sexta-feira, 7 de outubro de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


The Body Issue

Desportistas despem-se 

para revista norte-americana



Belen Mozo

Vera Zvonareva

Natasha Hastings

Alicia Sacramone

Stephanie Gilmore

Sylvia Fowles

Gretchen Bleiler


Hope Solo

Sylvia Fowles

Suzy Hotrod

Gretchen Bleiler

Belen Mozo

Kelly Kulick

Julie Chu

Assim, com toda a graça e beleza, estas atletas apresentam-se cristalinas e sem causas sociais, as causas são mesmo elas, sem  demagogias!

.


HOJE NO
"RECORD"
 
Rali dos Faraós: 
Hélder Rodrigues terminou no 5.º lugar

O piloto português Hélder Rodrigues (Yamaha) foi esta sexta-feira quinto classificado na quinta e penúltima etapa do Rali dos Faraós, a quarta e última prova do Mundial de todo-o-terreno.

O piloto português, à beira de conquistar o título mundial - precisa de terminar até ao sétimo lugar da geral -, fez o seu pior registo, depois de ter vencido a primeira e a quarta etapa, e ter sido terceiro na segunda e quarto na terceira.

Hoje, num percurso de 541 quilómetros entre Sahl Baraka e Tibniya, Hélder Rodrigues ficou a 9.57 minutos do vencedor, o espanhol Marc Coma (6:30.54 horas), com a tirada a ter uma especial muito competitiva e com os cinco primeiros a terminarem muito perto uns dos outros.


* Em prespectiva um enorme sucesso.

.

Chocolate Deixa 
os Pés Pequenos!






COMEU MUITO CHOCOLATE ?









Cuidado.......deixa os pés muito pequenos










VEJA ABAIXO O QUE PODE E VAI
ACONTECER COM QUEM SABOREIA MUITO CHOCOLATE: ACABA FICANDO COM OS PÉS PEQUENOS DEMAIS!

ESTE É REALMENTE UM AVISO MÉDICO.


RESOLVA POR SI PRÓPRIO





De MOÇAMBIQUE
clique 2xs para ler bem








IN "CANALMOZ"
05/10/11

.

HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"


Ministra da Justiça quer regular profissões jurídicas
A ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, disse, 
esta sexta-feira, que as profissões jurídicas têm que 
ser "reguladas" para que exista uma "clarificação" 
dos actos que cada profissional deve praticar 
"em nome da certeza e da segurança jurídica"


"Há que regular e clarificar as profissões jurídicas", disse Paula Teixeira da Cruz, que participou na cerimónia de abertura do V Congresso dos Solicitadores, que se realiza hoje e sábado, em Lisboa.

Para a ministra da Justiça, a regulação destas actividades não significa que existam "profissões jurídicas a mais".

Paula Teixeira da Cruz considerou que "há espaço para as profissões jurídicas", desde que estejam reguladas.

A regulação destas actividades jurídicas está relacionada, de acordo com a ministra, com a existência no sistema judiciário de profissões com "competências sobrepostas" e que "praticam simultaneamente actos que não estão no núcleo essencial de cada uma dessas profissões".

"Isso vem fragilizando objectivamente essas mesmas profissões", afirmou, dando como exemplo de profissões que se sobrepõem actos que são próprios do notariado ou actividade do solicitador e são praticados por outros profissionais.

Sobre a advertência do presidente da Câmara dos Solicitadores (CS), José Carlos Resende, de que há um excesso de solicitadores e que no futuro não poderá haver trabalho para todos, Paula Teixeira da Cruz disse que esta realidade "não se muda por decreto, mas sim por exigências no recrutamento e formação contínua".

A ministra adiantou que o Ministério da Justiça está a estudar com o presidente da Câmara dos Solicitadores questões relacionadas com o estatuto, recrutamento e introdução de mecanismos de fiscalização.

Paula Teixeira da Cruz sublinhou ainda o trabalho conjunto que está a ser feito com a CS para pôr fim à alegada falta de transparência da actividade profissional dos agentes de execução (cobrança de dívidas).

