segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA




.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO


Com este sistema de informação das Farmácias Portuguesas já pode saber no seu telemóvel qual é a Farmácia de Serviço mais perto de si. De forma rápida e simples, terá acesso em poucos segundos à Farmácia de Serviço mais próxima.

Como funciona o serviço FARMÁCIAS DE SERVIÇO?

1. Envie um SMS para o número 68632 com o seguinte texto:

FARMÁCIA [espaço] [4 primeiros dígitos do CÓDIGO POSTAL onde se encontra]

Exemplo: Farmácia 1745 (cod.postal de Queluz)

2. Recebe de imediato um SMS com os contactos da Farmácia de Serviço da sua localidade.

3. Memorize o número 68632 no seu telemóvel para futuras utilizações.

4. Divulgue

enviado por M. COUTINHO
Dia Mundial para a Prevenção do Abuso de Crianças

Prevenção do Abuso de Crianças.

ALERTA PARA TODOS OS DIAS

"Mais de 20 mil crianças morrem por ano nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), sendo mais de 3.500 vítimas de violência e maus-tratos".
Os números foram recentemente divulgados num relatório do Centro de Pesquisa Innocenti da UNICEF e são sublinhados hoje, Dia Mundial para a Prevenção do Abuso de Crianças.
A nível nacional, e segundo dados recentes das Comissões de Protecção de Crianças e Jovens em Risco, em 2006 houve acréscimo de mais 10 mil processos do que em 2005. No total, 22.673 menores foram assistidos, sendo na maioria vítimas de negligência e maus-tratos.
Foi assinalado neste 19 de Novembro - data que que pretende alertar os Governos e as organizações da Sociedade Civil para um papel mais activo na promoção e respeito dos Direitos da Criança (artigos 19º e 34º da Convenção dos Direitos da Criança), a Associação de Mulheres Contra a Violência (AMCV) exibiu um spot televisivo na SIC que alerta para o dever do Estado e responsabilidade de todos na protecção das crianças e prevenção da violência.
Ainda no âmbito das iniciativas que assinalaram a data a Sociedade Internacional para a Prevenção do Abuso e Negligência de Crianças (ISPCAN) organizaram a Conferência Regional Europeia sobre o Abuso e Negligência de Crianças, que  no dia 21 reuniu peritas/os internacionais e profissionais de 60 países no Centro de Congressos de Lisboa.
Em debate estavam as questões: Será possível parar o Abuso e Negligência de Crianças? O que poderemos aprender com os sobreviventes e seus familiares? Serão os actuais modelos de prevenção e intervenção eficazes?
Entre outros conferencistas, destacaram-se as presenças de Arnon Bentowim (Reino Unido), Kevin Browne (Reino Unido), Claire Brisset (França), Bragi Gudbrandsson (Islândia) e Carl Göran Svedin (Suécia).
Constituída notarialmente em 1993, a Associação de Mulheres Contra a Violência é uma organização não governamental (ONG), independente, laica e sem fins lucrativos, cuja missão é questionar e desafiar as atitudes, crenças e padrões culturais que perpetuam e legitimam a violência contra as Mulheres, Crianças e Jovens.
É membro fundador da Associação Portuguesa para a Prevenção do Abuso e Negligência de Crianças (2005).





Associação de Mulheres Contra a Violência
Alameda D. Afonso Henriques nº 78 - 1º Esq. 1000-125 Lisboa - Portugal
Telf: 21 3802160 | E-mail: sede@amcv.org.pt | Web: www.amcv.org.pt
 

NOVO UNIFORME DOS EMPREGADOS DE LIMPEZA NOS HOTÉIS SOFITEL






.

CUECAS




.

15 -  LIÇÃO DE  BIOLOGIA





Como estão os seus conhecimentos?
Se não sabe está numa boa idade para aprender, o professor é excelente!
Se clicar na etiqueta pode consultar as 14 lições anteriores.


.

 

 Prevenção da Violência Doméstica

contra Crianças e Adolescentes

 





HOJE NO
"A BOLA"

David Rosa terceiro na Turquia

O português David Rosa, campeão português de cross country (XCO), começou o novo ano da melhor forma, alcançando a terceira posição e 30 pontos para Portugal na corrida internacional C1, disputada domingo em Alanya, na Turquia.

Debaixo de forte chuva, David Rosa foi apenas batido pelos austríacos Uwe Hochenwarter e Alexander Gehbauer, primeiro e segundo, respetivamente.

