quarta-feira, 2 de março de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

Esposa Desconfiada 
Apesar de viverem na abundância, as coisas não corriam bem entre o marido e sua jovem esposa.
Na verdade, ela estava convencida de que ele andava  metido com a bonita empregada, Colette.
Então  resolveu preparar-lhe uma armadilha.
Certo dia, enviou a empregada para casa no fim de semana e não informou o marido.
Nessa noite, quando iam para a cama, o marido contou  a velha história:
- "Desculpa-me minha querida ........ o meu estômago".
E  desapareceu em direcção à casa de banho.
A mulher , de imediato, correu pelo corredor, subiu as escadas, e deitou-se na cama da empregada.
Mal tinha  apagado  as luzes,  veio ele,  em  silêncio .......
E não perdendo  tempo ou palavras, salta para a cama e faz amor com toda a fogosidade,  Quando terminaram, e ainda ofegante, a mulher disse:
- "Não esperavas encontrar-me nesta cama!"
E, de súbito, ligou a luz.
- "Não, minha senhora"-  diz o jardineiro.  
 

AULA DE SEXO " Contém Português Vernáculo"

video

.





JANTAR PARA UM


Eis um divertido filme que passa tradicionalmente na TV da Dinamarca, todas as noites de fim-de-ano.
Uma obra prima de humor!


dinner for one, vostfr, très drôle !!
Enviado por asilis93. - Clique para mais vídeos engraçados.

7 - EXPRESSÕES POPULARES SEU SIGNIFICADO


Significado: Sinal para começar alguma coisa.
Origem: Trata-se da forma aglutinada da expressão «lá, mi, ré», que designa o diapasão, instrumento usado na afinação de instrumentos ou vozes; a partir deste significado, a expressão foi-se fixando como palavra autónoma com significação própria, designando qualquer sinal que dê começo a uma actividade.
Historicamente, a expressão «dar um lamiré» está, portanto, ligada à música (cf. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa).

´PATRICIA KUHI »»» A GENIALIDADE LINGUÍSTICA DOS BÉBES

MARIA DE LURDES VALE

MARIA DE LURDES VALE

Podem dizer quando?

Chega a ser patética esta tendência muito portuguesa do "não sei". É raro aquele que diz que sabe, que tem a certeza do que se passa e daquilo que vai acontecer. A sociedade parece estar dominada por esta doença da incerteza, e isso normalmente gera confusão, desconfiança e descrédito. O "não sei" é contagiante, logo perigoso. Quem não sabe não vai a nenhum lado e quando vai com base no desconhecimento, normalmente engana-se e provoca grandes estragos.
Existe depois uma outra tendência que é a de confundir determinação com sabedoria e tomada de decisões. Errado. Nem sempre um homem ou uma mulher determi- nados sabem qual o caminho a prosseguir. Podem ser determinados em dar ordens, em falar alto e bater o pé. Mas, por detrás desta capa, esconderem enormes fragilidades. Basta lembrar Kant quando dizia que a "preguiça" e a "cobardia" são as verdadeiras fontes da autoridade.
A melhor prova de que a sociedade está adormecida pela incerteza está, por exemplo, na ausência de uma exigência de maior transparência e rigor aos órgãos de soberania. Quando o primeiro-ministro vai ao Parlamento participar num debate quinzenal, como aconteceu na sexta-feira, e faz um discurso em que avança com mais cinco propostas "concretas" para a promoção da inserção dos jovens no mercado de trabalho, ninguém o obrigou a dizer quando. Diga uma data, quando é que vai tomar essas medidas, quando entram em vigor? Nada. Nem o próprio, muito determinado no anúncio, o referiu, nem os deputados lhe perguntaram.
É por estas e por outras que seguiremos o caminho da incerteza. Não existe verdadeira fiscalização dos anúncios de quem promete muito, com grande determinação, mas que depois na prática não segue a sua concretização. Recorde- -se aqui o caso do cartão de eleitor e da confusão nas eleições presidenciais. Quando se tentou saber quais as razões que tinham levado ao descalabro daquele dia, foram muito poucas as certezas, mas o principal responsável continuou determinado na sua cadeira ministerial.
Deixo aqui um outro caso. No dia 30 de Dezembro, o Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que foi anunciado com pompa e circunstância. A medida, no âmbito do programa Simplex, destina- -se a promover o empreendedorismo, sobretudo entre os jovens que querem fazer as suas empresas, e avança com a eliminação dos cinco mil euros necessários para a constituição de uma sociedade. É uma boa iniciativa, serve a que muitos jovens desempregados, que querem fazer empresas online e não têm capital, possam ter uma oportunidade para concretizar uma ideia, um projecto. É urgente que entre em vigor. Mas quando? Não se sabe e já passaram 60 dias. Alguém pergunta porquê?

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
27/02/11

1 - TOUR AUTO 2009










VIRGEM SUTA

UM CARINHO PARA ATREVIDOS






8 - ANTIGOS ANUNCIOS FRANCESES





5 - ACONTECE





2 - PONTES DA CHINA





4 - AZARES





TENHA UM BOM DIA............



