sexta-feira, 30 de setembro de 2011

- UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA..... ADULTOS



TODOS IGUAIS
TODOS DIFERENTES









.


LOJAS NA VIA FÉRREA




Maeklong Train Track Market na Thailandia


.

MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA

S. PAULO




.

FARMÁCIA DE SERVIÇO


Com este sistema de informação das Farmácias Portuguesas já pode saber no seu telemóvel qual é a Farmácia de Serviço mais perto de si. De forma rápida e simples, terá acesso em poucos segundos à Farmácia de Serviço mais próxima.

Como funciona o serviço FARMÁCIAS DE SERVIÇO?

1. Envie um SMS para o número 68632 com o seguinte texto:

FARMÁCIA [espaço] [4 primeiros dígitos do CÓDIGO POSTAL onde se encontra]

Exemplo: Farmácia 1745 (cod.postal de Queluz)

2. Recebe de imediato um SMS com os contactos da Farmácia de Serviço da sua localidade.

3. Memorize o número 68632 no seu telemóvel para futuras utilizações.

4. Divulgue

enviado por M. COUTINHO

MIGUEL PORTAS


  Reconhecimento

O que Israel e os EUA mais temem no reconhecimento da Palestina é a cadeia de contradições que ele abre.“Portugal reconhece o direito dos povos à autodeterminação e independência e ao desenvolvimento, bem como o direito à insurreição contra todas as formas de opressão”
art. 7.º da Constituição
Escrevo esta crónica na semana em que a Autoridade Palestiniana solicitará formalmente à ONU o seu reconhecimento como Estado de pleno direito. Não sei se o fará em sede de Assembleia Geral, onde obterá seguramente mais de 2/3 dos votos, ou no Conselho de Segurança, onde os EUA usarão o veto para bloquear a iniciativa. Na primeira variante, os palestinianos obterão uma vitória diplomática, mas não o objectivo que se propõem – a aprovação da Assembleia Geral abre as portas à participação nos vários organismos da ONU, mas só tem poder consultivo. Pelo contrário, o Conselho de Segurança tem o atributo, mas basta o veto norte-americano para frustrar a vontade palestiniana.
A pressão sobre Mahmmud Abbas, Presidente da Autoridade Palestiniana, tem sido intensa. Com a subtileza que caracteriza a sua diplomacia, os norte-americanos ameaçaram pôr termo ao financiamento do orçamento palestiniano (500 milhões de dólares/ano). A chantagem nem sempre resulta, mas revela as dificuldades de Washington. Com efeito, Obama prometeu há exactamente um ano que em Setembro de 2011 a Palestina teria o seu Estado reconhecido. Vetar agora a sua própria promessa é algo que a parte mais fraca do conflito não esquecerá tão cedo. O uso do veto debilita definitivamente a posição de liderança que os EUA têm no quarteto responsável pelas negociações de paz. Em bom rigor, liquida-as.
Na verdade, o que Israel e os EUA mais temem no reconhecimento é a cadeia de contradições que ele abre. A partir daí, acções militares e actos de colonização nos territórios ocupados passariam a ser consideradas como agressões estrangeiras. É que a Palestina candidata-se com base nas fronteiras de 1967, as reconhecidas pelas Nações Unidas, beneficiando, aliás, do facto de Israel ser membro, mas, caso único, nunca ter entregue o mapa com as suas fronteiras...
Os EUA pressionam ainda a União Europeia e os aliados que têm no mundo árabe. Deste lado, não obterão grandes resultados. Mas já na Europa têm expectativas. Com efeito, a senhora Ashton encontra-se numa posição impossível. A UE está dividida, com a particularidade de os governos do Leste europeu, os mais atlantistas, terem tomado posição favorável ao reconhecimento. Quanto a Portugal, tem-se pronunciado por «uma posição europeia», forma delicada de dizer nada, ou seja, «tudo pela Palestina e nada contra Israel». Sugestão: e que tal se nos guiássemos pelo que está escrito na Constituição da República e que nenhuma revisão alterou? Que tal um Governo comprometido com a lei?

IN "SOL"
26/09/11

.
 
TÃO BEM EXPLICADO 
QUE ATÉ PARECE MENTIRA


Álcool e água...

