quinta-feira, 7 de abril de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA



Juiz: Qual sua idade?
Velhinha: Tenho 86 anos.

Juiz: A senhora pode nos dizer com suas próprias palavras o que lhe aconteceu no dia 1º de abril do ano passado? ??
Velhinha: Claro, doutor. Eu estava sentada no balanço de minha varanda, num fim-de-tarde suave de verão, quando um jovem sorrateiramente senta-se ao meu lado.
Juiz: Você o conhecia?
Velhinha: Não, mas ele foi muito amigável...
Juiz: O que aconteceu depois?
Velhinha: Depois de um bate-papo delicioso, ele começou a acariciar minha coxa.
Juiz: A senhora o deteve?

Velhinha: Não.
Juiz: Por que não?
Velhinha: Foi agradável. Ninguém nunca mais havia feito isto comigo desde que meu Ariovaldo faleceu, há 30 anos.
Juiz: O que aconteceu depois?
Velhinha: Acredito que pelo fato de não tê-lo detido, ele começou a acariciar meus seios.
Juiz: A senhora o deteve então?
Velhinha: Mas claro que não, doutor...
Juiz: Por que não?
Velhinha: Porque, Meritíssimo, ele me fez sentir viva e excitada. Não
me sentia assim há anos!

Juiz: O que aconteceu depois?
Velhinha: Ora Sr. Juiz, o que poderia uma mulher de verdade, ardendo em chamas, já de noitinha, diante de um jovem ávido por amor? Estávamos à sós, e abrindo as pernas suavemente, disse-lhe: Me possua, rapaz!
Juiz: E ele a possuiu?
Velhinha: Não. Ele gritou: 1º de abriiiiiiillllllll! Foi aí que eu dei 6 tiros no filho da puta!! 
Justiça seja feita: ELA É INOCENTE!

10 - EPITÁFIO

35 - ANO DA BIODIVERSIDADE

ALMORRÓIDA PATOGÉNICA


Mundo está a perder 
cura milagrosa dos antibióticos

A resistência aos antibióticos é cada vez maior e muitas infecções são agora mais difíceis de curar, o que leva a tratamentos caros e prolongados e a um aumento do risco de morte, alerta a Organização Mundial de Saúde.

Quinta-feira, quando se assinala o Dia Mundial da Saúde, que este ano decorre sob o tema "Combater a Resistência aos Antibióticos", a OMS apela a uma acção urgente e concertada dos governos, profissionais de saúde, indústria, sociedade civil e pacientes para desacelerar o aumento da resistência aos medicamentos, limitar o seu impacto e preservar os avanços médicos para as gerações vindouras.

"A mensagem neste Dia Mundial da Saúde é muito clara. O mundo está perto de perder as suas curas milagrosas", afirma a directora-geral da OMS num comunicado hoje divulgado.

Margaret Chan refere que, "na ausência de acções correctivas e protectivas urgentes, o mundo caminha para uma era pós-antibiótica, na qual muitas infecções que hoje são comuns deixarão de ter cura e irão, mais uma vez, matar sem esmorecer".

Hoje, a OMS publica um pacote de medidas políticas, definindo as medidas que os governos e os seus parceiros nacionais precisam para combater a resistência aos antibióticos.

Entre as medidas sugeridas estão o desenvolvimento e implementação de um plano nacional financiado, o reforço das capacidades de vigilância e laboratorial, a garantia de acesso ininterrupto a medicamentos essenciais de qualidade garantida, a regulação e promoção do uso racional de fármacos, o reforço da prevenção e controlo de infecções e o fomento da inovação, investigação e desenvolvimento de novas ferramentas.

A resistência aos antibióticos é um fenómeno biológico natural, através do qual os micro-organismos adquirem resistência aos fármacos que deveriam matá-los. A cada nova geração, os micro-organismos que contêm o gene resistente tornam-se cada vez mais fortes até o medicamente se tornar totalmente ineficaz.

O uso inadequado de medicamentos para combater infecções - uso excessivo, subutilização ou mau uso -- faz com que a resistência aumente mais rapidamente.

"As tendências são claras e inquietantes. Não agir hoje significa que não haverá cura amanhã. Numa altura em que o mundo enfrenta várias calamidades, não podemos deixar que a perda de medicamentos essenciais seja a próxima crise global", afirmou Margaret Chan.

