terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA



CONFISSÃO
  Vai um monge confessar-se e diz para o padre:
- Padre, fiz amor com uma preta num quarto escuro... É pecado?
- Não, meu filho. É muita pontaria!

TÂO DEPRESSA QUE ELE IA



video

COCA COLA

video

Foi-nos enviado como o primeiro anúncio da Coca Cola a ser emitido no Brasil

DE QUEM SÃO ESTES PÓPÓS ????

Respectivamente: o Presidente, o Vice-Presidente e os restantes 11 juízes do


TRIBUNAL CONSTITUCIONAL


Uma frota automóvel no valor de 665.504 EUR para um tribunal de nomeação política, que por esse facto resolveu comprar automóveis de Luxo e Super Luxo para cada um dos 'Juízes' (13)

NR: Alguém que nos diga que é mentira 

enviado por J. MILHAZES

Estalar os Dedos Engrossa as Articulações?


Não.
"Ao esticar o dedo, o líquido sinovial, lubrificante da articulação responsável por diminuir o atrito, se desloca sob o vácuo formado entre as articulações, fazendo o barulho do estalo", ensina o ortopedista cirurgião de mão Luís Nakashima.
O mesmo fenómeno pode ser percebido nas costas e nos joelhos.
"Provocar o estalo no dedo não faz mal algum".

FERNANDO BRAGA DE MATOS


Sexo, política 
        e incentivo

(Onde o autor, informado que uma deputada belga pôs em movimento uma greve de sexo para estimular os políticos masculinos do país a porem termo ao impasse para constituírem governo e plataforma subjacente, dá o seu aval à prática de tal incentivo, embora lhe ocorram reservas, aperfeiçoamentos e comentários da mais alta pertinência, como é timbre deste lugar).

Uma greve de pernas cruzadas é muito mais devastadora que uma de braços caídos, como tanto a longa história das lutas, de classes e de sexos, confirmam absolutamente e daí o poder esperar-se, se não enormes quantidades de adesão, pelo menos sucessos muito prováveis, por exaustão de recursos e de sistema nervoso. Diz-se que a guerra dos sexos não tem grandes hipóteses, por excessiva confraternização dos beligerantes, mas exactamente aí é que toca o ponto, ao acabar-se com o "pé-sanga". Isto é mesmo jogar duro, portanto, e só possível porque as épocas mudaram dramaticamente. Nos bons velhos tempos do machismo, completamente extinto no ocidente e só mantendo honrosas abencerragens nos nossos irmãos muçulmanos, onde as coisas continuam na ordem, a situação não era esta. Lembro-me que, numa fantástica comédia de Dino Risi dos anos 60 , as mulheres da aldeia levaram avante idêntico projecto e passado pouco tempo estavam todas grávidas, para além de ornamento escuro facial (1). Agora não é assim, e, pelo contrário, se não estamos todos castrados como os gatos caseiros já é muito bom. Consciente da evolução dos tempos, a deputada socialista Marlene Temmerman avançou com o apelo da greve sexual numa entrevista radiofónica e a notícia já se difundiu um pouco por todo o mundo. Realmente, aquilo de não conseguirem constituir governo há meses, quase batendo o recorde mundial do Iraque, é de dar cabo da paciência, embora um governo de gestão, com base na Administração Pública, não tenha menos direcção, rumo e competência que o governo do execrável Sócrates. Seja como for, a Marlene avançou e disse:" Se todas nos pusermos de acordo em relação à abstinência sexual, estou convencida de que podemos chegar mais rápido a negociações [para formar Governo]". Para tal tomada de posição, há-de ter contribuído a filiação socialista, tipo político que actualmente se preocupa muito com sexo, costumes e sociedade, desde o casamento "gay" ao divórcio na hora, deixando a tarefa da propagação da espécie à direita conservadora e as perspectivas libidinosas aos liberais, como o nome indica (A escola de Chicago pode não melhorar a moral das populações mas promove o moral das mesmas).