Você vai a um bar e bebe uma cerveja. Bebe a segunda, a terceira, e assim por diante.
O seu estômago manda uma mensagem ao seu cérebro, dizendo:
- "Espera aí... o gajo está a beber muito líquido, já estou cheio!!!"
O seu estômago e cérebro não distinguem que tipo de líquido está a ser ingerido, sabem apenas que "é líquido".
Quando o cérebro recebe esta mensagem, diz:
"Eh lá, o gajo está marado!!!" E manda a seguinte mensagem para os rins: "Meu, filtra o máximo de sangue que puderes, porque o gajo está marado e está a beber muito líquido! Vamos deitar isso tudo p'ra fora" e o RIM começa a fazer horas extra Filtra muito sangue e enche-se rapidamente.
Então, vem a primeira corrida à casa de banho. Se reparar, este 1º xixi tem a cor normal, isto é, é meio amarelado, porque além de água, vêm as impurezas do sangue.
O RIM aliviou a vida do estômago, mas você continua a beber e o estômago manda outra mensagem ao CÉREBRO:
- "Meu, ele não pára! Socorro!!!" e o CÉREBRO envia outra mensagem ao RIM:
"Meu amigo, vê a filtragem!!!"
O RIM começa a filtrar como um doido, só que agora, o que ele expulsa não é álcool! O que envia para a bexiga, é só ÁGUA, o líquido precioso do corpo!!! É por isso que as mijadas seguintes são transparentes: porque é água!

E quanto mais se continua a beber, mais o organismo deita água para fora e o teor de álcool no organismo aumenta e você vai ficando cada vez mais "passado".
Chega uma altura em que você está com um teor alcoólico tão alto, que o seu CÉREBRO fá-lo "desligar". É então que se desmaia ou adormece...
Ele faz isto porque pensa:
- "O gajo está a querer matar-se, está a meter veneno no corpo vou pôr este doido a dormir, para ver se assim ele pára de beber e nós tentamos expulsar o álcool do corpo dele."
Enquanto você está apagado, o CÉREBRO dá a seguinte ordem ao sangue:
- "É pá, já pus o gajo a dormir! Agora, temos que tirar o veneno do corpo dele. O meu plano é o seguinte: como estamos com o nível de água muito baixo, vamos passar por todos os órgãos e tirar a água deles, e assim, conseguimos deitar fora este veneno."
O SANGUE é como se fosse o rapaz dos recados do corpo. E como um bom rapaz dos recados, obedece às ordens direitinho, e por isso, começa a tirar água de todos os órgãos. Como o CÉREBRO é constituído por 75% de água, é quem mais sofre com esta "ordem", e daqui vêm as terríveis dores de cabeça da ressaca...

Sei que na altura nem pensamos nisto, mas quando forem beber, bebam de meia em meia hora um copo de água, porque à medida que fazem xixi, vão repondo a água.

Sabia que...
...tomar água na hora correcta maximiza os cuidados no corpo humano?
2 copos de água depois de acordar ajuda a activar os órgãos internos.
1 copo de água 30 minutos antes de comer ajuda na digestão.
1 copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea.
1 copo de água antes de ir dormir evita ataques do coração.

Passe esta mensagem para as pessoas de que gosta....

.



HOJE NO
"RECORD"


Machado avança para as "meias"
em Madrid
Vitória garante melhor ranking de sempre

Rui Machado, tenista português mais bem classificado no ranking ATP e que neste semana figura no 62.º lugar do mundo, continua na senda das vitórias nos "challengers".

Desta feita a vítima foi Paolo Lorenzi (112.º), derrotado por 6-3 e 6-3, num jogo com a duração de 1 hora e 17 minutos, que ditou a passagem de Machado às meias-finais do torneio de Madrid.

Curiosamente, o português venceu Peter Torebko na 2.ª ronda desta mesma competição, pelos mesmos números (duplo 6-3).

Tal como no encontro da passada quinta-feira, Machado esteve sempre na frente do marcador e ao primeiro "match-point" não desperdiçou a oportunidade de fechar o encontro.

Mais importante ainda, com esta vitória Rui Machado torna-se no primeiro tenista luso a entrar no top 60, ele que já é o detentor do melhor lugar de sempre que algum tenista portugês ocupou (61.º).

A próxima missão do algarvio é, no entanto, um pouco mais complicada, pois vai defrontar um tenista da casa, Daniel Gimeno-Traver, 3.º cabeça-de-série e número 87 do mundo.


* Sangue suor e lágrimas

.

