terça-feira, 15 de março de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


Um avião caiu na floresta. Restaram apenas três sobreviventes: um indiano, um judeu e um adepto do Benfica

Caminhando entre as árvores da grande floresta, encontraram uma pequena casa e pediram para passar a noite.
O dono da casa disse:
- Minha casa é muito pequena, posso acomodar somente duas pessoas. Um terá que dormir no curral.
O indiano respondeu:
- Eu dormirei no curral, sou indiano e hinduísta, necessito praticar o bem.
Após uns 30 minutos, batem à porta da casa.
Era o indiano, que disse:
- Não posso ficar no curral. Lá tem uma vaca, que é um animal sagrado. Eu não posso dormir junto a um animal sagrado.
Então o judeu respondeu:
- Eu dormirei no curral. Somos um povo muito humilde e sem preconceitos.
Após uns 30 minutos, batem à porta da casa.
Era o judeu, que disse:
- Não posso ficar no curral. Lá tem um porco, que é um animal impuro. Eu não posso dormir junto a um animal que não seja puro.
Então, o adepto do Benfica  chateado da vida, aceitou dormir no curral.
Após uns 30 minutos, batem à porta da casa.
Eram o porco e a vaca.

Como a Muda chegou a Chefe!!




video


enviado por E. FRANÇA

História Trágica Com 

Final Feliz





CLOACA



60 Second Science "Cloaca" from mike roush on Vimeo.

De onde vem a Caibra?


Segundo o neurologista Acary Oliveira, da Unifesp, 95% da população já experimentou esse espasmo muscular,  em geral na barriga da perna.
"Após intensa actividade física, acaba a energia e a musculatura se contrai e não relaxa".
Para passar, o segredo é contrair o músculo oposto ao que está doendo, como fazem os jogadores de futebol.
Se a caibra for na barriga da perna, por exemplo, basta alongar os músculos da parte da frente, puxando a ponta do pé para cima, em direcção a canela.

MIGUEL PORTAS







43 minutos

Durou 43 minutos o encontro entre Merkel e Sócrates. Mais 13 do que o anunciado...

Durou 43 minutos o encontro entre Merkel e Sócrates. Mais 13 do que o anunciado. No momento em que escrevo, sabe-se do que falaram, não do que se decidiu - e se é que algo, aí, se decidiu. Falaram da dívida soberana portuguesa, do Fundo Europeu de Estabilização Financeira e do não-Pacto que Alemanha e França subscreveram em escrita invisível. Mas já não fazemos a menor ideia se aqueles 13 minutos de bónus foram, como o número gosta, os do azar. Perez Metelo, um analista económico habitualmente sensato, falou em caldo entornado se Sócrates não conseguisse convencer Merkel das suas boas intenções, do rumo que o país leva ou de algo assim parecido. Terá precisado ele dos 13 minutos ou, pelo contrário, foi a chefe em acto da Europa que os aproveitou para discriminar, detalhe a detalhe, as suas instruções à província do sudoeste? Eis o tipo de especulação que só as novidades das próximas semanas acabarão por deslindar.

É que, a avaliar pelo título do Público - «Merkel elogia reformas em Portugal, mas diz que é preciso mais» -, o nosso primeiro não teria ido a despacho, mas a consulta à mais famosa das pitonisas de Berlim. A chatice é que a senhora se repete e todos os de Bruxelas a repetem: afinal, há muito sabemos estar no bom caminho e que, por isso, virá ainda pior. Isto cansa...

O que é estar no bom caminho ? Foi o que procurei explicar a uma plateia europeia nesta manhã. Bom caminho é estar o salário a perder por três vias distintas: na Função Pública, porque perde em valor absoluto e Teixeira dos Santos quer que o mesmo suceda no sector privado; o salário reduz--se, em segundo lugar, por via do aumento do IVA; e, finalmente, encolhe na sua parte indirecta na medida em que se abatem apoios sociais e aumentam os preços praticados nos serviços públicos. O remédio dos governos não é mais do que uma maciça transferência de rendimentos do Trabalho para o Capital. Suspeito que, quando a senhora Merkel diz ser «preciso mais», seja a isto que se refere.

