sexta-feira, 16 de setembro de 2011


Publicidade Positiva !

No Rio de Janeiro, uma rede de venda de legumes, verduras e frutas - HORTIFRUTI, há 2 anos inovou em suas propagandas, criando uma série baseada em títulos de filmes onde os atores principais são os próprios produtos da loja.
Os cariocas, ficavam na expectativa da próxima propaganda, que era sempre estampada em um outdoor no Centro do RJ...e o lançamento sempre as segundas-feiras.




















.


O primeiro contato de uma tribo isolada com um homem branco, na Nova Guiné.   



Tribo Toulambi da Papua Nova Guiné no seu primeiro encontro com o homem branco. Vídeo incrível de 1976.Aparentemente eles pensaram que se tratava de um encontro com  alguém morto, logo depois de perceber que era um humano vivo eles tentaram limpar a pele pensando se tratar de cinzas ou algo do tipo.Mais adiante no vídeo quando o homem branco serve arroz para eles nada incrível acontece até que ele adiciona sal, então o gosto deixa o "índio" surpreso. Momento mágico!



HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Regulador quer subir preço da electricidade em 30%
Proposta da ERSE para as famílias incorpora 
aumento dos custos de produção, das 
energias renováveis e da cogeração.

O preço da electricidade para as famílias portuguesas promete registar, no próximo ano, um aumento sem precedentes. As estimativas preliminares da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), segundo o Diário Económico apurou, apontam para um agravamento que andará na casa dos 30%.

Este cenário está a forçar o Governo a encontrar, numa corrida contra o tempo, mecanismos para atenuar as contas do regulador. Esta entidade apresenta, a 15 de Outubro, a proposta tarifária para 2012, sendo fixada depois a 15 de Dezembro.

A justificar esta escalada dos preços da electricidade, que vai ter ainda de incorporar o agravamento da carga fiscal, derivado da subida do IVA de 6% para 23%, a partir de 1 de Outubro, está, não só os custo com a produção de energia, mas acima de tudo os encargos com os chamados custos de interesse económico.

Este pacote inclui um vasto conjunto de medidas que derivam de opções de política energética, levadas a cabo nos últimos anos. É o caso dos encargos com as energias renováveis e a cogeração, a garantia de potência, assim como os custos de manutenção do equilíbrio contratual (CMEC) ou as rendas entregues aos municípios.


* PROPOSTAS TERNURENTAS PARA 2012

1 - Jantar de côdeas de pão com raspas de bacalhau à luz da vela
2 - Leitura de um livro a dois junto ao candeeiro da rua
3 - Dinamizar a família na procura de gravetos para acender fogueiras em casa no Inverno.
4 - Um duche erótico e voluptuoso às escuras e com água fria

.


LINGUA PORTUGUESA




Você sabia que a palavra "cama" é mais antiga que a própria Língua Portuguesa? Quando o Império Romano chegou à Península Ibérica, a palavra só resistiu porque os romanos não possuíam camas iguais às camas usadas pelos antepassados dos portugueses. Aqui no Brasil fala-se o Português há mais de 500 anos. Em Portugal, são mais de 10 milhões de falantes. E pelo mundo, a Língua Portuguesa é a sexta mais falada. São mais de 200 milhões de pessoas falando Português.

.

LUCIANO AMARAL




Sair disto

Agora que se aproxima, em todo o seu esplendor, a ameaça de bancarrota e possível abandono da UEM pela Grécia, ainda há muito a salvar.

Claro que para isso é necessário começar por ultrapassar uma grande barreira: aquilo a que poderíamos chamar "eurite", ou a incapacidade de ver para além do euro.

Um dos mais graves sintomas de "eurite" é considerar a Grécia um caso excepcional. Ainda no outro dia o ministro Miguel Relvas, repetindo o bordão do anterior Governo (e de todos os governos de economias em risco, incluindo os EUA), insistiu: "Portugal não é a Grécia". Quer dizer: a Grécia não seria capaz de aplicar as receitas da ‘troika', nós sim. Mas talvez não seja esse o problema. Em primeiro lugar, está por estabelecer se Portugal é ou não capaz de cumprir o Memorando de Entendimento. Em segundo, está por estabelecer que o memorando tenha bons resultados. No caso da Grécia tivemos o pior dos dois mundos: o memorando não se cumpriu e o pouco que se cumpriu teve efeitos catastróficos na economia.

