quarta-feira, 18 de maio de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

Alentejanos no Ballet....
A Ti Maria e o Ti Manel vão ao Teatro Municipal Garcia Resende-Évora assistir ao "O Lago dos Cisnes"..

Maria, muito cansada após um longo dia de trabalho, dorme profundamente durante a maior parte do espectáculo.

Acorda sem graça, e pergunta ao marido:
- Maneli, dormi. Será que alguêm da platêa notô?"*

Responde o Manuel:
- "Da platêa nã sêe, mas todas as artistas sim, pois há horas que caminham na pontinha dos pêis p'ra nã te acordar... "


VERDADEIRO AMOR






DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

ANTIGO MUSEU 
ÁLVARO DE CASTRO 
MAPUTO
MOÇAMBIQUE










Historial do Museu da Historia Natural (Museu Álvaro de Castro)

O Museu de Historia Natural foi criado a 6 de Julho 1913, pela portaria nº1095-A, e passou a denominar Museu Provincial.
Localizado nas dependências da Escola 5 de Outubro, foi criado pelo Capitão Alberto Graça, na altura Professor na mesma escola. Três anos depois, o Museu foi agregado à Secretaria-Geral e passou para a Vila Jóia, actual edifício do Tribunal Supremo por decisão do Dr. Álvaro de Castro, na altura Governador-Geral de Moçambique.

Outrora o edifício era propriedade do cônsul da Holanda e estava incluído no recito do Jardim Tunduru (Jardim Vasco da Gama). Em 1928 o Museu da Historia Natural passou a alçada do Liceu 5 de Outubro (Depois Liceu salazar e hoje Escola Secundária Josina Machel) e a direcção passou a ser exercida pelos professores que leccionassem as disciplinas de Ciências Biológicas ou Física-Quimica. Em 1932 o governador-geral de Moçambique coronel José Cabral transferiu o Museu da Historia Natural da Vila Jóia para a presente localização, na Praça das Descobertas (Praça Travessia do Zambezi).
As actuais instalações do Museu da Historia Natural foram inicialmente concebidas para uma escola primária que nunca funcionou como tal. Em 1932 o Museu Provincial passou a chamar-se Museu Dr. Álvaro de Castro pela portaria nº 1841.
Em 1957 o Museu da Historia Natural deixou de estar sob a alçada do Liceu Nacional Salazar (Escola Secundária Josina Machel) e passou a depender da Direcção dos Serviços de Instrução Pública pelo decreto nº 41472. Em 1959 à 1974, o Museu da Historia Natural esteve sobre a direcção do Instituto de Investigação Científica de Moçambique assumindo a direcção do museu o director do instituto.
O Museu da Historia Natural é dirigido, desde 1979, pelo Dr. Augusto Cabral.


NR: Para comemorar o Dia Internacional dos Museus, escolhemos esta casa de ciênca em Maputo.

ALMORRÓIDA ALDRABADA


Trabalho - taxa real de desemprego 
atinge 780 mil portugueses
Ignorados 238 mil desempregados

Há 238 mil portugueses sem trabalho que não entram para as estatísticas. O Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) revelou ontem que em Abril havia cerca de 542 mil desempregados inscritos nos centros de emprego, uma redução de cinco por cento relativamente ao mesmo mês do ano passado. A taxa real de desemprego é, contudo, bastante mais elevada: perto de 780 mil portugueses, segundo o INE. Pelo caminho da estatística perdem-se 238 mil portugueses sem trabalho.

Para Eugénio Rosa, economista, os motivos que explicam a quebra nos inscritos nos centros de emprego prendem-se essencialmente com a falta de eficácia: "Os desempregados inscrevem-se nos centros do IEFP porque é obrigatório para terem direito ao subsídio de desemprego. Conforme vão perdendo o subsídio, com as regras apertadas, não há motivos para continuarem inscritos porque o IEFP não consegue encontrar emprego para eles. Desistem do centro de emprego e tentam encontrar algo sozinhos", explica Eugénio Rosa. Os números mostram que os desempregados que conseguiram emprego em Abril através do IEFP foram apenas um por cento dos inscritos: 5671.

