrid confirmou esta sexta-feira que esperou no parque de estacionamento pelo árbitro Teixeira Vitienes no final do último clássico do futebol espanhol, disputado em Barcelona.

«Em função do que aconteceu fui muito educado com Teixeira Vitienes e estive muito tranquilo», disse esta sexta-feira José Mourinho, questionado sobre o episódio ocorrido na segunda mão dos quartos-de-final da Taça do Rei.

Na altura, o diário catalão Mundo Deportivo deu a conhecer a notícia, revelando também que o treinador português chamou artista ao árbitro.


* Há arbitros artistas, primas donas, que de quando em vez têm de ouvir a voz da indignação.

.
.
ERICA FRENKEL 

A máquina de anestesia universal



E se você estivesse numa cirurgia e a energia acabasse? Sem luz, sem oxigênio -- e sua anestesia para de fluir. Isso acontece constantemente em hospitais no mundo todo, transformando procedimentos de rotina em tragédias. Erica Frenkel demonstra uma solução: a máquina de anestesia universal.

.



HOJE NO
"PÚBLICO"

Madeira
Relação confirma absolvição de ex-líder do PS acusado de difamar Jardim

O Tribunal da Relação de Lisboa confirmou “integralmente” a sentença proferida pelo Tribunal Judicial do Funchal que ilibou o ex-líder socialista João Carlos Gouveia do crime de difamação.

“Nada há a censurar à sentença recorrida quando conclui pela inexistência de ilicitude na conduta” de João Carlos Gouveia, concluíram os juízes da Relação sobre o veredicto do Tribunal do Funchal que também o absolveu do pedido de indemnização de 35 mil euros exigida pelo presidente do governo regional da Madeira. O ex-líder do PS era acusado de crime de difamação por ter declarado em 2009 que o governante "usa meios ilícitos e fomenta a corrupção com o único objectivo de ganhar eleições", "tem horror ao trabalho e passa a vida a viajar".

Para decretar a improcedência da acção, entendeu o Tribunal do Funchal em sentença proferida em Abril de 2011 que “se não verifica ilicitude uma vez que, atendendo ao contexto situacional em que foram proferidas e à sua proporcionalidade com a truculência habitualmente utilizada pelo autor [Jardim] no seu discurso político, as afirmações produzidas correspondem ao exercício legitimo da liberdade de expressão que, na actividade politica e relativamente aos titulares de cargos públicos, toma lícita a emissão de juízos de valor, ainda que lesivos do bom nome de terceiros”.

O Tribunal da Relação concluiu que as afirmações produzidas por Gouveia, enquanto apreciação de uma actuação como agente politico, “constituem juízo de valor, referendo-se às consequências daquela actuação, sem contudo, fazer imputação da prática de actos concretos”. O ex-líder do PS “limita-se a afirmar que a actuação do autor [Jardim] promove a corrupção, não podendo daqui extrair-se a imputação de um concreto acto de corrupção”, frisa o acórdão de 14 de Fevereiro. E, acrescenta, “os juízos formulados não surgem como absolutamente desprovidos de base factual, mas antes numa implicação, quanto ao seu contrário, à tenaz oposição do partido do autor a qualquer iniciativa parlamentar destinada a combater a corrupção, e, quanto à sua forma, ao estilo truculento e provocatório utilizado pelo autor nas situações descritas no elenco factual fixado”.

O ex-deputado do PS demonstrou em tribunal que Jardim "utiliza regularmente termos e expressões violentas, contundentes, polémicos e chocantes". A defesa, conduzida por Francisco Teixeira da Mota, lembrou ainda que todas as tentativas na assembleia regional para criar comissões para investigar casos de corrupção têm sido derrotadas pelo PSD, que também tem inviabilizado a criação de um regime de impedimentos e incompatibilidades, idêntico ao da AR, com vista a dificultar situações de corrupção.

A Relação reconheceu que o teor das declarações de Gouveia constitui uma resposta política à actuação, também politica, de Jardim. Ou seja, “o contexto situacional em causa é o jogo político, protagonizado pelo líder da oposição e pelo chefe do governo e do partido dominante, em ano eleitoral”. As afirmações de Gouveia, acrescenta a Relação, “constituem, fundamentalmente, uma apreciação embora negativa, da actuação politica do autor enquanto chefe do governo e do PSD-Madeira, que é, manifestamente, de relevante interesse público”. E, acrescenta, “essa apreciação toca em particular o tema da qualidade da democracia tal como protagonizada pelo partido dominante naquela Região Autónoma, tema esse que estava na agenda politica do momento (e que, ainda hoje, continua bem presente no debate politico”.

