segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


Uma professora dava uma aula aos seus alunos sobre as diferenças entre os ricos e os pobres

A Júlia levanta o dedo:
- O meu pai tem tudo: televisão, telescópio, DVD...
- Tudo bem, diz a professora, mas será que tem um barco?
A Júlia reflete e diz:
- Bem, não...
- Estás a ver, é como eu disse, não podemos ter tudo.

- Professora, disse o Artur. O meu pai tem tudo: ele tem TV, telescópio, DVD, barco...
- Sim, responde a professora, mas será que ele tem um avião particular?
Depois de refletir, Artur responde:
- Bem, não...
- Estão a ver que não se pode ter tudo na vida, disse a professora.

O Joãozinho levanta o dedo e diz:
- O meu pai agora é que tem tudo, pois no sábado passado, quando a minha irmã lhe apresentou o namorado, BENFIQUISTA e PRETO, o meu pai disse:
- P... QUE PARIU!!!!! ERA SÓ O QUE ME FALTAVA!!!

STRIPTEASE TOTAL

O FUTURO JÁ ESTÁ NO VIDRO

ILHA DO PICO


ALMORRÓIDA DE PONTA


Portugal lidera ranking 
da governação eletrónica
Pelo segundo ano consecutivo, Portugal 
ficou em primeiro lugar, no ranking europeu 
do egovernment 2010 da Comissão Europeia.

Os serviços públicos na Internet em Portugal estão entre os mais fáceis de usar na União Europeia, considerou a Comissão Europeia no estudo "eGov Benchmark 2010" divulgado hoje.

Portugal regista um índice de 91% na facilidade de uso, acima dos 79% da média europeia, refere-se no estudo, que aponta Portugal como o país mais avançado em sofisticação e disponibilidade de serviços públicos online.

A par de Malta e França, ambas com 100%, Holanda (96) e Espanha (95), Portugal tem os melhores portais governamentais em termos de facilidade de uso, conveniência para o utilizador e agrupamento de serviços disponíveis.

O estudo da Comissão Europeia destaca para Portugal "boas práticas" como a implementação do Cartão de Cidadão, a ferramenta Empresa Online, o serviço de declarações eletrónicas de impostos e a página virtual da Segurança Social.
O empurrão do Plano Tecnológico

A experiência do utilizador na experiência virtual, o eProcurement (compras eletrónicas) e diversas soluções que facilitam o fornecimento dos serviços online, como a identificação eletrónica, são campos destacados pela Comissão Europeia como tecnicamente evoluídos em Portugal.

O Plano Tecnológico implementado em Portugal levou a que o país subisse no ranking europeu: em 2005, antes da entrada do programa, Portugal apresentava um nível de disponibilidade de 40% e um nível de sofisticação de 68%, de acordo com os dados.

Este é o nono estudo conduzido pela Comissão Europeia de avaliação do desempenho europeu em matéria de governação eletrónica.

IN "EXPRESSO"
21/02/11

BRENE BROWN »»» uma extraordinária contadora de histórias

PEDRO IVO CARVALHO

 







Tão amigos que nós 
vamos continuar a ser


Na vacuidade dos discursos diplomáticos encontram-se muitas subtilezas. A mais sui generis reside talvez na destreza com que os diplomatas transformam o mau no aceitável e o duvidoso no bom. A chamada "real politik" económica é, nesse particular, paradigmática de como os chamados valores essenciais são facilmente atirados para as calendas, a bem das relações bilaterais, dos negócios frutuosos, das recepções nas embaixadas coroadas a vinho francês e salgadinhos coloridos. 

A revolta no Médio Oriente a que vamos assistindo por estes dias, e a forma como a União Europeia e os Estados Unidos demoraram a acordar para a realidade, ilustra na perfeição o engajamento dos estados face a poderes não-democráticos, em muitos casos corruptos, na maioria desrespeitosos dos Direitos Humanos. 

