sábado, 8 de janeiro de 2011

6 - UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


A MIOPIA NÃO ATRAPALHA

O QUE SE INVENTA

 Alguns psicólogos recomendam esta técnica, quando o cérebro está sobrecarregado, para um bom relaxamento. Experimenta o seguinte:
Com a ajuda do rato, move a letra o para junto da letra M



Manda o trabalho à merda
vai beber um cafézinh
o

ALTA COSTURA

FRED ASTAIR E GINGER ROGERS

PORSCHE EM TEMPO DE CRISE


MATERIAIS NECESSÁRIOS

2 bicicletas, 4 tubos de plástico e 3 rolos de papel de cinta…..mais ou menos……




















CONSTA QUE  SOCRATES JÁ PEDIU DOIS HELICÓPTEROS,  TRÊS PORTA AVIÕES E QUATRO BLINDADOS PARA A POLÍCIA  

enviado por MARTINS

MORPHING - O rosto da Mulher através de 500 anos de arte

RAFAEL BARBOSA


Espelho meu...

1.Já tínhamos o campeão antifascista, depois apareceu o da pobreza, agora temos o campeão da honestidade. Que é como quem diz que a campanha presidencial em curso se arrisca a ser citada apenas por acessos de narcisismo - no breve rodapé a que terá direito nos futuros livros de História.
O primeiro momento foi protagonizado por Manuel Alegre, candidato do PS e do BE, que criticou Cavaco Silva, o candidato do PSD e do PP, por este ter ido à PIDE atestar o seu bom comportamento. Ao contrário de Alegre, que não deixa passar uma oportunidade para lembrar que foi um resistente. Diz-me, espelho meu, há alguém mais antifascista do que eu?
O segundo foi de Fernando Nobre, candidato da AMI, que querendo à força mostrar que é o grande paladino da luta contra a pobreza, se virou para Francisco Lopes, o candidato do PCP, e lhe descreveu a cena da criança que corria atrás da galinha com o objectivo de lhe roubar o pedaço de pão que levava no bico. Diz-me, espelho meu, há alguém mais amigo dos pobres do que eu?
O terceiro foi da autoria de Cavaco Silva, zangado com as insinuações de Defensor Moura, candidato de Viana do Castelo, sobre as negociatas do BPN, garantindo que está para nascer o português mais sério do que ele. Aliás, e para que não haja dúvidas, para se ser mais honesto do que Cavaco seria necessário nascer duas vezes. Diz-me, espelho meu, há alguém mais honesto do que eu?
E a isto se resume a campanha para as eleições presidenciais. Ninguém está interessado nos candidatos, nem no que têm para dizer, nem nas eleições a que vão concorrer. E os candidatos aparentemente ainda não repararam, tão fascinados andam a olhar para o espelho.
2. Há duas formas de olhar para o folhetim do salário mínimo nacional. Se o fizermos por um dos lados do espelho, poderemos anunciar, como faz o Governo, a boa-nova de um aumento de 475 para 485 euros. Sempre são 10 euros, ou seja, 45 cêntimos por cada dia de trabalho [contas feitas a oito horas de jornada em 22 dias úteis].
Mas podemos olhar pelo outro lado e perceber que, afinal, o que há é uma diminuição do salário mínimo nacional, de 500 para 485 euros. Porque já estava decidido, assinado e anunciado há mais de um ano que seriam 500. O que Governo decidiu foi, portanto, um corte de 70 cêntimos por cada dia de trabalho.
Mas há ainda uma terceira forma de olhar para este folhetim. Faz-se uma conta igualmente simples, dividir 485 euros por cada um dos 30 dias do mês, dá pouco mais do que 16 euros para sobreviver. Para que todos nos lembremos que o sinónimo de salário mínimo é pobreza máxima. 

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
27/01/11

7 - ARQUITECTURA DA DESTRUIÇÃO



NR:Interrompemos esta série na quadra de Natal e Fim de Ano, retomamo-la agora mas lembramos-lhe que a mesma teve início a 13/11/10, sábado a sábado sempre às 19H15

NANA MOUSKOURI

EM FLAGRANTE PELA MAMÃ

CACHOEIRAS

RUGBY À MANEIRA

ATENÇÃO NOS POSTOS DE ABASTECIMENTO DE COMBUSTÍVEL



Mais uma vez, vimos alertá-lo para uma situação 
que está a começar a acontecer nalgumas zonas do país.
Aparentemente, grupos organizados, oriundos de países vizinhos, a pretexto de uma campanha publicitária ou de beneficência, estão a oferecer ou a vender, por um irrecusável valor simbólico, vistosos e apelativos Porta-Chaves.
Estas acções têm lugar em Bombas de Combustíveis e Parques de Estacionamento de superfícies comerciais.
Os obsequiados-alvo são cuidadosamente escolhidos, com base em rigorosos parâmetros bem estipulados.
Características da viatura e do condutor:
A viatura deverá ser de gama elevada e de preferência bem cuidada pelo seu orgulhoso proprietário. Quanto ao condutor, é geralmente escolhido dentro de grupos de risco, como mulheres e idosos.
Se estiverem sozinhos, terão ainda maiores probabilidades de serem contemplados com esta "simpática e útil oferta".
O problema é que estes Porta-Chaves poderão estar equipados com um pequeno sistema localizador ("tracking") que permite aos "beneméritos" localizar as pessoas ofertadas onde quer que estejam - nas viaturas ou em casa - e a partir daí desenvolvem as consequentes actividades criminosas.
Este é um exemplo paradigmático de como o avanço tecnológico também beneficia o crime.
Assim, tal como costumamos dizer às nossas crianças, 
"NÃO ACEITE NADA DE ESTRANHOS!!!"

2 - FOTOS BIZARRAS


CLIQUE PARA AMPLIAR





4 - PLANETA TERRA »»» DESERTOS

JORNAIS DE HOJE E SEMANÁRIOS


COMPRE JORNAIS












AS MAMAS VALEM UMA VIDA


OBRIGADO CARACOLETA

1 - OS LIVROS ENSINAM

2 - NÓS E OS ANIMAIS

BOM DIA