“Pela importância fundamental que tem como garante de uma sociedade democrática, se tem por aceitável que o livre debate de ideias que ela pressupõe que se faça com vivacidade e empenho, propiciadoras de imoderação e de alguma fulanização, não ocorrendo, nessas circunstâncias violação de direitos de personalidade dos respectivos actores”, frisam os juízes da Relação. Até porque, acrescentam, por um lado,”sendo a participação nesse jogo voluntária, aceitaram essa circunstância dado não poderem ignorar, ser da essência da sociedade democrática o escrutínio público dos dirigentes políticos”, e, por outro lado, “faz parte das ´regras do jogo´ a capacidade de lidar com a acutilância do debate político democrático”.Em 2006 Gouveia fez uma intervenção na assembleia regional a propósito da relação promíscua entre o coordenador do Ministério Público da região e o poder político face aos fenómenos de corrupção, tendo mesmo entregue um dossier ao procurador-geral da República. O PSD, em resposta, aprovou um requerimento a pedir um exame às faculdades mentais do deputado. Por ter classificado de "garotada" esta iniciativa, Virgílio Pereira foi afastado por Jardim da vice-presidência do partido.


* O "Soba do Caruncho" levou nas lonas...

.
.


19 - GRAMÁTICA DA 
LÍNGUA PORTUGUESA




Se estudou convenientemente gramática pode revê-la nesta série, se não aprendeu nunca é tarde para o fazer, os episódios anteriores foram editados nas sextas-feiras precedentes sempre às 21h00.

.


O FRIO ESTÁ A APERTAR
ATÉ TERÇA 21/02
mínimas de -4 e -5  graus
DIAS "GELADOS"






HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Mortes aumentam com frio

Morreram mais pessoas na última semana em Portugal do que em igual período de 2011. O frio é uma das causas para o aumento das mortes, mas a gripe também é responsável pelos óbitos, segundo o último relatório da vigilância da gripe do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA).

De acordo com os dados do INSA, morreram na última semana cerca de 2800 pessoas. Na mesma semana de 2011, os óbitos registados foram cerca de 2600.

Mário Jorge Rêgo, presidente da Associação Portuguesa dos Médicos de Saúde Pública, afirma ao CM que "o frio é responsável por muitas mortes" em idosos e doentes crónicos e, por isso, aumentam os enfartes de coração, os acidentes vasculares cerebrais e agravam-se as doenças do fígado e do rim. As baixas temperaturas são ainda responsáveis por mortes por intoxicação de monóxido de carbono, devido a lareiras, e aos acidentes de viação, devido ao gelo que se forma na estrada. Quando regressar a chuva, é previsível que ocorram pneumonias e aumentem as mortes devido à infecção pelo vírus da gripe.


* Uma boa notícia, "o governo não é culpado pelo frio" proteja-se, porque além do governo tem de enfrentar mais este obstáculo.

.

JOÃO CARDOSO ROSAS



E se o PS…

A mobilização popular contra a austeridade em Portugal não é comparável com o que se passa na Grécia, sendo entre nós muito mais formal e disciplinada.

Isso deve-se ao facto de a esquerda portuguesa e o sindicalismo terem afastado há muito as tendências anarquistas e mesmo as correntes mais esquerdistas, substituídas pelo centralismo organizativo do PCP e da CGTP. No entanto, à medida que aquilo que o Governo pensa ser o combate à crise agrava a crise, como na Grécia, algo pode estar a mudar na mobilização popular em Portugal.

Parece haver cada vez mais pessoas da classe média e que não pertencem às áreas tradicionalmente convocadas pela esquerda centralista que começam agora a participar nas manifestações de rua. Se assim for, estas manifestações tenderão a ser menos politizadas e a transformar-se numa válvula de escape para a raiva e a revolta, ou num suplemento de alma para o desânimo e a depressão. Mas os novos indignados terá de acabar por ser politicamente mobilizados e cabe ao Partido Socialista fazê-lo.