"A CS e o Ministério da Justiça estão a trabalhar num conjunto de projectos que vão desde intervenções legislativas até agilizações de sistemas informáticos para pôr termo a este tipo de situações. É um combate que assumimos conjuntamente e que tem o empenho total", sustentou.

Por sua vez, o presidente da CS salientou que já está parcialmente em funcionamento uma funcionalidade informática que permite verificar os valores recebidos pelos agentes de execução.

José Carlos Resende destacou "a necessidade de se apresentar de uma forma transparente todas as contas dos processos de execução".


* Em primeiro lugar credibilizar a justiça, os portugueses tem direito a acreditar na justiça para todos e nao somente para despenalizar os ricos como hoje aconteceu no caso BCP.


.

DEZ MITOS DA LINGUA PORTUGUESA

Sandra Duarte Tavares




.


"Venda do coração"

Um grupo de amigos organiza, todas as quintas feiras no Rato (no anexo segue a morada) uma venda de roupa a muito baixo preço. 
Elas necessitam de divulgar estas acções junto das populações mais carenciadas, e estão a pedir a ajuda de todos. A venda é de roupa (Adulto e criança) em bom estado a preços desde 0,50€. 
A ideia é boa, mas parece que não está a chegar a quem realmente necessita por falta de informação. Ajudem a divulgar. 
Se puderem ajudar, elas certamente agradecem. Os que mais necessitam não têm que agradecer (é nossa obrigação, dever, valor absoluto tornar este mundo mais SOLIDÁRIO). 
Passem a palavra ! No Rato às quintas feiras das 11h30 às 14h30. 
Mª Adelina Amorim 
(Presidente da ACLUS- Associação de Cultura Lusófona)





UM CHEFE DE DEPARTAMENTO DE UMA GRANDE EMPRESA, BEM CHATO, ACHANDO QUE SEUS SUBORDINADOS NÃO ESTAVAM MAIS RESPEITANDO SUA LIDERANÇA, RESOLVEU COLOCAR A SEGUINTE PLACA NA PORTA DE SUA SALA, LOGO QUE CHEGOU PELA MANHÃ:

"AQUI QUEM MANDA SOU EU"

MAIS TARDE, AO VOLTAR DE UMA REUNIÃO, ENCONTROU O SEGUINTE BILHETE JUNTO À PLACA:

SUA ESPOSA LIGOU E DISSE QUE É PARA O SENHOR LEVAR A PLACA DELA DE VOLTA...
 
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Portuguesa OutSystems vende software 
ao Exército dos Estados Unidos
A empresa portuguesa OutSystems celebrou um contrato inédito de fornecimento de software ao Exército dos Estados Unidos, que se junta a outros com empresas como a Bacardi, Barclays, TNT, E.ON, fly.com e Siemens.


"Foi uma sorte provocada. A nossa máquina de marketing trabalha muito bem", disse à agência Lusa o fundador e presidente executivo da OutSystems, Paulo Rosado, explicando que foi a própria U.S. Army que contactou a empresa, depois de concluir que tinha "a única solução possível" para a consolidação dos centros de dados informáticos do exército norte-americano.

A solução "milagrosa" da OutSystems é a Agile Platform, ferramenta informática premiada internacionalmente que permite às empresas desenvolver, alterar e actualizar redes de aplicações Web "10,9 vezes mais rapidamente" do que qualquer outra.

"O que aconteceu foi que um dos departamentos fulcrais de informática dentro do Exército dos Estados Unidos estava à procura de uma solução que lhe permitisse fazer a consolidação de todos os 'data centers' do exército", afirmou Paulo Rosado, destacando a dimensão "absolutamente gigantesca" do projecto.

O administrador reconheceu que a atenção manifestada pelo exército norte-americano surpreendeu a própria OutSystems, mas salientou que o interesse também demonstra que a empresa tem "um dos posicionamentos no mercado mais agressivos e mais inovadores".

"Depois de terem feito uma análise profunda da nossa plataforma e do nosso site, contactaram-nos a dizer assim: 'Vocês têm a única solução possível para este problema'. Ficámos um bocado surpreendidos. Acabou por ser o próprio Exército dos Estados Unidos que se vendeu a si mesmo", referiu.