... lembre-se, andam a enganá-lo

COMPRE JORNAIS

grave, muito grave
Deficiência atinge 11% da população do Porto
Em cada 100 cidadãos do concelho do Porto, 11 sofrem de algum tipo de deficiência. O número foi avançado pelo Provedor para a Deficiência na Câmara do Porto, no programa ‘Porto de Abrigo’.
Na emissão, uma parceria CM/Rádio Festival, João Cotrim Oliveira disse que no concelho do Porto o número de cidadãos com deficiência é mais elevado do que no resto do País.
"A média nacional é ligeiramente superior aos 9%, mas aqui no Porto ultrapassa os 11%", afirmou João Cotrim Oliveira, acrescentando ainda que, "apesar destes números, os equipamentos de apoio são menos no Norte do que no Sul do País".
Habitação, barreiras arquitectónicas e maus-tratos são os problemas que mais afectam os deficientes na cidade do Porto.
"CORREIO DA MANHÃ"

para quando a lei que abranja governantes???
Fisco cobra de imediato dívidas 
aos gestores de empresas deficitárias
Baste que a Informação Empresarial Simplificada evidencie uma situação líquida negativa para que o Fisco avance com a reversão das dívidas, congelando património aos gestores.
O Fisco vai acelerar a reversão de dívidas fiscais de empresas para os directores, administradores e gerentes, chamando-os a pagar do seu bolso logo que chegue às Finanças a Informação Empresarial Simplificada (IES) entregue anualmente e dai resulte que a empresa está numa situação líquida negativa.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

 e para os sacos azuis, ao menos um recibo...
Lei avança. Facturas obrigatórias 
para um café ou um pastel de nata
O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Sérgio Vasques, garantiu ontem aos parceiros sociais que o Governo pretente avançar rapidamente com a obrigatoriedade de todos os sectores de actividade passarem facturas, quer se trate de um café, de um pastel de nata ou de uma bola de Berlim. A economia informal foi o tema central da concertação social, embora uma vez mais não tenha sido apresentado nenhum documento escrito por parte do Executivo. O objectivo da medida é conseguir maior receita de IVA.
A questão da obrigatoriedade do alarmento das facturas a todos os ramos de actividade e para todos os valores é complexa: primeiro porque obriga a que haja uma equiparação da Direcção-geral de Contribuições e Impostos a um órgão criminal, como a ASAE. Depois porque obriga à certificação do software de facturação para evitar a chamada subfacturação, facilitando a fiscalização das empresas.
"i"

vai ao beija-mão para levar um chuto
Saída da economia nacional da crise joga-se em encontro de meia hora entre Merkel e Sócrates
José Sócrates vai hoje dispor de apenas meia hora para convencer Angela Merkel, chanceler alemã, da seriedade do processo de consolidação orçamental em Portugal enquanto condição para poder vir a beneficiar, se necessário, de uma ajuda flexível do fundo de socorro do euro.
Para isso, o primeiro-ministro desloca-se hoje a Berlim para um encontro organizado por iniciativa de Merkel que contará com a presença dos dois ministros das Finanças, Wolfgang Schäuble, e Teixeira dos Santos (que teve de cancelar uma ida agendada à Assembleia da República), a par de Pedro Lourtie, secretário de Estado dos Assuntos Europeus. O encontro, que terá início às 17 horas (mais uma do que em Portugal), terminará meia hora depois com uma conferência de imprensa conjunta.
Mesmo se os encontros entre a chanceler e outros líderes europeus são frequentes, a reunião com Sócrates poderá ser crucial para os termos da "resposta abrangente" à crise da dívida soberana que os países do euro querem concluir nas próximas cimeiras de líderes de 11 e 24/25 de Março.
"PÚBLICO"

vá-se lá saber porquê!!!!
Assembleia Municipal de Lisboa 
aprova pagamento de 18 milhões
A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou esta terça-feira, sem votos favoráveis da oposição, o pagamento de 18 milhões de euros em numerário ao Sporting, deliberação que encerra um diferendo urbanístico iniciado há quatro anos.
A proposta foi aprovada com as abstenções de PSD, PPM e MPT e os votos desfavoráveis de PCP, CDS-PP, BE e PEV, contando apenas com os votos a favor do PS (partido em maioria) e dos seis independentes dos Cidadãos por Lisboa eleitos na lista do partido.
Entre a oposição surgiram palavras de crítica à forma como todo o processo foi gerido pelo executivo, à decisão de fazer o pagamento em dinheiro e à legalidade da proposta.
"RECORD"

poderá ser boa ajuda
Livro ajuda a organizar finanças pessoais
A crise actual obriga os portugueses a fazerem mais esforços para equilibrar as contas. A Babel lança amanhã o "Manual das Finanças Pessoais" que ajuda a fazer melhor as contas e a reduzir as despesas.
Os autores, João Pessoa Jorge e Ricardo Ferreira, começam logo na introdução por fazer uma advcertência de que "é necessário mudar". O livro não faz de previsões nem diagnóstico sobre a conjuntura económica portuguesa. É antes um guia prático sobre como nos adaptarmos à realidade actual, ainda que a adaptação seja forçada e dolorosa.
A obra começa por fazer uma avaliação ao seu orçamento e depois dá várias dicas como fazer uma melhor gestão. O objectivo é conquistar a independência financeira.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"