Em Portugal, e, de uma forma geral, no Mundo ocidental, a classe política vai protagonizando sessões públicas de contorcionismo. Quase todos têm telhados de vidro. Sócrates (que, em 2007, durante uma visita de Kadafi a Portugal, lhe enalteceu as suas "visões estratégicas" e a sua "sabedoria"), Berlusconi, Merkel, passando pelos vários líderes norte-americanos. 

Todos padecem do mesmo mal e fatalidade: são coniventes com as práticas de regimes que - queremos crer - não toleram apenas porque a inevitável diplomacia económica o determina. Para os chefes de Estado e de Governo do Mundo democrático, as lideranças autocráticas vão oscilando entre o repúdio e o fascínio. Com vantagem clara para o último. Já para não falar dos bancos suíços, tão afoitos a zelar pelas fortunas de sangue desses tiranetes e tão diligentes a congelar-lhes as contas quando estoura a borrasca.
Ora, não é crível que algo mude com esta sublevação popular. A estratégia calculista dos estados manter-se-á, na exacta proporção da sua dependência do petróleo. Sobre isto, Basílio Horta, o homem que lidera o investimento português no estrangeiro, foi cristalino: a aposta no Médio Oriente é para durar, independentemente de quem sejam os insanos que governem o território. 

A corrida, agora, é entre os estados que não querem chegar atrasados ao futuro desses países que tombam. Com ditadores ou sem eles, o petróleo continuará a brotar do subsolo. E, uns bons metros acima, vai ser preciso reconstruir as estradas e os edifícios. 

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
25/02/11

Noticía de última hora


Anuncia-se por esta hora em Lisboa a fusão entre o Sporting Club de Portugal, o Belenenses e o Atlético.
O símbolo escolhido para esta fusão é:

Um Leão com uma Cruz às costas a caminho do Calvário... 

2 - CRIANÇA, A ALMA DO NEGÓCIO

OS PINTO FERREIRA

2 - PÔR DO SOL


CLIQUE MAS IMAGENS PARA SE MARAVILHAR



DAS ARÁBIAS

CARTA DE UM ANGOLANO



Caríssimos escrevo esse mail no intuito de alertar-vos de algo que acredito tratar-se de um autentico assalto(quase a mão armada) não só aos nossos bolsos mas também a nossa capacidade intelectual, de perceber o que está certo e errado, alias eu penso que esse facto passou os limites do bom senso, que por razões das dificuldades de toda ordem ainda existentes no nosso pais, por motivos que todos nos conhecemos as vezes acabamos por fechar os olhos a certos exageros, mas acho que esta na hora de dar um BASTA!!

Esta semana depois do descanso merecido para enfrentar mais um ano nesta nossa terra querida, fui tranquilamente fazer umas compras básicas´à famosa CASA DOS FRESCOS, básicas porque acredito que até os mais abastados têm alguma dificuldade em fazer compras neste estabelecimento comercial, devido ao exagero nos preços praticados.
Como ia dizendo, passava eu pela zona dos frescos e não pude deixar de constatar este facto, todos nós gostamos de uma fruta uns mais do que outros, mas todos temos uma fruta preferida, e todos nós sabemos  quanto são importantes para a nossa dieta alimentar diária. Eu por exemplo adoro Melão, e ao ver um na prateleira fui inocentemente tentar colocar no  cesto para comprar e obviamente depois degustar junto da família; se não tivesse provas penso que pouca gente acreditaria, não é que o inocente MELÃO custava nada mais nada menos que a quantia de 9.803.01kzs o equivalente em dólares ao cambio oficial (105.40usd).

