segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

QUANDO UM SIMPLES PARAFUSO....


...PODIA TER SALVO UM EXCELENTE STRIP


IURD no seu melhor

video

BENOIT


Benoit Pioulard // "Lasted" from Church and Steak on Vimeo.

PEARL HARBOUR

video

ALMORRÓIDA ENRASCADÍSSIMA


Famílias a um passo 
       de enfrentar a "tempestade perfeita"

por Sónia Peres Pinto

Salários e pensões em queda, preços a subir mais que a inflação, o IVA chega aos 23%... Só falta o BCE subir os juros para a tempestade ser perfeita

"Pior é impossível." Esta é uma expressão que alguns evitam, porque nunca nada é tão mau que não possa piorar. E a mesma receita aplica-se ao cenário económico do ano que aí vem, em que a regra para a maioria dos portugueses vai ser esticar ao máximo o orçamento familiar.

Como se não bastassem as reduções salariais na função pública, o congelamento das pensões e dos ordenados no privado, os cortes nos apoios sociais e as subidas dos impostos, quase tudo vai aumentar de preço. É o caso da alimentação, da água, da luz, do vestuário, dos transportes, da educação e da saúde. Estes gastos pesam quase 80% nas despesas totais das famílias. Alguns produtos devem respeitar a inflação prevista para 2011, mas há bens que vão subir bem acima dos 2,2%. Conclusão, o rendimento das consumidores vai diminuir, o que vai obrigar a uma maior ginástica financeira. Pior é impossível? Olhe que não. O BCE ainda pode decidir subir os juros.

Com o próximo ano virá quase uma tempestade perfeita. É verdade que geralmente ano novo implica preços novos, mas além disso, e das reduções salariais, etc., 2011 também vai ficar marcado pela subida taxa do IVA (de 21% para 23%) já a 1 de Janeiro. E a vida dos consumidores poderá tornar-se ainda mais difícil caso os juros e os spreads dos créditos à habitação subam, o que poderá acontecer já nos próximos meses.

Para já, o BCE garantiu que vai manter a taxa de juro de referência em 1%. No entanto, se a entidade liderada por Jean-Claude Trichet alterar este valor, a tempestade sobre os consumidores portugueses será realmente perfeita.

Aumentos

Transportes

Os passes sociais nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto vão aumentar 3,5%; já as restantes tarifas de transporte vão subir em média 4,5%. Por exemplo, o passe L1 fica 1,4 euros mais caro. Também os táxis vão aumentar 5% nas grandes cidades. O preço da bandeira não sofre qualquer alteração, apenas o tempo de espera sobe
de 13,35 para 14,80 euros.

Energia

A electricidade vai aumentar 3,8%. Esta subida vai afectar 4,7 milhões de consumidores. Por exemplo, uma família que pague todos os meses cerca de 40 euros, com este aumento terá de pagar mais 1,50 euros na sua factura mensal. Optar pela tarifa bi-horária poderá representar alguma poupança. Segundo a ERSE, é possível poupar 218 euros anuais.

Saúde

As taxas moderadoras vão aumentar. Por exemplo, as consultas dos hospitais sobem 10 cêntimos; já nos centros de saúde a subida é de 5 e as urgências aumentam 20 cêntimos. Também os preços dos medicamentos vão ser sofrer alterações. Em Janeiro arranca o novo regime de comparticipações, o que vai afectar inevitavelmente o bolso dos portugueses.

Pão

Os industriais da panificação estão a prever uma subida de 12% nos preços em 2011. Os empresários dizem que este aumento está relacionado com a subida do preço da farinha – cujo preço disparou cerca de 40%. Se o valor se confirmar, representará o maior aumento de todos aqueles que estão previstos nos mais diversos sectores e actividades.

Comunicações

As operadoras móveis já admitiram que irão reflectir o aumento do IVA – de 21% para 23% – no preço das chamadas em 2011. Além disso, as ligações deverão ainda registar uma subida de 2,2% em linha com a inflação esperada. Esta posição já foi assumida pelas três operadoras móveis: TMN, Vodafone e Optimus. Os restantes serviços também devem subir.

