terça-feira, 11 de outubro de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA



PARABÉNS




.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO


Com este sistema de informação das Farmácias Portuguesas já pode saber no seu telemóvel qual é a Farmácia de Serviço mais perto de si. De forma rápida e simples, terá acesso em poucos segundos à Farmácia de Serviço mais próxima.

Como funciona o serviço FARMÁCIAS DE SERVIÇO?

1. Envie um SMS para o número 68632 com o seguinte texto:

FARMÁCIA [espaço] [4 primeiros dígitos do CÓDIGO POSTAL onde se encontra]

Exemplo: Farmácia 1745 (cod.postal de Queluz)

2. Recebe de imediato um SMS com os contactos da Farmácia de Serviço da sua localidade.

3. Memorize o número 68632 no seu telemóvel para futuras utilizações.

4. Divulgue

enviado por M. COUTINHO


HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"


Madeira 'sufocada', pela dívida
Esforço terá de ser feito pelos madeirenses


O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, defendeu ontem que a Madeira 'está sufocada pelo peso da dívida', que 'vai demorar muito tempo a ser corrigida', realçando que o esforço de ajustamento terá que ser feito pelos madeirenses e pelo futuro Governo – Alberto João Jardim foi anteontem reeleito com maioria absoluta.
Na visita à fábrica da Toyota em Ovar, para assinalar o 40.º aniversário da Produção Toyota em Portugal, o primeiro-ministro considerou que 'a região está sufocada pelo peso da dívida, o que exigirá a execução de um programa de ajustamento rigoroso, que refletirá a situação de grande peso da divida que foi criada ao longo destes anos',
Instado a comentar as eleições de domingo na Madeira, Pedro Passos Coelho escusou-se a falar sobre os resultados eleitorais, sustentando não estar 'na qualidade de líder do PSD',
'Como líder do Governo, como primeiro-ministro, quero apenas cumprimentar o povo da Madeira, atendendo às circunstâncias difíceis que rodearam a eleição, dizendo a todos que o grande esforço de ajustamento terá que ser assegurado pelos próprios madeirenses', sublinhou.
O primeiro-ministro salientou ainda que 'a situação que se vive no arquipélago obrigará seguramente a um grande empenhamento não só dos madeirenses, mas do futuro Governo para resolver uma situação de desequilíbrio muito forte',
'Creio que vai demorar muito tempo a ser corrigida', acrescentou.
Na declaração de vitória, Alberto João Jardim sublinhou a conquista do objetivo da maioria absoluta, que lhe permitirá governar sozinho, e diz que recusará 'medidas discricionárias', contra os madeirenses.


* Quem é mais sectário que AJJ, talvez Khadafi? E mais líricos que os madeirenses, só o caruncho?


.
3 - A Guerra que não se vê

(ou a denúncia dos midia)




"The War You Don't See" é uma investigação poderosa e oportuna sobre o papel da mídia na guerra, traçando a história das reportagens independentes e incorporadas, da carnificina da Primeira Guerra Mundial, à destruição de Hiroshima, e desde a invasão do Vietnã à atual Guerra do Afeganistão e o desastre no Iraque. Como as armas e propaganda se tornam ainda mais sofisticados, a natureza da guerra está se desenvolvendo em um "campo de batalha eletrónica", em que os jornalistas desempenham um papel fundamental, e os civis são as vítimas. Inclui uma entrevista com Julian Assange, fundador e editor-chefe de WikiLeaks.
No momento em que se assiste a mudanças políticas no oriente árabe, e assistimos a OTAN a bombardear a Líbia, é importante ter em mente que quando países como os EUA e a Grã-Bretanha afirmam lutar pela democracia, na verdade são guiados por outros interesses. Vale a pena assistir e refletir sobre o filme de John Pilger. Aí está ele. Aprecie!

.
HOJE NO
"DIÁRIO  DE NOTÍCIAS"
"indignados"
"Movimento nasce da falta de esperança no futuro"

O movimento de "indignados" que está a crescer em todo o mundo é um resultado directo da falta de esperança no futuro e do aumento da injustiça, com o crescente fosso entre ricos e pobres, afirmou hoje Romando Prodi.