Porque o verdadeiro problema não é especificamente grego. É, antes, o dos desequilíbrios permanentes entre as economias participantes na UEM. Muito antes de aqui chegar, já Portugal vinha acumulando dívida externa em volumes incomportáveis. O que não era senão o resultado da sua falta de competitividade. Coisa que se repete, em graus diferentes, na Eslováquia, na Espanha, na Itália, em França e noutros países. E onde não se repete, como na Irlanda, ajuda a criar crises bancárias.

Deixar a Grécia ir e imaginar que, assim, desaparecem os problemas da UEM é uma ilusão trágica. Para lá da austeridade, para lá da ‘troika' e dos seus memorandos, estaria talvez na altura de pensar, em Portugal, na Grécia e em toda a Europa numa qualquer forma de bancarrota ordenada e, até, numa qualquer forma de abandono da UEM que preserve o essencial. Não basta repetir que o euro vai sobreviver. Não basta repetir que o fim do euro é o fim da UE. Não basta repetir que o fim do euro é o fim do mundo. Fazê-lo é apenas uma forma de não discutir uma das possíveis consequências da actual situação.

Curiosamente, discutir esta possibilidade pode ajudar à sobrevivência do próprio euro. Em particular, se contribuir para pensar em soluções flexíveis, como uma saída transitória mediante compromisso de aplicação de certas medidas. Era assim que se fazia no tempo do padrão-ouro (uma espécie de euro do século XIX), sendo essencial aqui a credibilidade do Governo assumindo aquele compromisso. Só que fazê-lo com uma desvalorização cambial ajuda mais a essa credibilidade do que acumulando políticas orçamentais e monetárias punitivas. Falta muito pouco para se tomarem certas decisões.

IN "DIÁRIO ECONÓMICO"
15/09/11

.



HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"


Fiscalização em pedreiras
PSP apreende 450 quilos de rastilho

A PSP anunciou, ontem, a apreensão de 450 quilos de rastilho explosivo, com ligadores e temporizadores, bem como 19 quilos de pólvora, em operações de fiscalização em 15 pedreiras, obras públicas e locais não licenciados para armazenamento de explosivos. As operações ocorreram, entre segunda feira e ontem, nos distritos de Lisboa, Viseu e Guarda.


* Isto acontece por falta de educação básica, a familiar,e, com a precaridade da vida dos professores, a educação escolar não dá para colmatar as falhas domésticas.

Precaridade da vida dos professores significa que o professor com uma vida instável perde demasiada atenção para sobreviver e portanto  capacidade para  educar.


.


1 – OS SACRIFÍCIOS DOS DRUÍDAS




.



HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Testamento vital
Mais de 80% dos médicos são objectores

Deputados devem aprovar hoje vários diplomas relativos ao testamento vital, que dará o direito a decidir que tratamentos se quer fazer ou não em caso de incapacidade.

Depois a interrupção voluntária da gravidez (IVG) e do casamento entre pessoas do mesmo sexo, Portugal marca mais um passo nos chamados dossiês fracturantes: o testamento vital. Hoje será o dia em que o Parlamento vai aprovar na generalidade uma lei que permita às pessoas decidir que cuidados de saúde querem ou não receber em caso de incapacidade, e que prolonguem de forma artificial a sua vida. Todos os projectos de lei devem ser aprovados nesta fase, ficando por decidir o diploma final.

Caso o testamento seja vinculativo, o presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida não tem dúvidas: "A objecção de consciência dos médicos vai certamente ultrapassar certamente a da IVG, que era de 80%. Pode até superar os 90%."


* Estamos interessados em saber porque serão tantos médicos objectores, não criticamos sem estar informados. Parece-nos que o Testamento Vital será o último acto de liberdade dum cidadão, porquê inibi-lo???

.
.m

DAVID LUKÁCS

Swedish Pastry



Played by David Lukacs on clarinet,Ellister v/d Molen trumpet,Cajan Witmer pi,Jos Machtel bass, Louis Debey drums.The arrangement is inspired by one of the Benny Goodman small group recordings featuring Stan Hasselgard on clarinet and Wardell Gray on tenor.