Mas, uma coisa me escapa desde logo, a saber, a reaccionária discriminação sexual da dita deputada socialista, tratando as suas companheiras de sub- espécie como seres assexuados ou até sexualmente frígidos. Tendo-me profundamente informado, concluí que a Bélgica tem mulheres deputadas, para além da Marlene, o que me dá para perguntar que incentivo negativo se lhes aplica, visto que, a deduzir das próprias palavras da parlamentar, os homens parecem indisponíveis para práticas abstencionistas: "Já se sabe o que pensam os homens sobre estas coisas", diz na argumentação da proposta. Então que se lhes faz? Deixam de poder ir ao cabeleireiro ou fazer depilação, por exemplo? Uma lacuna importante como se vê.

Mas anoto ainda mais falhas na marleniana proposta, uma das quais, pelo menos, não escapa a nenhum homem de vista arguta: Como vão reagir os deputados casados com mulheres feias, com celulite, glândulas pouco viçosas, e avessas à cirurgia estética? Diria eu, com implacável raciocínio lógico, que esses vão radicalizar o seu discurso, por se poderem furtar aliviadamente ao " débito conjugal", como estupidamente se chama ao acto, em Direito. Aprofundando a análise lógico-sociológica, poder-se-ia até agravar o problema devido ao facto de existir uma correlação negativa entre atracção sexual e avanço etário.

Finalmente, adepto que sou de por em uso o princípio do incentivo que ela defende, atrever-me-ia a sugerir à Marlene uma aproximação menos brusca do, a meu ver ineficiente, princípio de "tudo ou nada". Porque não premiar as atitudes construtivas, as aproximações flexíveis, os acolhimentos receptícios, isto é, comportamentos facilitadores do resultado desejado? Atendendo à extrema versatilidade dos seres humanos, eu ousaria, com grande humildade intelectual, a sugerir o método da oralidade, e não me refiro ao procedimento judicial. Assim, sim.


(1) Piadas sexistas àparte, continua a ser rigorosamente chocante a brutalidade dos homens portugueses (e não só), manifestada nos absurdos números e descrições da violência doméstica.



Advogado, autor de " Ganhar em Bolsa" (ed. D. Quixote), "Bolsa para Iniciados" e "Crónicas Politicamente Incorrectas" (ed. Presença). fbmatos1943@gmail.com 

IN "JORNAL DE NEGÓCIOS"
11/02/11

6 - 9/11 LOOSE CHANGE

ALMORRÓIDA CILTURAL

Cinco milhões. 
Gabriela Canavilhas anuncia programa 
de financiamento para as artes

A ministra da Cultura informou que o seu ministério quer promover a criação de uma rede de programação para os teatros e cine-teatros municipais, com um programa de financiamento na ordem dos 4,5 milhões de euros.

À margem da assinatura de um protocolo do programa Rota das Catedrais, esta segunda-feira, em Santarém, Gabriela Canavilhas referiu à agência Lusa que esta rede será criada com o objetivo de apoiar os municípios na elaboração de conteúdos para a rede de teatros que foram sendo construídos ao longo dos últimos anos.

"Existe já uma rede de teatros e cine-teatros construídos um pouco por todo o país que resultou de um grande investimento na sua construção, mas agora falta investir no conteúdo, na programação, investir nos recursos humanos e nas estruturas técnicas, de forma a que as infraestruturas que foram construídas cumpram a sua missão com capacidade plena", afirmou a ministra da Cultura.

Gabriela Canavilhas anunciou no início deste mês que o diploma que irá regular o programa de financiamento deverá estar pronto em maio e que, a partir daí, os municípios poderão candidatar-se a estes apoios.

Também está previsto um plano de internacionalização da música portuguesa, através da criação do Gabinete de Exportação da Música Portuguesa que será assinado pelo ministério, pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) e pela cooperativa GDA .
Segundo a ministra da Cultura afirmou à agência Lusa, este gabinete "é o primeiro do género em Portugal" e vai destinar-se "unicamente à promoção e à abertura de canais para exportar a música portuguesa".

