sábado, 15 de outubro de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA



BAR TENDER










.m

AVISO IMPORTANTE


Alerta de Phishing


Informamos que foi identificada a circulação de emails fraudulentos que constituem novos ataques de Phishing.
Os emails em questão apresentam as seguintes características:
 - Origem no Ministério das Finanças tendo por título “Tem uma divida por liquidar... Saiba mais”;
 - Origem “cgd_geral@agami.pt” tendo por título “Comprovante de Transferência Caixadirecta on-line”
 - Origem “comprovativo@bpi.pt.e.telefonica.net” tendo por título “Comprovativo de Transf. Interbancária”
Deve-se:
- apagar mensagens de origens estranhas, desconhecidas ou sem justificação;
- não seguir links incluídos nessas mensagens;
- utilizar as ferramentas disponíveis, como os filtros de mensagens  indesejadas.

enviado por J. MILHAZES











BEBEU?







.

SACANAS





.


ECOGRAFIA


video

.
11 – EDUCAÇÃO FINANCEIRA
2010



.
C A N C R O  DA  M A M A

L U T E  P O R  E S T A   C A U S A









1 - CIDADES FANTASMAS








.
Dançarino de boate gay....

A Professora pergunta na sala de aulas:
- Luizinho qual é a profissão de teu pai?
- Advogado, Sra. Professora.
- E a do teu pai, Mariazinha?
- Engenheiro.
- E o teu, Aninhas?
- O meu pai é médico
-E o teu pai, Pedrinho, o que faz?
-Ele... Ele é dançarino numa boate gay!
- Como assim? (pergunta a Professora, surpresa)
- Sra. Professora, ele dança na boate vestido de mulher, com uma cuequinha minúscula de lantejoulas; os homens passam a mão nele e enfiam dinheiro no  elástico da calcinha e depois saem para divertirem-se juntos.

A Professora rapidamente dispensou todos os alunos, menos o Pedrinho.
Ela caminha até ao miúdo e novamente pergunta:
- Ora diz-me lá, o teu pai realmente faz isso?
- Não, Sra. Professora. Agora que a sala está vazia, eu posso dizer-lhe:
Ele é Deputado na Assembléia da República..... 
Mas eu tenho vergonha de dizer isso na frente dos outros!!!

,

GRAVIDEZ



GRAVIDEZ




.

CARLA HILÁRIO QUEVEDO



Cinco Sentidos

Por que revela o WikiLeaks algumas informações tão pouco interessantes? Porque são privadas. É o negócio do século:vender informações irrelevantes como privadas.

Assim também eu

E m Meia-Noite em Paris, Gil Pender (ou Owen Wilson no papel de Woody Allen) regressa à gloriosa década de vinte em Paris e conhece tout le monde, de Hemingway a Fitzgerald e Picasso, de Gauguin a Buñuel. A ideia do filme é simpática à maioria: que bom seria se, com o que sabemos hoje, pudéssemos visitar uma época que consideramos extraordinária e aí nos sentássemos à mesa com os nossos ídolos. A escolha de época do realizador seria comum a muitos, só a reacção dependeria de cada um. No caso de Gil Pender, é irresistível para um escritor que o seu manuscrito seja lido por Gertrude Stein ou Ernest Hemingway. É um sonho! Tudo corre lindamente e com piada até ao momento em que Pender se aproveita de um conhecimento do futuro para se vangloriar no passado e piscar o olho ao presente, dando a ideia de O Anjo Exterminador a Luis Buñuel, que fica confuso e pergunta o mesmo que qualquer espectador: porque é que os convidados não conseguem sair da sala? A graça de o realizador não perceber uma ideia que sabemos ser sua desvaloriza a gravidade ética de um intruso do futuro usar informações privilegiadas na época errada. Teve graça e não me alegrou.

Fazer amigos

Roger Ebert é um célebre crítico de cinema e autor de vários livros, que comecei a seguir por causa do Twitter. A sua participação intensa na rede social é descrita num artigo que escreveu para o Chicago Sun-Times com um título plutarquiano ou dalecarnegieano: «How to win friends and influence people». Explica que twitta sobre acontecimentos invulgares ou para partilhar descobertas curiosas na internet. Até aqui tudo normal para alguém que tem um comportamento profissional na rede. É marcadamente liberal mas é raro cair na facilidade de insultar o Tea Party, escreve bastante sobre cinema e quase todas as semanas descobre fotografias extraordinárias com as estrelas de que mais gosto. Numa das últimas imagens vimos Rita Hayworth a abraçar uma bomba. É generoso na partilha e a dar conselhos sobre como participar no Twitter. Destaco duas advertências suas: não twittar banalidades como «estou a comer uma sopa fria» e não twittar outra vez sobre programas de televisão, porque há pessoas que não estão a ver o mesmo. Roger Ebert diz isto porque não tem cozinheiros na timeline nem nunca viu um programa em companhia twitteira. Ele que venha para cá.

