quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

SAFA...










.

PEDRO OSÓRIO




.


PEDRO OSÓRIO

Estamos a dzer adeus a um homem a quem Portugal muito deve.
A notícia foi um choque tremendo, embora inevitável. O Pedro era acima de tudo um Bom Homem. Um construtor de sonhos através da música e das palavras. Culto e simples, defensor de causas e insubornável.
Em milhões de pautas escreveu o país, sonorizou-o, acordes mágicos que percorreram o mundo.
Todos lhe devemos muito, anónimamente. 

.

Lá tomates ele tem…





Mas...
também pode ser alvo de vingança…
É que os políticos são mesmo poderosos

ODEIE-OS!



.
.

1.DE UM SÉCULO AO OUTRO







































.


HOJE NO
"DESTAK"

Leite

A Associação Nacional de Produtores de Leite e Carne (APLC) denunciou a alegada prática de 'dumping' nos preços do leite praticada pelos hipermercados Continente ao Comissário Europeu da Concorrência.

Numa carta endereçada a Joaquín Almunia, a APLC contesta a campanha de venda de leite espanhol ao consumidor ao preço de 13 cêntimos por litro, "muito abaixo dos custos de produção em qualquer país europeu", e pede ao comissário que esclareça a situação.

A APLC tem dúvidas "sobre se não poderá ser este um caso de 'dumping' no setor da produção de leite, que terá como objetivo final a eliminação da capacidade competitiva dos produtores de leite portugueses".


* - Oh senhores vaqueiros, desconheciam que a SONAE é uma grande pecu(l)ária? A verdadeira teta não é a da vaca, a verdadeira teta é a que tem desconto em cartão!


.

PIANISTA


video


.


HOJE NO
"i"

Famílias de classe média já não têm dinheiro para dar de comer aos filhos
Presidente da CNAF diz que tem recebido “centenas”
de pedidos de ajuda de casais em dificuldades

A Confederação Nacional das Associações de Família (CNAF) entregou ontem ao governo um documento em que reivindica uma mudança de mentalidades nas políticas de apoio do Estado às famílias. “Espero que não continuemos a falar no Estado social mas que passemos a falar na família social, isto é, na política que torna as famílias protagonistas do Estado social”, diz ao i a presidente da CNAF, Teresa Costa Macedo.

Segundo a responsável, têm chegado à confederação “centenas de pedidos de auxílio de famílias, muitas das quais de classe média baixa”, que deixaram de ter dinheiro para dar de comer aos filhos, por causa do despedimento de um ou de ambos os elementos do casal. “As autarquias estão a tentar colmatar este défice, o da alimentação das crianças”, sublinhou, admitindo contudo que “há casos onde isso não acontece. “Há muitos pais que não comem convenientemente para dar uma alimentação minimamente saudável aos filhos”, lamenta a presidente.

Os pedidos de auxílio vêm da parte das próprias famílias que estão a sofrer o desemprego e que já não recebem o rendimento mínimo de reinserção social. A CNAF reencaminha-os para a Segurança Social, diz Teresa Costa Macedo, lamentando que “as respostas, muitas vezes, não regressem”.

No documento ontem entregue ao governo, a CNAF reivindica a criação de um conselho consultivo das famílias, a redefinição da política fiscal e uma legislação laboral mais adequada às exigências familiares. As propostas foram entregues ao ministro da Solidariedade e Segurança Social pelas mãos da presidente, no dia em que Pedro Mota Soares visitou as instalações da confederação.

Durante a visita, o ministro garantiu que o governo definiu as famílias como uma das suas “prioridades” e reafirmou uma série de medidas, entre as quais a majoração dos apoios em 10% para casais que estejam ambos no desemprego e tenham filhos a cargo. Mota Soares afirmou que o governo vai trabalhar para, no médio prazo, “ter um sistema fiscal mais simples, com menos taxas, escalões e deduções e, sobretudo, mais amigo das famílias”.

O ministro acrescentou, contudo, estar consciente de que estas medidas não podem ser tomadas já, durante o período de ajuda financeira externa, e destacou a importância que as creches assumem para a “efectiva conciliação” entre a vida familiar e profissional das famílias, proporcionando à criança um espaço de “socialização e de desenvolvimento geral”.