Segundo Gabriela Canavilhas, este gabinete vai ser coordenado pela SPA e pelo Gabinete de Relações Internacionais do Ministério da Cultura e terá a gestão de uma verba de um milhão de euros, distribuídos por três anos.

"Somos o impulso que esta instituição necessitava para arrancar com este projeto, que só peca por tardio, porque todos os países da Europa já têm um gabinete desta natureza e o futuro da nossa dimensão económica passa por essa internacionalização", afirmou a ministra da Cultura.

Gabriela Canavilhas sublinhou ainda que "este tipo de apoio não tem características de subsídio mas sim de um apoio institucional voltado para a economia cultural".

"Estamos certos que este é um caminho que produz riqueza, que produz emprego e afirma a cultura e a língua portuguesas", frisou a ministra.

O gabinete, que terá a designação de Portugal Music Export, vai promover "música não clássica", de vários outros géneros musicais, como o fado, o rock ou o pop. "Talento é muito importante mas não chega e os nossos artistas precisam deste tipo de apoio", frisou ainda Gabriela Canavilhas.

Segundo nota de imprensa enviada à Lusa pela SPA, esta instituição afirma esperar que o gabinete "possa estar em breve ao serviço efetivo dos autores e dos artistas desta área".

IN "i"
15/02/11

ORNATOS VIOLETA

MENTE OBSCENA

Alzheimer's Test


How fast can you guess these words ?




1. F_ _K

2. PU_S_

3. S_X

4. P_N_S

5. BOO_S

6. _ _NDOM




SCROLL DOWN





1. FORK

2. PULSE

3. SIX

4. PANTS

5. BOOKS

6. RANDOM



You got all 6 wrong....didn't you ?

Well, you don't have Alzheimers,
but you are a pervert !


enviado por E. FRANÇA

CHAKRAS

APROVEITE ESTA IDEIA


ACABA HOJE

Os seus sapatos 
ainda têm muito para andar!

Vamos participar? E ainda ganhamos espaço lá em casa... 
Sapatos, botas, ténis, chinelos, sandálias... Todos eles fazem parte das nossas vidas, até que um dia nos deixam de servir, gastam-se ou deixamos de usá-los.
Neste sentido, e para evitar que deixe de "dar corda" aos seus sapatos, a empresa de reparação de calçado Botaminuto lançou a campanha solidária "Sapatos com Histórias", que convida as pessoas a desfazerem-se dos sapatos que já não usam e deixá-los em qualquer loja desta cadeia. Depois de arranjado, todo o calçado é encaminhado para instituições de solidariedade social e ajuda a aquecer os pés frios de Norte a Sul do país.
Até 15 de Fevereiro, participe nesta iniciativa e entregue os seus sapatos usados, de adulto ou criança, no ponto de recolha mais perto de si. Poderá ainda partilhar a história do seu par de sapatos nas redes sociais!
É tempo de ajudar...dê os seus sapatos a quem não os tem!

CLIQUE EM "SAPATOS COM HISTÓRIAS" PARA VER PONTO DE ENTREGA

Sabia que este é o 4ºano consecutivo que a Botaminuto promove esta campanha e que, em 2010, conseguiu angariar 9000 pares de sapatos?

PEDIDO DOS ANIMAIS

video

3 - SERÁ QUE É NECESSÁRIO A HISTÓRIA REPETIR-SE????









2 - GABRIEL GARCIA MARQUEZ & PABLO PICASSO

Gabriel Garcia Marquéz  /  Pablo Picasso

TENHA UM BOM DIA............