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
07/04/11

EXPLICAR OFENDE????


video


Enviado por J. COUTO
 3 - FOTOS INVULGARES
JOGOS OLÍMPICOS DE 2008

CLIQUE PARA AMPLIAR









CARLOS COELHO




Missão: desacrizar!


Assumindo o risco das minhas palavras e com especial respeito pelos que passam por grandes dificuldades, manifesto aqui a minha visão optimista sobre a crise.

O mundo mudou e sempre que o mundo muda nós mudamos com ele. Mas será que somos nós que mudamos o mundo ou é ele que nos muda? Pois eu acho que o mundo somos nós e nessa medida a mudança é um movimento "nósmundo", que resulta da nossa existência física e de uma vontade cósmica. Uma crise é raro dia, momento de agitação desta mundividência onde acordamos inseguros e o mundo parece abrandar à nossa espera. Os economistas esforçam-se por explicar esta desaceleração, com o conhecimento limitado das suas folhas de cálculo lineares. Os menos esclarecidos e os mais pobres sofrem as consequências e todos, as pessoas e as marcas, entramos em estado de crise.

O acrisamento é uma dessintonização, mas é também um detonador da nossa capacidade de unificar.

Esta aparente desarmonia é a vontade do universo de nos mundificar, sempre que nos distraímos, obrigando-nos a explodir a nossa energia criativa. Um a um, todos com todos, temos neste momento único da história da nossa consciência colectiva a oportunidade de fazer de Portugal uma grande central de energia criativa. Desacrisar é um verbo que não existe. Como não existe prosperidade se não tivermos a consciência e a coragem para imaginar um futuro de convergência, de nós com o mundo.

Criador de marcas
Presidente da Ivity Brand Corp

IN "i"
04/09/11
CUIDAR DA IMAGEM DA DESGRAÇA


16 - RECEITAS
CLIQUE 2XS PARA PODER LER

Se quiser saber o início da 1ª receita consulte o
nº 15 - RECEITAS editado em 31/03/11


6 - AS GRANDES MARAVILHAS NATURAIS DA TERRA

ALMORRÓIDA AGRÍCOLA


"Portugal tem dois milhões 

de hectares de terra abandonada"

O secretário de Estado do Desenvolvimento Rural afirmou, esta quinta-feira, que Portugal tem cerca de dois milhões de hectares de terra abandonada e semi-abandonada, considerando que se trata de um recurso que não pode continuar a ser desperdiçado.

Rui Barreiro falava na abertura do Congresso Internacional "Agricultura Urbana e Sustentabilidade", no Seixal, que vai juntar até sexta-feira cerca de 300 pessoas de vários países.
"As estimativas apontam para a existência de dois milhões de hectares de parcelas de território abandonadas ou semi-abandonadas no país", disse, acrescentando que essa situação mostra que "existe um recurso ao serviço do desenvolvimento do país que não está a ser utilizado".
"Isso significa desperdício, um luxo a que Portugal não pode dar-se", apontou.
Será preciso, e aproveitando o facto de a agricultura estar cada vez mais na moda, "integrar nesta visão nos instrumentos de gestão do território do poder local", defendeu.
Para Rui Barreiro, "a questão agrícola deve passar a fazer parte dos interesses dos autarcas nos próximos instrumentos de planeamento. O paradigma da globalização vai mudar, os mercados locais e regionais vão ter cada vez mais importância", acrescentou.

"Portugal precisa de reflectir sobre a agricultura para poder tornar-se num espaço mais produtivo, mais competitivo e sustentável e também para responder aos desafios das crises económicas", acrescentou.

Os participantes no congresso vão partilhar experiências e discutir os desafios de um desenvolvimento sustentável das cidades, virado para a agricultura. 

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
07/04/11

NR: Por muito que custe aos seus apoiantes foi no tempo do Prof. Cavaco Silva que teve início o pagamento de subsídios para deitar árvores  abaixo  e  promover o baldio. Os governos subsequentes continuaram a política de criminoso abandono aumentando a desertificação do interior português.




