quarta-feira, 13 de julho de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA..... ADULTOS






ALMORRÓIDA TATOO


Califórnia: detido com tatuagem insultuosa na testa
Suspeito de roubar, falsificar e transportar mercadoria roubada, Patrick Brooks chamou a atenção no momento da detenção pela inusitada tatuagem que exibe na testa, com direito a um palavrão.

IN "CORREIO DA MANHÃ"
13/07/11

PARABÉNS FILHO      





.

24 - EXPRESSÕES POPULARES SEU SIGNIFICADO


Passar a mão pela cabeça




Significado: perdoar ou acobertar erro cometido por algum protegido.
Origem: Costume judaico de abençoar cristãos-novos, passando a mão pela cabeça e descendo pela face, enquanto se pronunciava a bênção.


ASSIM, NÃO FAÇA COMPRAS




.....



6 - PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE










.
7 7 7





.

VASCO BARRETO



O nono dia da criação


Quando a picaresca Sarah Palin fez pouco dos que estudam a mosca da fruta, todos lembraram que a investigação fundamental se justifica enquanto antecâmara da investigação aplicada, que produz curas e lucro. Em tempo de crise, este argumento ganha peso e quem ouse lembrar o valor do "saber pelo saber" passa por lunático.

Embora a publicação da estrutura do ADN não tivesse curado uma única pessoa nas décadas seguintes, nesse ano (1953) o mundo ficou um lugar menos estranho, porque, excluindo os segredos que dão emprego a psicanalistas, desvendou-se o "segredo da vida". Os pioneiros da biologia molecular, tão bem retratados no clássico The Eighth Day of Creation, de Horace Freeland Judson (urge traduzir), não eram "empreendedores" obcecados com patentes, mas naturalistas apaixonados pela biologia. E o seu triunfo não precisa do reconhecimento retrospectivo de que ergueram os alicerces da medicina futura, pois produziram um saber com a beleza das coisas essenciais.

O programa para a ciência do PSD é paradoxal, porque privilegia a tecnologia e um partido liberal deveria defender que esta funciona melhor com investimento privado. Parece também que se alargou à ciência básica a desconfiança com que a direita encara os agentes culturais, esquecendo-se que a comunidade científica tem mecanismos objectivos de avaliação que evitam transformar o "saber pelo saber" num livre- -trânsito para caprichos. Resta a esperança de que os programas raramente são cumpridos.

Investigador do Instituto Gulbenkian da Ciência

IN "i"
11/07/11



5 – VELA ENFUNADA










.

SERGE LAMA




:

APOSTÓLICAMENTE



.

4- TUNING’S DELIRANTES









.







1 - FOTOS 
EM MOVIMENTO




A fotógrafa novaiorquina Jamie Beck mudou totalmente o conceito de GIFs animados ao criar uma respeitada forma de arte, apresentando fotos extremamente impressionantes.
Para quem não sabe, os GIFs animados são famosos na internet. Entretanto, a grande maioria tem caráter humorístico e não guarda grandes preocupações com a qualidade das imagens. O que Jamie faz é exatamente o contrário. As imagens possuem incrível realismo e chama atenção pelos detalhes.
Batizadas como “cinemagraphs”, ela busca não esgotar as possibilidades de uma imagem. Esta realmente parece ser a chave para criar uma arte respeitável. 



.

TENHA UM BOM DIA............