.


HOJE NO
"RECORD"
 
Família real do Qatar dá mais 
de 1,7 mil milhões pelo United

A Qatar Investment Authority (QIA) está de novo em negociações com a família Glazer para adquirir o Manchester United, tendo agora apresentado uma proposta superior a 1,5 mil milhões de libras (mais de 1,714 mil milhões de euros).

De acordo com o "Daily Mirror", o negócio pode ficar fechado na próxima semana, pois os norte-americanos - muito contestados pelos adeptos, estão agora dispostos a aceder às pretensões da família real do Qatar, detentora daquele fundo de investimento, que se tem desdobrado em investimentos em clubes de futebol nos últimos meses - Málaga e Paris Saint-Germain são disso exemplo.

O relato do jornal inglês revela que uma delegação da família real do Qatar estará em Manchester na próxima segunda-feira.


* - Oh Magestades, no Campo Grande, Lisboa,  há um grande clube para investir e o Futre garante chineses para o estádio...

.










.


HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"
 
Sérgio Godinho apresenta 
em Sintra novo álbum

Sérgio Godinho tem um património de 40 anos de canções para partilhar, mas o concerto de hoje, no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, servirá para mostrar o trabalho mais recente, "Mútuo Consentimento".

O álbum saiu na segunda-feira, foi produzido por Nuno Rafael, dos Assessores, os músicos que acompanham Sérgio Godinho há vários anos em palco e em estúdio.

Com eles, Sérgio Godinhoo gravou doze canções, algumas como arranjos de convidados que deram nova sonoridade ao registo do cantautor, entre os quais Bernardo Sassetti, Helder Gonçalves António Serginho, a Roda de Choro de Lisboa, Francisca Cortesão e David Santos (Noiserv).

As músicas são um reflexo de um exercício que Sérgio Godinho pratica há quarenta anos, desde que editou o primeiro álbum, "Sobreviventes". "Olhar à volta e ver o que se passa", disse à Lusa.

"Eu o que faço é tentar contar coisas, falar de coisas, fazer interrogações à minha maneira e saber que há pessoas que são tocadas por isso", sublinhou o músico de 66 anos.

O álbum abre com um tema de mais de seis minutos - "Mão na Música" - que é uma "declaração poética em relação à música" - e termina com "Faz parte", canção recuperada do espetáculo "Três Cantos", feito com José Mário Branco e Fausto Bordalo Dias.

Apesar de se centrar hoje nas canções novas, Sérgio Godinho terá como companhia os êxitos de sempre, pelo gosto de os partilhar com o público.


* Um país que tem génios destes nunca empobrece!

.

A  TORRE  DO  DIABO 





HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Lisboa terá mais 19 hotéis em 2012 
se não forem travados por falta de crédito

Há cada vez mais hotéis em Portugal e a procura não está a acompanhar esse crescimento. Só para Lisboa já estão previstas mais 19 unidades hoteleiras, no próximo, mas a crise e a falta de financiamento deverá travar a concretização da maioria dos projectos, estima Cristina Siza Vieira.

A directora executiva da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) defendeu, em entrevista ao Negócios, que é mais importante apoiar a reabilitação do que a construção de raiz. "Em Lisboa, a oferta hoteleira cresceu 54% e a procura 33% e isso significa que havendo mais oferta e a procura estabilizando, conduziu a que o preço se degradasse", afirmou Cristina Siza Vieira.


* Os novos hoteis são para hospedar os passageiros chineses dos charters que o Paulo Futre vai trazer para o futebol. Deram conta da miséria de público que estava no Dragão para assistir ao jogo da Champions?


.



2 - OOPS !!!!!!!!!!







.


HOJE NO
"i"
Rastreios falsos. 
Multiópticas no topo da lista 
de fraudes com crianças
A óptica defende-se e diz que 
"notoriedade da marca leva à confusão 
com marcas concorrentes"

As carrinhas de marcas de ópticas que fazem rastreios nas escolas nem sempre têm profissionais especializados e em alguns casos já terão provocado problemas de visão a crianças. A acusação é do director do serviço de oftalmologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra, Joaquim Murta. "As carrinhas móveis suportadas pelas ópticas que vão às escolas supostamente para observar as crianças, na realidade, muitas nem têm especialistas. O que lhes interessa é vender e mais nada", explica o oftalmologista.