Paulo Rosado afirmou que a OutSystems espera ultrapassar brevemente os 70 por cento de facturação no mercado externo.

Fundada em 2001, a OutSystems emprega actualmente cerca de 140 pessoas, a maior parte na sede, em Lisboa, 22 no pólo de Proença-a-Nova e cerca de 30 fora de Portugal.

A empresa é 100 por cento portuguesa, financiada por capital de risco pela InovCapital e Espírito Santo Ventures.

A Agile Plataform, recentemente actualizada para a versão 6.0, é uma base de programação rápida, já com mais de 20 mil instalações em empresas de 22 sectores de actividade.

Além da rapidez e flexibilidade, a utilização contínua da Agile Platform permite também uma "redução drástica de custos de manutenção", realçou Paulo Rosado.

"O seu valor torna-se cada vez maior à medida que é utilizado. Os clientes mais antigos são aqueles que mais valor dão à plataforma. E aqueles que menos vontade têm de discutir connosco preços. Nunca dizem que é caro", salientou.


* Inteligencia e empreendedorismo 100% portugueses!!!

.

RUI MOREIRA


 

Três farpas


Em entrevista a este jornal, o cardeal--patriarca de Lisboa, Dom José Policarpo, pessoa que muito admiro e considero, defendeu que os bispos não se devem envolver na política directa, e afirmou que ninguém sai da política com as mãos limpas.
Ora, para quem, como eu, tem defendido a hierarquia da Igreja Católica a propósito dos casos de pedofilia, argumentando que não se pode generalizar a toda a instituição o comportamento perverso de alguns dos seus membros, a generalização do cardeal é particularmente infeliz. Certamente que há políticos corruptos, porque a corrupção é um mal que se estende a todas as profissões e porque o poder expõe mais facilmente quem o exerce a certas influências, mas não é verdade que todos os políticos sejam corruptos. Em todos os partidos, da esquerda à direita, há muito quem participe e se envolva na política por convicção, com espírito de missão, não se deixando corromper no desempenho das suas funções. Infelizmente, têm sido frequentes, e normalmente infelizes, as alusões aos políticos por parte de alguns bispos. As declarações do cardeal-patriarca têm, no entanto, um outro peso, e assumem, por isso, maior gravidade. É óbvio que a Igreja não pode deixar de ter uma opinião clara sobre as questões sociais do nosso tempo que são a génese da política, e também é óbvio que não deve participar em actividades partidárias ou fazer apelo directo ou indirecto ao voto nesta ou naquela força política. Mas, pela mesma ordem de razões, deve abster-se de diabolizar a classe política.
Finalmente, o presidente da República resolveu falar sobre a Madeira. Fê-lo depois do seu regresso dos Açores, o que se compreende, e optou pela entrevista, o que não parece a melhor forma de comunicar com o país. No entanto, e uma vez que planeou a entrevista, exigia-se que tivesse sido mais claro. Cavaco Silva bem sabe que o problema da governação de Alberto João Jardim não é, apenas, um problema de estilo e, numa entrevista em que deixou avisos múltiplos ao Governo e até à troika, não se entende que não tenha deixado um recado ao povo madeirense. Aquilo que eu esperava nesta conjuntura, e antes de eleições regionais, é que o presidente dissesse que o desgoverno de Jardim nos colocou em terríveis dificuldades perante o exterior, e que são os madeirenses quem pagará a grande fatia da factura. Cavaco Silva tem uma visão redutora, segundo os seus detractores, e institucionalista, segundo os seus apoiantes, do cargo que ocupa. A meu ver, não tem razão quando diz ter, apenas, o poder da palavra. Mas, na medida em que reconhece ter esse poder, esta era a hora para o utilizar.
Os industriais da restauração andam preocupados, e com razão, com as prováveis alterações ao código do IVA. Numa altura de retracção do consumo interno e de tudo o que pode ser considerado supérfluo, receiam que a aplicação da taxa máxima do IVA à sua facturação possa contribuir para reduzir a procura e para aumentar, assim, as suas aflições. Simpatizando com o argumento e com a aflição, e não estando interessado em pagar mais por aquilo que consumo, não posso deixar de salientar que há uma prática comum que diminui a autoridade moral de quem se queixa. É que, como todos sabem, é raro o restaurante em que, depois de pedirmos para pagar, nos aparece a respectiva factura. Por norma, aparece um extracto da conta, com a desculpa de que se trata de um documento para conferência prévia. E, quando efectuamos o pagamento, o funcionário não apresenta a factura antes de nos perguntar se a queremos. Ora, para além da questão de princípio, acontece que o preço que pagamos por tudo o que consumimos num restaurante inclui uma taxa de 13 por cento de IVA, que é destinada aos cofres do Estado. Imagine-se o que seria se disséssemos então ao empregado não quero a factura, mas devolva-me o dinheiro do IVA... São hábitos velhos, eu sei, mas estamos em tempo de mudar de vida...


IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
02/10/11

.

Sexta-feira é Dia Mundial do Câncer

Uma pequena oração

DEUS, TE PEÇO PELA CURA DO CANCER. AMEN




Obrigado Tete e Isabel

HOJE NO
"DESTAK"

Pais do mesmo sexo tendem a repartir mais a educação dos filhos
Pais do mesmo sexo tendem a repartir mais a 
educação dos filhos do que os casais heterossexuais, revelou um estudo norte-americano, que concluiu 
ainda que a felicidade do casal é o aspeto mais determinante para o bem-estar da criança.


Estas são as principais conclusões de um estudo realizado nos Estados Unidos que abrangeu 104 famílias, formadas por casais compostos por homem e mulher, dois homens ou duas mulheres, e os filhos.

“A principal conclusão é que as crianças, de uma forma geral, estão muito bem”, disse à agência Lusa uma das responsáveis do estudo, investigadora norte-americana Charlotte Patterson (Universidade da Virgínia), que hoje participa em Lisboa na primeira conferência internacional sobre parentalidade lésbica, gay, bissexual ou transgénero.

A professora universitária, considerada uma referência internacional na investigação sobre psicologia na orientação sexual, descreveu à Lusa que, no estudo, os pais, as crianças – entre os três e os quatro anos - e os professores ou educadores dos menores foram entrevistados e a sua dinâmica familiar foi registada em vídeo.

“Um dado interessante é que os casais do mesmo sexo parecem partilhar a educação dos filhos de forma mais igualitária do que os casais heterossexuais, mais marcada por 'uma sexualização' dos papéis, com a mãe geralmente mais envolvida no acompanhamento dos filhos e o homem mais absorvido no trabalho”, referiu Charlotte Patterson.

Nos casais homossexuais, referiu, “ambos os pais provavelmente trabalham e ambos estão envolvidos de forma bastante equilibrada”.

Esta diferença na educação parece não ter qualquer impacto sobre os menores, sublinhou a responsável, salientando, no entanto, que é difícil tirar conclusões dada a idade das crianças estudadas.

Segundo a investigadora, “há muitas questões que têm efeito nas crianças: até que ponto os pais se dão bem e qual é o seu grau de satisfação com o seu relacionamento”, apontou.

“As crianças cujos pais estão satisfeitos parecem estar bem, melhor do que os filhos dos casais que não estão satisfeitos nas suas relações”, revelou.

Questionada pela Lusa sobre a legislação portuguesa – que não reconhece as duas figuras parentais num casal homossexual -, a especialista escusou-se a comentar especificamente esta realidade, mas sublinhou que o seu estudo abrangeu apenas famílias em que ambos os membros do casal têm uma relação legal com a criança.

Uma situação, no seu entender, que acarreta “muitos benefícios” quer para os pais quer para as crianças, em particular em “alturas problemáticas”, como o caso de separação ou morte de um dos membros do casal.


* Uma bofetada de luva branca para a "chicaespertiçe" homofobica.

.

4 – OS SACRIFÍCIOS DOS DRUÍDAS





.
 
HOJE NO
"i"

Prémio Nobel da Paz atribuído a três mulheres


A Presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, a ativista liberiana Leymah Gbowee e a iemenita Tawakkul Karman ganharam o prémio Nobel da Paz 2011, foi hoje anunciado.

