quinta-feira, 26 de maio de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


À RASQUINHA


BICICLISTAS




Despedida do TREMA
 
Estou indo embora. Não há mais lugar para mim. Eu sou o trema. Você pode nunca ter reparado em mim, mas eu estava sempre ali, na Anhangüera, nos aqüíferos, nas lingüiças e seus trocadilhos por mais de quatrocentos e cinqüentas anos. 

Mas os tempos mudaram. Inventaram uma tal de reforma ortográfica e eu simplesmente tô fora. Fui expulso pra sempre do dicionário. Seus ingratos! Isso é uma delinqüência de lingüistas grandiloqüentes!... 

O resto dos pontos e o alfabeto não me deram o menor apoio... A letra U se disse aliviada porque vou finalmente sair de cima dela. Os dois pontos disseram que eu sou um preguiçoso que trabalho deitado enquanto ele fica em pé. 

Até a cedilha foi a favor da minha expulsão, aquele C cagão que fica se passando por S e nunca tem coragem de iniciar uma palavra. E também tem aquele obeso do O e o anoréxico do I.

Desesperado, tentei chamar o ponto final pra trabalharmos juntos, fazendo um bico de reticências, mas ele negou, sempre encerrando logo todas as discussões. Será que se deixar um topete moicano posso me passar por aspas?... A verdade é que estou fora de moda. Quem está na moda são os estrangeiros, é o K e o W, "Kkk" pra cá, "www" pra lá.

Até o jogo da velha, que ninguém nunca ligou, virou celebridade nesse tal de Twitter, que aliás, deveria se chamar TÜITER. Chega de argüição, mas estejam certos, seus moderninhos: haverá conseqüências! Chega de piadinhas dizendo que estou "tremendo" de medo. Tudo bem, vou-me embora da língua portuguesa. Foi bom enquanto durou. Vou para o alemão, lá eles adoram os tremas. E um dia vocês sentirão saudades. E não vão agüentar!... 

Nós nos veremos nos livros antigos. Saio da língua para entrar na história. 

enviado por D.A.M.
10 - FOTOS INVULGARES
JOGOS OLÍMPICOS DE 2008










ALMORRÓIDA ALERTA


Diabetes é causa de 2000 amputações

Anualmente cerca de dois mil diabéticos sofrem amputações dos pés em Portugal devido ao agravamento daquela doença crónica, segundo dados do Observatório Nacional de Diabetes.

A situação poderá agravar-se ainda mais, uma vez que apenas um quarto do número dos centros de saúde de Portugal oferece consultas específicas do pé diabético e apenas um terço dos hospitais tem consultas daquele tipo, alerta a Entidade Reguladora da Saúde.

Em 2009, as consequências da diabetes foram a causa de morte de 4063 doentes.


IN "CORREIO DA MANHÃ"
26/05/11

FRANCISCO J. GONÇALVES


 Cidadãos 
       só atrapalham



As democracias estão doentes. As nossas sociedades são ainda, formalmente, democráticas, mas os cidadâ0id{ustão reduzidos à condição de idiotas úteis que vão às urnas, de quatro em quatro anos, não para escolher representantes, mas para legitimar a oligarquia dos partidos políticos.

Ora, para estes, os cidadãos são o que a bola é para alguns jogadores de futebol: uma coisa que só atrapalha. Foi por isso mesmo que surgiu em Espanha o movimento cívico dos ‘indignados’, e é por isso também que vale a pensar naquilo que significa.

Todos sabemos há muito que as democracias deixaram de ser um sistema de representação dos cidadãos. Hoje, o que os parlamentos nacionais e locais representam não são os eleitores, são as organizações (as empresas, os bancos…) que compraram os partidos. É por isso que dificilmente o voto pode ainda ser considerado uma arma democrática. Ou melhor, continua a ser uma arma, mas está agora apontada à cabeça de quem vota. Sair à rua e gritar, como têm feito os espanhóis, pode não mudar nada, mas pelo menos prova que há vida e pensamento nos cidadãos.

É essa vida que falta em Portugal. Por aqui, uma sucessão de governos medíocres enterrou o País. E que fazemos? Vamos votar em silêncio. Pior, vamos provavelmente renovar o mandato do mais recente e eficaz coveiro da nossa Democracia. Deus nos perdoe.

IN "CORREIO DA MANHÃ"
25/05/11

Banco Alimentar 

em nova campanha de recolha de alimentos:

28 e 29 de Maio

Graças à sua ajuda há cada vez mais sorrisos

Os Bancos Alimentares Contra a Fome voltam a apelar à generosidade do público em mais uma campanha de recolha de alimentos no próximo fim-de-semana, 28 e 29 de Maio, em superfícies comerciais e na Internet.