Tal não tem acontecido devido à posição marcadamente pró-governamental do PS e da UGT. Note-se que, hoje em dia, são elementos afectos ao Governo quem mais elogia o comportamento "moderado" e "responsável" dos Socialistas e da UGT. Pelo contrário, são outros na direita - incluindo o Presidente da República, mas não só - quem tem criticado o Governo e as suas políticas com maior contundência. No entanto, as coisas podem mudar do lado do PS e da sua área de influência.

Em primeiro lugar, António José Seguro recordou numa entrevista recente que não foi ele quem assinou o memorando de entendimento. Isso é certamente um sinal de que a actual direcção do PS pode começar a distanciar-se do passado recente do partido. Na verdade, é inteiramente justo que o faça. O Estado português deve respeitar os seus compromissos. Mas a nova direcção de um partido não é refém das direcções anteriores. São coisas diferentes.

Em segundo lugar, aproxima-se o momento em que será público que o programa português, tal como o grego, não resultou e que será necessário novo programa. Nesta fase, o PS fica de mãos livres, na medida em que poderá dizer - o que é verdade - que sempre discordou do modo como o memorando foi aplicado (o "ir além da ‘troika'", o contrabando ideológico por debaixo da desculpa do memorando, etc.) e que avisou em devido tempo para os efeitos do excesso de austeridade.

Livre em relação ao seu passado, o PS pode optar por rejeitar novas medidas de austeridade, por favorecer uma renegociação da dívida, por formar assim uma verdadeira alternativa ao Governo, mobilizando os novos indignados e acabando com a sua orfandade política. Se o PS despertar, a política portuguesa tremerá.



IN "DIÁRIO ECONÓMICO"
15/02/12

.



HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Igreja
”A mulher deve ficar em casa”

“O trabalho da mulher a tempo completo, creio que não é útil ao país”, afirmou o novo cardeal português da Igreja Católica que a partir de amanhã será candidato a papa.

D. Manuel Monteiro de Castro, o novo cardeal da Igreja Católica que a partir de amanhã será candidato a papa, defendeu hoje em duas entrevistas que “o maior problema de Portugal” é o “pouco apoio que o Estado dá à família”. “A mulher deve poder ficar em casa, ou, se trabalhar fora, num horário reduzido, de maneira que possa aplicar-se naquilo em que a sua função é essencial, que é a educação dos filhos”, afirmou em entrevista ao Correio da Manhã.

“O trabalho da mulher a tempo completo, creio que não é útil ao país”, afirmou mesmo cardeal católico - um dos 22 novos cardeais aos quais Bento XVI vai entregar, neste sábado, os anéis e os barretes cardinalícios - também hoje numa outra entrevista desta vez ao Jornal de Notícias. “Se a mãe tem de trabalhar pela manhã e pela noite e depois chega a casa e o marido quer falar com ela e não tem com quem falar… Isto é, uma família bem organizada é uma base fundamental para um país”, acrescenta.

“Trabalhar em casa sim, mas que tenham de trabalhar de manhã até à noite, creio que para um país é negativo. A melhor formadora é a mãe, e se a mãe não tem tempo para respirar como vai ter tempo para formar”, questiona D. Manuel Monteiro de Castro em declarações ao JN acrescentando que “a mulher perdeu muito do valor que tinha. Tem muito valor num sentido mas noutro… Um país depende muito, muito das mães, pois é ela que forma os filhos. Não há melhor educadora que a mãe”.


* - Oh sr. Cardeal, precisa de se casar, partilhar as tarefas domésticas com a mulher e ser homem sem ser macho. Nós sabemos que o sr. prefere usar a bijuteria da igreja, "abençoar, dizer umas missas e outras patacuadas, do que se assumir como membro duma família laica. 
Com as suas palavrinhas beatificadas quer dizer que a mulher deve ficar no patamar de "sopeira chefe" para deixar no homem a condução da sua vida, estamos no sec XXI, terá o senhor hibernado, trate-se.


.
.