O especialista conta ao i que já recebeu várias crianças no seu consultório com problemas de visão agravados devido a óculos impróprios para os seus problemas. Quando questionado sobre as marcas que fazem este tipo de abordagens aos mais novos, Joaquim Murta não tem papas na língua e acusa o Grupo Óptico das Beiras e a Multiópticas, realçando que, especialmente a última, o faz "imensas vezes" principalmente na zona da Beira Interior.

O i contactou o responsável dos rastreios oftalmológicos do Grupo Óptico, mas a única coisa que ouviu da empresa foi "o nosso comentário é não comentar. Não faz sentido".

Já a Multiópticas enviou um comunicado ao i a explicar, que no caso deste tipo de rastreios, o serviço que presta só ocorre perante a solicitação das respectivas entidades, respeitando a restrição de idade que é igual ou superior aos oito anos e perante uma autorização prévia dos encarregados de educação. Além disso, as crianças são acompanhadas pelos professores que coordenam com a óptica a realização das acções de rastreio. "O despiste centra-se em avaliar a acuidade visual, forias e estrabismos. Com quaisquer possíveis problemas do foro patológico que possam ser detectados, é feita uma recomendação entregue ao professor que acompanha a acção, endereçada ao encarregado de educação, para que consulte um médico oftalmologista", refere a cadeia. A óptica realça ainda que os seus técnicos são especialistas de qualidade e por isso têm a confiança da população e acrescenta que os rastreios são gratuitos e beneficiam quem não pode recorrer ao Serviço Nacional de Saúde ou a serviços privados: "A notoriedade da nossa marca muitas vezes pode levar à confusão com marcas concorrentes. Há muitas marcas de óptica hoje a realizar iniciativas semelhantes, inclusive com carrinhas equipadas, alugadas através de anúncio e que proporcionam com facilidade estas abordagens", sublinha ainda a Multiópticas. Apesar da posição das ópticas, Joaquim Murta explica que já há seis anos que envia cartas para a Ordem dos Médicos a denunciar estes casos, embora sem sucesso.

Augusto Magalhães, oftalmologista pediátrico do Hospital de São João do Porto e membro da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, diz ao i que não pode haver ingenuidade ao ponto de não achar que as casas de óptica não usem estas carrinhas para fazer publicidade às suas lojas, porque são essas "as leis do mercado". E o oftalmologista mostra-se preocupado apenas com a qualidade dos rastreios: "Normalmente são realizados de forma arbitrária, sem um protocolo aceite em termos de fiabilidade e de eficácia, e são realizados por pessoas cuja idoneidade não se sabe por quem ou onde é concedida", diz. "Na presença de suspeitas, as crianças são habitualmente encaminhadas para a respectiva loja onde habitualmente existe um optometrista a que chamam especialista de visão e que decide em última instância quais as necessidades da criança", acrescenta. Segundo o médico, durante todo o processo dificilmente algum oftalmologista observa a criança. "Tudo isto é lamentável, porque não existem garantias de competência e dessa forma a saúde passa ao lado dos médicos", acrescenta.

Augusto Magalhães reforça ainda a importância dos rastreios realizados aos mais pequenos e afirma que 20% das crianças têm problemas visuais que interferem com o rendimento escolar.

Para o especialista, as doenças dos olhos que mais afectam os mais novos são os erros refractivos (miopia, hipermetropia e astigmatismo), a ambliopia e o estrabismo. Um dos sinais mais habituais de problemas na visão é "a dificuldade na leitura", mas dores de cabeça, náuseas, olhos vermelhos, inchados ou lacrimejantes, estrabismo e fotofobia (dificuldade em suportar a luz) "são sintomas que não podem ser ignorados e devem levar os pais a procurar um oftalmologista", defende.

Augusto Magalhães considera ainda que é fundamental realizar um primeiro rastreio por volta dos três ou quatro anos, porque nesta idade a criança já colabora minimamente. No entanto, sustentou, "do ponto de vista médico é preferível rastrear mais cedo".


* Joaquim Murta é um homem sério e competentíssimo, nesta notícia revela que não tem medo e não se confunde, oxalá não lhe saia caro, que o negócio tem outros valores...


