sexta-feira, 22 de julho de 2011


Grite “SOCORRO”





.

COPA 2014






.

RENDAMO-NOS
clique para ampliar





.


HOJE NA
" A BOLA"

Obikwelu ao lado de Usain Bolt
Português defronta recordista mundial 
no 'meeting' do Mónaco.

É no meeting do Mónaco, etapa da Liga Diamante, que hoje, às 19 horas, Francis Obikwelu volta a correr os 100 metros ao lado, tão só, de Usain Bolt, o campeão e recordista mundial, e de Christophe Lemaitre, tricampeão da Europa.
O objectivo, avança o seu treinador João Ganço, é melhorar a marca dos 10,18s.
Ter na pista ao lado o jamaicano mais rápido do planeta é motivador mas não é assim «tão deslumbrante».
«Claro que é um estímulo acrescido, mas não é a primeira vez que Francis corre ao lado de Bolt. O seu objectivo é, unicamente, passar a barreira dos 10 segundos. Não será fácil mas é a sua intenção», desfere o treinador, lamentando o facto do pé direito continuar a importunar Obikwelu.
«Ele tem estado a treinar bem, muito bem até, mas o pé direito, que é aquele com que faz força na partida, continua a doer-lhe. Vamos ver como reage», solta João Ganço que acompanhará a prova à distância.


* Força campeão


.

2- HISTÓRIA DA 
LÍNGUA PORTUGUESA





.





HOJE NO
" JORNAL DE NOTÍCIAS"

Guerra entre clãs do tráfico no Aleixo 
leva 42 a tribunal
Cavadoras e Panelas respondem por anos 
de violência para dominar maior supermercado 
de drogas do Porto

Habitualmente, os problemas eram resolvidos só entre eles. Mas, durante dois anos, os ajustes de contas entre as famílias Cavadora e Panela atingiram relevo tal que foi impossível afastar a Polícia. Por dezenas de casos de tiros e facadas, 42 vão estar lado a lado no banco dos réus.

A disputa por negócios de tráfico de droga é a primeira razão da zanga constante que conduziu a várias batalhas campais entre os dois clãs, em pleno Bairro do Aleixo, Porto. Mas também - conta ao JN quem os conhece - motivos fúteis, como invejas por alguém ter comprado um BMW ou um Audi e andar pelo bairro a exibir-se.


* Matem-se uns aos outros não fazem falta nenhuma


.

HELENA CRISTINA COELHO





A Europa dos pequeninos


O ‘bom aluno’ está de volta à escola. O mesmo é dizer que Portugal está de regresso à mesa dos decisores europeus no papel do zeloso aprendiz com os trabalhos de casa prontos e uma vontade imensa de provar que é capaz de ajudar a salvar o euro.

Por isso, quando Pedro Passos Coelho se sentar hoje na roda de líderes da Cimeira Europeia, fará tudo para demonstrar que está pronto para alinhar nos planos e estratégias mais prometedoras para evitar a extinção do euro. É que, apesar das evidentes fraquezas da economia portuguesa, o Governo português não quer assumir o papel do mau aluno ou do queixinhas, como uma Grécia, que não fizeram bem e a tempo os seus trabalhos de casa e que, por isso, têm de reclamar atenções e privilégios para sobreviverem.

Numa altura em que uma Europa (quase) inteira se encontra atrelada a uma Grécia pendurada no abismo, em que se questiona a esperança de vida do jovem euro, em que as grandes decisões se jogam como bolas de ténis entre Berlim e Frankfurt, as boas intenções já não chegam. A Europa estacou numa encruzilhada e precisa rapidamente de sair do estado de negação em que mergulhou para começar a decidir e aplicar as soluções mais difíceis. Decisões que certamente vão castigar ainda mais os bolsos dos contribuintes e os cofres de bancos e empresas privadas.

Essa negação começa, por exemplo, no facto de a Europa não admitir que a dívida grega pode nunca ser amortizada - que outro cenário se pode esperar quando essa dívida pode chegar a uns (ainda mais) trágicos 172% do PIB no próximo ano? Ou quando mais de dois terços da dívida helénica esteja confortavelmente instalada nos balanços de bancos gregos? Mas ainda não surgiu em público um dirigente europeu que assuma essa possibilidade, porque o medo de assustar os detentores da dívida e de acelerar um possível incumprimento é bem maior do que a coragem de o assumir.

A cimeira europeia arrisca-se assim a ser uma espécie de reunião de líderes encolhidos, reféns das decisões das gigantes França e Alemanha. Publicamente esticam as vozes para defender soluções que ajudem a salvar a moeda única e a união europeia a todo o custo. Mas, secretamente, as suas mentes estarão a pensar de que forma essas soluções os podem afastar de novos resgates, de cenários de falência ou de serem contagiados por uma tragédia grega. Basta pensar que, caso o derrame grego se arraste à Itália e a Espanha, um terço do euro fica em xeque e obriga a medidas de sobrevivência ainda mais radicais. E, enquanto a Grécia estiver pendurada no abismo, Portugal também não está a salvo de cair com ela - há uma linha de países presa ao fardo da dívida grega e a economia portuguesa é que a que está mais próxima do precipício. Um por todos? Não. Neste caso, terão mesmo de ser todos por um. Pelo euro. Ou pelo seu fim.