...e distraia-se, se puder

COMPRE JORNAIS

há muitos anos que dão crédito, 
                                 generosamente
Portugueses compram menos remédios 
e já pedem crédito nas farmácias
Em 2010 venderam-se menos 13 milhões de embalagens de medicamentos, segundo a consultora IMS Health. Em Janeiro, as vendas nas farmácias continuaram a decair
A crise chegou às farmácias: os portugueses estão a adquirir menos medicamentos e há cada vez mais pessoas a comprar fiado. Um sinal desta dificuldade acrescida é o crescimento da chamada dívida de curto prazo nas farmácias - que, no ano passado, aumentou entre 20 e 25 por cento, segundo adianta a maior associação do sector, a ANF.
São clientes que aviam as receitas e pedem para pagar mais tarde. O fenómeno já se sente há algum tempo, mas agravou-se nos últimos meses, a crer na Associação Nacional de Farmácias (com cerca de 2700 associados).
Os farmacêuticos contactados pelo PÚBLICO queixam-se também de que as pessoas optam cada vez mais por não levar todos os medicamentos receitados pelos médicos. "Há quem diga: este mês levo este, para o próximo levo o outro", descreve a directora da Farmácia Guarani, no Porto.
Natália Nunes, do Gabinete do Sobreendividado da associação de defesa de consumidores Deco, confirma que se têm multiplicado nos últimos tempos as queixas das pessoas que dizem não ter dinheiro para comprar medicamentos. A solução é "ou não comprar ou fazer acordos com as farmácias, recorrer aos fiados de antigamente", descreve.
"PÚBLICO"

 "fpf" (fechem-na por favor)
Pedro Silva Pereira explica 
situação da FPF no Parlamento
O ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, é ouvido esta terça-feira na comissão parlamentar de Educação e Ciência para prestar esclarecimentos sobre a inadequação à lei dos estatutos da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).
O ministro que tutela o Desporto vai informar os deputados sobre a situação na FPF, que não adequou os estatutos ao regime jurídico das federações desportivas, o que levou o Governo a suspender a utilidade pública desportiva.
A adequação dos estatutos à legislação em vigor foi "chumbada" na última Assembleia Geral e o processo está já a ser acompanhado pela FIFA, que discutirá o assunto a 1 de março, em reunião do comité de associações.
A decisão extrema por parte do Governo resultará no cancelamento do estatuto e em consequências nefastas para o futebol português, uma vez que seleções e clubes deixariam de poder disputar as competições internacionais e os títulos internos deixariam de ser homologados.
"RECORD"


têm, mas quais???
Autarquias já têm programas 
que salvam idosos isolados
Muitas câmaras municipais têm dispositivos que apoiam idosos isolados e alguns registam casos de sucesso. Ontem foram registados mais dois casos de mortes solitárias.
São muitos os passos das autarquias no sentido do apoio aos idosos, com programas especificamente criados para o efeito.
Agora o Instituto da Segurança Social (ISS) quer ser parte de "um processo que permita às pessoas aderir facilmente e com custos reduzidos a uma solução de acompanhamento" e, para tal, equaciona apresentar ao Governo uma proposta para reforçar o apoio aos idosos.
"A proposta ainda não está feita", mas a ideia é apoiar os idosos em situações de emergência e acompanhá-los à distância, por exemplo através de um telefonema diário ou relembrando a toma de medicamentos", diz Edmundo Martinho, presidente do ISS.
Ontem foram encontrados sem vida dois idosos, um em Faro outro em Ourém.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

este ano irá para os 13!!!
Desemprego terá chegado aos 11% 
no final do ano passado
Amanhã o INE divulga os dados do mercado laboral, que terá sofrido uma nova degradação.
Se nos três primeiros trimestres do ano passado, em que a economia cresceu, o desemprego não diminuiu, não será no último, onde o PIB contraiu, que se deve esperar um milagre. É esta a leitura feita pelos economistas contactados pelo Diário Económico, que apontam para nova degradação do mercado de trabalho entre Outubro e Dezembro.
No último trimestre "destruiu-se emprego, claro", afirma Filipe Garcia, economista da IMF - Informação de Mercados Financeiros, que recorda que, "em Dezembro de 2009, a taxa de desemprego era de 10,1%" e que "agora deve ser perto de 11%".
"DIÁRIO ECONÓMICO"