Se tivermos em atenção a taxa real de desemprego (13,8 por cento) e o número de beneficiários do subsídio de desemprego, há quase meio milhão de portugueses sem trabalho e sem subsídio. Os docentes e os quadros da administração pública lideram os aumentos no desemprego em Abril.

"DIFICULDADES DE RETORNO"

O Governo considera que a redução do número de desempregados inscritos nos centros de emprego em Abril, pelo quarto mês consecutivo, resulta da queda do número de despedimentos, mantendo-se a dificuldade de retorno ao mercado de trabalho.
"Há menos destruição de postos de trabalho, mas mantêm-se as dificuldades de retorno ao mercado de trabalho por parte daqueles que estão desempregados", afirmou o secretário de Estado do Emprego e da Formação Profissional.
Em declarações à Lusa, Valter Lemos considerou que "não se estão a perder tantos postos de trabalho, mas também não se estão a criar os suficientes para permitir o retorno ao mercado de trabalho, o que está de acordo com os últimos sinais da eco-nomia".

NÚMEROS

10,5%
Os desempregados de longa duração sofreram um aumento anual de 10,5%, ao contrário dos inscritos há menos de um ano, que decresceram cerca de 14%.

5,6%
Ao nível da escolaridade dos desempregados, só os que têm o ensino secundário e superior registaram um crescimento, de 1,2 e 5,6%, respectivamente.

66 mil
Os trabalhadores não qualificados dos serviços e comércio representam a maior fatia de desempregados: 66 mil.

39,9%
O fulcral motivo junto dos desempregados para estarem nessa situação é o fim do trabalho não permanente, 39,9% do total.

IN "CORREIO DA MANHÃ"
18/05/11

17 - EXPRESSÕES POPULARES SEU SIGNIFICADO

Cair da tripeça

Significado: Qualquer coisa que, dada a sua velhice, se desconjunta facilmente.
Origem: A tripeça é um banco de madeira de três pés, muito usado na província, sobretudo junto às lareiras. Uma pessoa de avançada idade aí sentada, com o calor do fogo, facilmente adormece e tomba.
5 - CONSCIENCIALIZAÇÃO





VIRGÍNIA TRIGO




A minha agenda 
          em Chengdu


"Atrair o tigre para fora da montanha" é um dos clássicos 36 estratagemas chineses trazidos até nós por milhares de anos de sabedoria, não por um único autor, mas por um incontável número de filósofos, escritores, estrategas, comerciantes e gente comum.
É o 15.º e faz parte do grupo de seis estratagemas que devem ser utilizados quando, numa negociação ou situação semelhante, estamos em posição potencial de ataque. Esta é uma situação difícil pois pode gerar maiores perdas, pelo que devemos preocupar-nos em minimizar a nossa exposição a fim de retirarmos o maior benefício.

A ideia base é a de que, em vez de nos aventurarmos por terreno desconhecido, é sempre preferível atrair a outra parte para o nosso campo, onde conhecemos todas as condições e as circunstâncias nos são mais favoráveis, para assim a podermos controlar com o menor esforço. O estratagema invoca a importância da geografia que um dos mais célebres estrategas militares chineses, Zhuge Liang, considerava ser um dos três principais ingredientes da vitória, além da oportunidade e do apoio popular.