...não faça extravagâncias


COMPRE JORNAIS


o homem é sério
Ministro e a gestão dos bancos portugueses
'Total confiança'

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, realçou, em Bruxelas, que tem 'toda a confiança', na capacidade de gestão dos bancos portugueses e que estes têm tido um comportamento 'muito positivo', desde o início da crise global em 2007. O responsável recusou fazer qualquer comentário ao anúncio que vai ser feito na sexta-feira sobre os testes de resistência aos principais bancos europeus e nacionais porque se trata de 'uma questão sensível para o mercado', 'Tenho toda a confiança na capacidade de gestão dos bancos portugueses', sublinhou no final de uma reunião dos ministros das Finanças da União Europeia, acrescentando que estas instituições têm tido 'um comportamento muito positivo num quadro muito exigente em que têm estado a operar'.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

tratam-se com clisteres de açorda
Judiciária prendeu 37 pedófilos só desde Janeiro
Os números e as estatísticas também servem para marcar algumas situações com nojo e repugnância. Neste caso, a divisão não dá um número redondo e, por isso, devemos dizer que, desde o início do ano, a Polícia Judiciária (PJ) deteve mais de um pedófilo por semana: 37 ao longo das 27 semanas desde ano.
E isso porque se os humanos se pudessem dividir em décimas, poderíamos dizer que a PJ deteve, em média, 1,37 pedófilos por semana, desde Janeiro. Este número aparentemente insignificante, em nada é comparável com a dimensão gigantesca do trauma que causaram nas suas vítimas.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

toma lá que é democrático
Coreia do Norte quer co-organizar Olímpicos 
atribuídos ao Sul
A Coreia do Norte quer co-organizar os Jogos Olímpicos de Inverno com a Coreia do Sul em 2018, revela a agência de notícias sul-coreana Yonhap.
Segundo a agência, Chang Ung, membro do Comité Olímpico Internacional da Coreia do Norte, manifestou esperança de que as duas Coreias possam organizar em conjunto os jogos cuja organização foi atribuída a Pyeongchang esta semana.
Ung disse que as tensões políticas e militares entre os dois países seriam apaziguadas pela organização conjunta dos Jogos.
Em 2007, a Coreia do Norte apoiou publicamente a candidatura de Pyeongchang para os Jogos Olímpicos de 2014 e os atletas norte e sul-coreanos desfilaram juntos nas olimpíadas de Sydney, em 2000, e Atenas, em 2004, «paz» depois quebrada em 2008, na China, onde voltaram a desfilar separadas.
"A BOLA"

Portugal a arder
Junho com maior número de incêndios desde 2006
O Instituto de Meteorologia indicou que houve 3.172 ocorrências de incêndios em Junho. No entanto, a área ardida de cerca de 2.600 hectares (ha), foi muito inferior à de 2006 (6.480 ha), ano com o maior valor do risco médio de incêndio dos últimos seis anos.
O valor médio da temperatura máxima e média do ar foi superior ao valor normal, sendo o valor médio da quantidade de precipitação muito inferior. As classes de risco de incêndio em junho apresentaram valores de risco reduzido ou moderado na primeira metade do mês na maior parte dos concelhos, aumentando na segunda metade do mês para classe de risco moderado ou elevado, atingindo o risco máximo nos dias 25 e 26, em particular nalguns concelhos do interior Centro e concretamente em Monchique.
Segundo o IM, contribuíram para este valor da classe de risco as condições meteorológicas (temperatura elevada e humidade relativa do ar baixa) e valores elevados do risco conjuntural naquelas regiões.
"CORREIO DA MANHÃ"

portugueses no arame, sem rede
Portugal já é o segundo país mais arriscado do mundo
Os credit default swap (CDS), ou seja os seguros que os investidores pedem para se protegerem de um eventual incumprimento, de Portugal atingiram os 1.068 pontos base, o que representa uma probabilidade de 60% de o País entrar em incumprimento.
O risco de Portugal superou, assim, o da Venezuela e passou a ser o segundo mais elevado do mundo.
Já a Irlanda surge como o terceiro país mais arriscado do mundo, depois da Moody’s ter ontem cortado o "rating" da dívida irlandesa para "lixo". Os CDS da Irlanda atingiram hoje os 1.012 pontos base, o que representa uma probabilidade de 58% do país entrar em incumprimento.
Para o economista-chefe do Royal Bank of Scotland, estes valores mostram quão "difícil é a situação na Europa". "Os investidores deixaram de acreditar que vão rever o dinheiro dos seus investimentos na Irlanda e Portugal", disse Jacques Cailloux citado pela Bloomberg.
A subida dos CDS de Portugal e da Irlanda ocorre numa altura em que voltou a agravar-se a crise da dívida na Europa devido, por um lado, à incerteza em torno da nova ajuda à Grécia e, por outro, ao aumento das preocupações com a situação das finanças públicas italianas. Nos últimos dias, o país viu os seus juros da dívida pública dispararem, o que já forçou o governo de Berlusconi a antecipar a aprovação do plano de austeridade.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