não desinformem....
Radares
GNR desmente ter desligado sistema
A GNR negou, em declarações à «Rádio Renascença», ter desligado o antigo sistema de radares que tinha por missão vigiar a Costa, garantindo que foi o equipamento que, ao atingir o prazo de vida limite, deixou de funcionar. Taciano Correia, Chefe de Estado Maior da Unidade de Controlo Costeiro, revela que, neste momento, 'existem dois postos de observação novos, já montados, com dois radares e dois postos móveis também com radares', Recusando que a costa portuguesa esteja sem vigilância, a mesma fonte recorda que 'temos sistema, não temos é sistemas fixos de radares', Quanto à notícia do «Diário de Notícias», segundo a qual antigamente havia sete radares a patrulhar a costa portuguesa, Taciano Correia contrapõe com o facto de, neste momento, 'já temos cinco', sendo que, até Agosto, um novo sistema de vigilância deverá estar a funcionar em pleno.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

abrir a pernoca já não chega
Prostitutas ajudavam em megaburla com IRS
É a maior burla do género detectada. O valor aproxima-se dos dois milhões de euros. No centro do esquema estava um técnico oficial de contas que usava prostitutas para angariar supostos funcionários de firmas fictícias. Tudo montado para receber o reembolso do IRS.
A fraude foi detectada pela Unidade de Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), da Polícia Judiciária (PJ), na sequência de cruzamentos de informação com a Inspecção de Finanças. Em causa está a actividade de dois indivíduos já referenciados pela Polícia por burlas, embora nunca tivessem sido condenados pela prática deste crime. Foram agora detidos e mais nove pessoas são também arguidas neste caso.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

falsa questão, o problema é interno
«Temos sido gravemente prejudicados» 
- José Couceiro
Director geral da Sporting, SAD, lamenta nota de Cosme Machado e deu ontem voz, através da newsletter semanal distribuída aos sócios, da indignação que grassa em Alvalade por força do trabalho das equipas de arbitragem nos últimos encontros, nomeadamente nas partidas frente a Paços de Ferreira, Estoril (Taça da Liga) e Olhanense.
A nota atribuída pelo observador Natálio Silva ao árbitro Cosme Machado na partida no António Coimbra da Mota, cujo desempenho foi avaliado em 3,7 (bom) é um dos motivos do desagrado do director-geral da SAD.
«Os erros de arbitragem têm tido cada vez mais influência nos resultados do Sporting. Temos sido consecutivamente prejudicados. O jogo da Taça da Liga (Estoril) é um exemplo claro de uma vergonha: o árbitro prejudicou-nos gravemente e, no entanto, teve uma boa nota no relatório. Isto não faz sentido. Se puxarmos o filme atrás, há muitas situações que se têm repetido. Evidentemente, preferimos falar nos sítios certos e falamos, mas esta prática de prejudicar consecutivamente o Sporting não tem consequências», disse.
"A BOLA"

a crise é clara
Menos 8458 carros por dia nas pontes
As pontes sobre o Tejo perderam, em Janeiro, mais de oito mil veículos por dia. Trata-se de uma quebra superior a quatro por cento em relação a Dezembro de 2010. Só a ponte Vasco da Gama regista diariamente menos 5153 veículos, de acordo com os dados do Instituto de Infra-Estruturas Rodoviárias (INIR).
A crise económica e o aumento do preço dos combustíveis, sobretudo a partir de Outubro, estão a provocar quedas significativas de tráfego nas pontes que servem Lisboa, quer na 25 de Abril quer na Vasco da Gama (ver quadro).
A redução de número de veículos tem sido uma constante nos últimos meses mas o ritmo tem vindo a aumentar, sobretudo na ponte 25 de Abril, entre Lisboa e a Almada. A perda passou de 797 veículos, entre Outubro e Novembro, para mais de três mil, entre Dezembro de 2010 e Janeiro de 2011, ainda segundo dados de tráfego do INIR.
"CORREIO DA MANHÃ"