De acordo com o estratagema "atrair o tigre para fora da montanha", as pessoas são mais arrogantes e autoconfiantes no seu meio ambiente natural, que conhecem e dominam, pelo que, convidá-las para o "nosso" terreno irá, desde logo, torná-las mais vulneráveis e permeáveis a qualquer pedido ou exigência. Na realidade, poderemos tirar maior vantagem de um pedido se convidarmos o nosso patrão para almoçar num restaurante que conhecemos e onde somos conhecidos; tal como, se quisermos impressionar um parceiro de negócio, nada melhor do que levá-lo para um lugar onde nos sentimos apoiados e à vontade. "Venham à China", dizem-nos os nossos parceiros chineses com frequência. Não se trata de um convite para fazer turismo, mas do conhecimento de que, tal como o tigre, rei da montanha, pouca vantagem terá dentro de um rio, o ocidental ficará desorientado e dependente num ambiente e língua desconhecidos. Inscritos no inconsciente colectivo chinês, os estratagemas são utilizados com toda a naturalidade, isolados ou em combinações várias, como uma forma normal de fazer as coisas. São de interesse para todos os que se preocupam com a dinâmica da história, com os negócios e com as relações humanas, e certamente indispensáveis quando se quer negociar na China. Os estratagemas são ideias complexas que requerem conhecimento e incluem uma grande diversidade de práticas. Por exemplo, a prática corrente de, na China, os nossos anfitriões ocuparem e controlarem todo o nosso tempo está claramente inserida no estratagema número 15.

Não foi pois com surpresa que, como é habitual, recebi recentemente a agenda da minha próxima viagem a Chengdu com todo o detalhe do que vão ser os meus dias nos tempos que se seguem. "Querida Virgínia, em anexo podes encontrar a tua agenda em Chengdu. Dia 1: 21:15 chegada ao aeroporto; 23:30 "check in" no hotel. Dia 2: 6:45 pequeno-almoço; 7:15 "check out" do hotel; 7:30 partida para "Deyang"; 9:30 "check in" no hotel em "Deyang"; 9:45 às 11:45 comunicação com os alunos de doutoramento em "Deyang"; 12:00 almoço; 13:00 descanso; 13:30 "check out" do hotel e partida para "Hanwang"; 14:30 visita ao local do terramoto de 2008; 15:30 visita técnica à fábrica X; 16:25 seminário na fábrica X; 17:15 regresso a Chengdu; 19:00 jantar e espectáculo de máscaras; 21:30 "check in" no hotel em Chengdu. Dia 3...".

Ainda antes da partida, das 18 horas de viagem, da noite sem dormir e do "jetlag", posso sentir a minha energia a esvair-se, um sopro de vento sobre a água. Mas gostos adquiridos são sempre mais agradáveis - e mais difíceis de reprimir - e eu há mais de 20 anos que adquiri este gosto pela China. O melhor mesmo é aceitar e tornar-me parte desta espécie de conspiração em que ambos os participantes estão do mesmo lado, embora eu nunca saiba exactamente qual o meu papel. Desde já antecipo a minha chegada ao aeroporto: a minha anfitriã receber-me-á com pequenos gritos de encantamento, como se eu tivesse regressado, sã e salva, de uma perigosa viagem. Saberei então que vai valer a pena.


Professora no ISCTE Business School

IN "JORNAL DE NEGÓCIOS"
17/05/11

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA 
DE LEUCEMIAS E LINFOMAS




">Inscreva-se como sóci@ da APLL por apenas € 5/ano. As verbas que recolhidas através dos novos sócios ou donativos revertem integralmente a favor dos doentes: oferecemos pijamas, uma vez que o tratamento de quimio e radioterapia os leva a transpirar imenso, pelo que têm de trocar de pijama várias vezes ao dia; oferecemos um plafond de 200/250 euros/mês, conforme o caso, para compra de medicamentos em farmácia por doentes carênciados, que permitam complementar o tratamento ambulatório - estes casos são analisados pela assistente social do IPO do Porto e remetidos para a APLL.

Dadores de Sangue

As colheitas de sangue podem salvar vidas. Os doentes sujeitos a tratamentos de quimio, rádio e imunoterapia precisam, muitas vezes, de transfusões de sangue aquando do tratamento.

Dadores de Medula

O registo como dador de medula óssea não traz benefícios directos ao dador. No caso de se encontrar um dador compatível com um doente que precise de transplante, o dador poderá, ou não avançar com o processo de dádiva. Nos dias de hoje, o processo é extremamente simples e indolor, podendo ajudar a salvar uma vida.