O Comité Nobel Norueguês distinguiu as três mulheres «pela luta pacífica em defesa da segurança das mulheres e dos direitos das mulheres na participação total no trabalho de construção da paz».

Tawakkul Karman, que a agência noticiosa francesa AFP inicialmente identificou como liberiana, é de nacionalidade iemenita.

Johnson Sirleaf, de 72 anos, economista formada em Harvard, é a primeira mulher presidente de África eleita democraticamente em 2005.

Vista como reformista e pacifista quando assumiu o poder, Sirleaf apresenta-se novamente às eleições presidenciais, que decorrem este mês. Recentemente, opositores acusaram Sirleaf de comprar botos e usar fundos governamentais na campanha eleitoral. O seu campo negou as acusações.

Até 2003, a Libéria foi palco de uma guerra civil. Atualmente, o país luta pela manutenção da paz com a ajuda de missões das Nações Unidas.

A ativista liberiana Leymah Gbowee organizou um grupo de mulheres cristãs e muçulmanas para desafiar os senhores da guerra na Libéria.

Tawakul Karman, de 32 anos, tem três filhos e liderou a organização Mulheres Jornalistas sem Correntes, um grupo de defesa dos direitos humanos. Tem desempenhado um papel fundamental na organização dos protestos no Iémen contra o governo do Presidente Ali Abdullah Saleh, que se iniciaram no final de janeiro.

O pai de Karman foi ministro dos assuntos legais no governo de Saleh. Karman é jornalista e membro do partido islâmico Islah.

«Não podemos alcançar a democracia e paz duradoura no mundo sem que as mulheres consigam as mesmas oportunidades que os homens para influenciar os acontecimentos em todos os níveis da sociedade», acrescentou o comité norueguês.


* JUSTIÇA

.


ROCK IN RIO 2011

.

CLAUDIA LEITTE




.

HOJE NO
"PÚBLICO"


Director do SIED admite irregularidades nas "secretas" mas critica fugas de informação para a imprensa
SIED dispensou alguns agentes durante investigação de Marques Júnior aos serviços secretos.


Há irregularidades nos serviços de informações, mas quem as detecta deveria transmiti-las para o Ministério Público e não para a imprensa escrita. A assunção seguida de crítica interna terá sido feita ontem por José Casimiro Morgado, director do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), durante a sua audição na Comissão de Assuntos Constitucionais.

O responsável, que foi ouvido ao longo de duas horas, terá explicado ainda aos deputados que o elemento que manipulou a chamada "lista de compras" (os registos telefónicos do jornalista Nuno Simas) saiu já do serviço por razões pessoais, mas trabalha ainda para o Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP). Contudo, o director do SIED afirmou desconhecer os motivos da solicitação desta lista.

Adiantou, porém, que a investigação interna ainda não terminou e sublinhou que a origem dos problemas não está no Departamento Operacional do SIED.


* Os cidadãos precisam de serviços secretos confiáveis, sem equivocos!!! A comunicação social tem sido o veiculo revelador de tropelias e cambalachos dos senhores do poder politico e economico.

.

1 - Ben Heine

Veja do que ele é capaz, 
com algumas fotos, papéis e grafite








.


HOJE NO
"A BOLA"


Mundial de ginástica artística 
arranca hoje com presença portuguesa

Arranca hoje, com o sector feminino, o Mundial de Tóquio. Portugal na elite exclusiva das 24 equipas masculinas. Mas a luta final pelo apuramento para os Jogos só será no «test event».

Para a ginástica artística começa hoje, em Tóquio, a qualificação para os Jogos de Londres 2012! Apesar do acidente nuclear de Fukushima, em Março, que deixou o planeta em alerta, ter colocado em dúvida a realização do 43.º Mundial na capital do Japão, a verdade é que, no início do Verão, a Federação Internacional de Ginástica confirmou o evento. Nos próximos dez dias os melhores 532 ginastas (288 homens e 244 mulheres) exibir-se-ão no Tokyo Metropolitan Gymnasium para a primeira de duas hipóteses de chegarem aos Jogos.