bons políticos...
Portugal e Grécia foram os únicos países 
do euro que encerraram 2010 no "vermelho"
Dados provisórios e ainda parcelares hoje divulgados pelo Eurostat mostram que a Zona Euro manteve o ritmo de crescimento de 0,3% no quarto trimestre do ano passado.
Portugal e Grécia foram os únicos países da Zona Euro que fecharam 2010 com as respectivas economias em retracção. No caso da Grécia, que está em recessão há dois anos, o PIB sofreu no quarto trimestre uma contracção de 1,4% face aos três meses anteriores (em que caíra 1,7%) e um recuo homólogo 6,6%.
Já em Portugal, a retracção da actividade económica foi muito mais ligeira, com o Eurostat a reportar os dados ontem divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística, que deram conta de uma evolução negativa do Produto, de 0,3%, face ao trimestre anterior, mas acompanhada de uma progressão de 1,2% em termos homólogos (comparando com o mesmo trimestre de 2009). No conjunto do ano, a economia portuguesa terá crescido 1,4%.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

acabem com as teorias da conspiração
Mário David: "Camarate 
não aconteceu por acaso, 
mas foi acidente"
O eurodeputado social-democrata Mário David tem uma opinião sobre a morte do antigo primeiro-ministro Sá Carneiro pouco consensual dentro do PSD: "Camarate não aconteceu por acaso naquele momento, mas foi acidente." Mário David era à data da morte de Sá Carneiro assistente pessoal do candidato à presidência da República António Soares Carneiro e número dois da campanha. Com apenas 27 anos, confirmou ao i, fechou o "acordo com a empresa portuguesa que era proprietária do avião" Cessna que se despenhou, escassos segundos depois de levantar voo, em Camarate, no dia 4 de Dezembro de 1980 - com Sá Carneiro e o ministro da Defesa Nacional, Amaro da Costa, a bordo. Foi, na época, uma das testemunhas interrogadas pela Polícia Judiciária e, como passageiro, esteve a bordo do avião no voo anterior ao do acidente. Apesar de ter sido testemunha e, mais tarde, deputado da Assembleia da República, nunca foi ouvido em qualquer das oito comissões de inquérito à tragédia de Camarate que tiveram lugar ao longo dos últimos 30 anos. Agora, sabe o i, o PSD pretende chamá-lo para ser ouvido no novo grupo de trabalho que foi criado.
A tese de acidente, para a qual penderam os diferentes inquéritos feitos ao caso (judiciais e não só), foi sustentada em testemunhos como os dados na altura por Mário David, que defendeu que o avião já tinha tido problemas técnicos anteriores ao acidente. No relatório de 2002 do Ministério das Obras Públicas, Transportes e Habitação de reabertura da investigação técnica ao acidente são transcritas várias passagens, nas quais o eurodeputado descreve os problemas que presenciou no motor esquerdo do avião durante o voo anterior ao do acidente. "Um pouco antes de Coimbra [voo Porto-Lisboa, na madrugada de 04/12/80] sentiu uma queda brusca de rotação do motor esquerdo que logo retomou [...] reparou que o indicador de quantidade de combustível em frente ao 2.o piloto indicava menos de 1/3 no indicador esquerdo e cerca de 3/4 no direito e até comentou: ''Olhe para isto, há hipótese de Lisboa estar fechada e estes malandros vão com o avião completamente desequilibrado", lê-se no documento. Noutra passagem é referido que o eurodeputado observou que "o motor esquerdo perdia ou pelo menos estava muito sujo de óleo".
"i"

8 - FOTOGRAFIAS QUE FIZERAM HISTÓRIA


CLIQUE PARA AMPLIAR


3 - RESPOSTAS DE MADRE TERESA DE CALCUTÁ

7 - ALEGRIA

JORNAIS DE HOJE


COMPRE JORNAIS










BOM DIA