PÁTIO DA GALÉ | 7 A 17 ABRIL DE 2011



PEIXE EM LISBOA 2011
COM SERGI AROLA E GENNARO ESPOSITO

No total, 23 chefes e 13 restaurantes


O Peixe em Lisboa terá lugar de 7 a 17 de Abril de 2011, aumentando de nove para onze o número de dias de duração deste evento gastronómico que, na próxima edição, regressa ao Pátio da Galé, no Terreiro do Paço, com mais novidades.

Resultado do êxito alcançado nas edições anteriores, a Associação de Turismo de Lisboa decidiu alargar a duração desta sua iniciativa, para a qual estão já confirmados três jovens chefes de origem portuguesa a trabalhar no mundo da alta cozinha, respectivamente em Londres, Nova Iorque e França: Nuno Mendes (uma estrela Michelin), George Mendes (uma estrela Michelin) e Serge Vieira (uma estrela Michelin).

Além destes três nomes, a 4.ª edição do Peixe em Lisboa trará até à capital portuguesa outros chefes de grande prestígio internacional, nomeadamente um dos grandes nomes da cozinha espanhola, Sergi Arola (duas estrelas Michelin), e da cozinha italiana, Gennaro Esposito (duas estrelas Michelin).

Como sempre, o evento contará ainda com a presença permanente de alguns dos melhores restaurantes de Lisboa, de produtores de alimentos e vinhos e de muitas outras actividades e atracções.

Depois de ter decorrido em 2009 e 2010 no Pavilhão de Portugal, o Peixe em Lisboa volta este ano ao Pátio da Galé - local da 1.ª edição (em 2008) -, onde já decorreram obras de beneficiação que vão permitir a oferta ao público de um espaço com toda a qualidade e comodidade.

O Peixe em Lisboa, iniciativa da Associação de Turismo de Lisboa, conta com a produção da empresa Essência do Vinho.

VENHA  AO PEIXE EM LISBOA 
E DIVIRTA-SE!



Já imaginou ter uma selecção rigorosa dos melhores restaurantes de Lisboa num só espaço? E assistir a apresentações de cozinha ao vivo de alguns dos mais conceituados chefes de cozinha da actualidade?

Poderá ainda adquirir produtos gourmet, aprender a cozinhar, sensibilizar os seus filhos para a necessidade de uma alimentação saudável, apreciar vinhos, cervejas e bebidas espirituosas ao som de música ao vivo!

Eis algumas das actividades que irão decorrer entre 7 e 17 de Abril, 
no Pátio da Galé:

apresentações de cozinha ao vivo | mercado gourmet | crianças saudáveis na cozinha | harmonizações com vinhos | restaurantes | cocktails ao vivo | aulas com chefe | grande caldeirada | música ao vivo | vinhos, cervejas, espirituosos, águas e cafés | concurso "melhor pastel de nata" | provas com especialistas



INFORMAÇÃO ÚTIL

Horários

7 Abril: 18h00 às 24h00
8 a 16 Abril: 12h00 às 24h00
17 Abril: 12h00 às 16h00

Bilhetes

Entrada 1 dia: 15€
Entrada 11 dias: 135€
Entrada 1 fim-de-semana: 25€
Entrada 2 fim-de-semana: 45€
Entrada Semana (5 dias): 60€
Entrada Grupo (5 pessoas): 60€

Crianças até aos 12 anos têm entrada livre, desde que devidamente acompanhadas por adultos.
Alunos e docentes das Escolas de Hotelaria também têm acesso gratuito ao evento.

Uma entrada dá direito a uma degustação de 5€.
De 2.ª a 6.ª feira, das 12h00 às 15h00, uma entrada dá direito a duas degustações, de 5€ cada uma.

As restantes degustações serão pagas à parte.

Actividades
Inscrições prévias no site e na entrada do evento sujeitas aos lugares disponíveis.
Todas as actividades têm entrada livre, à excepção das harmonizações que têm um custo de 10€.

4 - JOVENS CANTORES ITALIANOS

2 - BELEZAS ESCULTURAIS
(nos jardins da China apenas com plantas)


clique para ampliar








CASA ROTATIVA

video
  Built largely of glass and steel, and powered by an electric motor not much bigger than a washing machine motor, the 'Everingham Rotating House' is a brilliant testimonial to the ingenuity of its owner/builders. It also encapsulates many aspects of ecologically sound building principles, such as optimising natural light and heat, while rotating 360° to take advantage of sunshine and shade.