Viver em público

Na conferência anual do Facebook, Mark Zuckerberg anunciou novas funcionalidades para a rede social. As novidades têm sido objecto de crítica por parte de empresas preocupadas com a divulgação de dados privados dos seus clientes. Já não é a primeira vez que o Facebook é acusado de abuso da privacidade dos utilizadores. E desta vez parece não haver grande possibilidade de escapar ao modelo imposto pela rede social. A divisão dos ‘amigos’ em listas permite um conhecimento quase total da vida do utilizador. Mas a particularidade do ‘quem pertence a que lista’ não é a única mudança arriscada na rede. A funcionalidade denominada Timeline – que no Twitter significa o espaço onde conversam as pessoas que cada um segue – permitirá ao utilizador contar a história da sua vida. Não tenhamos dúvidas de que o Facebook é útil. Sou capaz de enumerar várias vantagens para a rede social. Mas fazer da conta uma autobiografia online implica riscos muito altos para os utilizadores. Qual é o objectivo de mostrar o nosso quotidiano ao mundo? Que é feito da ‘dignidade da pessoa humana’? Onde estão os críticos dos reality-shows? Muito provavelmente a actualizar o perfil do Facebook.

Sorte ao amor

Antonia Macaro e Julian Baggini têm um consultório original no Financial Times. Todas as semanas a analista e o filósofo respondem a uma pergunta seleccionada dos leitores. Em «The Shrink and the Sage» têm sido respondidas perguntas sérias da humanidade e a semana passada não foi excepção. Um leitor perguntava se precisamos de parceiro ou parceira para a vida. Como quase todas as questões do género, a resposta é: depende. É certo, no entanto, que, segundo Antonia Macaro, os consultórios de terapeutas e analistas estão cheios de pacientes que sofrem de solidão amorosa. A solução para parece ser a de tentar fazer com que a pessoa chegue à conclusão de que tem de ser a melhor companheira de si própria. Talvez assim seja a melhor companheira de alguém. A ideia é tão complexa e de um optimismo tão estapafúrdio que nem sei por onde começar. Leio o que diz o filósofo. Julian Baggini explica que a maioria dos filósofos não casou e que o celibato faz sentido porque, tal como o sacerdócio, a filosofia exige dedicação total. Relações para sempre só com a filosofia ou com quem estiver em paz consigo mesmo. Acontece em casos de sorte ter tudo no mesmo casal.

O negócio do século

Li um artigo de Andrew Zimmerman Jones sobre Julian Assange, em The Philosopher’s Magazine. O texto prometia Assange, mas acabou por mostrar mais entusiasmo por uma personagem de ficção: Lisbeth Salander, heroína da Trilogia Millenium, uma criação de Stieg Larsson. A ética de Assange e de Salander na actividade de obter informações verdadeiras por vias altamente duvidosas é distinta na medida em que o primeiro adoptou para si a máxima totalitarista de que nenhuma informação é completamente privada e a segunda usa o seu talento informático para descobrir o que mais lhe interessa. As descobertas de Lisbeth dependem do julgamento de valor que faz às suas vítimas. Nada é perdoado a um sacana. Gostamos de ver Salander a funcionar porque percebemos a sua urgência na vingança. Julian Assange é mais difícil de compreender. Por que razão revela ao mundo informações no WikiLeaks, na maior parte das vezes, tão pouco interessantes? Porque são ‘privadas’. E o que é ‘privado’ vende. É este, aliás, o negócio do século: vender o irrelevante como privado. E depois de tornar público o irrisório, fazer com que se anule no colectivo. Isto pode não acabar bem.


IN "SOL"
03/10/11

.
2 - Crise económica na Madeira! ONDE?




RICARDO MORNA JARDIM (Madeira Parques) tem um ordenado de 5.499 euros, sendo o gestou que inscreveu o valor mais alto por conta do combustível (250 euros).
Obs: Lidera a gerência mais cara, a única com dois administradores a tempo inteiro que custam 148.336 euros, o que representa 45,3% dos encargos com OS ...oito funcionários.



Político é engolido por cobra 
Sucuri no Amazonas

Um deputado de Santa Catarina foi engolido por uma cobra Sucuri, durante um passeio pelo Amazonas. De acordo com testemunhas, o deputado fazia um passeio de barco, bebia uísque e contava dinheiro de uma maleta, bastante feliz, quando foi surpreendido pela cobra. “Eu vi quando a cobra pegou, enrolou, e engoliu”, contou um pescador que estava próximo do local.