Associação Portuguesa 
de Leucemias e Linfomas
Clinica Oncohematologia
R. Dr. António Bernardino de Almeida,
4200-072 Porto
Tel. 225 084 000 - ext. 3100 | 93 440 50 12
E-mail: geral@apll.org

Associação Portuguesa Contra a Leucemia
Rua D. Pedro V - nº 128
1250-095 Lisboa
Tel: 213 422 204/05
Fax: 213 422 206
E-mail: apcl@contraleucemia.org | 
Web: http://www.contraleucemia.org

CEDACE – Registo Português 
de Dadores de Medula Óssea
Centro de Histocompatibilidade do Norte
Pavilhão "Maria Fernanda"
R. Dr. Roberto Frias
4200-467 Porto
Tel: 225 573 470
Fax: 225 501 101

22 - IPSIS VERBIS


FERNANDO ALMEIDA
(psiquiatra)
(xenófobo?)

“Há um líder político que é homossexual”

 

in "CORREIO DA MANHÃ"

18/05/11

12 -TOUR AUTO 2009








ALMORRÓIDA CONSUMIDORA


DECO considera "escandalosa" posição 
do Banco de Portugal sobre de taxas de juro

A DECO classifica de "escandalosa" a circular do Banco de Portugal divulgada esta terça-feira sobre "boas práticas" a serem cumpridas pelas instituições de crédito relativamente a alterações unilaterais das taxas de juro.

A circular do BdP avança que "as cláusulas contratuais que permitam a alteração unilateral da taxa de juro ou de outros encargos de contratos de crédito" com base em "razão atendível" ou "variações de mercado" devem "concretizar com suficiente detalhe" factos que sejam "externos ou alheios à instituição de crédito" e "relevantes, excepcionais e ter subjacente um motivo poderoso fundado em juízo ou critério objectivo".

Tito Rodrigues, da Associação de Defesa dos Consumidores (DECO), entende que estas indicações constituem um "volte-face terrível" e um "retrocesso nos direitos dos consumidores", uma vez que a "razão atendível é um poço sem fundo" que deixa o consumidor particularmente vulnerável num momento de "instabilidade adicional" como é o actual.

O representante da DECO explica que isto significa que "qualquer crise cíclica" pode originar uma mudança unilateral da taxa de juro de um empréstimo.

Segundo o BdP, o recorrer a uma alteração unilateral deve "assentar numa relação de causalidade entre o evento invocado como razão atendível e o alcance da alteração contratual", bem como "obedecer ao princípio de proporcionalidade".

Apesar de a circular do banco central referir que a comunicação de qualquer alteração deve ser efectuada por escrito e "redigida em termos claros e transparentes", Tito Rodrigues acredita que apenas uma minoria de consumidores conseguirá descodificar as razões invocadas por uma instituição que tome uma decisão unilateral.

Em Setembro do ano passado, BES, Millennium BCP, Banif e Montepio aceitaram retirar dos seus contratos de crédito à habitação a cláusula que permitia a alteração unilateral.

Na altura, o Banco de Portugal informou que a proibição da "alteração unilateral da taxa de juro e de outros encargos nos contratos a crédito à habitação" pelas entidades bancárias "não se aplica" desde que corresponda a variações do mercado e adiantou que só os tribunais poderiam declarar a ilegalidade da cláusula.


IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
17/05/11

3 - INSTRUMENTISTAS BRASILEIROS

JACARÉ VIOLÃO ENSEMBLE
DUO SIQUEIRA LIMA, E CONVIDADOS






O TEMPO



video

2 - ARTE AFRICANA






8 - A Madeira vista por um turista






9 - OH QUE AVIÕES







15 - AZARES





TENHA UM BOM DIA............