Na prova feminina, Ana Rita Vigário, da LA-Antarte-Rota dos Móveis, foi quinta classificada.

Segundo a Federação Portuguesa de Ciclismo, a participação na prova turca inseriu-se no esforço para obter os pontos necessários para apurar o cross country nacional para os Jogos Olímpicos de Londres. «No futuro próximo, poderão realizar-se outras incursões individuais a corridas no estrangeiro», pode ler-se em comunicado.


* LUTADORES

.

GLORIOSOS MALUCOS
SEM MÁQUINAS VOADORAS





.
.


FRUSTRAÇÃO





.



HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Governo: Sector empresarial
Primavera de nomeações

O Governo tem este ano de nomear 16 novas administrações do sector empresarial do Estado. TAP, Carris, Refer, Metro do Porto e Transtejo são algumas das empresas da lista em que os mandatos das actuais equipas de direcção terminam. A composição dos conselhos de administração deve ser conhecida entre Março e Maio.


O sector dos transportes é que mais alterações poderá sofrer: em 2012, chegam ao fim os mandatos das administrações da CP, liderada por José Benoliel, e do Metropolitano de Lisboa, presidido por Cardoso dos Reis.

Fernando Pinto, à frente dos destinos da TAP desde 2000, terminou o mandato no último dia de 2011. O responsável já manifestou disponibilidade para continuar até se encerrar o processo de privatização.

Várias reguladoras das comunicações e seguros também terão mudanças. Por exemplo, na Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom), José Amado da Silva terminou o mandato a 6 de Junho de 2011. De realçar que o site oficial do Governo, no espaço dedicado às nomeações, só disponibiliza na rubrica Sector Empresarial do Estado os salários dos administradores da Caixa Geral de Depósitos.


* Vai começar a guerra dos padrinhos.


.

LI ZHAOXING


O que a China quer em 2012

Com a globalização económica e o advento de um mundo multipolar, a China e outras nações emergentes vão, claramente, desempenhar papéis muito mais importantes, não apenas em 2012, mas nas próximas décadas.
Dado que o poder e a influência económica da China no mundo têm vindo a aumentar no seguimento da crise financeira de 2008, a ideia que circula é que a China e os Estados Unidos devem co-liderar o mundo sob uma harmonia ao género G2. Mas esse cenário de G2 não é consistente com a política externa de independência da China. Nem é consistente, da mesma forma, com a tendência geral de uma mais ampla dispersão do poder geopolítico dentro da comunidade internacional. Embora os mais altos líderes da China mudem este ano, esta posição não se vai alterar.

De facto, quando visitou Praga, em Maio de 2009, por ocasião da 11ª cimeira China-União Europeia, o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, explicou que a China se opõe ao conceito de G2. É uma firme intenção da China recusar qualquer hegemonia, tal como é uma firme intenção da China não apoiar um domínio global por parte de uma pequena minoria de países.

Aquilo em que a China acredita é no aprofundamento da cooperação entre todas as principais regiões do mundo. Observem a Europa - uma civilização esplêndida e respeitada pela sua antiguidade, actualmente um dos maiores intervenientes no palco mundial. O progressivo reforço da integração da União Europeia tem trazido uma dinâmica de vigor para o continente europeu. Apesar das actuais dificuldades, a Europa ainda ostenta uma força global e uma influência internacional extraordinárias.

A China sempre apoiou a integração europeia e espera que a União Europeia se torne num pilar da ordem internacional. Na sequência da crise financeira global e da crise da dívida da Zona Euro, a China comprou obrigações soberanas, fez investimentos directos e enviou delegações empresariais para a Europa. Durante a visita do primeiro-ministro espanhol, José Luis Zapatero, a Pequim, em Abril de 2011, Wen reafirmou a vontade da China em continuar a adquirir obrigações soberanas espanholas, como mais uma forma de demonstrar o apoio aos esforços da Europa para emergir da crise. Além do mais, o enorme mercado e força de trabalho chineses têm criado importantes oportunidades para a Europa.