O ataque ao salário indirecto tem exigido um segundo movimento: o que transforma dívida privada em dívida pública. O salvamento do sistema financeiro em 2008 e 2009 foi, numa escala colossal, isto mesmo.

Contudo, não impediu a economia de mergulhar na recessão. Em consequência, os Estados tiveram que almofadar os seus sistemas de apoio social e suprir a quebra do investimento privado com algum investimento público. O aumento do défice e da dívida pública foram o resultado de um crime de agiotagem levado a extremos até então desconhecidos.

Mas disto não falaram eles. Este tempo não é de almofadas, mas de reguadas e tareias de cinto sobre quem não teve nem tem culpa. Um dia destes ainda se tramam.

IN "SOL"
07/03/11


NOVA METODOLOGIA DE ASSALTO - ÁGUA

Os assaltantes, entram em nossa casa sem necessidade de arrombar a porta e com pessoas no interior, sem qualquer dificuldade.
É derramada água por baixo da porta de entrada. Qual o efeito?
Quem se encontra no interior da residência, ao ver que há água a entrar por baixo da porta, tem o impulso abrir a porta e indagar da sua proveniência.
Abre a porta e o que se passa a seguir é fácil de adivinhar.
É tudo muito fácil e não chama à atenção dos vizinhos.
No intuito de evitarem ser surpreendidos, devem para além das precauções que habitualmente tomam, adoptar mais um procedimento.
Deve aguardar-se algum tempo, analisar o fluxo de água e antes de abrir a porta certificar-se devidamente de que não se encontra alguém no exterior, pode estar sempre alguém escondido.
Não é só em vivendas, que este estratagema é utilizado, antes pelo contrário, é em prédios que se constata a maior incidência.
Na verdade o primeiro impulso de uma pessoa que passa no hall de entrada e vê água a entrar por baixo da porta, é abri-la.
Este método já funcionou, na Zona de Lisboa, em cerca de 50 casos segundo a PSP de Algés. Já a PSP das Antas registou 22 casos e a GNR assume 73 casos nas zonas da Senhora da Hora, S. Mamede Infesta e Rio Tinto/Gondomar.
Não deixem de passar esta informação às pessoas vossas amigas.
SPORTING
Novo conceito de marcação à zona






















NR: PENSIONISTA DO SPORTING

10 - 9/11 LOOSE CHANGE

3 - ALMORRÓIDA TRAFICÁRIA


Agências vendem sexo

Contrariando os esforços das autoridades, o Brasil continua a ser vendido como um paraíso sexual. Agências europeias estão a vender pacotes de viagens em que a principal atracção para os viajantes, sempre homens desacompanhados, é o sexo.

O programa ‘Fantástico’, da TV Globo, mostrou exemplos de agências da Alemanha especializadas neste tipo de turismo. O cliente é aliciado com fotografias e vídeos de mulheres jovens em poses sensuais e convencido sob a promessa de sexo fácil e barato em pousadas e passeios de barco. Por 1593 euros é possível comprar um desses pacotes, que já inclui passagem de ida e volta em avião e oito dias de estadia no país.

Recife, Natal, Fortaleza, Salvador e Belém são algumas das cidades preferidas pelos turistas, que são encaminhados para estabelecimentos que promovem ou que permitem a prostituição, para facilitar e evitar problemas com as autoridades locais.

IN "CORREIO DA MANHÃ"
15/03/11

DAVID BRISBAL


UMA LEOA MUITO ESPECIAL


video

2 - VIVENDO NUM PRECIPÍCIO


CLIQUE PARA AMPLIAR







6 - SALVAR O PLANETA


E ASSIM ACONTECE


video

6 - GABRIEL GARCIA MARQUEZ & PABLO PICASSO


Gabriel Garcia Marquéz  /  Pablo Picasso

TENHA UM BOM DIA............