Amigos acreditem que por alguns minutos parei e pensei que fosse um engano, chamei a funcionaria e ela disse que realmente aquele era o preço uma vez que se tratava de fruta importada.
Agora pergunto-me, será que nós os Angolanos somos assim tão ignorantes que não sabemos o quanto pode custar um melão no estrangeiro, ou será da triste fama que temos de sermos os ricos, milionários, temos que pagar assim tão caro por um melão?
Talvez o melão tenha vindo em 1ª classe no avião ou se calhar até veio de jacto privado, porque só assim se pode justificar que
uma fruta que em qualquer supermercado no estrangeiro por mais caro que seja, não custa mais do que 10 euros e mesmo assim estou a ser generoso.
Alias sabemos nós que obviamente eles vão comprar a fornecedores que vendem por grosso, portanto com preços bastantes reduzidos. Mas que taxas são essas que a nossa alfândega esta a cobrar?? Que meio de transporte é este?? Que gasosa?? Não acredito que haja justificação.

Meus compatriotas acho que devemos ter um outro tipo de atitude com essa gente que se aproveita das nossas dificuldades para criar um "El dourado" nos seus países de origem. Muito sinceramente não acredito que o dinheiro, que vale esse Melão de ouro é para beneficiar os nossos filhos, ou a nossa terra que tanto precisa.
Isto é um autentico roubo.
Onde estão as autoridades, Policia Económica, Inadec, será que não existe ninguém para ajudar a por esses ladrões na linha?
Daí o meu apelo a sociedade civil para deixarmos de frequentar esse tipo de lugares, acho que só assim será possível conter essa onda de aproveitadores.
Por favor amigos espero as vossas contribuições, e que façam que este mail dê a volta ao mundo para verem bem o quanto custa viver na nossa terra que tanto amamos.



1 - GUIA DOS CURIOSOS


Quando foi construído o primeiro edifício da história?

Como os faraós eram embalsamados?

Como foi a relação dos índios com a gripe?

Em que semana foi realizada a Semana de Arte Moderna de 1922? 

O corpo de Cleópatra foi enterrado em alguma pirâmide do Egito? 

O que éWall Street?

O que foi a tarifa Alves Branco? 

O que foi o “bloody sunday”? 

O que significam as estrelas estampadas na bandeira brasileira? 

Os povos asiáticos atravessaram que continente ou oceano? 

Por que o número 7 é tão presente no quotidiano das pessoas?


CLIQUE NAS PÁGINAS PARA LER BEM





































enviado por ADNARIM

6 - AS PAREDES DO PREC







TENHA UM BOM DIA............


...isto parece um país de lobisomens


COMPRE JORNAIS


a razia continua, sem ponderação
Governo vai encerrar mais de 
600 escolas em todo o país
O ministério da Educação pondera encerrar 654 escolas do primeiro ciclo do ensino básico, com menos de 20 alunos

A medida que está ainda a ser discutida entre o Governo e os municípios resulta de um levantamento exaustivo feito pelas autarquias.
Segundo avança a TSF, os agrupamentos de escolas já receberam ordens para não aceitarem novas matrículas e informarem os pais que devem esperar pela entrada em funcionamento da plataforma que vai centralizar o processo.
Para o coordenador do ensino básico da Federação Nacional de Professores (FNE), Francisco Almeida, a confirmação do encerramento destas escolas traduzir-se-á no "fechar" de muitas aldeias do interior do país.
"Pode parecer poucos alunos, mas uma aldeia que tem hoje 20 crianças no primeiro ciclo, nalgumas regiões é uma aldeia já de uma dimensão razoável", advertiu.
O número de escolas a encerrar são, no entanto, bastante superiores aos que foram projectados para este ano pelo secretário de Estado da Educação, João da Mata, que na semana passada, como refere o Diário de Notícias, falou de 40 escolas primárias por encerrar.
"i"


sustentem estes políticos...
Lojas fecham às centenas
Saldos de Inverno terminam com quedas 
de mais de 30 por cento em Lisboa e Porto 