Nesta nova era multipolar, a China e a Europa têm de trabalhar em conjunto e estão agora num momento crucial, caso se pretenda aprofundar essa cooperação. O que fizermos para partilhar oportunidades, responder a desafios e caminhar para o desenvolvimento vai ser directamente relevante não só para o bem-estar das próprias populações mas também para o futuro do mundo. A cooperação da China e da União Europeia será essencial para manter a paz e a estabilidade globais. Compartilhamos um compromisso para resolver os problemas internacionais através de meios políticos. Ambos os lados já desempenharam papéis construtivos na resposta a desafios globais, tais como as alterações climáticas, o terrorismo e a proliferação de armas de destruição em massa.

O lançamento paralelo do 12º Plano Quinquenal, da China, e a Estratégia 2020, da Europa, também ajudou a intensificar a cooperação. A China e a Europa trabalharam em conjunto, depois de 2008, para evitarem um desastre financeiro à escala global, para se oporem ao proteccionismo e para promoverem a reforma do sistema financeiro internacional, facilitando, assim, a recuperação económica mundial.

A China também encara as suas relações com os Estados Unidos de forma muito séria. Na realidade, a nossa relação bilateral está entre as mais importantes da comunidade internacional. Essa ligação tem atravessado por alguns momentos difíceis desde que os laços diplomáticos foram estabelecidos, em 1979. Contudo, no seu todo, tem vindo a desenvolver-se e a beneficiar ambas as partes. Hoje, a China e os EUA partilham mais interesses do que até aqui e estão, também, a incentivar perspectivas para uma cooperação ainda mais ampla.

Na altura em que visitou Washington, DC, em Janeiro de 2011, os presidentes Hu Jintao e Barack Obama concordaram em construir aquilo a que Hu se referia como "uma parceria harmoniosa da China e dos EUA, baseada no respeito e no benefício mútuo". Ambos reafirmaram o seu respeito pela soberania e integridade territorial do outro. Alcançaram entendimentos sobre muitas questões estratégicas, incluindo os esforços para fortalecer a cooperação na região da Ásia e do Pacífico e em instituições multilaterais. Responderam, ainda, em conjunto aos desafios regionais e globais para alcançar a paz e a estabilidade, por exemplo, na península da Coreia.

A China é o maior país em desenvolvimento do mundo; a Europa é o maior bloco de nações desenvolvidas; os EUA são o maior país desenvolvido. Juntos, representamos cerca de um terço da humanidade e dois terços da economia mundial. Como três das maiores potências mundiais, a China, a União Europeia e os EUA precisam de fortalecer a sua cooperação e precisam de trabalhar com o resto do mundo para enfrentar as complexas questões internacionais que nos desafiam a todos. Juntos, temos de abrir caminho para a grande tarefa de manter a paz mundial e promover o desenvolvimento comum.

Apesar de estar comprometida com a sua própria política externa independente, a China não pode alcançar o desenvolvimento isolada. Da mesma forma, o mundo não se pode desenvolver sem a China. Hu disse uma vez que o século XXI devia ser o século da paz, do desenvolvimento e da cooperação. A China está disposta a juntar-se à União Europeia, aos EUA e ao resto do mundo para concretizar a possibilidade de um mundo verdadeiramente harmonioso.

Li Zhaoxing foi ministro dos Negócios Estrangeiros da China entre 2003 e 2007 e é, actualmente, o presidente da comissão dos Negócios Estrangeiros do Congresso.

IN "JORNAL DE NEGÓCIOS"
29/12/11

.



A paltil de Janeilo pala sua maiol comodidade pague as fatulas da EDP num dos muitos milhales de postos de coblança existentes no Pais .... A LOJA DO CHINÊS MAIS PLÓXIMA !!!!




.


Vamos ser radicais e 
SÓ COMPRAR PORTUGUÊS

Já que somos tão "maus" e "trabalhamos tão pouco"
Vamos ver se os alemães e finlandeses gostam !


Vamos ajudar a recuperar o país, é preciso fazer a nossa parte 
código "560" 
CÓDIGO DE BARRA DOS PRODUTOS PORTUGUESES

.




HOJE NO
"DIÁRIO  ECONÓMICO"
 
Crise
Número de empresas com despedimentos
colectivos aumentou 53% até Novembro

Até Novembro, 699 empresas concluíram processos de despedimento colectivo que levaram à dispensa de quase sete mil pessoas.

O Público avança hoje, citando um relatório da Direcção-Geral do Emprego e das Relações de trabalho (DGERT), que nos primeiro onze meses do ano passado houve 699 empresas que recorreram ao despedimentos colectivo, uma subida de 53,4% face ao mesmo período de 2010.