...a classe política não cumpre 
         nenhum desígnio nacional, 
                                            aniquila-o

COMPRE JORNAIS

e a impunidade dos gestores públicos???
Gerentes de empresas engrossam 
lista de dívidas ao fisco
A Direcção Geral dos Impostos acrescentou mais 970 nomes à sua lista de devedores ao fisco, dos quais quase metade (45,1%) são gerentes de empresas.
Segundo um comunicado do Ministério das Finanças, 437 destes novos devedores são "administradores e gerentes que foram responsabilizados pessoalmente pelo pagamento das dívidas das respectivas empresas" sendo considerados culpados da falta de património destas para pagar os impostos.
A lista, segunda-feira divulgada, revela ainda que apenas uma empresa tem dívidas superiores a cinco milhões de euros, enquanto seis contribuintes singulares devem mais de um milhão de euros.
O comunicado acrescenta que a publicitação desta lista "tem sido um importante instrumento de indução ao pagamento das dívidas" tendo sido já recuperados mais de 1,3 mil milhões de euros.
Em 2010, os devedores pagaram 318 milhões de euros.
Até ao momento já foram publicitados na lista 39.457 contribuintes, dos quais 26.281 pagaram ao fisco. A lista apresenta actualmente 26.351 devedores.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

os barões resistem
AF Coimbra decide futuro do futebol português
O voto da Associação de Futebol de Coimbra ganhou mais importância para a assembleia da Federação Portuguesa de Futebol, sábado, depois de sublinhados pelas associações de Porto e Braga os já prometidos votos contra a adequação estatutária ao novo regime jurídico.
O presidente da AF Porto, Lourenço Pinto, reafirmou à Lusa a posição contestatária: «A nossa filosofia não se altera por pressão. As hipotéticas sanções da FIFA e da UEFA são um fait-diver, pois tem sido sonegada informação completa e imparcial por parte da FPF a essas instituições.»
A FPF, pelo presidente Gilberto Madail, respondeu assim: «É absurdo falar em responsabilidades de quem se tem esforçado para ultrapassar o impasse. A lei está em vigor e a FPF não pode alterá-la. O regime jurídico foi traduzido e enviado para Nyon e Zurique, acompanhado por questões levantadas por sócios em relação à compatibilidade com os estatutos de FIFA e UEFA, organismos que foram inequívocos ao dizer o que pensam fazer se os estatutos não forem aprovados.»
"A BOLA"

crânios portugueses
Descoberto diagnóstico no Porto
Um grupo de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, do Instituto de Biologia Molecular e Celular e do Hospital São João, no Porto, foi distinguido com o Prémio para o Melhor Trabalho pela Associação Europeia de Urologia, por um estudo que aponta uma possível forma de diagnóstico e monitorização da bexiga hiperactiva – uma doença do trato urinário baixo, caracterizada pela necessidade de urinar muitas vezes e em pequenas quantidades ou vontade de urinar durante a noite.
"CORREIO DA MANHÃ"

exemplar...
Lojas do cidadão ficaram meses 
sem pagar à Segurança Social
A Agência para a Modernização Administrativa (AMA), que gere as Lojas do Cidadão, reteve durante pelo menos dois meses os descontos dos seus trabalhadores para a Segurança Social.
A informação foi denunciada ao Negócios por funcionários desta entidade pública e confirmada em diversos pontos do País. Em causa estão, pelo menos, as contribuições relativas a Dezembro e Janeiro.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