"Por isso se explica que haja movimentos de indignados em países tão diferentes como Israel, Espanha ou Reino Unido", afirmou o ex-presidente da Comissão Europeia, numa conversa com jornalistas, em Barcelona.

Prodi falava aos jornalistas num encontro conjunto com Jordi Pujol, o ex-presidente da Generalitat (Governo regional da Catalunha), que hoje apresenta um novo livro, intitulado "Semear, trabalhar e colher - Escritos de Reflexão e de Agitação" que reúne textos que escreveu entre 2005 e 2011.

Na conversa, em que se analisou a situação actual da Europa, Prodi considerou que o movimento dos "indignados" não encontra o seu fundamento em questões políticas, "ainda que a política tenha ajudado a causar a situação" que leva aos protestos.

"É uma revolta em países completamente diferentes, que deriva da crise, da falta de esperança no futuro, do aumento da injustiça, que nasce pela crescente distância entre os riscos e os pobres", disse.

"Essa distância começou a crescer em todo o mundo desde os anos oitenta, e é uma tendência constante em todos os países, que cresce porque a globalização, o sistema económico, criam cada vez mais tensão", afirmou.

Prodi admitiu, porém, que a classe política "deixou agravar este problema" que hoje "une todos estes países e todos estes movimentos".

Dezenas de protestos estão convocados, para o próximo sábado, por movimentos da cidadania para cidades em dezenas de países em todo o mundo.


* INDIGNEMO-NOS

.

King Mswati

da Swazilândia

Casa com mais outra



GARNDE PARTE DOS BILIÕES DE RANDES DE DIVIDA CONTRAÍDA RECENTEMENTE À RSA PELO REINO SWAZI SERVIRÁ, CONCERTEZA, PARA CUSTEAR AS MORDOMIAS DESTA NOVA RAINHA!! .....

A BODA É UMA FESTA







....E...ALGUM MINISTRO DEVE ESTAR A ESFREGAR AS MÃOS PARA DAR AJUDA AO CHEFE, NOS SEUS COMPROMISSOS CONJUGAIS, JÁ QUE “A SEARA É GRANDE E O CEiFEIRO É ÚNICO (?)!.... “

BONITA É

E AS GUERREIRAS TAMBÉM

REI NADIA

PARECE SER A MADRINHA



O PADRINHO MUGABE



.


HOJE NO
"RECORD"


Joaquim Evangelista: 
«Tem perfil e idoneidade 
para liderar a Federação»,
presidente do sindicato avalia 
Carlos Marta

Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato dos Jogadores, considera Carlos Marta “uma figura a quem reputo perfil e idoneidade para desempenhar o cargo de presidente da FPF”. Isto não significa um apoio imediato a alguém que esta semana deve anunciar a sua candidatura, mas...

“Estamos a eleger o governo do futebol português e este é um ato muito importante”, sublinha. “Gostava que este processo fosse mais participado e mais transparente”, acrescenta, desgostoso com o facto “de muitas pessoas estarem apenas a olhar para o seu próprio umbigo”.


* Infelizmente Portugal é "O GRANDE UMBIGO"

.

FERNANDA CACHÃO


Pobre Dinamarca

Parece que os dinamarqueses que prefiram pão com manteiga vão pagar imposto. Os que gostem de hambúrgueres com batatas fritas ou de queijo vão pagar imposto. Os que usem fiambre, óleo ou leite nas suas refeições vão também pagar imposto.


O governo dinamarquês vai taxar todos os alimentos que tenham mais de 2,3 por cento de gordura saturada. Um aumento de 2,15 euros por quilo em direcção à saúde geral e ao controlo da obesidade em prol da elegância colectiva. O governo dinamarquês é a mãe de todos os dinamarqueses. O padrinho da indústria do light. O agiota que sabe onde ir buscar dinheiro.

A Dinamarca fica longe. Para o bem e para o mal, não há comparação. Não nos pode servir de exemplo. A taxa não é grega, é dinamarquesa, podem descansar os portugueses.