Construída em grande parte em aço e vidro e movida por um motor eléctrico não muito maior que o de uma máquina de lavar, a 'Casa Rotativa Everingham' é um testenunho brilhante da engenhosidade do seu proprietário/construtor. Também engloba muitos aspectos dos princípios de construção ecológica, tais como uma optimização da luz e do calor natural, enquanto roda 360º para tirar partido da  sombra e da luz solar.

5 - CARTAZES DE ÓPERA

clique para ampliar






VISITAS EM 24 HORAS AO BLOGUE



6 de Abr de 2011 16:00 – 7 de Abr de 2011 15:00

Visualizações de páginas por país
Portugal..................................................
63
Brasil
......................................................35
Estados Unidos........................................
7
Espanha....................................................4
Eslovénia
..................................................2
França
.......................................................1
Reino Unido
..............................................1
Malásia
.....................................................1
TOTAL ...................114
3 - COISAS DA VIDA





2 - ERROS  HISTÓRICOS



TENHA UM BOM DIA............


... cada vez mais lixados

COMPRE JORNAIS

aldrabando até à inevitabilidade
Governo vai pedir assistência financeira 
à Comissão Europeia
O Governo decidiu dirigir à Comissão Europeia um "pedido de assistência financeira" a Portugal, anunciou José Sócrates. A decisão, justificou o primeiro-ministro, tornou-se inevitável face às "ameaças ao financiamento do país" após a rejeição do Programa de Estabilidade e Crescimento. PSD aplaude e apoia, enquanto a Esquerda critica pedido de ajuda. FMI diz que está pronto a ajudar, apesar de ainda aguardar confirmação oficial.
Na declaração, que durou pouco mais de quatro minutos e não teve perguntas, José Sócrates assegurou ainda que se empenhará em garantir que "a negociação tenha os menores custos possíveis para Portugal".
O pedido, que José Sócrates não especificou que características terá, foi previamente comunicado ao presidente da República.
De acordo com o primeiro-ministro, esta opção - que disse sempre ter entendido como "solução de último recurso" - tornou-se inevitável face às "ameaças ao financiamento da economia" decorrentes da reprovação do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) e que foi um "sinal errado no momento errado", fazendo disparar os juros e cair os "ratings".
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

justíssimo
Futuro museu do Benfica 
será chamado Cosme Damião
Os órgãos sociais do Benfica seguiram por «unanimidade» a proposta do presidente Luís Filipe Vieira para atribuir o nome de Cosme Damião ao futuro museu do clube encarnado.
O Benfica, no «site», realçou a importância de um dos fundadores do clube: «Foi um elemento com um percurso a todos os níveis notável na instituição, uma vez que, além de fundador, foi jogador, capitão, treinador, secretário, vice-presidente e presidente da Mesa da Assembleia-Geral».
"A BOLA"

candidato ao Tarrafal
“Impunidade insuportável”
O procurador-geral distrital de Coimbra, Euclides Dâmaso, criticou ontem as "frequentes incursões de juízes e procuradores em cargos de confiança político-partidária". O magistrado receia que a proximidade das elites, aliada à pequena dimensão do País, possa "fazer perigar a imagem (pelo menos) de isenção e objectividade das decisões à luz da teoria sociológica dos sistemas de contacto".
Numa conferência no Tribunal da Relação de Coimbra, Euclides Dâmaso teceu duras críticas ao sistema de Justiça e considerou que a impunidade se torna "francamente insuportável quando se trata de crimes cometidos por pessoas de elevado estatuto económico ou social".
Numa intervenção que não responsabiliza o Ministério Público, como salientou, Euclides Dâmaso atacou: "O País não tem riqueza para sustentar as pérolas bizantinas que são as leis e as práticas processuais." E enumerou o que considera estar mal desde a fase do inquérito – que apesar de excessivamente burocratizado e ritualizado, nada do que aí é dito pode ser valorado em julgamento – à decisão final.
Euclides Dâmaso não poupa críticas desde a "ânsia garantística" do legislador ao Tribunal Constitucional, que se transformou em 4ª instância, "visando arrastar o processo até ao paraíso da prescrição". Lamenta ainda a "escassa sensibilidade" dos procuradores para as formas mais leves e ágeis de processo e constata que os juízes "têm particular aversão à forma de processo sumário".
Ao nível da investigação, o panorama traçado por Euclides Dâmaso não é mais animador. Incide sobre a recolha da prova da prática do crime, desprezando-se a investigação financeira do arguido e a recuperação de activos. Os bens apreendidos "são mal geridos e normalmente deterioram-se" até à decisão final. E causam até "bastante despesa ao Estado com a sua guarda em depósitos".
"CORREIO DA MANHÃ"