Mota Soares afirmou ainda que o governo prevê a criação de 20 mil novas vagas nas creches e considerou que isto será “fundamental para o fortalecimento das famílias” em Portugal.

O responsável considera que o sobreendividamento das famílias, a par do desemprego, são duas das causas que mais contribuem para os “novos fenómenos de exclusão”.

No mesmo documento entregue ao governo, a CNAF defende a necessidade de mais apoios fiscais para as famílias que acolhem idosos, por não terem resposta ao nível dos equipamentos sociais. A redefinição da política fiscal e uma legislação laboral mais adequada às exigências familiares são outras reivindicações da Confederação. A CNAF pede um reforço da “política de família de carácter global e integrado, que contrarie medidas avulsas e inconsequentes” e reivindica ainda que o diálogo entre o governo e as associações representativas das famílias seja “mais sistemático”.

Por outro lado, a confederação apela também a uma redefinição das políticas fiscais. “De modo a serem eliminadas todas as situações que resultem na falta de neutralidade do tratamento tributário do cidadão”, justifica a responsável, que pede que seja executada a legislação sobre a liberdade de ensino.

Nesta matéria, a CNAF sugere que seja estimulada a cooperação entre o Estado e os pais na educação dos seus filhos, de modo a serem atribuídos os respectivos apoios às despesas com a educação, especialmente no casos de crianças deficientes, filhos de famílias numerosas e monoparentais ou privados do meio familiar.

A CNAF quer também ver aplicada a regulamentação da legislação do trabalho “de acordo com a necessária harmonização do regime laboral com as exigências familiares”, bem como que sejam adoptadas medidas de apoio às famílias que acolham as suas crianças ou os seus idosos.

Para a Confederação, Portugal está a viver uma “nova realidade” e, por isso, é preciso perceber “que tipo de resposta poderá haver por parte do governo”, resume Teresa Costa Macedo.


* Tudo porque este governo está sensibilizado para produzir mais pobres para favorecer os ricos.


.
.


CARREIRA DAS NEVES




Este é o padre católico Joaquim Carreira das Neves, considerado o maior estudioso português da Bíblia. Esse vídeo mostra que os membros dessa religião sabem que as festas comemoradas pelo catolicismo vêm do paganismo e que existe prazer em comemorá-las, mesmo sabendo que isso desagrada ao Eterno. Além de sugar parte da história do Messias de Y'srael e interpolar textos pagãos na Brit HaDashah , eles declaram de forma aberta que os rituais e as festas mitraicas estão em suas cerimônias apenas para cristianizar os pagãos. Em outras palavras, arrecadar membros para a sua religião.

 Enviado por em 02/08/2011


NR: Sem comentários

.



ONTEM NO
"PÚBLICO"

Fecharam 376 cursos 
por não terem um único aluno

As universidades públicas e privadas encerraram 737 cursos entre 2009 e 2010, a maioria criados já depois da implementação, há cinco anos, do processo de Bolonha. A falta de procura é a principal razão para o fecho destes ciclos de estudos. Entre a oferta que foi cancelada, metade não chegou a entrar em funcionamento por nunca ter tido estudantes inscritos. "Houve uma corrida à criação de cursos, em especial a cursos de mestrado, sem haver uma estratégia muito pensada", defende o presidente da agência responsável pela avaliação dos cursos de ensino superior, Alberto Amaral.

Em Dezembro de 2009, estavam registados em Portugal cinco mil cursos no sistema público, privado e concordatário, divididos entre licenciaturas, mestrados e doutoramentos. Dos 737 encerrados nos últimos anos, 373 ficaram a dever-se à desistência da instituição de ensino superior durante o novo processo de acreditação preliminar, que passou a ser obrigatório no início de 2010. A maioria destes fazia parte do ensino privado.


* Os cursilhos virados apenas para palmar papalvos eram tão evidentes que deram com os burros na água.
Sugerimos que sejam criados:
- Licenciatura em "Trotoir"
- Mestrado em "Abocanhadelas sob edredon", propomos para docente Catia Palhinhas
- Pós graduação em "Sucatas e outras latas", propomos para docente Manuel Godinho
- Licenciatura em "Atirar no escuro" a cargo de Duarte Lima
- Douturamento em "Túneis e enxurradas" prof. Alberto João


.