Que nos levem tudo, menos a comidinha – o queijinho da Serra ou de Azeitão, a cabidela apurada, as tripas ou feijoada, migas, leitão à Bairrada ou cozido que até é à nossa moda, a portuguesa. Os dinamarqueses não sabem o que isto é e por não saberem, não sabem o que perdem. E não sabem o que faz um arroz de favas ou um caldo de galinha com fígado e moelas num livro de um escritor chamado Eça.

IN "CORREIO DA MANHÃ"
06/10/11

.

Um Madeirense


Um madeirense, na véspera da noite de núpcias do filho diz-lhe:
- Filho, amanhã tens que mostrar aquilo que vales! Pegas na tua esposa nos braços, porque um madeirense é forte; deita-la na cama com jeitinho, porque um madeirense é carinhoso; despes-te em frente dela, porque um madeirense é bonito... e... e, pronto. Os finalmente já tu sabes!
No dia seguinte, pergunta-lhe o pai:
- Então filho fizeste tudo o que te disse?
Responde o filho:
- Sim pai, todinho! Peguei nela, porque um madeirense é forte; deitei-a na cama com jeitinho, porque um madeirense é carinhoso; despi-me em frente dela, porque um madeirense é bonito...
Pergunta o pai entusiasmado:
- E...? e...?
Responde o filho:
- E masturbei-me, porque um madeirense é autónomo e independente!!!

.

Serviços de Carpintaria, Estofamento e Restauro
 Além de vos poder ser útil 
estão também a ajudar pessoas com deficiência

ELO SOCIAL -  Av. Dr. Alfredo Bensaúde nº 1
1800-423 Lisboa   (junto ao Ralis)
 Telf.  218540360  Fax. 218540361
 2ª a 6ª feira   -   9.00/13.00           14.00/17.00

A Associação ELO SOCIAL presta diversos serviços, através do Emprego Protegido, a custos reduzidos e de qualidade garantida.

Entre eles, têm as Secçoes de 
Carpintaria, Estofamento e Restauro.

Sofás e cadeiras que necessitem de ser estofados e consertados podem entregar-lhes esse trabalho com a certeza de que vos irá surpreender quanto à qualidade e preço. Neste momento, por falta de adequada divulgação estão quase sem trabalho - daí estarem a fazer  uma promoção na redução do seu preço de tabela até 30%!
Para aqueles que residam na área de Lisboa, eles vão a casa gratuitamente buscar e entregar, como apresentam orçamento para a reparação.
Trabalham igualmente para empresas.
Pedimos-vos caros visitadores que divulguem também esta mensagem junto dos vossos amigos e conhecidos.

Obrigado!
 
 
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"
 
A1 ganhou mais 955 viaturas 
diárias entre Abril e Junho

A A1 foi a única autoestrada do país a registar, no segundo trimestre, um crescimento no tráfego diário, de 2,8%, indica um relatório do Instituto de Infraestruturas Rodoviárias.

Os dados do Instituto de Infraestruturas Rodoviárias (INIR), citados pela Agência Lusa, indicam que a autoestrada que liga Porto e Lisboa registou, entre Abril e Junho de 2011, mais 955 viaturas diárias.

No segundo trimestre de 2010, o movimento médio diário era de 34180 viaturas e em igual período de 2011 de 35135 viaturas.

Neste período, a A1 foi mesmo a única autoestrada portuguesa a registar crescimento de tráfego, em contraponto com as três concessões das antigas Scut do Norte, que registaram quebras de 47% (Costa de Prata), 43% (Grande Porto) e 27% (Norte Litoral).

Neste estudo do INIR foram analisadas 33 autoestradas, distribuídas por 15 concessões.

Em termos de média ponderada, face à utilização diferenciada dos vários troços de cada autoestrada, o INIR concluiu que no segundo semestre de 2011 estas vias receberam diariamente 17672 viaturas, contra as cerca de 20 mil do mesmo período de 2010. Ou seja, uma quebra global de 11,6%.