  Campanha on line
 

Alimente mais esta ideia

Pode também fazer a sua doação on line. 

Até 5 de Junho contribua no site

www.alimentestaideia.net

21 - RECEITAS

CLIQUE 2XS PARA PODER LER

25 - IPSIS VERBIS


BELMIRO DE AZEVEDO

"alguém foi responsável por todos os portugueses estarem 30 a 40 por cento mais 
pobres neste período mais recente"

"é preciso saber porquê"

"tem que haver culpados nomeadamente aqueles que foram responsáveis pela gestão do país

IN "i"
26/05/11 
7 – SEGREDOS OBSCUROS

ALMORRÓIDA PIONEIRA


Há 100 anos Portugal foi pioneiro 
na criação de tribunais de menores


Há 100 anos, Portugal foi pioneiro na protecção dos menores ao tratar de forma diferente a criança e o adulto, através da primeira Lei de Protecção da Infância.

A 27 de maio de 1911 foi criada a Lei de Protecção da Infância e foi instituída a primeira Tutoria de Infância, que mais tarde veio a dar origem aos tribunais de família e menores.

O primeiro artigo da lei define que esta pretende "prevenir não só os males sociais que podem produzir perversão ou crime entre os menores de ambos os sexos e de menos de 16 anos ou comprometer a sua vida ou saúde, mas também para curar os efeitos desses males".

A Tutoria de Infância era um tribunal colectivo especial que se destinava a "guardar, defender e proteger os menores em perigo moral, desamparados ou delinquentes, mas sob a divisa educação e do trabalho".

Este tribunal começou a funcionar em Lisboa, no Antigo Colégio de São Patrício, nas Escadinhas de São Crispim, onde agora fica o Pólo II do Centro de Estudos Judiciários.

O juiz António José Fialho, do tribunal de família e menores do Barreiro, disse à agência Lusa que "as tutorias de infância foram os primeiros tribunais a aplicar medidas diferentes das dos adultos".

Os jovens com menos de 16 anos tornaram-se plenamente inimputáveis e passaram a comparecer perante estas Tutorias da Infância.

"Estavam definidas como um tribunal que julga como um bom pai de família, no amor da verdade e da justiça, e sempre no interesse do menor o que era uma inovação para a época", explicou.

O juiz tinha um papel determinante e junto das tutorias funcionavam os refúgios da infância, que visavam o acolhimento provisório dos menores.

O magistrado define quatro momentos históricos na protecção judicial das crianças.

O primeiro começa com a lei de 1911, que é muito baseada nos ideais republicanos que via a criança como o futuro da sociedade.

Esses ideais passavam pela educação, "pois entendia-se que se as crianças fossem educadas num determinado ideal seriam adultos de pleno direito e desenvolvimento", explicou.

Em 1962 surge a primeira Organização Tutelar de Menores (OTM) baseada no modelo político autoritário vigente.

"Estávamos na ditadura e aqui é acentuado o papel protector e autoritário do Estado e as ideias que lhe estão subjacentes", refere o juiz.

Em 1978, já depois da revolução de Abril, a lei é reformulada e, em muitos aspectos ainda está em vigor.

Em 1999 é feita a Reforma do Direito de Menores e elaborada a Lei de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo em vigor que consagra os mecanismos e recursos para a promoção e protecção dos direitos das crianças.

Ao longo de 100 anos foi grande a evolução quanto à forma como o sistema judicial defende os direitos das crianças.

Como prova disso mesmo, António José Fialho recorda que "no século XIX, uma das primeiras decisões de protecção de menores nos Estados Unidos aplicou as leis de protecção dos animais, pois não havia um tratamento específico para as crianças".

Hoje, em Portugal há perto de 20 tribunais de família e menores, com cada vez mais juízes e procuradores com formação específica na área.

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
25/05/11


KELLY CLARKSON



4 - ESCULTURAS DE GELO EM HARBIN







NA POLÓNIA COM ARTE






6 – MODELOS A DORMIR







4 - A M I G O S






3 - TERRA >>> UM OÁSIS CÓSMICO




3 - TERRA >>> UM OÁSIS CÓSMICO








TENHA UM BOM DIA............