Os cortes salariais em Janeiro, assim como as alterações nos escalões do IRS, deixaram os portugueses com menor poder económico para aproveitar as grandes baixas de preços nos produtos, particularmente em Fevereiro, garantiu o presidente da Confederação de Comércio e Serviços de Portugal (CCP), João Vieira Lopes, à Lusa.
Dificuldades financeiras que se traduziram para os comerciantes numa quebra das vendas destes saldos na ordem dos 10 a 20 por cento, em relação ao ano anterior, em todos os sectores de actividade que aderem a esta baixa de preços, segundo Vieira Lopes, apesar de as associações do Porto e de Lisboa falarem de quedas bastante superiores.
A presidente da Associação Comercial de Moda do Distrito de Lisboa, Maria do Céu Prim, fala numa baixa de vendas na época dos saldos de 30 a 40 por cento relativamente ao período homólogo de 2010, o que, em declarações à rádio TSF, classificou como uma “derrocada completa”.
“As grandes distribuidoras praticam baixas de preços todo o ano, obrigando as micro e as pequenas empresas a uma guerra de preços insustentável. Não há regras nesta país”, lamentou.
"PÚBLICO"

e agora as coiceiradas
Sem ganhar há sete jogos consecutivos
A atravessar uma profunda crise diretiva e desportiva, o atual grupo de trabalho do Sporting arrisca-se a entrar na história verde e branca pelos piores motivos: com a derrota frente ao Nacional (1-0), os leões somaram o 7.º jogo consecutivo sem vencer, uma marca que iguala o ciclo mais negro da temporada transata e que está a apenas mais um resultado negativo da pior sequência da história.
Em 1990/91, sob o comando técnico de Marinho Peres, o Sporting não obteve qualquer vitória durante oito encontros consecutivos, uma marca que poderá ser igualada já na quarta-feira, no dérbi com o Benfica. Para lá de toda a pressão inerente a um encontro entre grandes rivais, o confronto entre águias e leões decidirá quem irá disputar a final da Taça da Liga, o único troféu onde a equipa de José Couceiro ainda mantém esperanças na conquista de um título.
"RECORD"

 é urgente esta medida
GNR regista idosos que vivem sozinhos
Operação Censos Sénior decorrer até ao dia 25 de Março, identifica problemas e os familiares a contactar

Esta operação vai permitir registar todas as pessoas com 65 ou mais anos e pretende assim quebrar o isolamento em que muitos idosos vivem. Outro objectivo é chamar-lhes a atenção para alguns crimes de que podem ser vítimas.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

mais um método de assalto
Provedor de Justiça exige às Finanças 
alterações no crédito bonificado
Há mais de 50 queixas de pessoas penalizadas pelos critérios usados no cálculo dos seus rendimentos

O Governo está a cortar ou a diminuir a comparticipação de juros a famílias com crédito à habitação bonificado.
As famílias com rendimentos de categoria B (trabalhadores independentes) estão a ser incluídas num escalão inferior ou mesmo excluídos de qualquer bonificação, mesmo que apresentem níveis de rendimento iguais aos trabalhadores dependentes (categoria A). Esta penalização resulta de uma nova interpretação legal de "rendimento bruto".
O alerta chega da Provedoria de Justiça que, desde 2007, aguarda alterações à legislação. O Provedor Alfredo José de Sousa diz mesmo que Teixeira dos Santos se comprometeu a apresentar uma solução, em Agosto de 2010, mas seis meses depois ainda nada foi feito.
"DIÁRIO ECONÓMICO"

não é preciso ser de esquerda para concordar
Louçã e remunerações dos gestores públicos
Necessário contenção

O líder do Bloco de Esquerda (BE) reiterou ontem a necessidade de haver contenção e regras nos salários dos gestores públicos que não deverão receber valores superiores aos do Presidente da República.
'O BE responde a Pedro Passos Coelho, sim, é preciso que haja regras, que haja contenção nos salários excessivos de alguns gestores públicos e que todos eles prestem contas e respondam perante o país, que tem problemas, e o maior de todos é a criação do emprego e uma economia decente', declarou Francisco Louçã, no Funchal.
'Preferem criar desemprego, precariedade e dificuldades para aquelas famílias daqueles trabalhadores quando têm todo o poder e quando são pagos de uma forma tão exorbitantemente acima do salário do Presidente da República', criticou.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

o Variações cantava "é p'ra amanhã"
Rede de radares já leva dois anos de atraso
Caderno de encargos para o concurso está a ser ultimado. Numa primeira fase, serão apenas 30 