PPP=Poleiros Para Políticos
"Ratings" rebentam bomba das PPP 
nas mãos da banca portuguesa
Bancos portugueses foram surpreendidos com um ultimato: têm de dar mais garantias para manter os empréstimos do BEI às parcerias público-privadas. Incluindo o TGV. Tudo por causa do "rating".
Os bancos portugueses foram esta semana surpreendidos com uma carta do Banco Europeu de Investimento (BEI), que lançou o alarme em torno do financiamento às parcerias público-privadas (PPP).
"JORNAL DE NEGÓCIOS"


grande iniciativa
Portugal vai ter observatório inédito sobre 
interacção entre medicamentos e produtos naturais
Responsável pelo projecto na Universidade de Coimbra estima que 20% das idas às urgências 
possam ser causadas por interacções perigosas

Era uma operação com anestesia geral. A doente levou o anestésico mas não informou o médico de que estava a tomar extracto de aloé vera. Quando os dois produtos são combinados, o risco de hemorragia aumenta exponencialmente. A intervenção simples foi quase fatal. "As pessoas hoje têm noção de que não se mistura medicação com álcool, mas não existe informação para os produtos naturais que começámos a tomar e a misturar com os medicamentos nas últimas duas décadas", explica ao i Maria da Graça Campos. A investigadora da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra vai coordenar o novo Observatório de Interacções Planta-Medicamento, um projecto inédito a nível internacional, que nas próximas semanas vai começar a ser divulgado através dos meios de comunicação. O objectivo é construir um registo nacional de todas as reacções adversas que resultem da interacção entre medicamentos e produtos naturais e informar a população dos riscos. "Só temos conhecimento dos acidentes mais graves que são descritos em algumas publicações científicas", diz a investigadora, alertando para a necessidade de mais estudos nesta área face ao aumento do consumo de produtos naturais, entre eles suplementos e dietéticos. Apesar de não haver dados nacionais sobre os acidentes provocados por interacção, Maria da Graça Campos acredita que 20% das idas às urgências dos hospitais poderão estar ligadas a este problema.
"i"

há anos que os políticos    
   são assalariados dos banqueiros
Ana Gomes acusa os banqueiros portugueses 
de “esmifrar o Estado”
A eurodeputada socialista Ana Gomes disse esta quarta-feira que “a maior parte dos banqueiros portugueses merece muito pouco crédito” e acusa-os de “ajudarem a esmifrar o Estado e viverem a sua conta”.
No blogue causa nossa (http://causa-nossa.blogspot.com/), onde escreve regularmente, Ana Gomes afirma ainda: “Querem ver que tanto stress significa que nos andaram a contar mentiras sobre a resiliência dos seus testados bancos? Ignorantes, alguns pomposamente pedem uma ajuda intercalar à UE - que não existe, Barroso confirma, descartando-os liminarmente.”
Para a eurodeputada “chazinho de camomila a rodos, recomenda-se”.
“Tanto mais que, se caminharmos para a bancarrota, não iremos sozinhos - o Euro vai connosco. Antes tremerão os maninhos bancos espanhóis, alemães, franceses, britânicos e todos os que cá investiram, empurrando-nos para o endividamento fácil mas suicida”, acrescenta.
Ana Gomes salienta que “então Merkeles e seus amestrados no Conselho Europeu se assustem, acordem e façam o que há a fazer” para “salvar Portugal, mas sobretudo para salvar a Europa”. “No fundo, para se salvarem a si próprios e de si próprios”, acrescenta.
A eurodeputada socialista afirma ainda que a “maior parte dos banqueiros portugueses merece muito pouco crédito”, independentemente “do rating que lhes possam ter dado e dêem hoje as ratazanas das agências de notação”.
“Se atentarmos em tudo o que disseram, não disseram, fizeram e não fizeram: contradições, truques e passes de off shore incluídos... Doces ou salgados, os banqueiros não mandam no país. O país ficou hoje com ainda mais dúvidas sobre eles e os bancos que dirigem. Mandaria o decoro que, ao menos, afivelassem a mais elementar dose de patriotismo”, conclui.
"PÚBLICO"