O número de pessoas que perderam o seu posto de trabalho, no âmbito de processos de despedimento colectivo, também subiu. Até Novembro, foram despedidas 6.917 trabalhadores, mais 6,6% em relação a igual período de 2010.

O Governo prevê uma taxa de desemprego de 12,5% para 2011, um agravamento face aos 10,8% de 2010. Para este ano, a estimativa do Executivo aponta para uma taxa de desemprego de 13,4%.


* Vai ser superior a 14%, tome nota


.

ESTATUTO DA 
CRIANÇA E DO ADOLESCENTE,
OU DO CIRCO




Porque a vida é um circo

.




HOJE NO
"DIÁRIO  DE NOTÍCIAS"


As pensões mínimas, rurais e sociais vão ter um aumento mensal de sete euros.

Um aumento possível, confirma o ministro Pedro Mota Soares, graças aos 70 milhões de poupança no rendimento social de inserção (RSI). Assim, a pensão mínima passa a ser de 254 euros, a rural 234 euros e a social de 195 euros.


* Sabemos que com este aumento o sr. ministro ex-lambreteiro vai propor, que a título exemplar, os salários dos governantes sejam equiparados à pensão mínima. Espera-se aprovação no próximo Conselho de ministros.


.

OS 50 MELHORES DE 2011
(PARA A ROLLING STONE)


1 – ADELE
ROLIING IN THE DEEP





(De segunda a sábado o desfile do nº1 ao 6, um por dia a esta hora)

.




HOJE NO
"RECORD"

Rodolfo Pires sobe ao 11.º posto
na classe Optimist
Segundo dia do Mundial da competição

O velejador português Rodolfo Pires subiu esta segunda-feira ao 11.º lugar do Mundial da classe Optimist, após as quatro regatas disputadas no segundo dia da competição, que se está a disputar em Napier, na Nova Zelândia.

Rodolfo Pires subiu 44 posições, depois de ter ficado sempre entre os 15 primeiros nas quatro regatas do dia, com destaque para o sexto posto na primeira.

Numa prova liderada pelo holandês Bart Lambriex, Santiago Sampaio está no 56.º posto, seguido de Diogo Pereira (79.º), Tiago Serra (84.º) e Pedro Correia (141.º).


* Força, força marinheiro


.

4. África Sentida







































 Quando terminará o saque aos povos de África, quando haverá vergonha para não humilhar?



.



HOJE NO
"JORNAL  DE NOTÍCIAS"

Sete mortos e 14 feridos graves na Operação Ano Novo da GNR

A Guarda Nacional Republicana registou sete mortos, 14 feridos graves e 154 feridos ligeiros até à meia-noite de domingo no âmbito da na Operação Ano Novo, revelam os dados provisórios da corporação.

De acordo com o mapa disponível, a sinistralidade durante as festividades do Ano Novo baixou, em termos homólogos, quase 39% -- de 805 acidentes para 496 acidentes -, mas os resultados são mais trágicos com o registo de sete mortos e 14 feridos graves, respectivamente mais dois mortos e mais cinco feridos graves do que na operação entre 2010 e 2011.

Já o número de feridos ligeiros diminuiu 84 para um total de 154 pessoas, indicam os mesmos dados da Operação Ano Novo, que se prolonga até às 24 horas desta segunda-feira.

Entre o Natal e o Ano Novo, comparativamente ao período homólogo de 2010/2011 e ainda com dados provisórios, a Guarda Nacional Republicana registou 1.281 acidentes (menos 430), 18 mortos (mais dois), 49 feridos graves (mais 23) e 388 feridos ligeiros (menos 109).


* Entre Natal e Ano Novo, uma semana, 18 mortos e 49 feridos graves, até quando esta mortandade????


.
.

43 - GUIA DOS CURIOSOS
 
clique para ampliar
 
 
 



HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"


Think tank britânico diz que a
. desintegração da Zona Euro
começa em 2012

A probabilidade de uma desintegração da Zona Euro nos próximos dez anos é de 99%, avisa o Centre For Economics and Business Research, sedeado em Londres.

Pelo menos um país vai sair da Zona Euro este ano e há uma probabilidade de 99% de um colapso nos próximos dez anos, avisou hoje o Centre for Economics and Business Research (CEBR), sedeado em Londres.