FERNANDA PALMA


Natal no Aleixo

O Bairro do Aleixo está a implodir. Isso significa várias coisas: a técnica de implosão está desenvolvida em Portugal; acabou o lugar de um centro de criminalidade; tornou-se possível construir casas de luxo com uma localização magnífica; mas desapareceram as casas em que muitas pessoas nasceram e viveram, para o bem e para o mal. 

Não discuto se a eliminação daquele bairro terá alguns efeitos benéficos – admito que sim, na medida em que as suas dimensões negativas poderão ser, pelo menos, minimizadas. No entanto, o que impressiona são as razões que justificaram a implosão: as subjacentes e as invocadas.

Ninguém fica convencido de que a razão tenha sido a mera destruição de um centro de tráfico de droga e de crime. Tal razão não justificaria a implosão de um bairro tradicional. As Avenidas de Roma ou da Boavista implodiriam se, por acaso, se tornassem o abrigo de muitos criminosos?

Também ninguém se convence de que a razão da implosão tenha sido a recuperação de algumas pessoas ou o afastamento dos mais jovens de uma subcultura de delinquência. Se fosse esse o objectivo, muitos outros bairros implodiriam em nome de uma polí-tica social.

Mesmo a razão da reabilitação urbana, em face da degradação do bairro, teria determinado outras intervenções prioritárias. E justificar-se-ia uma apropriação colectiva do espaço para um prolongamento da cidade, com mistura de todas as classes.

O que resta, numa explicação sincera, é uma razão económica determinante, que menospreza critérios de igualdade e justiça social. Pela mesma lógica, alguns países ricos nossos credores também poderiam fazer implodir o nosso país, com empresários e trabalhadores, devido à ineficácia económica.

O que fere o sentido de um Direito ancorado na dignidade da pessoa humana não é a destruição de um bairro disfuncional. São, antes, o princípio e a praxis subjacentes à decisão – a finalidade que justifica, para o senso comum, a decisão política.

As decisões puramente morais nem sempre permitem resolver problemas sociais. Porém, a teoria da justiça de um autor conservador como John Rawls faz depender sempre a justificação das decisões que criam desigualdades da melhoria da situação de todos, incluindo os mais desfavorecidos.

Esse é o segundo princípio da justiça de Rawls e esse é benefício que os moradores do Aleixo não conseguem visionar. O primeiro princípio da justiça – a igual dignidade da pessoa – comemora-se, hoje, à volta de um estábulo que não chegou a implodir.


Professora Catedrática de Direito Penal


IN "CORREIO DA MANHÃ"
26/12/11

.


HOJE NO
"A BOLA"

Elisabete Jacinto segue 
no quarto lugar da geral

A piloto portuguesa Elisabete Jacinto, num camião MAN TGS, terminou a etapa de hoje do todo-o-terreno Africa Eco Race na nona posição, castigada pelas condições do percurso na fase final da jornada que ligou Boulanouar e Akoutj, na Mauritânia.

«Foi uma especial em que os primeiros 300 quilómetros foram bastante rápidos e sem qualquer tipo de problemas. Depois foi o calvário. Quase 70 quilómetros de areia muito mole, com muita erva de camelo, que nos obrigava a ter um andamento muito lento e, pior do que isso, a enterrarmo-nos com frequência. Em quatro dessas ocasiões perdemos dezenas de minutos. Estamos estourados», confessou Elisabete Jacinto em declarações à assessoria de imprensa.

A piloto lusa gastou quase nova horas para fazer os 425 quilómetros da especial cronometrada, conseguindo manter o quarto lugar na geral, o segundo na classificação de camiões.

Carlos Sousa no sexto lugar da 4.ª etapa; Leal dos Santos sobre 20 lugares

O português Carlos Sousa teve mais uma boa etapa no Dakar terminando no sexto lugar a 4.ª etapa que foi ganha pelo francês Peterhansel. Na geral Sousa subiu um lugar passando do 9.º para o 8.º lugar.

Quanto a Leal dos Santos teve um dia bastante mais positivo que o anterior no qual perdeu muito tempo. Nesta 4.ª etapa foi 11.º a 24 segundos dos dez primeiros e subiu 20 lugares na classificação geral sendo agora 30.º.

Dakar: Hélder Rodrigues 
sobe ao 3.º lugar da geral


A 4.ª etapa do Rali Dakar foi bastante positiva para dois dos motociclistas portugueses em prova com Hélder Rodrigues à cabeça.