jogar às escondidas...
Um terço dos casais esconde do parceiro 
segredos de navegação 'online', revela estudo
Cerca de um terço dos casais de internautas portugueses esconde do parceiro segredos de navegação 'online', indica um inquérito online conduzido pela Microsoft Portugal no portal de conteúdos MSN.
De acordo com a empresa, 44 por cento dos homens inquiridos "preocupam-se mais com o facto de as parceiras verem o seu histórico de navegação do que as mulheres", especialmente no que refere a páginas de pornografia, bancários e compras.
No grupo de 'sites' que os homens gostariam de manter em segredo estão incluídos os pornográficos (73 por cento dos inquiridos) seguidos pelos 'sites' bancários (65 por cento). Um em cada cinco (21 por cento) homens teme ainda que os seus hábitos de jogo sejam expostos, indica o estudo da Microsoft Portugal.
No que refere às mulheres, e embora se possa pensar que estas são mais propensas a visitar em segredo sites de compras 'online', "a verdade é que 49 por cento dos homens estão mais interessados em manter discretas as suas compras 'online', comparativamente a apenas 35 por cento das mulheres" portuguesas.
"Surpreendentemente, 43 por cento das mulheres preocupa-se com o facto de alguém poder ver os sites pornográficos que visitaram", aponta ainda o estudo.
"i"

antes de se julgar, averigue-se
Ministério pagou 72 mil euros a mulher de Alberto Martins contra parecer da PGR
O Ministério da Justiça decidiu pagar mais de 72 mil euros à procuradora-adjunta Maria da Conceição Correia Fernandes pelo facto de esta ter trabalhado em dois tribunais cíveis do Porto. A decisão nada teria de estranho se a magistrada não fosse mulher do ministro Alberto Martins e se a mesma não tivesse sido tomada contra os pareceres negativos do vice-procurador-geral da República e de outros membros do Ministério Público. Também o anterior secretário de Estado adjunto e da Justiça, Conde Rodrigues, tinha indeferido o pedido de pagamento de um suplemento remuneratório à magistrada por acumulação de funções.
A ordem de pagamento foi dada em 2010 pelo então secretário de Estado da Justiça, João Correia, antes ainda de haver uma decisão judicial do Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto, onde corria um processo intentado pela mulher de Alberto Martins.
Questionado pelo PÚBLICO, o gabinete do ministro da Justiça garantiu ontem que "não deu qualquer instrução sobre qualquer dos 39 processos despachados em 7 de Junho de 2010 pelo então secretário de Estado da Justiça [João Correia, que sucedeu a Conde Rodrigues no cargo] em matéria de acumulação de remuneração dos magistrados judiciais e dos magistrados do Ministério Público". "Sendo casado com a senhora procuradora Maria da Conceição Correia Fernandes, [o ministro] observou rigorosamente o dever de não intervir em qualquer fase do processo de decisão relativo à pretensão por esta apresentada", assegurou.

Ministro chama inspecção
O gabinete de Alberto Martins revelou ainda que, "tendo sido agora suscitadas dúvidas sobre a legalidade da decisão, o ministro da Justiça de imediato determinou à Inspecção-Geral dos Serviços de Justiça que, com celeridade, apure em toda a extensão as condições em que as decisões foram tomadas e os respectivos fundamentos legais".
"PÚBLICO"

boa sorte
Jessica corre pela primeira vez nos Estados Unidos
Em fase de preparação para a sua estreia na Maratona de Londres, Jessica Augusto decidiu incluir no seu calendário a Meia Maratona de Nova Iorque, que se realiza no próximo dia 20, naquele que será a sua primeira prova em solo americano.
“Nunca corri nos Estados Unidos e quando surgiu esta oportunidade não hesitei. Para além de encaixar perfeitamente no meu plano de treinos é uma honra ser acolhida pela primeira vez na Meia Maratona de Nova Iorque, que tem um percurso invejável. Adoro desafios e estou pronta para os enfrentar”, afirmou Jessica Augusto.
"RECORD"