3 – OS SACRIFÍCIOS DOS DRUÍDAS




.

CHAVELA VARGAS



.



HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Taxa de desemprego de Portugal estabiliza nos 12,3% em Agosto

A taxa de desemprego de Portugal estabilizou nos 12,3%, em Agosto. O que ainda assim corresponde a uma das taxas mais elevadas entre os estados da União Europeia, acima da média de 10% registada na Zona Euro.

Os dados do Eurostat revelam uma estabilização da taxa de desemprego em Portugal, nos 12,3%, assim como na Zona Euro (10%) e na União Europeia (9,5%).

Portugal continua a ter das taxas de desemprego mais elevadas entre a União Europeia. Dos 22 países que já dispõem de dados referentes a Agosto, Portugal tem a quarta taxa de desemprego mais elevada. Entre os países que ainda não forneceram a informação encontra-se a Grécia, onde a taxa de desemprego se encontrava nos 16,7%, em Junho.

Espanha continua a se o país com a taxa de desemprego mais elevada entre os estados-membros. 21,2% dos espanhóis estão sem emprego, um nível superior ao registado em Julho (21,2%).

O desemprego continua a afectar de forma mais forte os jovens. A taxa de desemprego entre os indivíduos com menos de 25 anos é de 26,9%, em Portugal. O que ainda assim corresponde a uma descida face ao mês anterior, altura em que o desemprego entre esta faixa etária era de 27,2%.

Contudo, Portugal regista uma taxa superior à média da Zona Euro (20,4%) bem como à da União Europeia (20,9%).

Espanha volta a destacar-se neste segmento. A taxa de desemprego entre os jovens espanhóis voltou a subir em Agosto para 46,2%. Entre os homens portugueses a taxa de desemprego é de 12,1%, idêntico ao observado em Julho. E entre as portuguesas é de 12,7%, o que também representa uma estabilização face ao mês anterior.

No total existem na União Europeia 22,78 milhões de desempregados, dos quais 15,74 milhões são da Zona Euro.


* Que treta de estabilidade

.









.

ANTÁRTICA




Antarctica from Darek Sepiolo on Vimeo.

É considerado o 7º continente, se puder visite-o

,


HOJE NO
"DESTAK"


INE revê em alta impacto do “buraco” 
financeiro da Madeira
As dívidas que a Madeira omitiu levaram hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE) a rever o défice de 2010 de 9,1 para 9,8 por cento do produto interno bruto (PIB), no procedimento de défices excessivos.

Face às estimativas que o INE e o Banco de Portugal adiantaram a 16 de setembro, os dados hoje divulgados reveem em alta o impacto da dívida da Madeira imputável aos anos de 2008, 2009 e 2010, no valor total de 104,8 milhões de euros.

Para 2008, o défice português situou-se assim nos 3,6 por cento do PIB, contra estimativas anteriores de 3,1 por cento, que o INE divulgou em abril, enquanto o défice de 2009 passou de 10 por cento do PIB para os 10,1 por cento.

Face aos cálculos do INE de abril, o défice de 2010 foi o que sofreu assim, a maior revisão, de 9,1 por cento para os 9,8 por cento.

O ano passado foi também aquele em que o INE fez a maior revisão em alta do “buraco” da Madeira, no valor de 59,7 milhões de euros, dos 915,3 milhões previstos a 16 de setembro, para o atual valor de 975 milhões.

Para 2008, de acordo com o INE, o valor que Madeira omitiu foi de 174,7 milhões de euros, face às estimativas anteriores de 139,7 milhões de euros enquanto que, em 2009, o valor passou de 58,3 milhões para 68,4 milhões.

Face aos cálculos de abril, o INE reviu também em alta a dívida pública portuguesa em 2010, passando de 93 por cento do PIB, para 93,3 por cento.

Para 2008 e 2009 mantém-se o peso da dívida face ao PIB, que foi de 71,6 por cento em 2008 e de 83 por cento em 2009.

Para 2011, o INE prevê que a dívida ultrapasse toda a riqueza produzida em Portugal no ano, atingindo os 100,8 por cento do PIB, com o défice previsto a situar-se nos 5,9 por cento, o valor também previsto pelo Governo.


* Estamos feitos com as jardinagens

.