3-OS MONTES URAIS



(RÚSSIA SELVAGEM)




Os Montes Urais são uma cordilheira de montanhas na Rússia que normalmente definem a fronteira entre a Europa e a Ásia.
Das estepes cazaques ao longo da fronteira norte do Cazaquistão até à costa do oceano Ártico. A ilha de Nova Zembla forma uma continuação da cordilheira. Geograficamente, esta cadeia de montanhas marca a fronteira (arbitrária) entre os continentes europeu e asiático, sendo assim entre os países ocidentais e orientais. Seu ponto culminante é o monte Naroda (Poznurr, 1895 m). A erosão expôs uma riqueza considerável em minerais nos Urais, entre os quais o topázio e o berílio. As florestas Komi nos Urais do norte são protegidas como Patrimônio Mundial.
Os Urais estão entre as cordilheiras mais antigas do mundo, tendo-se formado no final do período Carbonífero, quando um continente composto principalmente pela Sibéria colidiu com o supercontinente que continha a maior parte da terra na época : a combinação da Laurásia (Europa e América do Norte) e Gondwana. Europa e Sibéria permaneceram juntas desde então.
Os geógrafos dividiram os Urais em cinco regiões: Sul, Central, Norte, Subártico e Urais Árticos.

.


HOJE NO
" O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Desde os seis aos 15 anos de idade
Cada aluno custa 46 mil euros a Portugal

Portugal gasta cerca de 46 mil euros com a educação de um aluno dos seis aos 15 anos de idade, segundo um relatório da OCDE, ontem, divulgado, com dados do PISA de 2009, programa internacional de avaliação de alunos. No topo da tabela de investimento está o Luxemburgo, com quase 123.200 euros, no entanto, com um nível de aproveitamento inferior na aprendizagem de matemática e ciência. Portugal atinge quase 500 pontos na tabela de literacia, enquanto o Luxemburgo se fica pelos 475 pontos. Os melhores resultados escolares são obtidos por Xangai-China - acima dos 550 pontos - e um investimento pouco superior a 40 mil euros no percurso escolar em análise.
O relatório diz que a riqueza nacional ou maiores investimentos em educação não garantem uma melhor prestação. 'Entre as economias desenvolvidas, o montante gasto em educação é menos importante do que a forma como esses recursos são usados', lê-se no texto.
Os autores exemplificam que países que gastam mais de 100 mil dólares por estudante dos seis aos 15 anos, como o Luxemburgo, a Noruega, a Suíça e os EUA, demonstram níveis de desempenho similares a países que gastam menos de metade desse montante por estudante, como a Estónia, a Hungria e a Polónia. A principal conclusão é que o dinheiro por si só 'não pode comprar um bom sistema de educação',
'Ao nível dos países, o PISA descobriu que o tamanho das turmas não está relacionado com os sistemas escolares mais bem posicionados', dizem os relatores. Os sistemas com melhores prestações no PISA 'acreditam que todos os estudantes podem alcançar', resultados e dão-lhes oportunidade para lá chegar.


* Como diz a peça muito dinheiro não significa qualidade. Atente-se à relação qualidade/preço de Xangai, cidade que só tem 50 universidades, é obra.


.
.

OS 50 MELHORES DE 2011
(PARA A ROLLING STONE)


41– LITTLE DRAGON
RITUAL  UNION
RITUAL UNION




LISTAGEM DE FAIXAS

All songs written by Little Dragon.

"Ritual Union" – 3:30
"Little Man" – 2:41
"Brush the Heat" – 4:10
"Shuffle a Dream" – 2:58
"Please Turn" – 3:34
"Crystalfilm" – 4:49
"Precious" – 3:51
"Nightlight" – 3:25
"Summertearz" – 3:50
"When I Go Out" – 5:59
"Seconds" – 4:30

INTÉRPRETES

Yukimi Nagano
Erik Bodin
Fredrik Källgren Wallin
Arild Werling
Håkan Wirenstrand

.


HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
Droga
Assembleia aprova ilegalizaçao da "miau-miau"

A Assembleia da República aprovou hoje por unanimidade a ilegalização da mefedrona - uma substância sintética usada como droga e conhecida por 'miau-miau'-, que passa a figurar na lista de substâncias controladas.

O plenário aprovou projetos do PSD e CDS-PP que colocam a mefedrona - uma catinona sintética vendida conhecida como 'miau-miau' - e o tapendatol - um opiáceo - na lista das substâncias sobre as quais incide o regime jurídico do tráfico e consumo de estupefacientes, que é assim alterado pata as incluir.

A mefedrona, vendida na Europa desde 2007 e também disponível em lojas em Portugal como "fertilizante vegetal", é uma substância estimulante com efeitos semelhantes às anfetaminas, cocaína e ecstasy.

Já foi proibida em vários países europeus, com as autoridades de saúde a alertarem para os riscos do seu uso, desde problemas cardíacos a depressão, perda de memória ou problemas neurológicos.