Automóvel

O sector automóvel vai reflectir o aumento do IVA no preço final. O governo prevê ainda alterar as tabelas de imposto sobre veículos (ISV) e o imposto único de circulação. Em matéria de ISV, o executivo vai aumentar 2,2% as taxas referentes à componente ambiental e introduz um novo coeficiente. Termina também o incentivo ao abate de veículos em fim de vida.

Portagens

As portagens nas auto-estradas da Brisa vão aumentar 2,3%. Por exemplo, o percurso Lisboa/Porto na A1 sobe 25 cêntimos, para 19,95 euros, e a viagem Lisboa/Algarve na A2 aumenta 30 cêntimos, para 18,95 euros. Este caso não deverá ser isolado; a tendência poderá ser seguida pelas restantes concessionárias a operar no mercado português.

Combustíveis

Ainda não há valores concretos para aumentos em 2011, já que os valores são revistos periodicamente. Porém, além do impacto da subida do preço das matérias-primas, o sector vai ainda reflectir o aumento do IVA. É de esperar que o preço do gasóleo suba 4 cêntimos por litro já em Janeiro. Recorrer aos combustíveis de marca branca pode ser uma solução.

Compras

Uma simples ida ao supermercado pode ser muito perigosa para a sua carteira. Prevê-se um aumento generalizado na maioria dos produtos em consequência da subida do preço das matérias-primas. Também a tarefa de comprar roupa ou calçado novo pode não ser fácil em termos monetários. O sector prepara-se para aumentar os valores na casa dos 10%.

IN "i"
27/12/10

SEGWAY »»»» TRANSPORTE URBANO

ZITA SEABRA


O fato usado do presidente

Três dias antes do Natal, assistia calmamente ao Telejornal da RTP1 quando vi a grande notícia da noite. Entre os atentados em Bagdade e as agências de rating, uma voz off anuncia o que as câmaras filmam: o presidente da maior empresa pública portuguesa a levar dois saquinhos de papel com roupa usada e um brinquedinho (usado) para uns caixotes de cartão, cheios de coisas usadas para oferecer no Natal. Fiquei comovida. Que imagem de boa pessoa, que gesto bonito: pegar num fatinho usado do seu guarda-vestidos que deve ter uns 200 e num pequeno brinquedo de peluche, e depositar tudo no caixote de cartão para posteriormente ser redistribuído? À administração da empresa? Não, a notícia explica que é para oferecer aos pobrezinhos, que estão a aumentar com a crise. A RTP, Telejornal à hora nobre, filma o comovente gesto. Em off, o locutor explica o sentido dizendo que alguém vai ter no sapatinho um fato de marca. Olhando para os sacos de papel, percebe-se que esse alguém também receberá umas meias usadas e talvez mesmo uma camisa de marca usada.
Primeiro, pensei que estava a dormir e um pesadelo me fizera voltar ao tempo de Salazar, à RTP a preto e branco ou à série da Rita Blanco «Conta-me como foi».
Mas não, eu estava acordada e a ver o presidente da EDP no Telejornal da RTP 1 (podem ver o filme na net) posar sorridente para as câmaras, a levar um saquinho a um caixote, que não era de lixo, mas de oferta. Por acaso, estava à porta da EDP a RTP a filmar o gesto. Iam a passar e filmaram, certamente, porque para os pobres os fatos em segunda mão de marca assentam como uma luva. Um velhinho num lar de Vila Real vestido Rosa & Teixeira sempre é outra coisa. Ou o homeless na sopa dos pobres com Boss faz outra figura, ou o desempregado com Armani numa entrevista do fundo de desemprego... Mentalidade herdada do Estado Novo, foi a minha primeira análise, teorizando imediatamente que os ricos em Portugal, os que recebem prémios de milhões em empresas públicas e ordenados escandalosos e que puseram o mundo e o país como se vê, são os mesmos com a mesma mentalidade salazarenta. Mas nem é verdade, pois, mesmo nesse tempo, as senhoras do regime organizavam enxovais novos nas aulas de lavores do meu liceu para dar no Natal aos pobres que iam nascer.
Tantos assessores de imprensa na EDP, tantos assessores na Fundação EDP, milhões de euros gastos em geniais campanhas de marketing, tantas cabeças inteligentes diariamente pagas para vender a imagem do presidente da EDP, tudo pago a preço de ouro, e não concebem nada melhor do que mandar (!?) filmar, no espaço do Telejornal mais importante do país, um gesto indigno, triste, lamentável, que envergonha quem vê. Não têm vergonha? Não coraram? E a RTP que critérios usa no Telejornal para incluir uma notícia?
Há uns meses escrevi ao presidente da EDP e telefonei-lhe mesmo, a pedir ajuda da empresa para reparar a velha instalação eléctrica, gasta pelo uso e pelo tempo, de uma instituição, onde vivem 40 adultas cegas e com deficiências e que têm um dos mais ricos patrimónios culturais do país. A instituição recebeu meses depois a resposta: a Fundação EDP esclarecia que esse pedido não se enquadrava nas suas atribuições. Agora percebi. Pedia-se fios eléctricos, quadros eléctricos novos e lâmpadas novas. Devia-se ter escrito ao senhor presidente da maior empresa (pública) portuguesa, com os maiores prémios de desempenho, cujo vencimento é superior ao do presidente dos Estados Unidos, para que oferecesse uma lâmpada em segunda mão, que ainda acendesse e desse alguma luz. Talvez assim mandasse um dos seus motoristas, com um dos geniais assessores de imprensa e um dos fantásticos directores de marketing, avisar a RTP (a quem pagamos uma taxa na factura da luz) para virem filmar a entrega da lâmpada num saquinho de papel.
2011 anuncia-se um ano duro para os portugueses e sê-lo-á tanto mais quanto os responsáveis pelo estado a que se chegou não saírem da nossa frente. 