.


O NASCIMENTO DA GIRAFA




.


HOJE NO
"PÚBLICO"

Ministério impôs alteração na quarta-feira 
e apanhou escolas desprevenidas
Professores em falta nas escolas 
vão ter contratos mensais

As escolas com falta de professores só poderão celebrar contratos mensais com os docentes que vierem ainda a contratar, confirmou ontem o Ministério da Educação e Ciência (MEC) em resposta a questões do PÚBLICO. Directores de escolas e agrupamentos pensaram que se tratava de um "erro" da plataforma informática, mas afinal é mais uma alteração nos procedimentos de colocação de professores. Nenhum foi informado previamente.


As contratações em curso são feitas ao abrigo da chamada "oferta de escola": em vez de serem colocados pelo ministério, os docentes são escolhidos directamente pelas escolas, com quem celebram um contrato. O mecanismo pode ser desencadeado por todas as escolas, quando existem duas recusas de colocação através da bolsa central de recrutamento. E é também uma prerrogativa das escolas com contratos de autonomia. No conjunto, anualmente, são alguns milhares os docentes contratados deste modo para assegurar horários anuais. Este ano estarão a contrato mensal. O ministério garante que serão "prorrogados sucessivamente".


* Os ministros e deputados é que deviam estar a contrato mensal. Consideram-se arrogantemente os donos do país mas não passam de "testas de ferro" dos donos do dinheiro, nacional ou estrangeiro.
Professor precário, ensino sem destinatário.

.
5 - OURO AZUL




Documentário sobre as actuais e futuras Guerras Mundiais por Água. Mostra como a água mundialmente está sendo mal gerida, esgotada e poluída.A falta de água em muitos países do mundo devido a manipulação e corrupção por parte dos Governos, administrações locais e, claro, as corporações multinacionais de Água.As constantes lutas entre o povo e os altos poderes económicos e governamentais. As Guerras e revoluções diárias por uma fonte de vida de todos os seres humanos e seres vivos deste planeta.


HOJE NO
"A BOLA"

«Tive um momento mau mas tenho orgulho em ser português» - Ricardo Carvalho

Ricardo Carvalho coloca uma pedra sobre a polémica com Pepe. «Temos respeito um pelo outro», salienta. Admite ter errado ao abandonar o estágio da Selecção Nacional em Óbidos, mas garante sentir orgulho em ser português.

«As pessoas que me conhecem de verdade sabem como sou. Pepe respeita-me muito e eu também o respeito. Pepe é top, como jogador é incrível, dá-se bem com toda a gente porque é uma pessoa divertida e sempre pronta a ajudar. Ele foi muito importante para mim, ajudou-me a laventar quando tive um problema; esteve sempre comigo e apoiou-me a 100 por cento. Estou-lhe grato por isso», conta Ricardo Carvalho, em entrevista à televisão do clube espanhol.

O abandono intempestivo do estágio da equipa das quinas motivou uma troca de acusações com Paulo Bento, e levou a Federação Portuguesa de Futebol a afastá-lo da Selecção Nacional durante um ano. O defesa-central faz mea culpa mas diz que nunca esteve em questão o amor que sente por Portugal.

«Os portugueses sabem o que sinto e que é um orgulho vestir a camisola da Seleçcão. Tenho amor por Portugal e sinto orgulho por pertencer a esse país. Agora, toda a gente pode errar. Estou há muito tempo fora do país, os meus filhos poderiam ter nascido em Londres mas eu e a minha mulher quissemos que nascessem em Portugal. Tive um momento mau, mas é um orgulho ser português», sublinha.


* Ricardo Carvalho teve um momento péssimo mas como tem carácter assume o erro! Há muita gente no futebol, sem carácter, não assumem erros e gostam é de polvo à lagareiro...Neste país e  nestas questões, regra geral, só quem tem carácter é punido, os corruptos, têm dinheiro para iludir a justiça!

.
2 - ARTEGRÁFICA




3 - FILOSOFIA DE BUTECO




2 - COMBOIO  SUSPENSO

WUPPPERTAL - ALEMANHA












O COMBOIO NO SEU INÍCIO





.

JORNAIS DE HOJE



COMPRE JORNAIS













.