... tenha cuidado 
               com os palavrosos 
                           que dizem baboseiras


COMPRE JORNAIS


os partidos baralham e marcam o trunfo
Inquilinos pressionam partidos a explicar 
mudanças na Lei das rendas
Em véspera de eleições, tardam as explicações e as dúvidas avolumam-se. Arrendatários temem perda de direitos e exigem aplicação do NRAU.
De que forma vão ser liberalizadas as rendas anteriores a 1990? E o que acontecerá aos inquilinos a partir do momento em que, fazendo obras de fundo, os proprietários passem a poder pôr termo ao contrato com um aviso prévio de apenas seis meses? Passando a ser limitadas as possibilidades de transmissões de contratos, o que acontece à mulher se o marido morre, ou vice-versa? As dúvidas são muitas e os inquilinos continuam a ver sem resposta a maior parte das suas questões.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

seja solidário
Banco Alimentar rende-se às novas tecnologias 
e doações podem ser feitas pela Internet
O Banco Alimentar contra a Fome (BA) rendeu-se às novas tecnologias e na tentativa de solidarizar quem navega no mundo virtual para aqueles que têm fome no mundo real traz a possibilidade de doar alimentos através da internet.
A novidade surge com a nova campanha de angariação de alimentos do Banco Alimentar, que decorre este fim-de-semana, e, tal como explicou a responsável pela instituição, Isabel Jonet, depois de 20 anos com campanhas presenciais e depois de em 2005 ter surgido a “Ajuda Vale”, chegou o tempo de usar as ferramentas informáticas.
“Agora achámos que era chegado o momento de ter uma campanha em que a doação é feita on-line através de um vale de alimentos que representa sempre um produto, porque a lógica é sempre de que as pessoas doem produtos e não dinheiro”, explicou Jonet.
A doação de bens poderá ser feita através do site http://www.alimentestaideia.net, onde, adiantou Isabel Jonet, estarão disponíveis seis produtos de entre os quais as pessoas poderão fazer a sua escolha.
Os produtos em causa (leite, açúcar, atum, salsichas, azeite e óleo) estarão disponíveis a um preço mais baixo do que o praticado nas superfícies comerciais, fruto de negociação do BA.
"i"

comecemos pelos abortos dos políticos
Passos Coelho quer rever lei do aborto 
e admite novo referendo
O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, quer rever a lei do aborto e admite um novo referendo sobre a matéria. Em declarações ontem à Rádio Renascença, Passos Coelho lembra que sempre defendeu a legalização do aborto mas frisa que é preciso, passados quatro anos, ver o o que correu bem e o que correu mal.
“Eu acho que precisamos fazer, tal como, de resto, estava previsto, uma avaliação dessa situação. Eu estive, há muitos anos, do lado daqueles que achavam que era preciso legalizar o aborto – não era liberalizar o aborto, era legalizar a interrupção voluntária da gravidez. Porque há condições excepcionais que devem ser tidas em conta e não devemos empurrar as pessoas que são vítimas dessas circunstâncias para o aborto clandestino. Mas não fui favorável a esta última alteração, na medida em que me pareceu que o Estado tinha obrigações que não cumpriu”.
"PÚBLICO"

pior para o País
Nelson Évora adia regresso às competições
O triplo saltador português Nelson Évora, que tinha previsto abrir a época esta quinta-feira no Meeting de Atletismo de Roma (Itália), não irá estar presente, por ter tido, há dias, uma pequena dor num adutor.
O atleta do Benfica, campeão olímpico em Pequim'2008, adia assim o seu regresso à competição, três meses depois de uma outra lesão, no calcanhar, num meeting de pista coberta em Estocolmo (Suécia), o ter obrigado a prescindir da presença nos Campeonatos da Europa, realizados em Paris no início de março.
O problema agora sentido por Nelson não o impede, no entanto, de já ter recomeçado os treinos e continua a perspetivar a participação nos Campeonatos do Mundo de Daegu, Coreia do Sul, em agosto/setembro, ele que foi vice-campeão há dois anos.
"RECORD"

resta a ignorância
Escolas obrigadas a cortar até 30% nos orçamentos
Visitas de estudo e compra de material pedagógico serão as principais 'vítimas' da redução na verba para funcionamento.
As escolas vão ter até menos 30% de verbas para funcionar no próximo ano lectivo. Como não podem poupar muito mais nos gastos com água e luz, os directores assumem que vão cortar na compra de livros e materiais pedagógicos, assim como nas actividades e visitas de estudo.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