gente rica
Nova direção já injetou 
2,5 milhões de euros no clube
As dificuldades financeiras que afetam o Sporting e que foram bem vincadas por todos os candidatos durante a campanha eleitoral, obrigaram a nova estrutura diretiva, liderada por Godinho Lopes, a injetar capital no clube imediatamente após ter sido empossada.
Consciente da situação financeira que o clube atravessa, o novo líder sabia da necessidade de saldar dívidas correntes e alguns salários que estavam em atraso, pelo que na primeira semana de trabalho a nova direção injetou 2,5 milhões de euros para resolver algumas dessas questões, algumas delas relacionadas com a estrutura do futebol profissional. Uma realidade considerada fundamental pela equipa liderada por Godinho Lopes, que deseja criar a maior estabilidade possível em torno do clube e consequentemente da equipa de futebol.
"RECORD"

não se percebe o contrário!!!
Aprovada obrigatoriedade 
do preço nos rótulos de fármacos
O Parlamento aprovou hoje, com o voto contra do PS, um projecto de lei que torna obrigatória a indicação do preço de venda ao público (PVP) na rotulagem dos medicamentos.
O texto aprovado hoje partiu de um projecto de lei do BE. O Parlamento aprovou hoje o texto final do projecto de lei do PS que cria a Ordem dos Engenheiros Técnicos e institui a figura do bastonário, com a abstenção de nove deputados socialistas. O diploma foi aprovado com o voto favorável do PS, PSD, CDS-PP e BE e a abstenção do PCP e PEV e de nove deputados socialistas, entre os quais Vera Jardim e Sérgio Sousa Pinto.
Vários deputados das bancadas do PS e do PSD apresentaram declarações de voto. O diploma altera a designação da Associação Nacional dos Engenheiros Técnicos que passa a designar-se Ordem dos Engenheiros Técnicos e institui a figura do bastonário.
O Parlamento aprovou, com o voto contra do PS e o voto favorável das restantes bancadas, um novo regime jurídico de transferência de farmácias, que resultou da junção de textos do PSD, PCP, PEV e PS.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Portugal uma enorme lixeira...
Parpública, Refer, RTP e CP já são “lixo”
A Portugal Telecom está desde ontem sob revisão 
e a Brisa caiu um nível na avaliação da Fitch

A avaliação do risco da República Portuguesa por parte das agências de ‘rating' continua a atingir as empresas públicas. Ontem, e depois de ter revisto em baixa a notação de risco de crédito das obrigações de Portugal - que passaram de ‘A3' para ‘Baa1' -, e de cortar na avaliação de sete bancos nacionais, a Moody's baixou o ‘rating' da Parpública, Refer, RTP e CP. Já a Portugal Telecom foi colocada revisão para uma possível baixa.
As quatro empresas públicas estão agora no nível considerado "lixo". Ou seja, a Moody's está a dizer aos mercados que os investimentos neste tipo de activos não são seguros, o que torna particularmente difícil a angariação de crédito por parte das empresas.
No caso da RTP, Parpública, CP e Refer, a agência explica que o corte do ‘rating' acontece numa altura em que o financiamento do Estado e da banca está mais difícil devido aos vários cortes de notação de risco que se têm sucedido nos últimos dias.
"DIÁRIO ECONÓMICO"

porque vai mudar de "afilhado"
Banca unida em 'descarada cartelização'
O líder parlamentar comunista, Bernardino Soares, acusou ontem a banca de 'descarada cartelização', na decisão de não emprestar mais dinheiro ao Estado e na exigência de ajuda externa. 'Os maiores bancos portugueses decidiram mesmo não emprestar mais dinheiro ao Estado, não ir aos leilões da dívida. Trata-se de uma clara e descarada cartelização, que pelos vistos foi combinada, pasme-se, numa reunião com o Banco de Portugal, o regulador do setor financeiro', defendeu Bernardino Soares.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"
1 - PUBLICIDADE  IMAGINATIVA






.

1 – FILOSOFIA PARA A VELHICE


16 - PALHAÇOS

JORNAIS DE HOJE


COMPRE JORNAIS











BOM DIA