...e prepare-se 
           para ser aldrabado


COMPRE JORNAIS


o sexo não prejudica
FMI vai aprovar ajuda
O diretor interino do Fundo Monetário Internacional, John Lipsky, assegurou às autoridades portuguesas que, apesar da detenção de Dominique Strauss-Khan, o pacote de ajuda a Portugal será aprovado sem alterações.
De acordo com uma fonte ligada ao processo, a garantia do até agora «número dois» de Strauss-Khan foi de que a situação em que se encontra o diretor do FMI 'não vai alterar a decisão a ser tomada na sexta-feira',
O conselho de administração do FMI mantém na sua agenda para sexta-feira, às 15h00 de Washington (20h00 de Lisboa), a aprovação formal do pacote de ajuda a Portugal, negociado com Lisboa ao longo das últimas semanas, no valor de 26 mil milhões de euros.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

e Lisboa e Almada???
Fusão de Porto e Gaia soma adeptos 
mas divide no timing
Propostas incluem outros concelhos como Matosinhos 
e um referendo junto das populações 

A fusão de Porto e Gaia está na ordem do dia. Antigos e actuais autarcas apoiam a ideia, tal como outras figuras do distrito. Querem um referendo e incluir mais concelhos. O timing divide. Para Luís Filipe Menezes, não é este o momento. Fernando Gomes discorda.
A proposta de juntar Porto e Gaia não é de hoje. Mas, ao prever a redução "significativa" de autarquias, o memorando de entendimento com a "troika" relançou a discussão. E, apesar dos adeptos da fusão a considerarem natural, há quem encare as orientações do exterior como uma oportunidade.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

o fim de protagonismos serôdios
Estrela da Amadora
Instalações à venda em hasta pública
As instalações do Estrela da Amadora estão à venda em hasta pública pelo preço base de 6,9 milhões de euros. A 8 de Fevereiro deste ano, o Tribunal do Comércio de Sintra considerou o clube da Reboleira insolvente.
A data de início das propostas para a aquisição das instalações está agendada para dia 26 deste mês. Além do Estádio José Gomes, também estão à venda as instalações de apoio, balneários e a sala do bingo.
O estádio e o terreno contíguo ao José Gomes estão avaliados em 3.447.938 euros, mas só podem ser vendidos em conjunto. E, de acordo com o Plano Director Municipal da Amadora, as instalações estão obrigadas a manter o cariz de área desportiva.
A liquidação do Estrela da Amadora foi aprovada pelo Tribunal do Comércio de Sintra, após um plano de recuperação do clube da Reboleira ter sido chumbado pelos credores.
"A BOLA"
 .
mais uma do (des)governo
Correios cortam serviço à GNR
Militares de cinco comandos da GNR (Porto, Viseu, Guarda, Castelo Branco e Portalegre) não puderam ontem enviar correspondência nos balcões dos CTT. A empresa alegou um atraso no pagamento por parte da GNR, mas esta promete resolução do problema em 48 horas.
A GNR paga o envio de correspondência aos CTT através de uma avença mensal. "Enviam-se documentos, notificações e outra correspondência", explicou uma fonte. Desde ontem, no entanto, que em vários pontos do País esse envio é impossível. Em Viseu, soube o CM, os CTT avisaram a GNR de que não iriam entregar mais nenhuma carta desta força de segurança até que a avença fosse paga. Em Portalegre, outro dos comandos afectados, ficaram por enviar inúmeros autos de contra-ordenação. O tenente-coronel Costa Lima, da GNR, nega a existência de uma dívida, falando em "falta de liquidez".
"O sistema dos CTT não detectou o pagamento da GNR. Houve situações em alguns pontos dos comandos de Porto, Guarda, Viseu, Castelo Branco e Portalegre". "Nenhuma correspondência vital para a GNR foi barrada. O problema resolver-se-á em 48 horas", explicou o porta-voz da GNR. José Alho, presidente da ASPIG, disse ao CM que esta situação faz parte do "alerta deixado pelo comandante-geral". "A situação está nos limites", concluiu.
"CORREIO DA MANHÃ"


66% para maioria 
       de empregadores sem escrúpulos
Indemnizações para despedir serão até 
10 dias por cada ano de trabalho
Bruxelas diz que indemnizações 
por despedimento vão cair para um terço