Pescador presenciou a cena, tentou buscar ajuda, mas o povo deu gargalhada ao invés de ajudar

Após presenciar o ataque da sucuri contra o deputado, o pescador foi até uma comunidade buscar ajuda. Entretanto, ao invés de conseguir ajuda, conseguiu na verdade foi alavancar gargalhada do povo. “O povo começou a rir, e até bolaram no chão gargalhando, quando eu contei que o engolido foi um político”, disse o pescador ao repórter de G17.
A esposa do deputado foi informada do ocorrido na tarde de hoje. “Eu acho é pouco. Quem mandou ir esconder dinheiro no Amazonas”, disse a viúva. 

.
.



10 - OS HIPPIES





,

Sabia que quando inveja alguém, é porque na verdade gosta dessa
pessoa? 
 .

E SÓ P’RÓ ANO


video

E PARA QUEM QUISER ACREDITAR

.


PAULO GONZO

SEI-TE DE COR




.
 
M U D I




Classificação F.C.I.:
Grupo 1 Cães Pastores e Boiadeiros (Exceto Boiadeiros Suíços)
Seção 1 Cães Pastores
Padrão FCI n o 238 22 de Novembro de 2004.
País de origem: Hungria
Nome no país de origem: Mudi
Utilização: Cão de pastoreio. Por causa de sua coragem e disposição ele é muito popular entre os pastores por sua condução de ovelhas e outras espécies mais difíceis de manejar. É usado também para
caçadas de javalis selvagem. Excelente cão de guarda e companhia. Também utilizado para procurar drogas. Cão de guarda e alarme. Excelente cão de Agility e amável em casa. Por causa de seu relativo pêlo curto e sua excelente adaptabilidade, não há problema nenhum em mantê-lo em casa.
Sem prova de trabalho

RESUMO HISTÓRICO: a raça surgiu entre os séculos XVIII e IXX, a partir do cruzamento entre cães pastores húngaros e cães pastores alemães de orelhas eretas.

APARÊNCIA GERAL: de tamanho médio com a cabeça em forma de cunha. Orelhas eretas. A linha superior do corpo inclina-se
distintamente para o posterior. A cabeça e os membros são cobertos por pêlos curtos e lisos. O restante do corpo tem uma pelagem um pouco mais longa, muito ondulada até ligeiramente enrolada. Existem diferentes variações de cor.

PROPORÇÕES IMPORTANTES:
· o comprimento do corpo é aproximadamente igual a altura na cernelha;
· a profundidade do peito é ligeiramente inferior a metade da altura na cernelha;
· o comprimento do focinho é ligeiramente inferior a metade do comprimento da  cabeça.
COMPORTAMENTO/TEMPERAMENTO:o Mudi é extremamente capacitado para aprender, de temperamento vivaz, corajoso, alerta, trabalha com alegria, alerta e adaptável.
CABEÇA: a parte mais surpreendente do Mudi é sem dúvida sua cabeça. Esta deve dar ao observador a impressão de ser um animal alerta, sempre enérgico, alegre e inteligente, sem nenhum traço de timidez ou agressividade. A cabeça é em forma de cunha, afilando em direção à trufa.
REGIÃO CRANIANA
Crânio: o crânio e a testa são ligeiramente abobadados. Occiptal não pronunciado.
Arcadas superciliares pouco desenvolvidas.
Stop: suavemente marcado.
REGIÃO FACIAL
Trufa: estreita, arredondada na frente com narinas moderadamente abertas. Nos exemplares pretos, brancos, fulvos e azuis merle, a trufa é sempre preta; nas outras cores a trufa se harmoniza com a cor da pelagem; Exemplo: a trufa num exemplar marrom será marrom, num cinza será cinza. Cães marrons (marrom fígado) terão a trufa e as pálpebras marrons.
Focinho: moderadamente forte. Cana nasal reta.
Lábios: bem aderentes aos maxilares. A comissura labial ligeiramente dentada. A pigmentação dos lábios correspondem com a pigmentação da trufa.
Maxilares / Dentes: completa e regular mordedura em tesoura, com dentes de tamanho médio.
Olhos: estreitos, cantos internos e externos dos olhos ligeiramente pontiagudos, inseridos ligeiramente oblíquos, dandol-he uma expressão “atrevida”. Os olhos devem ter a coloração mais escura possível. Somente nos azuis merle, olhos porcelanizados (branco ou azul) não são uma falta. As bordas das pálpebras são aderentes, bem
aplicadas ao globo ocular e uniformemente pigmentadas.
Orelhas: inseridas altas e eretas em forma de “V” invertido e cobertas por pêlos abundantes ultrapassando as bordas externas das orelhas. A resposta das orelhas aos estímulos de seu movimento é muito alegre. O Mudi pode girar suas orelhas independentemente uma da outra como se fossem radares. As orelhas são aproximadamente de 10 a 15% mais longas do que a largura das suas bases.
PESCOÇO: de inserção ligeiramente alta formando um ângulo de 50º a 55º com a horizontal. É de comprimento médio, pouco arqueado e bem musculoso. Sem barbelas ou tufos pronunciados. Nos machos pode haver uma juba pouco desenvolvida, porém nunca deve ser notada .
TRONCO
Linha superior: claramente inclinada em direção à garupa.
Cernelha: pronunciada, longa e musculosa.
Dorso: reto e curto.
Lombo: de comprimento médio. Firmemente acoplado.
Garupa: curta, muito pouco inclinada, de largura média, musculosa.
Peito: antepeito ligeiramente curvado. Costelas um pouco largas e um pouco planas.
Linha inferior: ligeiramente esgalgada.