NOVE EM CADA DEZ PORTUGUESES ESTÃO DE ACORDO QUANTO À NECESSIDADE DE PARTICIPAREM EM ACTIVIDADES VOLUNTÁRIAS DE SOLIDARIEDADE SOCIAL, MAS NA REALIDADE UM EM CADA DEZ PORTUGUESES A PRATICA!!!!

COMO NOS PODEMOS ADMIRAR DOS POLÍTICOS QUE TEMOS????



HOJE NO
"i"

Portugal vai começar 
a testar alertas de frio
No Inverno morre-se mais. Em Portugal há cerca de 
10 mil óbitos mais que no Verão

Não é preciso esperar pelas alterações climáticas: o clima actual já tem impacto na saúde. Em Portugal, pelo menos desde que a onda de calor de 2003 causou a morte a duas mil pessoas em 15 dias, o problema está longe de ter um efeito menor. Mas os especialistas ouvidos pelo i são unânimes: apesar de o país só ter um plano de contingência para o calor, o Inverno é o período mais problemático. Nos últimos anos houve mais dez mil pessoas mortas no Inverno que no Verão.
Para atacar o problema e reforçar uma cultura de prevenção que poderá reduzir grande parte da mortalidade e morbilidade associadas ao frio, por complicações de doenças respiratórias ou cardiovasculares, a Direcção-Geral de Saúde (DGS) vai começar este ano a testar um sistema de alerta para os meses de Inverno. Numa fase inicial, explicou ao i Paulo Diegues, chefe da Divisão de Saúde Ambiental da DGS, o objectivo é estabelecer uma escala-piloto que permita aplicar ao frio os níveis de alerta amarelo, laranja ou vermelho que existem desde 2004 para o calor.
Ainda sem ter por base dados epidemiológicos, como existe para o calor com o projecto Ícaro – que estabeleceu limiares a partir dos quais os óbitos tendem a aumentar –, o responsável revela que os técnicos da DGS vão trabalhar em conjunto com as administrações regionais de saúde, tendo por base históricos de temperaturas. A ideia é perceber que nível de frio pode ser prejudicial e que recomendações deverão ser feitas à população. Como não existe nada do género na Europa, a equipa portuguesa vai começar a trabalhar do zero, como fez para o calor há sete anos.
No últimos meses, adianta Diegues, a DGS deixou de apostar exclusivamente no conceito de “ondas de calor” para estudar o impacto dos chamados fenómenos extremos, que a ciência actual acredita irão agravar-se com as alterações climáticas.
Este é um dos temas que hoje vai ser debatido por especialistas portugueses e alemães no primeiro workshop sobre clima e saúde do núcleo CliMa do Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa. Henrique Andrade, investigador do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da UL e um dos oradores, explica ao i que, neste momento, os modelos permitem apenas ter alguma ideia sobre o futuro: as ondas de calor tenderão a agravar-se, mas sobre o frio ainda não há uma resposta certa. Os investigadores vão apresentar dados sobre ondas de calor e frio em Portugal, mas também um estudo inédito sobre a relação entre as trovoadas e a asma (ver texto ao lado).

O dilema do frio Paulo Nogueira, chefe de Divisão de Estatísticas da DGS, diz que para o calor os números são relativamente claros, até porque Portugal foi o primeiro país europeu a iniciar este tipo de estudo, no final dos anos 90. “É muito comum atingir cerca de mil óbitos num ano moderadamente quente, em que as pessoas não têm a percepção de que houve ondas de calor. Não são todas mortes evitáveis, mas grande parte é evitável se as pessoas seguirem as recomendações e com prevenção.” Já compreender o impacto do frio tem sido complicado, até porque geralmente há outros factores paralelos: “Não há dúvida nenhuma de que é mais problemático. Agora o que é que é provocado pelo frio e o que resulta de outras coisas? Quando há gripe, regra geral também há frio. O desafio da investigação passa por conseguir destrinçar as duas coisas.”
Em Portugal, a gripe comum mata todos os anos entre mil e 2 mil pessoas, sobretudo idosos. Outra análise, indicativa, pode ser feita a partir dos dados de óbitos por mês do Instituto Nacional de Estatística. Dados de 2005 a 2010 (preliminares), a que o i teve acesso, mostram que os meses de Dezembro e Janeiro têm sistematicamente o maior número de óbitos. Nos quatros meses de Inverno do ano passado morreram mais 7600 pessoas do que no Verão e nos anos anteriores a diferença rondou as 10 mil.
Para Henrique Andrade, Portugal é mesmo o país da Europa mais vulnerável ao frio. “Somos talvez o país com mais problemas de saúde relacionados com frio, apesar de sermos um país com temperaturas amenas.” A explicação parece estar na falta de preparação: “No Norte da Europa, as pessoas estão muito preparadas para o frio, mesmo que seja muito frio. Aqui, como não há a mínima preparação, nomeadamente em condições de habitação e aquecimento, mesmo temperaturas de dez graus podem ter impactos muito sérios na saúde.”