 Subdirectora


IN "DIÁRIO ECONÓMICO"
21/07/11

.


HOJE NO
" O PRIMEIRO DE JANEIRO"


Ajuda Externa
Já chegaram 19,8 mil milhões de euros
Portugal recebeu até ao final de julho 19,8 mil milhões de euros do empréstimo europeu, indicou o Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público. No Boletim Mensal, o IGCP diz que até ao final de junho Portugal recebeu 19.841 milhões de euros, dos quais 11.847 milhões de euros chegaram em junho, tendo o restante chegado ainda em maio. Dos fundos recebidos em junho, 7128 milhões de euros chegaram do Fundo de Europeu de Estabilização Financeira e os restantes do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira.


* O pior são os juros leoninos


.

Leonardo Boff 

3 - Sempre Um Papo







Leonardo Boff, pseudónimo de Genézio Darci Boff (Concórdia, 14 de dezembro1938), é um teólogo brasileiro, escritor e professor universitário, expoente da Teologia da Libertação no Brasil. Foi membro da Ordem dos Frades Menores, mais conhecidos como Franciscanos. É respeitado pela sua história de defesa pelas causas sociais e atualmente debate também questões ambientais.

.



HOJE NO
" DIÁRIO ECONÓMICO"

Dois terços dos colaboradores 
das Obras Públicas despedidos
RAVE, EDAB e NAER serão extintas 
e integradas na ANA e REFER

As medidas anunciadas ontem pelo Governo, e avançadas em primeira-mão pelo Diário Económico de ontem - vão permitir uma poupança anual de 2,5 milhões de euros. Este valor implica o despedimento de mais de dois terços do ‘staff' de apoio da Secretaria de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, segundo o comunicado do Ministério da Economia.

O Diário Económico tentou esclarecer várias dúvidas, mas o Ministério da Economia escusou-se a prestar quaisquer esclarecimentos adicionais, remetendo exclusivamente para o referido comunicado. Já o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Silva Monteiro, afirma ao Diário Económico que "queremos sinalizar que estamos preocupados com a despesa".

Na prática, o Governo não precisa qual será o número de funcionários do antigo Ministérios das Obras Públicas, Transportes e Comunicações que serão despedidos. No final de 2010, este ministério empregava 2.689 funcionários. Se a medida incidir sobre este universo, o despedimento poderá afectar 1.900 funcionários do extinto Ministério das Obras Públicas. 


* Despedimentos de rajada


.

JACK TEMPCHIN



.



HOJE NO
" DIÁRIO DE NOTÍCIAS"


"Os estrangeiros conhecem 
melhor o Douro"
Alturas do dia há em que o rio parece um cordão de ouro, uma imagem que melhor pode ser vista do miradouro de São Leonardo da Galafura, informaram os holandeses. Muitos tons e cores ganha ao 
longo de todo o seu percurso

Um cordão de ouro estende-se por montanhas, montes, vales e casas, entre o Porto e Barca d'Alva, já na fronteira com Espanha. Cor de ouro que este rio do Nordeste do País ganha quando o Sol está na perpendicular para iniciar a viagem de ocaso. Uma imagem que dizem ter mais realismo quando avistada do miradouro de São Leonardo da Galafura, no Peso da Régua, indicação transmitida por holandeses e que os habitantes locais confirmam. "Os estrangeiros conhecem melhor o Douro e dão-lhes mais valor do que nós!" A afirmação é de Maria Elisa Galante, proprietária da Quinta de Marrocos, em Valdigem, no concelho de Lamego.


* E os parolos dos tugas vão para as praias asiáticas


.









.


HOJE NO
" RECORD"


Luisão vira costas ao Benfica
central está incontactável e já fez saber 
que não vai mudar de ideias

Luisão virou costas ao Benfica e não admite, de forma alguma, voltar a vestir a camisola dos encarnados, apesar de ter contrato com o clube da Luz até 2013. O jogador já está no Brasil, depois do escrete ter terminado a participação na Copa América, mas permanece incontactável para os dirigentes encarnados que ainda contam com o capitão de equipa para a pré-eliminatória da Liga dos Campeões frente ao Trabzonspor na próxima quarta-feira.

Tal como Record adiantou no início de junho, a vontade do Girafa sempre foi sair da Luz durante este defeso. O novo diretor para o futebol, António Carraça, chegou a contactar telefonicamente o internacional brasileiro para saber da disponibilidade do jogador em regressar de imediato a Portugal mal terminasse a participação na Copa América. A resposta do jogador foi pronta, informando o novo dirigente benfiquista que não fazia tenções de voltar a Lisboa. “Benfica nunca mais”, chegou a dizer aos colegas se seleção. A partir daqui, o dossiê está nas mãos de Luís Filipe Vieira.