os números em vez da qualidade
Todos os médicos serão avaliados 
pelo número de consultas e cirurgias
SIADAP dos médicos arranca em 2012. Actos médicos vão contar entre 30% a 42,5% da nota final.
Os médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) vão começar a ser avaliados já a partir de 2012. São cerca de 23 mil médicos que vão passar a estar sujeitos a avaliação de desempenho, tal como já acontece, por exemplo, com os professores. E para a nota final do ano vai contar o número de consultas e cirurgias realizadas.
Até agora, os médicos do SNS não tinham um regime comum de avaliação do desempenho. Ou seja, cada instituição de saúde aplicava as suas regras. Uma lacuna que a portaria ontem publicada em Diário da República veio preencher, aplicando as regras do sistema de avaliação de desempenho da administração pública (SIADAP) também aos médicos, quer trabalhem no sector público administrativo ou em hospitais-empresa (EPE).
Assim, e à semelhança dos restantes funcionários públicos, são fixados objectivos individuais anuais que os médicos terão de cumprir para progredir na carreira, ainda que, as melhores notas estejam limitadas por quotas.
"DIÁRIO ECONÓMICO"


 a vírgula é para enganar
OCDE prevê recessão de 2,1 por cento
A economia portuguesa deve contrair 2,1 por cento este ano e 1,5 por cento no próximo, estima a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).
A organização, que divulgou ontem as mais recentes previsões macroeconómicas para os países membros, apresenta previsões menos pessimistas que as recentemente divulgadas pela Comissão Europeia, que apontavam para uma queda do PIB na ordem dos 2,2 por cento em 2011 e 1,8 por cento em 2012.
Também nas expetativas para o crescimento da taxa de desemprego a OCDE apresenta uma visão menos pessimista, apontando para uma taxa na ordem dos 11,7 por cento este ano e 12,7 por cento no próximo, quando a Comissão Europeia espera que a taxa atinja uns históricos 13 por cento já este ano.
A OCDE assume ainda que os objetivos do défice estipulados pela «troika» no acordo entre Portugal e Bruxelas e o FMI serão atingidos (défice orçamental de 5,9 por cento este ano e 4,5 por cento no próximo). A instituição espera ainda que a inflação acelere para 3,3 por cento ainda este ano, estabilizando no próximo nos 1,3 por cento.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

mas gastou mais de 60 000 euros 
                                            em relógios
PSP não tem dinheiro nem para papel higiénico
Carros parados por falta de dinheiro. 
PSP promete resolver dificuldades

A PSP está a viver com uma lógica de "desenrasque" que já começou a afectar o trabalho da Polícia. A denúncia é da principal associação sindical, que diz haver falta de viaturas e também de papel higiénico e tinteiros nas fotocopiadoras das esquadras.
Em todo o país, estão largas dezenas de viaturas das diversas unidades da Polícia imobilizadas por não haver verbas para reparações ou substituições de pneus. Mas a falta de dinheiro já chegou a coisas mais básicas, como o papel higiénico, e os agentes já são obrigados a levá-lo de casa. A falta de tinteiros que estará a atrasar o andamento dos processos também faz parte das queixas da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP), que garante que a falta de verbas já começou a afectar o bom funcionamento do policiamento.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"


no "estatuto" o estado cobra impostos
Tabaco: Jovens fumam pelo estatuto social
Um trabalho de investigação da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) revelou que os adolescentes fumam com o intuito de melhorarem o seu estatuto social junto dos colegas.
Um estudo prévio, em que 2036 adolescentes de 13 anos foram avaliados quantitativamente no âmbito do Projecto EPITeen, da FMUP, mostrou que 19,9 por cento dos adolescentes já tinha experimentado fumar, 1,8 por cento fumava ocasionalmente e 1,3 por cento fumava pelo menos um cigarro por dia.
Estes resultados foram complementados com um estudo qualitativo, em que 30 desses adolescentes (15 rapazes e 15 raparigas) foram entrevistados com o objectivo de avaliar as representações sociais subjacentes ao comportamento de fumar.
A pressão do grupo foi apontada como uma das principais causas para começarem a fumar e os jovens relacionam o acto com um desejo de emancipação, sendo que alguns adolescentes referem também a vontade de experimentar.
"CORREIO DA MANHÃ"

pede-se seriedade
Vítor Pereira faz balanço final da época 
na segunda-feira
O presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, Vítor Pereira, vai efectuar na próxima segunda-feira, o balanço final às arbitragens da época.
A conferência de Imprensa está marcada para as 12.30 horas na sede da Liga de Clubes, no Porto, no dia seguinte ao fecho dos campeonatos profissionais, com a disputa da última jornada da Liga de Honra.
"A BOLA"
 8 - PUBLICIDADE  IMAGINATIVA



8 - FILOSOFIA PARA A VELHICE


1 - ILUSÕES FANTÁSTICAS




clique para ampliar


JORNAIS DE HOJE



COMPRE JORNAIS