O tapendatol é um analgésico cujo uso acarreta riscos de abuso e utilização ilícita.

O Instituto Português da Droga e da Toxicodependência já tinha pedido ao Ministério da Saúde que desencadeasse o processo legislativo para proibir a produção e comercialização desta substância.

O Relatório Anual sobre a Situação do País em Matéria de Drogas e Toxicodependência 2010 revela que o consumo de drogas nas populações escolares, que vinha a aumentar desde os anos 90 e tinha diminuído pela primeira vez em 2006 e 2007, voltou a aumentar em 2010.

Uma das razoes apontadas para esta situação são as 'smartshops', que induzem nos jovens "uma falsa perceção de nulo ou baixo risco do consumo dessas 'drogas legais', que apontam para um expetável agravamento do problema das dependências nas camadas mais jovens", sublinha o relatório.

* Saudemos esta unanimidade para acabar com a atitude preversa de vários empresários sem escrúpulos, que abriram recentemente lojas onde promoviam o consumo destas drogas agora ilegalizadas.


.
.

TESTE DO SOUTIEN,
UM HERÓICO SERVIÇO PARA A HUMANIDADADE





.



HOJE NO
"RECORD"

Armindo Araújo: 
«Podem contar com o máximo empenho»

Cumpridas as duas primeiras provas do Mundial de Ralis (WRC) e confirmado o estatuto oficial da equipa Mini Portugal, Armindo Araújo e Miguel Ramalho apresentaram ontem o projeto para a temporada de 2012 e que estabelece a presença em todas as provas do calendário deste ano. “Podem contar com o máximo empenho e muito trabalho”, garantiu o piloto de Santo Tirso durante uma apresentação que contou com os patrocinadores da WRC Team Mini Portugal.

Araújo lembrou que esta equipa “não tem” orçamento tão elevado como as formações de topo – Ford e Citroën –, mas sublinhou que “existem as condições mínimas” para fazer bom trabalho. Os resultados, esses, não vão implicar qualquer pressão extra, só porque há agora um estatuto diferente do anterior.


* Uma dupla de proveitoso trabalho.

.

Tatuagem especial



Uma tatuagem efectua sobre reconstituição mamária bilateral após mastectomia, para disfarce de cicatrizes.

.



HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Comandante da PSP acusado de abandonar rapaz que tentou suicidar-se

O sub-comissário da PSP de Mirandela foi alvo de uma queixa apresentada pela mãe de um jovem que se fechou no quarto com uma faca ameaçando suicidar-se. Ana Paula acusa o comandante de ter utilizado gás pimenta para tentar forçar a saída do filho e depois abandonar a casa sem verificar qual o estado em que ficou o rapaz.

O caso remonta a 15 de Janeiro. A meio da tarde, Ana Paula solicitou colaboração policial porque o filho David, de 17 anos, tinha-se fechado no quarto, munido de uma faca, tendo colocado uma cómoda atrás da porta e atravessado a cama, alegando que pretendia suicidar-se.

Poucos minutos depois, chegam dois agentes da PSP que, apesar de diversas tentativas de diálogo com o jovem, não tiveram sucesso e solicitaram apoio ao comandante da esquadra.

Rui de Carvalho tentou de diversas formas demover o David das suas intenções, mas também não teve êxito. Cerca de uma hora depois, o jovem envia uma mensagem, via telemóvel, para o irmão, que também se encontrava em casa, a pedir um cigarro. "Nessa altura, o comandante mandou o irmão dizer ao David que só lhe dava o cigarro em troca da faca, mas ele recusou a proposta", refere a mãe.

Mais tarde, o sub-comissário terá dito ao irmão para avisar o jovem que lhe seria concedido o cigarro. "O David abriu uma frincha da porta, prontamente aproveitada para o comandante lançar gás pimenta para o interior do quarto, provocando uma reacção completamente desequilibrada do meu filho", conta Ana Paula.

Esta actuação deixou indignada a mãe do David, porque considera que poderia ter sido o atear de uma tragédia. "O comandante não agiu da melhor forma porque o meu filho ficou de tal forma alterado que como deu uma facada na porta também podia ter-se esfaqueado a ele próprio", lamenta a mãe do David.