já estão a troçar de nós
Governo quer discutir e votar lei laboral 
antes da consulta pública
O primeiro-ministro tem urgência na aprovação das alterações ao Código do Trabalho (CT) - a troika quer a revisão apresentada já em Julho - e por isso propôs que a discussão no parlamento se faça antes da consulta pública.
A urgência do governo causou discórdia na reunião da conferência de líderes de ontem. O executivo garante que vai apresentar a proposta de lei para rever o CT a 22 de Julho, mas também quer que a nova legislação seja discutida e aprovada na generalidade logo a 28 de Julho. A esquerda está contra. "O Código do Trabalho diz que matéria de legislação laboral não pode ser discutida nem votada antes de decorrido o processo de consulta pública, por isso não pode ser nas datas que o governo quer", diz Bernardino Soares do PCP ao i. "Viola em toda a linha o Código do Trabalho", acrescenta Luís Fazenda, do Bloco de Esquerda.
De acordo com o artigo 528.o do CT, o "prazo de apreciação pública não pode ser inferior a 30 dias" e "pode ser reduzido para 20 dias, a título excepcional". Apesar de definir que as alterações não possam ser discutidas ou votadas pela Assembleia da República antes da consulta pública, o código não especifica se isto se aplica a debates na generalidade ou na especialidade, um dos argumentos que a maioria PSD/CDS pode lançar para conseguir a discussão na data pretendida pelo governo.
O objectivo da coligação de poder passa por conseguir aprovar as alterações rapidamente, para dar um sinal positivo de cumprimento do memorando da troika. O argumento não convence a oposição. A discussão foi levantada na reunião dos líderes parlamentares - que agenda os trabalhos do parlamento nas próximas semanas - e a decisão ficou nas mãos da presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, que vai consultar a legislação para saber se é possível cumprir a vontade do executivo.
"i"

a guerra é contra o cidadão
Risco de défice de 49 milhões de euros 
na Lei de Programação Militar
Os peritos da DGAIED, avaliaram o ano de 2010, projectando igualmente o ano de 2011. No capítulo sobre a Análise Global da execução da LPM está escrito que, depois de considerados os compromissos assumidos e previstos para 2011 e a cativação de 40 por cento ordenada pelo anterior Governo, se prevê “um défice de 48, 997 milhões de euros” para 2011 no total das estruturas militares.
O risco centra-se nos investimentos previstos para o Exército. O saldo, neste ramo, após a cativação de 61 milhões de euros negativos. O relatório cita a justificação apresentada pelo Exército, que denuncia a “descapitalização”, ocorrida nos últimos anos, de projectos que já vinham de 2006. E elenca-os: investimentos previstos em matérias como comando e controlo, artilharia de campanha, artilharia anti-aérea, armamento anti-carro, material específico para forças especiais, vigilância do campo de batalha e sistema de defesa NBQR (armas químicas, biológicas e nucleares).
"PÚBLICO"