de olhos em bico andamos nós...
Hipólito Pires lança carros chineses 
da BYD em Portugal em 2012
O empresário, que também representa a Saab,
tem três modelos da BYD na calha.
Os carros chineses da BYD (Build Your Dreams), fabricante automóvel representada em Portugal pela Hipogest, vão entrar no mercado europeu em 2012. "O veículo e6-Eco conseguiu a homologação na Europa e chegará a Portugal no próximo ano", revelou Duarte Guedes, administrador da Hipogest.
Numa fase inicial, a empresa liderada por Hipólito Pires irá avançar com alguns projectos-piloto com câmaras municipais e empresas como a EDP, que já contactou. "Os veículos eléctricos estão na ordem no dia. Como tal, é o momento certo para apresentarmos a marca ao mercado nacional", reforça o administrador da Hipogest.
"DIÁRIO ECONÓMICO"

simplexo oral
Paulo Machado
Despacho revogado 'oralmente '
O ex-diretor-geral da Administração Interna, Paulo Machado, afirmou ontem que o despacho da secretária de Estado a ordenar que os eleitores fossem notificados do novo número de eleitor para as eleições presidenciais foi revogado 'oralmente', por Dalila Araújo. 'Das poucas coisas que eu teria alterado se o tempo voltasse atrás, teria sido a única ou a primeira grande alteração: eu teria exigido por escrito aquilo que foi oralmente revogado', afirmou na comissão parlamentar.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

isto é um sucesso!!!
Em 2010 houve 323 colheitas 
de órgãos para transplante
No ano passado houve um total de 323 colheitas de órgãos para transplante, segundo o Ministério da Saúde, que quarta-feira faz um balanço desta actividade em 2010.
Portugal mantém-se, juntamente com Espanha, na liderança da actividade de colheita de órgãos e no ano passado voltou a ultrapassar a barreira dos 30 dadores por milhão de habitante, segundo já dados divulgados pelo ministério de Ana Jorge.
Assim, registaram-se no ano passado 573 transplantes de rim, o que permitiu reduzir em 8,6% o número de doentes em lista para transplante renal.
"Também a actividade de colheita de tecidos em dador cadáver teve um aumento muito significativo de 19%", acrescenta o comunicado.
Em 2009, o número de dadores de órgãos de cadáver atingira um valor recorde, com 31 dadores por milhão de habitantes, tendo havido um aumento em todos os transplantes, à excepção do hepático, que registou um decréscimo de 6,9%, anunciou há um ano a Autoridade para os Serviços de Sangue e da Transplantação (ASST).
No mesmo ano houve 329 dadores de cadáver, um aumento de 16% em relação ao ano anterior, enquanto a colheita de órgãos de dador vivo aumentou 25% em relação a 2008, uma situação para a qual terá contribuído a alteração da legislação em 2007, que permitiu a dádiva em vida de órgãos entre pessoas sem relação de parentesco.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

o baronato do futebol à rasca
Chipre pediu suspensão, mas FIFA 
espera até dia 19
Selecção Nacional e clubes dependem da aprovação dos estatutos. Direcção da FPF reúne-se de emergência.
AG pedida para dia 19.
A reunião do Comité de Associações da FIFA que ontem teve lugar em Zurique resolveu aceder ao pedido de Gilberto Madail, que solicitou mais algum tempo para desatar o nó górdio em que se transformou a questão da aprovação dos novos estatutos da FPF.
Apesar de a proposta do delegado cipriota, que queria que o caso seguisse já, com uma sugestão punitiva agregada, para o Comité Executivo.
Se fosse aceite, acarretaria a imediata suspensão da Selecção Nacional e a interdição das provas da UEFA aos clubes portugueses (Madail reagiu com veemência, lembrando que Chipre está no Grupo de Portugal na corrida ao Euro 2012 e fez vingar os seus argumentos) ter sido chumbada, o futebol nacional tem a sentença ditada, caso não adeque os estatutos à lei vigente.
A Direcção da FPF vai reunir-se de emergência ainda esta semana e solicitará a marcação de uma Assembleia Geral, que deverá decorrer até ao próximo dia 19 de Março, data limite dada pela FIFA para que o assunto esteja resolvido.
Para a FIFA, e ontem isso ficou mais uma vez muito claro, os novos estatutos estão conformes à Lei de Bases do Sistema Desportivo, não ferem nenhuma das disposições da UEFA e da FIFA e não configuram qualquer ingerência do Estado português nas estruturas do futebol.
"A BOLA"

5 - SÁBIOS ESCRITOS

CLIQUE PARA AMPLIAR

11 - REFLEXÃO

7 - EVASÕES

JORNAIS DE HOJE