* O frio mata que se farta


.

4 - OOPS !!!!!!!!!!








.

HOJE NO
"PÚBLICO"


Isaltino prestes a ser libertado 

O Tribunal Constitucional (TC) emitiu hoje uma certidão a informar que está pendente um recurso com efeitos suspensivos sobre acórdão do Supremo Tribunal de Justiça que confirmou a pena de prisão de dois anos a Isaltino Morais.

Um dos advogados de defesa de Isaltino Morais, Rui Elói, disse que vai apresentar ainda hoje o documento ao Tribunal de Oeiras solicitando a imediata libertação de Isaltino Morais. No entanto, a SIC-Notícias acaba de avançar que a certidão do Tribunal Constitucional já terá sido entregue no Tribunal de Oeiras.

“Esta certidão significa apenas que existe um recurso com efeito suspensivo da condenação de Isaltino Morais. Se vai ser libertado ou não a decisão não é minha, mas sim do juiz do processo”, disse ao PÚBLICO Rui Elói.

O outro advogado do presidente da Câmara de Oeiras, Carlos Pinto de Abreu, disse aos jornalistas à porta do estabelecimento prisional anexo à PJ, onde o autarca se encontra detido desde quinta-feira, que “há um recurso pendente ao qual foi dado efeitos suspensivos no Tribunal Constitucional, logo a decisão não transitou em julgado”. “Isto é claro, factual e objectivo”, acrescentou.

O advogado afirmou que foi cometido “um erro grave [por parte do juiz que decretou a detenção] que afecta a sua liberdade e a sua honra”.

O presidente da Câmara de Oeiras foi detido na quinta-feira ao abrigo de um despacho do Tribunal de Oeiras, que considerou que o caso de Isaltino Morais transitou em julgado. O caso teve início há mais de oito anos, por suspeitas de ter contas bancárias não declaradas na Suíça e na Bélgica. O autarca foi condenado em 2009 pelo Tribunal da Relação de Lisboa a dois anos de prisão, por fraude fiscal e branqueamento de capitais. A decisão deu origem a vários recursos, quer de Isaltino Morais, quer do Ministério Público para os tribunais superiores.


* Como é que os portugueses podem perceber a justiça??? Nós sabemos que as magistraturas se estão nas tintas para o cidadão.

.

DANI LARY





.



HOJE NO
"A BOLA"

Os nove arguidos das claques «leoninas» vão ser ouvidos esta sexta-feira

Os nove arguidos detidos, na quinta-feira, na operação da PSP estão neste momento nas instalações do Campus da Justiça, no Parque das Nações, onde aguardam para serem ouvidos pelo respectivo juiz de Instrução.

Um processo, que poderá durar até ao final do dia de hoje, devido ao número de arguidos e ao número de processos que o departamento de investigação penal terá de levar a cabo. Só depois do DIAP ter enviado o processo ao juiz de Instrução e que vão ser revelados as respectivas coações aos nove arguidos.

Este processo está inserido na investigação aos incidentes no Sporting-Benfica, de 21 de Fevereiro.


* Só de Fevereiro, justiça rápida....

.

8 - OURO AZUL





Documentário sobre as actuais e futuras Guerras Mundiais por Água. Mostra como a água mundialmente está sendo mal gerida, esgotada e poluída.A falta de água em muitos países do mundo devido a manipulação e corrupção por parte dos Governos, administrações locais e, claro, as corporações multinacionais de Água.As constantes lutas entre o povo e os altos poderes económicos e governamentais. As Guerras e revoluções diárias por uma fonte de vida de todos os seres humanos e seres vivos deste planeta.

-

PRECISA-SE DE HOMEM PARA SEXO




.


5 - FILOSOFIA DE BUTECO





.

2 - PRAIAS DE AREIA COLORIDA







JORNAIS DE HOJE


COMPRE JORNAIS













,

BOM  DIA