* A tragédia da luz...fundida


.

COMO ERA VOAR NUM BOEING 314 

EM 1945





.



HOJE NO
" PÚBLICO"


Lisboa lidera valorizações, com mercados 
animados pelo acordo Europeu
A bolsa de Lisboa liderou hoje as valorizações no arranque da sessão das principais praças europeias, com o PSI-20 a liderar o optimismo trazido pelo acordo ontem alcançado em Bruxelas. O índice português começou a sessão  a valorizar 1,69 por cento, depois de ontem ter fechado a ganhar mais de 2,4 por cento

Quinze minutos depois do arranque da sessão, todos os titulos que compõem o PSI-20 transaccionavam em terreno negativo, com a Banca a liderar os ganhos. O BES valorizava 6,16 por cento, e o BPI e o BCP ganhavam, respectivamente, 5,53 e 5,33 por cento. Com ganhos a ultrapassar os quatro por cento transaccionavam, ainda, o Banif, a Brisa, a Mota-Engil e a Sonae Indústria. Com ganhos mais modestos seguia o sector energético, com a Galp e a REN a avançarem, respectivamente, 0,41 e 0,32 por cento.


* Fogo de artifício

.



TESTE NUCLEAR NO ATOLL DE BIKINI




HOJE NO
" i"


Passos engorda número 
de gestores da Caixa
O novo conselho vai ter dois presidentes (Faria de Oliveira e Agostinho de Matos). 
O número de membros cresce 
de sete para 11, mas custos com salários 
não aumentam

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai ter mais administradores do que actualmente. O número total deverá rondar os 11, embora até ontem à noite o Ministério das Finanças não tenha confirmado nem o novo modelo de governação nem os nomes do novo órgão de gestão do maior banco do país. Porém, o i sabe que haverá menos gestores executivos que os actuais sete e que o novo modelo incluirá administradores não executivos, que não existiam até agora. Os encargos salariais serão contudo menores que os actuais.

Apesar da diminuição dos custos, este modelo contraria as orientações do governo liderado por Pedro Passos Coelho, que se comprometeu a diminuir 15% os cargos dirigentes de toda a administração pública. A criação de dois cargos de presidente, o não executivo ou chairman - que será ocupado por Faria de Oliveira -, e o executivo, surge ainda numa altura em que a Caixa está obrigada a reorientar o seu foco para a actividade bancária, saindo de outras áreas, como os seguros e as participações financeiras em empresas emblemáticas - Portugal Telecom, EDP e Zon, entre outras



* Não é só a questão dos salários, não se refere o "natural" aumento das "gorgetas" para assistir a cada reunião, as benesses , refeições de luxo, cartões e outras. Vai ser um fartar vilanagem.

.

Tanta histeria por um aranhiço




Para ganhar um Ferrari PUFF!!!

.


HOJE NO
" JORNAL DE NEGÓCIOS"


Certificados de Aforro perdem cinco vezes 
mais do que o previsto no Orçamento
Os portugueses continuam a fugir dos certificados de Aforro. Só em Junho, retiraram 332 milhões de euros, elevando para mais de 2.300 milhões o total resgatado deste produto de poupança do Estado desde o início do ano. Um montante recorde, que supera já em quase cinco vezes o valor estimado no Orçamento do Estado (OE) para 2011. 

* Deram cabo dum método de poupança popular


.

2 - OURO AZUL
 




Documentário sobre as actuais e futuras Guerras Mundiais por Água. Mostra como a água mundialmente está sendo mal gerida, esgotada e poluída.A falta de água em muitos países do mundo devido a manipulação e corrupção por parte dos Governos, administrações locais e, claro, as corporações multinacionais de Água.As constantes lutas entre o povo e os altos poderes económicos e governamentais. As Guerras e revoluções diárias por uma fonte de vida de todos os seres humanos e seres vivos deste planeta.


HOJE NO
" CORREIO DA MANHÃ"


Receitas com excepções
Os médicos que, a partir de 1 de Agosto, continuem a prescrever medicamentos de forma manual terão que colocar na receita a palavra "excepção", mostrando que se encontram nas situações que permitem escapar às prescrições electrónicas.
Segundo uma portaria ontem publicada os médicos têm de mencionar qual a situação de excepção em que se inserem. O diploma que faz depender a comparticipação estatal dos remédios da prescrição electrónica introduz várias excepções, como os profissionais com um volume de prescrição igual ou inferior a 50 receitas por mês.

* Espera-se que resulte

.

 

26 - FOTOMONTAGENS





 

25 - ALEIVOSIAS


 


17 - BICHEZAS





JORNAIS DE HOJE



COMPRE JORNAIS













.m

BOM  DIA

.