2012 será o ano em que o Euro começa a colapsar, consideram. "Não é um assunto fechado - estamos apenas a considerar uma probabilidade de 60% - mas uma previsão é de que no final deste ano pelo menos um país, ou mais, vão sair", afirmou Douglas McWilliams, presidente executivo do thnik tank, citado pela imprensa internacional.

De acordo com estas previsões, a economia do Reino Unido pode já estar em recessão. O PIB deverá ter caído no último trimestre de 2011 e deverá manter-se uma variação negativa no primeiro trimestre do novo ano.

É "muito provável" que a Grécia saia do Euro e que a Itália siga o mesmo caminho, acrescentou.

A chanceler alemã, Angela Merkel, aproveitou ontem a mensagem de fim-de-ano para avisar que "o próximo ano [2012] será sem dúvida mais difícil do que 2011".

Salientando que a Europa está a passar pelo "mais duro teste em décadas", a chanceler alemã acrescentou que a região está cada vez mais unida em relação à crise da dívida pública.

"O caminho para superar isso [a crise da dívida] continua longo e não sem obstáculos, mas ao final deste caminho a Europa emergirá mais forte da crise do que quando entrou", afirmou Merkel.


* Muitos arautos da desgraça, os Nostradamus de 2012 querem fugir à crise vendendo más notícias, não as comprem, já sabemos que vai ser duro.


.
.

4 - VINTAGES
 












HOJE NO
"DESTAK"

Albufeiras
Volume de água aumentou em dezembro 
em oito bacias e desceu em quatro

Oito bacias hidrográficas aumentaram o volume armazenado de água em dezembro, comparativamente a novembro, enquanto quatro desceram, de acordo com dados do Instituto da Água (Inag).

Das 55 albufeiras monitorizadas pelo Instituto, 16 apresentavam disponibilidades hídricas superiores a 80 por cento do volume total e cinco tinham uma disponibilidade inferior a 40 por cento.

As albufeiras do Ave, Oeste, Sado, Mira, Barlavento, Guadiana e Mondego apresentavam um volume de armazenamento superior à média, enquanto as do Lima, Cávado, Arade, Tejo e Douro diminuiram.


* Meter água é nas albufeiras, não a governar.


.
2 - JANELAS  DE  LISBOA



































.


HOJE NO
"i"

2012. Presidente alerta 
para risco de tensão social
Cavaco quer concertação a funcionar e pede 
aposta na economia e emprego para evitar 
“situação social insustentável”

Em "ano de sacrifícios", o Presidente da República alerta para a necessidade de o país ir para além do "rigor orçamental", voltando-se para o crescimento e o emprego, evitando uma situação social "insustentável". E para começar, Cavaco Silva avisa que é preciso um "diálogo frutuoso" com os parceiros sociais, para evitar tensões.

Este recado, expresso pelo Presidente na tradicional mensagem de ano novo, surge duas semanas depois, de na última reunião da concertação social, ter falhado o acordo sobre alterações de relevo no mercado laboral, como o aumento do horário de trabalho. A CGTP abandonou a concertação acusando o governo de não promover o diálogo.

Agora, à entrada do ano, o Presidente avisa que o "diálogo frutuoso com os parceiros sociais, sobre as medidas dirigidas à melhoria da competitividade das empresas, será certamente um contributo positivo para reduzir as conflitualidades e as tensões". E diz mais a "todos os participantes" no processo de concertação: "Espera-se uma abertura genuína ao compromisso."

Situação social

Quanto a objectivos a longo prazo, o chefe de Estado aponta o perigo de uma situação social "insustentável" no país se não for seguida uma "agenda para o crescimento e o emprego". Cavaco Silva acredita que o país tem de ter, "além do rigor orçamental [plasmado no acordo intergovernamental saído do Conselho Europeu], uma agenda orientada para o crescimento da economia e para o emprego". E quer "empresários e trabalhadores" atentos a oportunidades de negócios e mobilizados para o "aumento da produção de bens e serviços".

"Sem isso a situação social poderá tornar-se insustentável e não será possível recuperar a confiança e a credibilidade externa do país", avisa mesmo o Presidente que no passado (Junho de 2010) tinha usado esta mesma expressão – "insustentável" – para classificar a situação do país, nomeadamente a sua crescente dívida externa.