tristeza desportiva
Eduardo Henriques: 
«Maratona vai acabar por correr sozinho»
"O Maratona já não tinha adversário no sector feminino e, a partir de agora, vai acabar também por correr sozinho no masculino", afirma Eduardo Henriques, responsável técnico da Conforlimpa, que “atirou a toalha ao chão” face às saídas já concretizadas do campeão nacional de corta-mato, Youssef el Kalai e de Manuel Damião, precisamente para o Maratona, e à suspensão (2 anos) de Eduardo Mbengani por doping.
“Ainda não sabemos que equipa teremos, pois o orçamento vai emagrecer e não está ainda decidido também quais os atletas, de entre os restantes, que manteremos”, acrescentou Eduardo Henriques. “Nós não recebemos os milhões do Maratona”, disse ainda, referindo-se aos patrocínios que o clube liderado por Carlos Móia consegue com a realização das suas meias-maratonas.
"RECORD"

só com cinto de castidade electrónico
Prisões querem vigiar pedófilos libertados
As cadeias de Carregueira, Paços de Ferreira e Funchal estão a acompanhar presos criminosos sexuais. Os Serviços Prisionais querem alargar o programa aos predadores em liberdade condicional
O programa é pioneiro e dirigido a agressores sexuais e o próximo passo será alargá-lo a mais reclusos e aos presos que saem em liberdade condicional.
O que já está em vigor são sessões semanais de terapia dirigidas a dezenas de reclusos com impulsos sexuais doentios. Nas sessões, os grupos de predadores sexuais (abusadores, violadores e pedófilos) trabalham as emoções com técnicos dos serviços prisionais que receberam formação para o efeito.
Neste momento, estão quase 500 criminosos sexuais (489) a cumprir pena nas cadeias portuguesas. Quando saem das prisões, os agressores sexuais não são vigiados ou monitorizados, ao contrário do que acontece em países como a Inglaterra e em alguns estados norte-americanos.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

tadinhos, tadinhos
Deputados forçados a gozarem só duas semanas de férias
Parlamento encolhe férias e só dá 
2ª e 3ª semanas de Agosto aos deputados. 
Primeiro debate com Passos dia 29

Depois de o Governo ter reduzido as férias dos ministros a uma semana, a restrição chegou agora ao Parlamento. Ao contrário do tradicional e regimental mês e meio de descanso, os deputados só vão poder gozar este ano duas semanas de férias - a 2ª e 3ª de Agosto. Em causa está a necessidade de ter a Assembleia a funcionar em pleno o máximo de tempo possível para que as iniciativas legislativas que concretizam as medidas impostas pela ‘troika' sejam aprovadas antes de terminados os prazos.
A redução das férias foi ontem acordada entre os líderes parlamentares, depois de uma proposta do Governo com o número de iniciativas que pretende ver aprovadas no mais curto espaço de tempo. Os líderes das bancadas reuniram-se a partir das 16h00 mas só depois das 18h00 surgiu fumo branco sobre o período de férias permitido este ano. Duas semanas, a meio de Agosto, segundo disse ao Diário Económico fonte presente na conferência de líderes, que continuava reunida à hora do fecho desta edição.
O ‘corte' às férias dos deputados era já esperado, não só porque o primeiro-ministro impôs igual restrição aos seus ministros, como também porque o próprio Passos na primeira reunião com a bancada parlamentar tinha já deixado o aviso: "Não façam grandes planos de férias".
"DIÁRIO ECONÓMICO"
6 - BIBLIOTECAS  EUROPEIAS








A L M A







.

ANA LUÍSA AMARAL
1956




MINHA SENHORA DE QUÊ


dona de quê 


se na paisagem onde se projectam

pequenas asas         deslumbrantes folhas

nem eu me projectei
 


se os versos apressados

me nascem sempre urgentes:

trabalhos de permeio            refeições

doendo a consciência inusitada
 


dona de mim nem sou

se sintaxes trocadas

o mais das vezes nem minha intenção

se sentidos diversos           ocultados

nem do oculto nascem

(poética do Hades quem mdera!)
 


Dona de nada            senhora nem

de mim: imitações de medo
 
os meus infernos

.
2 - FAMOSOS  EM  GRAFITE




5 - PENSADORES


JORNAIS DE HOJE


COMPRE JORNAIS