Com quase dois anos de atraso face ao previsto, está a ser ultimado o caderno de encargos para o lançamento do concurso público internacional para avançar com a criação de um sistema nacional de radares. Mas não há garantia de que o concurso avance este ano.
A instalação de um Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (SINCRO) é uma das medidas previstas na Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária (ENSR) e, se fossem cumpridos os prazos estipulados pelo Governo, o sistema já seria uma realidade desde meados do ano passado, visto que o documento prevê que a rede seria executada no segundo semestre de 2010. Mas, disse ao JN o presidente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), Paulo Marques, neste momento ainda está a ser ultimado o caderno de encargos e os termos do concurso, que deverão ficar definidos "ainda durante o 1º semestre de 2011". Mas nada garante que haja dinheiro para avançar com o concurso público.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

força campeões
Selecção de 14 e com Nélson
Campeão olímpico mostra melhoras significativas no calcanhar e vontade de ir a Paris

A Selecção para os Europeus de pista coberta de Paris, que se realizam entre sexta-feira e domingo próximos, integra 14 atletas.
Rui Silva, nos 3000 m, Francis Obikwelu e Arnaldo Abrantes, nos 60 m, Rasul Dabo, nos 60 barreiras, Nélson Évora, no triplo, Marco Fortes, no peso, Edi Maia, na vara, Naide Gomes, no comprimento, Sara Moreira, nos 3000 m, e Leonor Tavares, na vara, cumpriram as marcas de referência estipuladas pela Federação, sendo que a presença do campeão olímpico do triplo salto é agora uma certeza.
«Tudo aponta para uma evolução favorável. Ele está muito melhor e com vontade de ir», garantiu o DTN, José Barros, transmitindo as informações dadas pelo atleta, pelo treinador e pelo médico da Federação que o tem acompanhado e voltará hoje a avaliá-lo.
"A BOLA"

é preciso mão pesada
DIAP condenou dez agressores 
por violência doméstica
A unidade contra a violência doméstica e maus-tratos a menores, criada há um ano no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, conseguiu a condenação de 10 agressores, em 15 julgamentos já realizados.
Dados da 7ª secção indicam que foram distribuídos 1.802 inquéritos de violência doméstica e maus-tratos a menores, dos quais terminaram 1.232, estando ainda pendentes 716, noticia a Lusa.
O Ministério Público conseguiu ainda que fossem decretadas três prisões preventivas e 11 medidas de coacção de proibição de contactos com afastamento da residência por parte dos agressores. Dos processos concluídos, resultaram 84 acusações e foram decididas 111 suspensões provisórias de inquérito.
Nos 15 julgamentos já efectuados, foram condenados 10 agressores, nove dos quais a pena de prisão suspensa e um ao pagamento de uma multa.
"CORREIO DA MANHÃ"

e nós temos um ministro manco
"Falta uma perna" ao euro
"Existe uma deficiência na construção do euro. Falta uma perna a esta construção. Não temos um mecanismo orçamental ou fiscal na zona euro", lamentou hoje o ministro das Finanças na Segunda Conferência Reuters TSF.
Na sua opinião, é por causa desta falha que existem desconfianças face aos países do euro. Isso não acontece nos Estados Unidos, onde há mecanismos federais de intervenção, exemplificou.
Assim, Fernando Teixeira dos Santos defende que sejam criados mecanismos de "prevenção, gestão e resolução de crises. Espero que, nas decisões que venham a ser tomadas no próximo mês de Março, a Europa possa vir a criar esses mecanismos, para recuperarmos a confiança que os mercados devem ter na moeda única".
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

10 - NÓS E OS ANIMAIS

6 - ESTÁ À VENDA MAS ONDE???





7 - DEZ GRANDES IDEIAS


CLIQUE PARA AMPLIAR



JORNAIS DE HOJE


COMPRE JORNAIS











BOM DIA