Rodrigues foi quarto na etapa (ganha por Marc Coma) e ascendeu ao 3.º lugar da geral. À sua frente só tem dois dos grandes favoritos à vitória final como são os casos de Cyril Despres e de Marc Coma.

Quanto a Paulo Gonçalves foi 5.º na etapa logo atrás de Hélder Rodrigues e ascendeu ao 6.º lugar da geral.


* MAS QUE TRIO


.


HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

PSP de Beja paga há seis meses 
renda de instalações que não ocupa

A PSP de Beja está há seis meses a pagar renda pelo aluguer de uma antiga escola da cidade para onde irá transferir as esquadras e que ainda não ocupa "por falta de um cabo de rede informática".

"Há seis meses que estamos à espera da ligação da rede informática e a pagar a renda" mensal à Câmara e ainda "não ocupamos as instalações" da antiga escola básica do Salvador "por falta de um cabo de rede informática de 50 metros", disse esta quinta-feira o comandante da PSP de Beja, superintendente António Viola da Silva.

As instalações são "impecáveis", mas "não têm rede informática", sem a qual "não é possível" a PSP "ocupar as instalações", disse o superintendente, escusando-se a referir de quem é a responsabilidade.

O responsável policial foi questionado pelos jornalistas sobre o assunto à margem da apresentação do projecto "Strong Cops" (Polícias Fortes), uma parceria entre o Comando Distrital de Beja da PSP e o Instituto Politécnico de Beja.

António Viola da Silva disse que, como comandante distrital de Beja da PSP, fez a sua parte, ou seja, pediu "atempadamente" a instalação da rede informática à Direcção Nacional da PSP.

"Eu, como comandante distrital de Beja da PSP, fiz tudo o que havia a fazer para que pudéssemos ocupar as instalações, que, neste momento, são nossas, já que estamos a pagar renda desde julho", acrescentou.

Segundo António Viola da Silva, "logo" que a rede informática esteja instalada a PSP ocupará as instalações da antiga escola, para onde irá transferir as quatro esquadras operacionais e o ginásio do Comando de Beja da PSP actualmente espalhados por vários edifícios da cidade.

Com as esquadras operacionais instaladas no mesmo local e com parque para viaturas será "mais fácil coordenar a actividade operacional" da PSP de Beja e haverá "mais produtividade e menos gastos", disse António Viola da Silva, referindo que a direcção do comando vai continuar sedeada nas instalações do antigo Governo Civil de Beja.


* Não são os ministros deste governo que dizem da absoluta necessidade de rigor nas despesas?
- Socrates, não voltes, não estás perdoado, deixaste por cá pessoas tão más como tu!


.



OS 50 MELHORES DE 2011
(PARA A ROLLING STONE)


4 – FLEET FOXES
HELPLESSNESS BLUES




live on KCRW's Morning Becomes Eclectic 
with Jason Bentley. 09.12.2011. 


(De segunda a sábado o desfile do nº1 ao 6, um por dia a esta hora)


.


HOJE NO
"DIÁRIO  ECONÓMICO"

Governo fez mais de 600 nomeações 
em seis meses

Faz hoje seis meses que o actual Executivo tomou posse. 618 pessoas foram nomeadas para os gabinetes ministeriais.

Nos primeiros lugares do ranking das nomeações estão, como seria de esperar, os dois 'super' ministérios da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território e da Economia, Emprego e Obras Públicas.

Só Assunção Cristas e Álvaro Santos Pereira são assim responsáveis por 177 colocações desde que o Governo tomou posse. De acordo com os dados disponíveis ontem no portal do Governo, a Ministra da Agricultura lidera a lista das nomeações. Assunção Cristas nomeou 91 pessoas para trabalharem no seu ministério, nos últimos seis meses. Destas, 24 estão afectas ao gabinete da própria ministra, 10 são adjuntos/assessores, 3 exercem funções de secretariado e 2 são motoristas. Os restantes 67 funcionários foram colocados nas secretarias de Estado afectas ao ministério da Agricultura.

Em segundo lugar nesta lista está Álvaro Santos Pereira com 86 nomeações para o seu 'super' ministério da Economia, Emprego e Obras Públicas. São 30 os assessores nomeados em seis meses nesta tutela, 18 os adjuntos, 17 secretárias pessoais e 14 os motoristas.