juíz sem medo
Todos os arguidos vão a julgamento
no caso Face Oculta
Vão a julgamento as 34 pessoas e duas empresas acusadas pelo Ministério Público, no âmbito do processo Face Oculta, decidiu hoje o juiz Carlos Alexandre, do Tribunal Central de Instrução Criminal.
A decisão instrutória foi anunciada pelo juiz Carlos Alexandre, numa sessão no Tribunal de Monsanto, em Lisboa.
O Ministério Público acusou 34 pessoas e duas empresas no âmbito do processo Face Oculta, que está relacionado com alegados casos de corrupção e outros crimes económicos de um grupo empresarial de Ovar que integra a O2-Tratamento e Limpezas Ambientais, a que está ligado Manuel Godinho, o único arguido que esteve em prisão preventiva.
Entre os arguidos estão também Armando Vara, ex-administrador do banco Millenium BCP acusado de três crimes de tráfico de influências, e José Penedos, ex-presidente da REN (Redes Energéticas Nacionais), acusado de dois crimes de corrupção e dois de participação económica em negócio e o seu filho Paulo Penedos.
O sucateiro Manuel Godinho foi libertado no dia 28 de Fevereiro, altura em que expirou o prazo de um ano e quatro meses da sua prisão preventiva.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

mais esclarecidos
Reclamações dos consumidores
triplicaram em cinco anos
Direcção-geral do Consumidor revela hoje 
as queixas dos portugueses em 2010

A 15 de Março de 1962, o presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy, fazia história ao instituir o Dia Mundial dos Direitos dos Consumidores. Quase 50 anos depois, apesar da criação de várias entidades reguladoras e da aplicação de novas medidas, os portugueses continuam a reclamar cada vez mais pelos seus direitos. De acordo com os dados da Direcção-Geral do Consumidor, a que o Diário Económico teve acesso e que serão hoje revelados publicamente, foram feitas 206.477 reclamações em 2010. Além de representar um aumento de 11% face às mais de 186 mil queixas registadas no ano anterior, o número é três vezes superior às 66.764 reclamações apresentadas em 2006.
"Este dia serve para, mais uma vez, reforçar que os consumidores têm direitos, mas também têm deveres. O caminho está a ser traçado, mas importa percorrê-lo", afirma Ana Cristina Tapadinhas, coordenadora do departamento jurídico da DECO. Já o presidente da Sefin, António Júlio de Almeida, alerta para o longo percurso a ser feito na área financeira em "tudo o que é normalização contratual e o estabelecimento de regras equilibradas de fixação dos preços nas operações financeiras".

Banco de Portugal e ISP recebem mais de 13 mil queixas
Apesar da quebra ligeira registada face ao ano passado, as 13.109 queixas recebidas pelo Banco de Portugal e pelo Instituto de Seguros de Portugal em 2010 são duas vezes superiores ao valor registado há cinco anos atrás. A evolução dos números ajuda a explicar o facto das duas associações defenderem uma mão mais pesada dos reguladores.
"DIÁRIO ECONÓMICO"

priveligiaram o betão 
      em detrimento da ferrovia
Tensão na berma da estrada
Ânimos exaltados entre camionistas e GNR. 
Governo diz que não está em condições de 
'baixar os impostos seja a quem for'

A paralisação convocada pelas empresas de transportes de mercadorias iniciou-se às 00h00 de ontem com fraca adesão, mas ao longo do dia aumentou o número de camiões parados e registaram-se vários incidentes.
A noite iniciou-se com uma fraca adesão nos principais pontos de saída no país: nas pontes internacionais de Valença e do Guadiana a paralisação era praticamente impercetível e na fronteira de Vilar Formoso a noite foi calma.
Com o avançar das horas terminou uma reunião de mais de seis horas entre o Governo e as associações representativas das empresas de transportes de mercadorias.
Não houve consenso quanto à redução do preço dos combustíveis reivindicada pelas associações, devido às 'atuais diretivas europeias', justificou o ministro dos Transportes, António Mendonça.
O Governo negou também os subsídios solicitados, considerando-os 'absolutamente incomportáveis, porque exigiriam milhões de euros dos contribuintes e não tem sentido na situação atual em que são exigidos sacrifícios aos portugueses',
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

1 - VISLUMBRE NO CAMPO


enviado por D.A.M.

7 - RESPOSTAS DE MADRE TERESA DE CALCUTÁ

3 - CÓDIGOS DOS INDIOS


CLIQUE PARA AMPLIAR


JORNAIS DE HOJE



COMPRE JORNAIS



BOM DIA