CAUDA: inserida em uma altura média. Em repouso, pendente, com o terço distal quase na horizontal. Quando em alerta ou quando em movimento, a cauda é portada em forma de foice, acima da linha superior. A cauda cortada é indesejável mas não constitui uma falta. Se a cauda for cortada, a 2ª ou 3ª vértebras devem ser visíveis.
Cães nascidos sem cauda ou com a cauda curta são raros; isto não é considerado como uma falta. Ela é abundantemente coberta por pêlos, e estes, em sua parte inferior podem ter até de 10 a 12 cm de comprimento.

MEMBROS
Anteriores
Ombros: a escápula é moderadamente inclinados e bem musculosos. O antepeito é curvado e a ponta do esterno apenas ligeiramente proeminente.
Braços: de comprimento médio; forma um ângulo de 45º com a horizontal.
Cotovelos: bem aderentes ao corpo.
Carpos: firmes e secos.
Metacarpos: inclinados.
Patas anteriores: redondas com dedos bem fechados. Um pouco de pêlos entre e abaixo dos dedos. Almofadas elásticas. Unhas de cor cinza ardósia e duras.
Posteriores: os membros posteriores são um pouco inclinados para trás.
Coxas: longas e bem musculosas.
Metatarsos: curtos e inclinados.
Patas posteriores: como as anteriores. Ergôs não são desejáveis.

MOVIMENTAÇÃO: a movimentação característica do Mudi, são as passadas curtas.
PELE: aderente e sem rugas.
PELAGEM
Pêlo: a cabeça e a frente dos membros são cobertas por pêlos curtos, retos e lisos. Nas outras partes do corpo, o pêlo é uniformemente muito ondulado ou ligeiramente enrolada. É denso e sempre brilhante, com comprimento entre 3cm a 7cm. Em alguns lugares são formados topetes e cristas. O pêlo é mais longo na parte de trás do antebraço e nas coxas, onde formam pronunciadas franjas.
COR
· fulvo
· preto
· azulmerle (salpicados de preto, rajado, tigrados ou manchados de um cinzaazulado mais claro ou mais escuro).
· cinza
· marrom
Somente ligeiras manchas brancas serão toleradas, mas não desejadas. Uma mancha branca no peito, menor do que 5cm de diâmetro, assim como, pequenas manchas brancas nos dedos são toleradas, mas não desejadas.
· branco

TAMANHO
altura na cernelha:
machos: 41 – 47 cm ideal: 43 – 45 cm
fêmeas: 38 – 44 cm ideal: 40 – 42 cm
 PESO
machos: 11 – 13kg
fêmeas: 8 – 11kg

NOTAS:
· os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem desenvolvidos e acomodados na bolsa escrotal.


IN "CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CINOFILIA"


.

 

3 - MICROCOSMOS

imagens  de insectos, partes do corpo humano e artigos domésticos

Microcosmos: coloured scanning electron micrograph (SEM)

Esperma humano (spermatozoa), células sexuais masculinas


LIÇÃO DE ECONOMIA

1. Se em Janeiro de 2007 tinha 1.000 € investidos em acções do Royal Bank of Scotland, um dos maiores bancos do Reino Unido, hoje teria  29 €!

2. Se em Janeiro de 2007 tinha 1.000 € investidos em acções do Fortis, outro gigante bancário, hoje teria 39 €!

3. Agora, se em Janeiro de 2007 gastou 1000 € em bom vinho tinto (de vinho, e não acções), tivesse bebido todo o vinho e vendido as garrafas vazias, hoje teria 46 €!

Conclusão: 
No cenário Económico actual, é melhor esperar sentado bebendo um bom vinho.


E lembre-se que quem bebe vinho, VIVE MENOS:

• Menos triste.
• Menos deprimido.
• Menos tenso.
• Menos cansado com a vida.
• Menos doente do coração.

enviado por TETÉ

.
Se os homens aspirassem


ESCOLHAS DE FIM DE SEMANA E DO MÊS

COMPRE JORNAIS E REVISTAS
















i