A28 perdeu cerca de 27% 
do movimento diário

A antiga Scut A28, que liga Viana do Castelo e Porto, perdeu diariamente, no segundo trimestre de 2011, uma média de nove mil viaturas, confirmando a queda que se regista desde a introdução de portagens.

Segundo números do relatório do Instituto de Infraestruturas Rodoviárias (INIR), entre Abril e Junho de 2010, antes da introdução de portagens, a A28 apresentava um tráfego médio diário de 34323 viaturas.

Já no segundo trimestre deste ano, o tráfego médio diário caiu para 24148 viaturas, o equivalente a uma quebra de 27%.

Uma tendência que confirma o trimestre anterior de quebra, em que aquela autoestrada passou de um tráfego diário de 32255 viaturas entre Janeiro e Março de 2010, para 24057 em igual período deste ano, correspondendo a uma quebra superior a 25%.

O troço da A28 entre Angeiras e Modivas, nos concelhos de Vila do Conde e Matosinhos, segundo o relatório do INIR, é o que regista maior quebra, passando de cerca de 64 mil viaturas diárias, para 33 mil. Ou seja, uma quebra de 31 mil viaturas todos os dias, correspondente a 48%

A concessão Norte Litoral, gerida pela EuroScut Norte, integra ainda a A27, entre Viana do Castelo e Ponte de Lima, e que no segundo trimestre de 2011 registou um tráfego diário de 8447 viaturas, quando em igual período de 2010 esse movimento era 10213 viaturas. Ou seja uma quebra de 17,3%.

Na A27 ainda não são cobradas portagens, apesar de o anterior governo ter previsto o início do pagamento para Abril passado.

A cobrança de portagens nas antigas Scut do Norte é feita desde 15 de Outubro de 2010.

A29 com menos 52,4% 
do tráfego entre Abril e Junho

As autoestradas que integram a antiga concessão Scut da Costa de Prata registaram uma quebra diária de 18564 viaturas no segundo trimestre de 2011, face a igual período do ano anterior.

Os dados constam de um relatório do Instituto de Infraestruturas Rodoviárias (INIR), a que a Agência Lusa teve acesso, e apontam para uma quebra total diária de 47% no movimento da concessão.

Entre Abril e Junho de 2010, antes da introdução de portagens, utilizavam diariamente aquela concessão 39774 viaturas, enquanto que em igual período deste ano esse número baixou para 21210.

Esta quebra reflecte-se sobretudo na A29, que passou de um movimento diário médio entre Abril e Junho de 2010 de 48583 viaturas, para, em 2011, uma média de 23148 viaturas. Ou seja, menos 52,4% de tráfego em apenas um ano.

Nos seus diversos troços, a A29 serve localidades como Miramar, Maceda, Estarreja e Angeja, entre Porto e Aveiro.

A concessão da Costa de Prata já tinha registado, no primeiro trimestre de 2011, uma quebra diária de 23897 viaturas, em relação à média de Janeiro a Março de 2010, que se cifrava em 45798 viaturas diárias.



* As estradas do nosso descontentamento

.


4 – PALÁCIO NACIONAL DA PENA


















 NR: As anteriores séries de imagens foram editadas nas terças feiras anteriores às 19H00.


.



HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"


Antiga primeira-ministra da Ucrânia condenada a sete anos de prisão por abuso de poder
O Tribunal Petcherski condenou Iúlia Timochenko, antiga primeira-ministra ucraniana, a sete anos de 
prisão por "abuso de poder" na altura da assinatura 
de contratos de fornecimento de gás russo em 2009

O juiz considerou ter ficado provado que Timochenko provocou prejuízos no valor de 150 milhões de euros. Além disso, Timochenko fica privada de ocupar cargos nas estruturas do poder durante três anos, o que a impedirá de participar nas eleições legislativas do Outono de 2012.

O juiz decidiu também que a antiga primeira-ministra terá de "indemnizar plenamente" a empresa pública de gás ucraniana Naftogaz, que terá sido prejudicada em cerca de 150 milhões de euros.