Depois de Álvaro Santos Pereira está Miguel Relvas, ministro dos Assuntos Parlamentares, que nomeou 65 novos funcionários. O maior número de nomeações nesta tutela não foi para o gabinete do próprio ministro que se ficou pelas 15 colocações - entre os quais 9 são adjuntos/assessores -, mas sim para o gabinete do secretário de Estado da Juventude e Desporto que nomeou 18 pessoas.

Nuno Crato, ministro da Educação surge em quarto lugar neste ranking com 53 colocações e em quinto lugar está Pedro Mota Soares, ministro da solidariedade.

Já no final da lista está o ministério da Justiça com apenas 13 nomeações em seis meses. Paula Teixeira da Cruz fez sete nomeações para o seu gabinete, o seu secretário de Estado também foi parco em nomeações, com apenas seis. Paulo Macedo também está no fim da lista com 25 nomeações no ministério da Saúde.

Estes dados constam no portal do governo. A criação de um site público para publicar as nomeações feitas pelos membros do governo foi umas das promessas de Passos Coelho.
Os números não são porém comparáveis aos dos governos anteriores já que as estruturas são diferentes, no entanto, o primeiro-ministro prometeu contenção nas nomeações e começou dando o exemplo e nomeando o Governo mais curto da história portuguesa.

Passos nomeou 11 motoristas para o seu gabinete

A ‘meio' da tabela está o próprio primeiro-ministro que fez 42 nomeações, entre as quais 11 motoristas e um elemento de apoio técnico, 11 assessores e 11 pessoas para o secretariado. O secretario de estado adjunto do primeiro-ministro nomeou por sua vez seis pessoas para o seu gabinete.

Vítor Gaspar colocou 46 pessoas no ministério das Finanças nos últimos seis meses, os mesmo que Paulo Portas, ministro dos Negócios Estrangeiros. No ministério da Administração Interna, Miguel Macedo colocou 39 pessoas, e na Defesa, Aguiar branco, nomeou 30 funcionários.

Este Governo é formado ainda por três secretarias de estado com estatuto de ministério, que foram responsáveis por 37 nomeações. Francisco José Viegas, secretario de Estado da Cultura colocou 20 pessoas a trabalhar consigo; já na secretaria de estado da presidência do Conselho de Ministro foram nomeadas 11 pessoas. A estes somam-se os já referidos seis afectos ao secretario de Estado adjunto do primeiro-ministro.

Estes dados constam do portal do Governo, onde podem ainda ser consultados dados biográficos dos nomeados para os diversos cargos, tais como o nome, a idade, o vencimento bruto e o email para contacto.


* Segundo Paulo Morais da Associação Cívica Transparência e Integridade "quanto maior é a crise maior é a corrupção".


.
.

4.OS SEGREDOS DO SOL







.



HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Jerónimo Martins
CDS entende «boicote» dos consumidores

Na Assembleia da República, o vice-presidente da bancada do CDS-PP sugeriu que os consumidores têm 'todo o direito', de adaptarem o seu perfil de consumo, na sequência da decisão do grupo Jerónimo Martins. João Almeida disse que, 'se é legítima', a opção de um empresário nacional transferir a sede para outro país, também é legítimo aos consumidores adaptarem o seu comportamento', Entretanto, no dia 13 a AR discute propostas do PCP e do BE que impõem uma tributação a empresas que deslocalizem capitais para o estrangeiro.


* A lei não produz ética, um senhor tão pretensamente patriota nas suas recentes declarações, "tira o cavalo da chuva" que tem um sombrero grande para não se molhar. Grande solidariedade para com os portugueses em dificuldade, mas não é só ele, Sonae e até a PT estão no rol.
O dinheiro cega...

.
.
ATLETAS OLÍMPICOS 
DO FUTURO




.




HOJE NO
"DIÁRIO  DE NOTÍCIAS"

Doenças reumáticas
10 mil portugueses vão ser avaliados

Cerca de 10 mil portugueses vão ser avaliados para a elaboração de um estudo sobre doenças reumáticas, que pretende conhecer a prevalência da doença em Portugal.

Chama-se "Estudo Epidemiológico Nacional sobre Doenças Reumáticas (EENDR)" e deverá "colmatar a deficiência grave" da ausência de informações sobre esta doença, disse à Lusa Luís Maurício, presidente da Sociedade Portuguesa de Reumatologia (SPR), instituição que na sexta-feira celebra 40 anos de existência.