Com uma equipa apurada há um ano no Mundial de Roterdão, Portugal integra a elite masculina, pois apenas 24 países dos 46 que actuaram colectivamente na Holanda entraram na luta de equipas. Mas como refere José Augusto Dias, responsável pela preparação masculina para Tóquio, não será no Japão que o visto olímpico será carimbado para os homens, pois é missão impossível terminar entre as oito melhores equipas que se qualificam de imediato. Mas só o facto de Portugal se apresentar colectivamente, dá direito a que no Test Event, a disputar em Janeiro, em Londres, o país apresente dois atletas em vez de apenas um.


* Honrem Portugal quanto baste!

.

AURORA BOREAL








Timelapse of Aurora Borealis over Tromsø, Norway.
Photography: Tor Even Mathisen
Music: Per Wollen
Vocal: Silje Beate Nilssen

m

HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"


Caso BCP: Processo pode cair por terra
Fugas foram ignoradas

O Banco de Portugal (BdP) foi confrontado por duas vezes com o facto de a acusação contra os ex-administradores do BCP partir de documentos sujeitos a sigilo bancário, uma matéria que o juiz do Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa decidiu analisar e cuja decisão é hoje proferida. O processo pode cair por terra.

Carlos Pinto de Abreu, advogado de Filipe Pinhal, sustentou na contestação à acusação que as denúncias de Joe Berardo foram feitas com base em documentos protegidos por sigilo. O mesmo fizeram os restantes advogados na impugnação às coimas aplicadas pelo BdP.

Filipe Pinhal, cujo depoimento motivou a análise de eventuais nulidades da prova, admite-o num dos livros que publicou. "Os supervisores foram cegos e surdos aos insistentes alertas de que as acusações eram ilegais", relata. Ao juiz confirmou só existirem 18 pessoas – entre administradores e direcção do BCP – com a possibilidade de compilar os documentos que serviram de base à denúncia.

A defesa dos arguidos recusa fazer comentários, mas ao que o CM apurou alguns advogados dos ex-gestores do BCP têm a convicção de que os argumentos que demonstram a ilegalidade da prova são fortes.


* Os crimes que pressupostamente envolvem "gente" rica caem invariavelmente por terra, fica a justiça aterrada.

.

5 - OOPS !!!!!!!!!!











.M


HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"


Famílias com menos 
rendimento disponível
Emprego vai ter uma contracção de 1% em 2011 e 2012

O ano de 2011 trouxe dificuldades acrescidas e é marcado pela "expectativa" de uma redução "no rendimento permanente das famílias", com impacto no consumo. O Banco de Portugal aponta para uma "diminuição bastante marcada do rendimento disponível em termos reais", que reflecte a redução dos salários.

Tudo isto num contexto de quebra do emprego e de medidas de consolidação orçamental como, por exemplo, a redução média de 5% dos salários da Função Pública, o aumento dos impostos e a subida de alguns preços. Entre o corte dos salários no Estado e um aumento mais contido do salário mínimo, é de esperar uma redução "ligeira" nas remunerações por trabalhador no total da economia, depois de uma subida de 1,4% em 2010. Só no sector privado, o crescimento das remunerações deve desacelerar (1,2%, contra 2,2% em 2010). Olhando para a inflação esperada de 3,5%, "deverá registar-se uma diminuição muito significativa dos salários reais em 2011", diz o BdP.

Mas as notícias não são melhores noutros indicadores: depois de uma subida de 3,5% em 2010, é de esperar agora uma quebra de 1,2% na produtividade aparente do trabalho, "fenómeno pouco frequente na economia portuguesa" que também ocorreu em 2008 mas de forma mais moderada. Esta redução também ajuda a justificar o aumento dos custos unitários de trabalho, que devem subir 0,9%, após uma redução em 2010. Na zona euro, o aumento deve ser semelhante, embora aqui esteja subjacente uma aceleração das remunerações.


* Os portugueses que se preparem para verem o poder de compra diminuir em mais de 20 por cento!!!


.
HANS DAVIS





.


HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"


Encobertas enormes violações
O ministro das Finanças frisou que divulgação do relatório sobre situação da Madeira não tem 
precedência na História da democracia.