Mais indignada ficou quando o comandante da PSP ordenou a todos os agentes presentes para abandonarem a residência daquela família, ainda com o jovem no interior do quarto munido da faca. "Nem sequer se preocupou em deixar um agente a vigiar nem tão pouco em que estado estava o meu filho depois de ter levado com o gás pimenta", acrescenta.

No entanto, cerca de meia hora depois, o pai do David conseguiu convencer o filho a entregar a faca e alguns minutos depois saiu do quarto. "Ainda tentei que fosse à urgência, mas ele não quis e também não insisti para não causar mais problemas", afirma Ana Paula que ainda nessa noite foi à esquadra a pedir explicações ao comandante por ter abandonado o local, mas não conseguiu obter resposta.

Posteriormente, a mãe do David escreveu no livro de reclamações da esquadra, onde elogia os vários agentes que estiveram na sua residência, mas criticando a prestação do comandante.

Para além disso, Ana Paula fez uma participação ao Ministério Público acusando Rui de Carvalho de ter lançado gás pimenta e depois abandonar o seu filho. "O comandante distrital já me pediu desculpas pelo sucedido, mas quem o devia fazer era o comandante de Mirandela", conclui.

PSP considera que agiu em conformidade

Confrontado com esta acusação, Rui de Carvalho remeteu esclarecimentos para o comandante distrital de Bragança. Amândio Correia começa por referir que compreende a complexidade do caso, dado que se trata de um problema familiar delicado.

No entanto, considera que os agentes e o comandante "actuaram de forma aconselhável tendo em conta as circunstâncias que se lhe apresentaram no local porque a PSP não pode dirimir conflitos de natureza privada, entre portas", afirma.

O comandante distrital reconhece que a utilização do gás "não surtiu o efeito desejado, talvez tenha sido contraproducente, mas foi a solução que, no momento, pareceu poder ser útil e eficaz", diz.

Quanto à ordem para os agentes abandonarem o local, Amândio Correia afirma mesmo ter sido ele a dar essa indicação ao comandante de Mirandela, após saber que o David colocou como condição para sair do quarto que a PSP abandonasse a residência", explica.

Quanto ao pedido de desculpas que Ana Paula atribuiu a Amândio Correia, o comandante distrital confirma que o fez, por telefone. "Apenas pedi desculpa pela eventual falta de simpatia que o comandante de Mirandela terá tido quando recebeu esta mãe, mesmo sem saber se terá sido assim", conclui.


* A inserção desta notícia deve-se a dois factos:
1- Os portugueses têm uma facilidade tremenda em incriminar fardas, é fácil e se a comunicação social ainda faz eco melhor ainda, esta mamã heroína passa a ser a maior lá da paróquia e, coitadinha ou desinfeliz...mas veio nos jornais.
2- O "puto" fuma, tem pais democratas que fornecem "pregos" para o caixão do suícidário, grandes educadores...
Vão bugiar, que apesar de ser um dever da polícia indagar estas mariquices, deviam ser presos por estarem a desviar agentes de outras acções para tomarem conta duma ocorrência da treta.

.
.


24 - OOPS !!!!!!!!!!









c



HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Presidente da Alemanha 
anuncia a sua demissão
O presidente alemão, Christian Wulff, já anunciou
 a sua demissão, com efeitos a partir de hoje.

O Ministério Público de Hannover, no norte da Alemanha, pediu na quinta-feira o levantamento da imunidade de Wulff devido a suspeitas de prevaricações.

Hoje o responsável avançou com a demissão.
Em causa alegados favores que o responsável terá feito, enquanto presidente da região da Baixa Saxónia, entre 2003 e 2010.

Christian Wulff já negou as acusações de que está a ser alvo, mas acabou por se demitir depois de ter sido bastante pressionado.


* Algo que nos diferencia dos alemães para pior. Políticos, arguidos e a desempenhar cargos públicos não se demitem, antes continuam na sem-vergonhice neste país. Lembramo-nos longinquamente de Jorge Coelho, quando do acidente de Entre-os-Rios, se ter demitido por ser o ministro da tutela.
Desejamos que o ex-presidente alemão prove a sua inocência.

.
CROMOTERAPIA


BRANCO







cc


HOJE NO
"DESTAK"

Cultivo de cereais em mínimos históricos

As áreas cultivadas com cereais de outono/inverno atingiram um mínimo histórico no final de janeiro, na sequência dos baixos preços pagos aos produtores e do tempo seco que está também a afetar as pastagens, revelou o INE.
As previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que a ausência prolongada de chuva e o acentuado arrefecimento noturno têm prejudicado o desenvolvimento dos prados, pastagens e culturas forrageiros, que já não garantem integralmente a alimentação do gado.