Segundo o presidente da SPR, ninguém sabe quantos são os doentes reumáticos em Portugal, porque os números conhecidos são uma extrapolação da realidade de outros países.

"Estima-se que existam cerca de três milhões de portugueses com doenças reumáticas, mas não nos podemos esquecer que as doenças reumáticas englobam mais de 140 doenças que podem ir desde umas dores de costas a uma artite reumatóide. O quadro clínico mais frequente é a lombalgia", lembra António Vilar, secretário-geral da Associação Nacional de Doentes com Doenças Reumáticas (ANDAR).

O primeiro estudo epidemiológico nacional, o "ReumaCensus", vai avaliar "oito mil pessoas no continente e mil em cada uma das regiões autónomas", lembrou Luís Maurício.

O trabalho de campo começou no final do ano passado e deverá estar concluído entre o final de 2013 e inícios de 2014.

Nessa altura deverá ser possível conhecer quantos são e onde estão estes doentes e qual o impacto da doenças no absentismo laboral. Para já sabe-se que as doenças reumáticas são a "primeira causa de consultas de medicina geral e familiar e uma das cinco causas do absentismo laboral", lembrou o presidente da SPR.

De acordo com um estudo divulgado recentemente pela ANDAR - "Impacto sócio económico e laboral da Artrite Reumatóide" - esta doença afeta as atividades do dia-a-dia mesmo em idades mais jovens: "Mais de 60 por cento(%) dos doentes têm alguma ou muita dificuldade em realizar a maior parte das atividades".

Em termos laborais, "o desempenho dos doentes sofre alterações médias a extremas devido à doença em mais de 70% dos doentes entre os 35 e os 65 anos e em mais de 55% dos doentes entre os 18 e os 35 anos", revela o estudo.

Na sexta-feira assinala-se o 40º aniversário da SPR, que será marcado com o lançamento da versão 'web' do Registo Nacional de Doentes Reumáticos -- ReumaPt, um processo clínico eletrónico no qual os diferentes Centros de Reumatologia introduzem os dados clínicos e de segurança.

Através deste sistema é possível avaliar, segundo a aplicação das diferentes guidelines das doenças, "a assertividade da sua prescrição e a sustentabilidade da sua manutenção", explicou Luís Maurício, acrescentando que o objectivo da SPR é "demonstrar que os reumatologistas exercem a sua prática clínica de acordo com as boas práticas".

A versão 'web' permite a introdução, em tempo real, de todos os dados dos doentes, bastando que os médicos tenham acesso à internet.


* Uma grande medida

.
.

 2- CONCHAS  MARINHAS
 .










HOJE NO
"DIÁRIO  DE NOTÍCIAS"

Enzo Pérez regressa a casa dos familiares
Mantém recusa de viajar para Portugal

A novela protagonizada por Enzo Pérez ameaça prolongar-se por tempo indeterminado. Após ter-se deslocado a Buenos Aires para falar com os seus representantes, o jogador decidiu regressar a Mendoza onde passou a época festiva com os familiares. Desta forma o jogador, de 25 anos, mostra-se irredutível na intenção de deixar o Benfica para voltar a vestir a camisola dos Estudiantes.

Esta atitude do futebolista está a surpreender os seus próprios representantes que já o aconselharam a voltar a Lisboa. Recorde-se que, na passada semana, o agente Ciro Sanchez esteve em Portugal, para tentar sensibilizar Luís Filipe Vieira a libertar o extremo. Perante a intransigência demonstrada pelo líder das águias que exigiu o regresso imediato do futebolista, o empresário viu-se obrigado a aconselhar o seu cliente a acatar as ordens.


* Quanto menos vedetas mais patetas...ou...

.

10- SINGULARIDADES





HOJE NO
"JORNAL  DE NOTÍCIAS"

Homem nu em anúncio infantil
da La Redoute

A empresa La Redoute publicou no seu site, por engano, a imagem de um homem nu num anúncio de roupa para criança. O que falhou ao editor de fotografia da marca francesa, depressa foi detectado e denunciado por utilizadores do Twitter.