Segundo o juiz Rodion Kireev, os acordos sobre o fornecimento de gás russo à Ucrânia foram assinados "exclusivamente graças às acções ilegais e individuais de Iúlia Timochenko". "Os atos de Timochenko foram além dos seus poderes, provocando pesadas consequências", concluiu.

A sentença foi recebida com gritos pelos apoiantes de Timochenko, que se encontravam na sala de sessões: "Vergonha!", "Eles também serão condenados!", "Este bando está condenado!".

A líder da oposição, ao reagir à sentença, declarou aos jornalistas que "a Ucrânia está a voltar a 1937", ano em que o ditador José Estaline desencadeou uma forte onda de terror em toda a União Soviética.

Iúlia Timochenko e os advogados já anunciaram que irão recorrer da sentença para tribunais ucranianos e europeus.

Iúlia Timochenko apela ao derrube do regime do Presidente Ianukovitch

A antiga primeira-ministra ucraniana, Iúlia Timochenko, lançou hoje um apelo ao derrube do regime do Presidente Victor Ianukovitch, sublinhando que a sua queda está para breve.

Estas declarações foram feitas no Tribunal Petcherski, onde está a ser lida a sentença do processo em que a líder da oposição ucraniana é acusada de ter abusado do poder em 2009, aquando da assinatura de acordos sobre o fornecimento de gás russo à Ucrânia.

O juiz Rodion Kireev já anunciou ter ficado provada a acusação, precisando que Timochenko provocou prejuízos à Ucrânia de cerca de 150 milhões de euros. "Estou convencida de que a sentença está ser ditada não pelo juiz Kireev, mas pelo Presidente Ianukovitch.

A sentença fará o povo entender ainda mais que os ditadores não abandonam o poder voluntariamente. Isso não é só tarefa do meu partido, mas de todo o povo", acrescentou Timochenko. "Ele (Ianukovitch) pensa que demonstra a sua força, o seu poder, mas, na realidade, ele humilha-se, desacredita-se e risca-se da realidade democrática ucraniana e mundial", frisou.

Timochenko lamentou que as acções de Ianukovitch criem obstáculos na via da aproximação da Ucrânia face à União Europeia. A antiga primeira-ministra incorre numa pena que pode ir até aos sete anos de prisão e pagamento de pesadas multas, mas o partido por ela dirigido já anunciou que irá recorrer da pena nos tribunais ucranianos e europeus.

Polícia detém apoiantes de Iúlia Timochenko

Entretanto, a polícia ucraniana deteve hoje vários apoiantes da antiga primeira-ministra Iúlia Timochenko por tentarem cortar a principal artéria da capital ucraniana, a Avenida Krechatika.

A polícia interveio quando centenas de manifestantes cortaram a circulação automóvel nessa avenida e se dirigiam para o Tribunal Petcherski, onde Timochenko está a ser julgada. Lessia Orobetz, deputado do partido dirigido por Timochenko, escreveu na sua conta no Twitter ter observado como "pessoas foram metidas dentro de carros da polícia para transporte de detidos".

A polícia confirmou ter feito detenções, mas não revelou quantas. Iúlia Timochenko está a ouvir a sentença do juiz Rodion Kireev, que já afirmou que a antiga primeira-ministra abusou do poder quando da assinatura de acordos sobre o fornecimento de gás russo e provocou ao país um prejuízo da ordem dos 150 milhões de euros.

A líder da oposição ucraniana pode ser condenada até sete anos de prisão e ao pagamento de pesadas multas.

União Europeia lamenta condenação de Timochenko

A União Europeia (UE) lamentou hoje a condenação da antiga primeira-ministra Iúlia Timochenko a sete anos de prisão por abuso de poder, por um tribunal ucraniano, denunciando a motivação política do processo.

"A UE está profundamente desapontada com o veredicto", disse a Alta Representante para a Política Externa da UE, Catherine Ashton, num comunicado hoje divulgado.Ashton salientou que a condenação de Iúlia Timochenko "confirma que a justiça está a ser seletivamente aplicada em perseguições políticas a líderes da oposição e membros do anterior Governo" da Ucrânia.