A concentração que Cavaco Silva quer ver posta no crescimento e no emprego é de tal ordem, que defende que mesmo a "situação difícil em que o país se encontra não nos deve impedir de ter uma voz activa" em Bruxelas, na defesa desta solução como resposta à crise do euro. O chefe de Estado não tem poupado a estratégia comunitária nesta fase, sobretudo por se apoiar em exclusivo num "directório, não reconhecido nem mandatado, que se sobrepõe às instituições comunitárias e limita a sua margem de manobra", disse em Outubro numa conferência em Florença referindo-se ao eixo franco-alemão.

Ilusões

Na mensagem de ano novo, Cavaco Silva deixa ainda antever um "ano de sacrifícios" que exige a "fibra" dos portugueses. E repete a fórmula que já serviu num aviso deixado a José Sócrates em 2009, alertando o actual governo que as dificuldades fazem parte de "uma realidade que não pode ser iludida". Para 2012, o governo prevê uma contracção do crescimento na ordem dos 3% e uma taxa de desemprego superior a 13%.

A resposta mais imediata à crise, no entender de Cavaco Silva, exigirá "união de esforços". Aos políticos pede serenidade, recordando que se "realizaram eleições há pouco tempo" e o governo tem "apoio parlamentar maioritários", bem como "ponderação" e "sensibilidade social".


* Guerra à vista

.


2 - O QUE É O AMOR?
As resposta de crianças entre os quatro e oito anos
































 Se for verdade, somos de boa fé, estas crianças são
UM AMOR


enviado por M. Coutinho 



.



ONTEM NO
"PÚBLICO"

Dez exemplos que mostram 
a qualidade da ciência nacional em 2011

Da investigação sobre o Alzheimer, até à tecnologia que vai ajudar o próximo rover a sobreviver ao frio de Marte. O PÚBLICO contactou algumas universidades portuguesas para ouvir o que de mais interessante se fez no ano que terminou. A lista resultante é uma pequena amostra da realidade, mas revela que a ciência nacional está em evidência em muitas áreas.


Estrelas de matéria escura
É uma antiga guerra teórica dos físicos: o que é que acontece quando as estrelas deixam de ter matéria para consumir? Uma das principais teorias defende que o seu peso obrigaria a estrela a colapsar, originando um ponto de densidade tão alto – os chamados buracos negros – que sugaria até a luz, e onde o espaço e o tempo se comportariam de uma outra forma. Mas houve sempre teóricos que criticaram este conceito excepcional de “singularidade” dos buracos negros, que existiriam em vários pontos do universo. Num artigo aceite para publicação na Physical Review Letters, Paolo Pani, Vitor Cardoso e Térence Delsate, do Instituto Superior Técnico, sugerem agora que este colapso das estrelas não resultará numa singularidade e explicam que o aumento súbito da densidade da matéria pode originar uma nova força gravitacional, a chamada matéria escura. O resultante será uma “estrela de matéria escura” invisível aos telescópios.

Vulcão origina explosão de vida no mar
Foi um dos estudos mais interessantes do ano, de acordo com a NASA. Vasco Mantas, cientista da Universidade de Coimbra, documentou pela primeira vez algo que sempre se julgou acontecer, um aparecimento súbito de organismos em regiões submarinas onde ocorre uma erupção vulcânica. O investigador verificou, com ajuda de imagens de satélite, o aparecimento de microalgas associado ao vulcanismo, em regiões do Pacífico pobres em nutrientes. O fenómeno “tem consequências, por exemplo, na cadeia alimentar, fazendo aumentar a ‘carga’ de peixe, e na diminuição da quantidade de dióxido de carbono”, explicou o cientista num comunicado.

Cerâmica para gerar energia
Chama-se Projecto Solar Tiles, reúne um consórcio de nove entidades nacionais, desde empresas até institutos e universidades, e teve o apoio do QREN. O objectivo do projecto, de que a Universidade do Minho foi promotora, é simples: produzir peças de cerâmica como as telhas, que contenham células fotovoltaicas capazes de utilizar a energia solar, transformando-a em energia eléctrica. O trabalho terminou em Agosto do ano passado, com um protótipo pré-industrial. O próximo passo será a sua produção em massa.

Diagnosticar a doença de Alzheimer sem erros
Identificar uma pessoa com doença degenerativa de Alzheimer sempre foi um problema, pela dificuldade de encontrar alguma substância produzida pelo corpo associada à doença. A empresa 2CTech, associada ao Centro de Biologia Celular da Universidade de Aveiro, criou um teste que avalia três biomarcadores neurológicos e diagnostica a doença sem erros. As investigadoras Odete Cruz e Silva e Margarida Fardilha conseguem ainda identificar pacientes que estão num estado precoce do processo degenerativo e vão desenvolver a doença.