O valor das indemnizações por despedimento vai cair dos actuais 30 dias de salário por cada ano trabalhado para menos de dez, afirmou ontem ao Negócios fonte oficial da Comissão Europeia.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

e não se pode exterminá-los...
Portugal e Espanha ainda são importantes 
portas de entrada de droga
Portugal e Espanha continuam a ser importantes portas de entrada de droga na Europa, apesar da mudança drástica das rotas para a África Ocidental, alerta o diretor adjunto de operações da Europol.
"Infelizmente, Portugal e Espanha ainda estão nas rotas, devido às suas extensas áreas de costa e os grandes portos", com os grupos de narcotráfico a usar pequenos barcos e aviões, disse Troels Oerting, em declarações à agência Lusa, à margem do "Simpósio Transatlântico sobre Desmantelamento das Redes Ilícitas Transnacionais", a decorrer em Lisboa.
A rota do narcotráfico "mudou drasticamente para a África ocidental, que é hoje a maior plataforma de passagem de drogas", mas "a Península Ibérica é ainda uma área muito importante para as entradas de cocaína e cannabis", afirmou este responsável da Europol.
A maior preocupação, contudo, é o envolvimento de grupos terroristas do norte de África nas redes internacionais de crime organizado.
"Não sabemos até que ponto vai o envolvimento destes grupos terroristas, mas é uma preocupação da Europol olhar para esta área", frisou Troels Oerting, um dos oradores no simpósio que decorre em Lisboa até quinta-feira.
Outra tendência observada pelo Serviço Europeu de Polícia (Europol) é que "algum do transporte de droga mudou para a zona Este do Mediterrâneo", com a heroína vindo por exemplo do Afeganistão para a Turquia, num processo em que depois entram os grupos da África Ocidental que trocam cocaína por heroína.
"i"

mas não havia 100 desempregados???
Ministra anuncia que mais 40 médicos 
colombianos "estão a chegar" a Portugal
"Estão a chegar mais 40 médicos colombianos ao nosso país, que serão distribuídos pelas zonas do país mais carenciadas, nomeadamente no Alentejo, zona Centro e também em Lisboa", adiantou a ministra. Ana Jorge fez um balanço positivo da presença em Portugal dos 42 médicos colombianos, a trabalhar em 18 centros de saúde há um mês.
"O balanço é extremamente positivo, porque permitiu que muitos doentes tenham tido acesso a um médico e a às devidas consultas, no entanto, o melhor balanço quem o pode fazer são os próprios utentes", afirmou.
A chegada dos clínicos gerou críticas por parte da Ordem dos Médicos (OM) e dos sindicatos do sector, que acusam os médicos de não terem a especialidade de Medicina Geral e Familiar. As críticas foram refutadas pela ministra da Saúde, Ana Jorge, que assegurou que os médicos colombianos "têm capacidade para trabalhar" e lembrou que muitos clínicos portugueses exercem as mesmas funções sem terem a especialidade.
"Nós sabemos que estes médicos não são médicos de família, mas fizeram os exames e a sua qualidade profissional foi reconhecida pela Ordem dos Médicos", disse na altura Ana Jorge, lembrando que a contratação de colombianos é uma forma de colmatar a falta de profissionais provocada pelos baixos "numerus clausus" de acesso à universidade no passado e o elevado número de reformas registadas em 2010 que levou o Ministério da Saúde a "procurar médicos com contrato por três anos".
"PÚBLICO"

estamos em crise???
Trinta e dois voos previstos 
entre o Porto e Dublin
A ANA - Aeroportos de Portugal tem esta quarta-feira 32 voos previstos entre Porto e Dublin, palco da final da Liga Europa entre o FC Porto e o Sporting de Braga, revela a empresa no seu site.
A primeira final de uma competição europeia entre duas equipas portuguesas realiza-se a partir das 19 e 45 na Arena de Dublin.
Desses 32 voos previstos, entre as 6 e 15 e as 11 e 45, dois foram cancelados.
A Agência Lusa tentou contactar a ANA para determinar o motivo dos cancelamentos, mas até ao momento não obteve resposta.
Na terça-feira já se tinha registado um ligeiro aumento do número de voos em relação ao normal, com a realização de sete ligações entre o Porto e Dublin, e para quinta-feira estão previstos apenas dois voos.
"RECORD"