"Observa-se, assim, um aumento gradual do consumo de palhas, fenos, silagens e rações industriais", adianta o documento.


* Não culpem o tempo, mas "extermínio" da agricultura perpretada a partir do 1º governo de Cavaco Silva para garantir as esmolas europeias que nos conduziram à penúria.


.
.

4 - LIXO DIGITAL





Esta série é datada de 2008  nem por isso perdeu actualidade, alguns números deste tipo de lixo pecam por defeito mas o  importante é entendermos como a tecnologia polui.
Temos de dar mais atenção às nossas práticas do dia a dia

CC


HOJE NO
"i"

 Portugal. 
Há 885 novos desempregados por dia
Desemprego jovem disparou 61% em 2011, quando em todo o período entre 2002 e o final de 2010, cresceu 29%

A troika em Setembro passado avançava com perspectivas pessimistas: Portugal atingirá uma taxa de desemprego oficial de 13,5% ao longo de 2013, valor que seria o pico deste flagelo no país. O governo, na mesma altura, dizia que não. Vítor Gaspar não admitia um cenário tão grave, antecipando “só” um pico no desemprego de 13,3% e ao longo deste ano, depois tudo melhoraria ao longo do ano seguinte. Ambos estavam completamente enganados.

No final de 2011, o desemprego oficial bateu os recordes e chegou a 14%, fruto de um salto trimestral nunca antes visto: mais 1,6 pontos. E a tendência, como se antecipa nas previsões do governo e da troika, é piorar.

Mas mais do que números, falemos de pessoas. O que quer dizer um salto de 1,6 pontos percentuais no desemprego entre Outubro e Dezembro de 2011?

Este valor significa que em três meses mais de 81 mil residentes em Portugal ficaram sem emprego, qualquer coisa como 885 pessoas por dia em todos os 92 dias de Outubro a Dezembro, úteis ou não. No final de Dezembro, segundo dados divulgados ontem pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) havia 771 mil desempregados em Portugal. Em Outubro eram 689,6 mil.

Enquanto isso, a Alemanha bateu o recorde de pessoas empregadas desde a reunificação do país, com 41,6 milhões de trabalhadores em finais de 2011, mais 560 mil. Dados também ontem divulgados.

jovens pagam crise Olhando para os valores desagregados do desemprego português, fica notório que é a faixa etária entre os 15 e os 24 anos que mais está a sofrer com a crise. Só ao longo de 2011 esta taxa subiu 13 pontos percentuais, de 22,4% de Dezembro de 2010 para os 35,4% em Dezembro de 2011. Este salto de 13 pontos no desemprego jovem é mesmo maior que o salto acumulado registado nos nove anos entre 2002 e 2010, período em que o desemprego entre os 15 e os 24 anos passou de 10,5% (Março de 2002) para 22,4% (Dezembro de 2010).

No final de 2011, Portugal contava assim como 156,4 mil jovens sem emprego, mais 18 mil que em Outubro do mesmo ano e mais 61 mil que no final de 2010. Se alongarmos a comparação, ainda que com a ressalva de que o INE alterou os seus métodos de cálculo do desemprego no início de 2011, nota-se o seguinte: de Março de 2002 a Dezembro de 2010, o total de jovens desempregados cresceu 29,2%, de 73,9 mil para 95,5 mil. Já só entre Janeiro a Dezembro de 2011 o total de jovens desempregados cresceu quase 61%, de 95,5 mil para 156,4 mil.

Desemprego não oficial: 22,6% Mas o cenário real é bem mais gravoso do que aquele que a taxa de desemprego oficial mostra. Juntando aos 771 mil desempregados – valor refere-se às pessoas sem emprego que durante o período do inquérito procuraram trabalho –, os inactivos disponíveis ou desencorajados – que não procuraram emprego –, e os trabalhadores a tempo parcial, o total chega a 1,24 milhões de pessoas sem emprego ou sem emprego a full-time. Um número que corresponde a uma taxa de desemprego ajustada de 22,6%..


*  Um milhão e 240 mil piegas, no parecer do sr Primeiro-ministro.


.