A Alta Representante pediu ainda que seja garantida isenção no recurso que os advogados da condenada já anunciaram. O comissário europeu para o Alargamento, Stepan Fule, disse esperar que a decisão final no processo de Iúlia Timochenko seja tomada com base na revisão das leis ucranianas.

"Ninguém pode ir para a cadeia com base em legislação já ultrapassada. Sem dúvida que deve ser encontrada uma solução", declarou. Stefan Fule anunciou que a reacção oficial da Comissão Europeia será divulgada na quarta-feira, mas frisou que "da situação democrática depende o destino da associação da Ucrânia com a União Europeia".

Também o presidente do Parlamento Europeu, Jerzy Busek, manifestou "sérias dúvidas" sobre a isenção, transparência e independência do julgamento. Buzek afirmou que a lei aplicada no caso remonta ao tempo da União Soviética e que são raros os países democráticos que processam criminalmente decisões políticas.

O Tribunal Petcherski condenou Iúlia Timochenko, antiga primeira-ministra ucraniana, a sete anos de prisão por "abuso de poder" aquando da assinatura de contratos de fornecimento de gás russo em 2009.

O juiz considerou ter ficado provado que Timochenko provocou prejuízos no valor de 150 milhões de euros. Além disso, Timochenko fica privada de ocupar cargos nas estruturas do poder durante três anos, o que a impedirá de participar nas eleições legislativas do Outono de 2012.

O juiz decidiu também que a antiga primeira-ministra terá de "indemnizar plenamente" a empresa pública de gás ucraniana Naftogaz, que terá sido prejudicada em cerca de 150 milhões de euros.


* Atenção a notícia é da UCRÂNIA não é de Portugal

.

ANTÓNIO ZAMBUJO

LÁBIOS QUE BEIJEI





.


HOJE NO
"DESTAK"


Armazenamento superior à media 
dos últimos anos em oito das 
12 bacias hidrográficas


O armazenamento de água na maior parte das bacias hidrográficas portuguesas apresentou em setembro valores superiores às médias do mesmo mês nos últimos anos, segundo dados do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos.


No site da Instituto da Água (Inag), a informação disponível refere que os valores em setembro eram mais elevados do que as médias do mesmo mês do período de 1990 a 2010, em oito das 12 bacias hidrográficas contabilizadas.

As exceções apontadas vão para as bacias do Lima, do Cávado, Ave e Douro.

No caso do Lima, o armazenamento é de 43,5 por cento contra a média de 55,7 por cento, enquanto no Cávado é de 52,5 por cento (58,4 por cento), no Ave está nos 42,7 por cento (47,7 por cento) e no Douro 57,6 por cento (61,4 por cento).

Contactado pela Lusa, o presidente do Inag, Orlando Borges, sublinhou que, apesar de Portugal viver neste momento uma situação de seca do ponto de vista meteorológico, do ponto de vista hidrológico a seca "está longe de ser uma realidade".

Apesar de na região norte, nomeadamente nas bacias do Douro, Cávado, Lima e Ave, o valor andar "ligeiramente abaixo da média para esta altura do ano", na região centro - Mondego e Tejo - os valores estão exatamente nas médias, enquanto na região sul, "onde as situações de seca se fazem sentir com gravidade e às vezes obrigam a restrições, neste momento os valores são francamente superiores aos valores médios".

No Guadiana, exemplificou, a média é de 72 por cento e atualmente a capacidade está nos 80.

Das 55 albufeiras monitorizadas pelo Sistema, 10 apresentam disponibilidades hídricas superiores a 80 por cento do volume total e oito têm disponibilidades inferiores a 40 por cento do volume total.

Segundo o Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos, na comparação do último dia de setembro com o último dia do mês anterior, verificou-se um aumento do volume armazenado em uma bacia hidrográfica e uma descida em 11.

Para o presidente do Inag, o "desfasamento entre a seca meteorológica e a seca hidrológica decorre de o País estar dotado de infraestruturas que permitem armazenar quando há precipitação intensa, como aconteceu no ano passado, para garantir os usos nos períodos seguintes".