restauração solidária
Mais de 2500 refeições 
dadas a famílias carenciadas
Num mês e meio, a campanha Direito à Alimentação já distribuiu mais de 2500 refeições. A maioria dos beneficiários são desempregados que não têm rendimentos para pagar a alimentação ou pessoas que não conseguem preparar as suas refeições por motivos de saúde.
Há até restaurantes que já deram emprego a beneficiários que precisavam das refeições por não terem trabalho.
A campanha lançada pela Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) no início de Abril tem por objectivo doar uma refeição completa - pão, sopa, prato principal e fruta - às famílias carenciadas que são indicadas pelas câmaras municipais e pelas associações de apoio social locais.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

compram a juro baixo, 
vendem-nos ao juro que lhes apetece
Banca recebeu seis mil milhões 
de ajuda estatal desde 2008
Garantias para obtenção de liquidez e reforço de capital da CGD explicam o montante. Após acordo com a ‘troika’, banca tem à disposição 47 mil milhões.
O empréstimo de 78 mil milhões de euros que o Governo acordou com a ‘troika' inclui um pacote de 12 mil milhões de euros para ajudar os bancos portugueses a reforçarem os seus rácios de solvabilidade. Soma-se ainda o reforço de garantias do Estado à banca, que ascendem agora a 35 mil milhões. Contas feitas, as medidas de estabilidade financeira e disponibilização de liquidez totalizam 47 mil milhões de euros.
Em causa está o reforço do fundo de capitalização pública, criado em 2008 com quatro mil milhões de euros - e que é contemplado na ajuda externa a Portugal, e que só foi utilizada pela Caixa, em 2009, para aumentar o seu capital (em mil milhões). Já a linha de 20 mil milhões de euros de garantias do Estado às emissões de dívida dos bancos, nos últimos três anos, viu operações garantidas num total de 4,95 mil milhões de euros, segundo dados da Direcção-Geral do Tesouro. À ajuda do Estado para recapitalização, os bancos fizeram saber, logo no início de Maio, que não querem apoios públicos e deverão reforçar rácios com retenção de lucros, venda de activos, aumentos de capital e conversão de acções preferenciais.
"DIÁRIO ECONÓMICO"


6 – POESIA ETERNIZADA
 
ANTÓNIO BOTTO 
1897-1959


Andáva a Lua nos Céus 
 
Andáva a lua nos céus
Com o seu bando de estrellas.

Na minha alcova,
Ardiam vellas,
Em candelabros de bronze.

Pelo chão, em desalinho,
Os velludos pareciam
Ondas de sangue e ondas de vinho.

Elle olhava-me scismado;
E eu,
Placidamente, fumava,
Vendo a lua branca e núa
Que pelos céus caminhava.

Aproximou-se; e em delirio
Procurou ávidamente,
E ávidamente beijou
A minha boca de cravo
Que a beijar se recusou.

Arrastou-me para Elle,
E, encostado ao meu hombro,
Fallou-me d'um pagem loiro
Que morrêra de Saudade,
Á beira-mar, a cantar...

Olhei o céu!
Agora, a lua, fugia,
Entre nuvens que tornavam
A linda noite sombría.

Déram-se as bocas n'um beijo,
- Um beijo nervoso e lento...
O homem cede ao desejo
Como a nuvem cede ao vento.

Vinha longe a madrugada.

Por fim,
Largando esse corpo
Que adormecêra cansado
E que eu beijára loucamente
Sem sentir,
Bebia vinho, perdidamente,
Bebia vinho... até cahir. 


IN "CANÇÕES" 
.

22 - REFLEXÃO


8 - EVASÕES

JORNAIS DE HOJE



COMPRE JORNAIS











BOM  DIA