A imagem, que foi publicada no site da empresa francesa que vende roupa por catálogo, mostra quatro crianças abraçadas e sorridentes com t-shirts e calções da marca numa praia, à beira-mar. No entanto, em segundo plano, surge um homem nu no mar.
VEJA NO CANTO INFERIOR DIREITO

O que escapou ao editor de fotografia da La Redoute foi detectado por utilizadores da rede Twitter, que depressa denunciaram o caso na Internet e criticaram o sucedido utilizando expressões como "escândalo" e "falha épica".

A imagem original já foi substituída no site da empresa, que publicou na sua página do Facebook um pedido de desculpas com a garantia de que enganos deste género não voltarão a acontecer.


* Apenas um insólito descuido, não acreditamos em segundas intenções.

.
GENTILEZA



CONTRATEM ESTE AGENTE, JÁ!

.

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Chefe de gabinete de Isaltino organizou jantar maçónico com Montenegro, ex-espiões e quadros da Ongoing

Quase 200 deputados são membros da maçonaria, entre os quais os líderes das bancadas parlamentares do PS e do PSD, que pertencem a obediências diferentes.

As profundas ramificações da maçonaria na política portuguesa e as suas ligações ao mundo dos negócios e aos serviços secretos estão hoje em grande destaque na imprensa generalista.

Escreve o “Público” que Luís Montenegro, líder da bancada parlamentar do PSD que recusou ontem esclarecer se é ou não maçon, foi um dos convidados para um jantar reservado a membros da loja Mozart, em que participariam altos quadros da Ongoing, entre os quais o antigo director do SIED, Jorge Silva Carvalho.

A iniciativa do jantar-debate “reservado apenas a membros da nossa casa” e que contaria com a intervenção de Joaquim Aguiar, do grupo Mello, e a moderação de António Saraiva, presidente da CIP, teria a cabido a Nuno Manalvo, antigo chefe de gabinete de Isaltino Morais na Câmara de Oeiras.

O jornal teve acesso ao email-convite, em que se informa que o objectivo é dinamizar o grupo de reflexão “Acreditar em Portugal” com vista a “uma maior interacção com o mundo profano”.

O jantar, agendado para 4 de Julho para o restaurante Tasca da Esquina “do nosso confrade Vítor Sobral”, acabou por não se realizar, pelo menos na data prevista, mas o “Público” revela a extensa lista de convidados e constata a “comitiva de peso” da Ongoing: sete comensais, entre os quais o presidente e vice-presidente, Nuno Vasconcelos e Rafael Mora (na foto, nos extremos direito e esquerdo, respectivamente), Silva Carvalho, antigo director das secretas agora a trabalhar para o grupo, e António Costa, director do “Económico”, propriedade do grupo de comunicação que tem uma participação qualificada na Impresa – e um litígio aberto com o principal accionista, Francisco Balsemão.

Já o “Diário de Notícias” faz um levantamento dos deputados que são membros da Maçonaria e chega à conclusão que são 182, quase 80% do plenário. Entre os maçons, estarão os líderes das bancadas parlamentares do PS e do PSD, Carlos Zorrinho e Luís Montenegro, que pertencerão, no entanto, a obediências diferentes: GOL (Grande Oriente Lusitano) e GLLP (Grande Loja Legal de Portugal), respectivamente.

O jornal escreve que muitos deputados concordam que seria vantajoso declararem publicamente a sua pertença à Maçonaria ou outras filiações, secretas ou não, sendo um deles Rui Paulo Figueiredo, deputado do PS e um dos raros maçons assumidos de São Bento, que pertence a GLLP onde militirá o "irmão" Montenegro.

As ligações à Maçonaria voltaram a saltar para a actualidade mediática depois de Teresa Leal Coelho, deputada social-democrata que tentou redigir um relatório comum sobre as secretas, no rescaldo da intercepção da lista de chamadas feitas por um antigo jornalista do "Público", ter alegadamente admitido, numa primeira versão do documento, "influências maçónicas" nos serviços de informação do Estado.



* O País nas mãos da Lojas!


.
Humor Cubano


Sabes como é que os gatos miam em Cuba?? 
 
- Miaaami... Miaaami... Miaaami... 




FOTO VIRTUAL








volta a tràs e compara
.

PATRIOTAS
.

 .

JORNAIS DE HOJE


COMPRE JORNAIS


















.
.

BOM DIA
.

..