"Neste momento, temos perfeitamente salvaguardadas as utilizações da água nos próximos meses para agricultura, abastecimento e energia", sublinhou.

Para o responsável, esta situação comprova a necessidade das barragens: "Há pessoas que pensam que este País não podia viver sem ter esta capacidade de água armazenada, o que não é verdade. Mesmo assim, em casos extremos, como na seca de 2005, não houve capacidade para dar resposta a todas as necessidades".


* A água é um bem muito escasso, esta notícia revela uma bondade da natureza, é preciso aproveitá-la.

.





 
HOJE NO
"i"

MP quer três anos de prisão para Hulk
Sapunaru, Helton, Fucile e Rodríguez também 
estão envolvidos nos confrontos no túnel da Luz


O Ministério Público deduziu acusações contra cinco jogadores do FC Porto, Hulk, Sapunaru, Fucile, Christian Rodriguez e Helton pelas agressões a dois seguranças no túnel do Estádio da Luz, a 20 de dezembro de 2009.

Segundo o Correio da Manhã, Sapunaru, acusado de dois crimes, pode ser punido com uma pena até cinco anos de prisão enquanto os restantes, acusados de um crime, incorrem numa pena até três anos.

No documento a que o Correio da Manhã teve acesso foi dado como provado que os jogadores agrediram os seguranças Ricardo Silva e Sandro Correia no final do encontro Benfica-FC Porto, que terminou com a vitória “encarnada”, por 1-0.

Contactado pela Agência Lusa, Benfica não se pronuncia, alegando tratar-se de um processo fora do âmbito desportivo.

Os factos remontam ao jogo da 14.ª jornada da temporada de 2009/2010 da Liga, que terminou com incidentes no túnel de acesso aos balneários.

Como consequência, a Comissão Disciplinar (CD) da Liga suspendeu o avançado brasileiro Hulk por quatro meses e o defesa romeno Sapunaru por seis meses, tendo arquivado um processo movido ao guarda-redes brasileiro Helton.

Na base do castigo, o presidente da CD em funções, Ricardo Costa, revelou ter ficado demonstrado que Hulk e Sapunaru agrediram assistentes de recinto desportivo, com o primeiro a agredir um e o segundo dois e que em cada castigo houve uma "atenuação especial" - para metade -, devido a "provocação".

Os jogadores recorreram da decisão para o Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), em que pediam a nulidade do acórdão da CD da Liga e, apesar de alegarem que os "stewards" não são intervenientes no jogo, remetiam, "na melhor das hipóteses", para o artigo 120 do Regulamento Disciplinar da Liga, que previa penas de dois a seis jogos de suspensão para agressões de jogadores a "delegados ou outros intervenientes do jogo com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo".

Em 24 de março de 2010, o Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu alterar os castigos impostos pela Liga a Hulk e Sapunaru, reduzindo as penas para três e quatro jogos, respetivamente, alegando que a exclusão dos assistentes de recinto desportivo da categoria de intervenientes no jogo esteve na base da sua decisão.

Segundo o acórdão do CJ, a exclusão dos stewards da categoria de intervenientes no jogo obrigou a equipará-los ao público e, dessa forma, reduzir as suspensões de Hulk e Sapunaru de quatro e seis meses para três e quatro jogos, respetivamente.

Enquanto decorreram os processos na Liga e FPF, os dois jogadores estiveram suspensos e não alinharam em qualquer jogo da Liga desde o embate com o Benfica, tendo Hulk apenas atuado pelos "dragões" na Liga dos Campeões e Sapunaru sido emprestado aos romenos do Rapid de Bucareste.


* Ninguém está acima da lei, mas os corruptos, os violadores, os assassinos estarão, é que andam por aí a passear?


.

6 - SALÃO ALEMÃO DE FOTOGRAFIA











.

HOJE NO
"PÚBLICO"

Estudo diz que complementos vitamínicos são inúteis ou mesmo perigosos


Os complementos vitamínicos são inúteis para a maioria das pessoas e alguns podem mesmo acarretar risco de vida para mulheres mais velhas, segundo um estudo publicado na segunda-feira nos Estados Unidos.