Testar o aquecimento global num ribeiro
Os resultados estão por vir, mas a experiência pioneira em toda a Europa foi posta em prática neste ano. A ribeira do Candal, na Lousã, tem agora um troço de 22 metros separado ao meio, a nível longitudinal. Numa parte tudo acontece naturalmente, na outra um termoacumulador vai aquecer a água em cerca de 3ºC. A experiência, coordenada por Cristina Canhoto, investigadora da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e que tem uma dezena de colaborações internacionais, além de várias parcerias nacionais, quer responder a uma questão: o que vai acontecer ao funcionamento dos ecossistemas dos rios com o aumento de temperatura?

Automóvel que anda sozinho
Atlascar é um Ford Escort que passou a andar sozinho. A equipa do Atlas, coordenada Vítor Manuel Santos, da Universidade de Aveiro, construiu o primeiro carro português que não precisa de condutor. Os investigadores instalaram um robô neste modelo automóvel com sensores e actuadores que permitem investigar e desenvolver a condução assistida. O projecto venceu em 2011 o prémio Freebots Competition no Festival de Robótica Assistida, promovido pela Sociedade Portuguesa de Robótica.Grafeno
Muitos dizem que o grafeno é o material do futuro. O composto é formado por uma camada de átomos de carbono cujas ligações resulta numa estrutura de hexágonos, como se fosse uma colmeia. O material promete revoluções na electrónica. Nuno Peres, do Centro de Física da Escola de Ciência da Universidade do Minho, é responsável por um dos laboratórios mais importantes do mundo que estuda as propriedades deste material. Em 2011, o cientista ganhou o Prémio Ciência da Gulbenkian e está a estudar agora as propriedades da camada dupla de grafeno, que poderá ter aplicações em aparelhos de comunicação móvel, células solares, detectores de radiação electromagnética, sensores de pequenas quantidades de moléculas, sensores de tensão em estruturas, sequenciação do ADN.

Aerogéis contra frio de Marte
A temperatura média de Marte é de 63 graus Celsius negativos. Qualquer máquina enviada para lá tem que suportar um clima gelado. No caso do próximo veículo (rover) que a Agência Espacial Europeia pensa em enviar em 2016, são os investigadores do Instituto Pedro Nunes, associado à Universidade de Coimbra, que estão a resolver esta questão A equipa liderada por Ricardo Patrício desenvolveu neste ano aerogéis que protegem os circuitos electrónicos da temperatura e pressão do ambiente agreste do planeta vermelho. A substância foi produzida através de “um processo específico de secagem dos produtos à base de sílica que garante uma menor densidade e maior flexibilidade”, explicou o cientista, num comunicado.

Sequenciar genomas é mais barato
A sequenciação de genomas é uma das técnicas mais importantes da biologia. Através dela é possível saber a sequência dos tijolos de ADN que forma o genoma de animais, plantas, bactérias, vírus, espécies extintas e do ser humano. O processo é importante em inúmeras actividades, desde conhecer a origem genética de doenças, até ajudar a compreender a árvore da vida. O sistema desenvolvido por Francisco Fernandes, do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, do Instituto Superior Técnico, funciona com um novo algoritmo informático que torna este processo mais económico e dá um passo em frente para a democratização do acesso à sequenciação genética, o que pode ajudar a tornar a medicina personalizada numa realidade.

Regeneração de tecidos em marcha
Como é que se pode regenerar cartilagem ou osso? Utilizando materiais como o amido de milho, soja e a quitina. Esta é a aposta de investigação da equipa de Rui Reis, que acredita que um dia irá ser possível regenerar membros completos. O investigador é director do grupo 3B’s, Biomateriais, Biodegradáveis e Biomiméticos da Universidade do Minho e em 2011 publicou dezenas de artigos nesta área. No ano passado foi galardoado com o George Winter Award, o principal prémio Europeu na área dos biomateriais.


* Afinal são nove.
Já aqui destacámos muitas vezes a excelência dos cientistas portugueses, ainda bem que não são como os nossos políticos, pois esta lista que acabou de ler não existiria.


.m


32 – AMIGOS






























.
 
INSTANTES MÁGICOS
 









.


1.RENASCENTISMO MODERNAÇO












.