'A divulgação do relatório sobre a situação orçamental e financeira [da Madeira] constitui um imperativo de transparência que julgo não ter precedente na nossa História democrática, (…) não ignorando o ato eleitoral do próximo domingo', sustentou o ministro das Finanças, ontem num debate no Parlamento.
Vítor Gaspar frisou que o relatório foi divulgado para esclarecer a situação da Madeira 'depois de declaradas graves irregularidades no reporte da dívida e défice da região, que se prolongaram por vários anos',
'Estas irregularidades encobriram enormes violações dos limites de endividamento e afetaram muito negativamente a credibilidade do país. A realização do exercício que esteve subjacente ao relatório permite recuperar a confiança dos parceiros', advogou.
Vítor Gaspar sustentou ainda que a situação da Madeira 'não tem paralelo nacional', e que a dívida desta região está agora 'determinada de forma mais rigorosa',
Na sua intervenção, no Parlamento, o ministro das Finanças também respondeu às críticas da oposição, em particular as do PS, sobre o alcance e credibilidade do relatório sobre a situação financeira da Madeira, que teve a colaboração do Governo Regional.
'O apuramento resultou de uma avaliação feita por uma comissão liderada pelo inspetor geral das Finanças, embora não se tratando de um relatório da Inspeção-geral de Finanças. Esta comissão beneficiou de assistência técnica de uma equipa do Fundo Monetário Internacional, coadjuvada pela Comissão Europeia', frisou Vítor Gaspar.
'O relatório contem um manancial de informação que permite aferir a situação orçamental e financeira da região. A participação do Instituto Nacional de Estatística (INE) na comissão de avaliação em muito contribui para a credibilidade deste exercício junto das instâncias internacionais, em particular do Eurostat', complementou o ministro de Estado e das Finanças.
Ainda na sua intervenção, Vítor Gaspar reiterou a ideia de que o relatório constituiu 'apenas o primeiro passo no apuramento da situação financeira da Madeira', e deixou num aviso ao próximo poder regional.
'Como tenho dito, a solidariedade nacional só poderá ser exercida num quadro de reconhecimento da responsabilidade da região autónoma pela dívida acumulada e pelo esforço de ajustamento requerido para assegurar o seu serviço e amortização. Este indispensável esforço de ajustamento será exigente e prolongado no tempo', sublinhou.


* Falou muito claro e corajosamente!!!

.
ÁGUA POTAVEL




.


HOJE NO
"DIÁRIO  DE NOTÍCIAS"


Advogado inventa tribunal 
e burla empresas e Estado

Usava o nome da Faculdade de Direito de Coimbra para credibilizar tribunal arbitral forjado que sustentou várias acções executivas e enganou empresas, institutos públicos e até mesmo tribunais a sério.

Um advogado e antigo professor de Direito Civil na Universidade de Coimbra é suspeito de burlar empresários, tribunais e institutos públicos a coberto de um fictício tribunal arbitral.

João Álvaro Dias terá provocado prejuízos superiores a um milhão de euros. O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) acusou o advogado - considerado o cérebro do grupo - e mais quatro arguidos que, segundo o Ministério Público, com ele colaboraram num megaesquema de falsificação de documentos, burla e frustração de créditos.

João Álvaro Dias é suspeito de ter amealhado cerca de 300 mil euros. Criou um tribunal arbitral fantasma, na esfera da Faculdade de Direito de Coimbra, o que credibilizou as fraudes.


* No melhor pano cai a  nódoa, esteja atento Dr. Marinho e Pinto

,
FILOSOFO E FILANTROPO
clique 2xs para ler bem


A NÓS DEIXOU-NOS A CICUTA
 Um veneno que  ficou conhecido como «veneno de Sócrates» porquanto  o filósofo grego o tomou num processo de auto-envenenamento da época por ser acusado de ateísmo e corrompimento dos jovens gregos

.


6 - FILOSOFIA DE BUTECO





.

2 - PRAIAS DE AREIA COLORIDA











.

JORNAIS DE HOJE


COMPRE JORNAIS














.