Os complementos de ferro figuram entre os que mais preocupam os investigadores, enquanto os de cálcio parecem estar ligados a uma redução do risco de mortalidade refere o estudo dos Archives of Internal Medicine, uma publicação da Associação Médica Americana.

“Descobrimos que diversos complementos vitaminados ou minerais frequentemente utilizados, como os produtos multivitaminados, as vitaminas B6, ácido fólico, ferro, magnésio, zinco e cobre, estão relacionados com riscos mais elevados de mortalidade”, dizem os autores.

As conclusões foram obtidas por uma investigação realizada no Estado de Iowa, no centro dos Estados Unidos, incluindo questionários preenchidos por 38.772 mulheres com uma idade média de 62 anos. Depois de consumirem complementos vitamínicos em 1986, 1997 e 2004, a taxa de mortalidade passou de 66 por cento em 1986 para 85 por cento em 2004.

De acordo com o estudo, o ferro está “fortemente” ligado ao aumento da mortalidade, em função das doses absorvidas. Os autores notam, no entanto, que não têm condições para determinar se as razões que levaram estas mulheres a absorver ferro podem explicar o aumento da taxa de mortalidade e adiantam que são necessárias mais investigações. O cálcio, em contrapartida, esteve ligado a uma redução da mortalidade.

Estas descobertas “reforçam a [nossa] convicção que certos complementos antioxidantes, como a vitamina E, e vitamina A ou de betacaroteno, podem ser perigosos”, referem os médicos num comentário que acompanha o estudo, adiantando que não recomendam o consumo preventivo de tais complementos, “sobretudo quando se trata de uma população bem alimentada”.

Cerca de metade da população norte-americana toma complementos vitamínicos, que representam um mercado de 20 mil milhões de dólares (14,6 mil milhões de euros).


* Achamos importante uma alimentação sadia que contém quase todos os elementos que precisamos para viver e é um facto que o cidadão comum desconhece quais os suplementos vitamínicos que deve ingerir mas:
- Quem autoriza a venda sem receita destes produtos?
- Não é a classe médica que promove muitos deles?
- Porque labortórios farmaceuticos produzem estes medicamentos se sabe há muito que não fazem falta?

Resposta: Lucro, Lucro, Lucro!

.

1 – LISSES
O berço do Parkour





Documentário idealizado e concretizado por Duncan Germain sobre Lisses - o berço do Parkour - e sobre a prática em si. Contém cenas de cerca de 150 tracers e seu conteúdo foi avaliado por David Belle antes de sua liberação.

.
HOJE NO
"A BOLA"



Sub-21 com olho na liderança

A selecção Nacional de sub-21 discute hoje com a Rússia a liderança do Grupo 6 de apuramento para o Europeu de 2013.

Jogo que se realiza na cidade de Khimki, que tem atrás de si uma grande história de resistência. Que se orgulha de ter sido, em Dezembro de 1941, o travão à investida das tropas nazis sobre a capital. Um ardiloso sistema de ratoeiras para os tanques inimigos e a coragem foram determinantes. O rigoroso Inverno fez o resto. E quem sai de Moscovo em direcção a Khimki não deixa de reparar, junto à auto-estrada, num vistoso monumento evocativo desse momento histórico.

Khimki, que assumiu papel importante durante o período da Guerra Fria, com várias unidades de produção aeroespacial e construção de componentes para a Estação Internacional Orbital, satélites e até para mísseis. Por isso, Khimki tornou-se durante esses anos em zona de acesso proibido a estrangeiros.

A mesma Khimki que se tornou notícia internacional em 2010, devido a veementes protestos contra a construção de uma auto-estrada que divide a meio o seu parque natural.
As armas de Portugal

De forma consciente ou não, a federação russa escolheu por palco uma cidade de resistência e orgulho na sua história, tradições e até meio ambiente. O papel de Portugal é passar por Khimki, ganhando o jogo, e assumindo a liderança. Há muito ainda pela frente, mas as contas são mais fácies quando começam a ser feitas no princípio.


* Deêm-nos uma alegria que bem precisados estamos!

.