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
26/12/10

S. O. S. - "AJUDA DE BERÇO"

A "AJUDA DE BERÇO" está com problemas de tesouraria.
Em 13 anos esta instituição acolheu perto de 200 bebés que foram assistidas nas duas pequenas casas onde exerce a sua actividade de assistência.


AJUDE A "AJUDA DE BERÇO" informe-se como
- 21 362 81 74
- 21 362 82 76
- 21 362 82 77
- ajudadeberco@ajudadeberco.pt
- http://www.ajudadeberco.pt

2 - TECNOLOGIA DO JUÍZO FINAL

DURAN DURAN - OUT OF MY MIND

1 - A VERDADE SOBRE O 'FACEBOOK'


O Facebook está a vender a informação dos seus usuários ao maior expião.
Cito textualmente: 'O que muitos usuários não sabem é que, de acordo com as condições do contrato que virtualmente assumem, ao fazer click no quadro "aceito", os usuários autorizam e consentem ao Facebook a propriedade exclusiva e perpetua de toda la informação e imagens que publicam.'
Assim, ressalta o perito, os membros 'automaticamente autorizam ao Facebook o uso vitalício e transferível, junto com os direitos de distribuição , de tudo o que colocam na sua página Web.' Os termos de uso reserva ao Facebook o direito a conceder e sub-licenciar todo o "Conteúdo do usuário" a outros propósitos. Sem o seu consentimento, muitos usuários convertem as suas fotografías em publicidade, tranformando um comércio privado num pertence público.

De repente tudo o que os seus membros publicaram, incluindo as suas fotografías pessoais, a sua tendencia política , o estado das suas relações afectivas, interesses individuais e até a morada de casa , foi enviado sem autorização expressa a milhares de usuários.

Há que acreditar em Mr. Melber quando assegura que muitos empregadores americanos ao avaliar os C.V., consultam o Facebook para conhecer intimidades dos candidatos. A prova de que uma página no Facebook não é privada, evidenciou-se num conhecido caso da Universidade John Brown que expulsou um estudante quando descobriu uma foto que colocou no Facebook vestido de travesti. Outra evidência aconteceu quando um agente do Serviço Secreto visitou na Universidade de Oklahoma o estudante do segundo ano Saúl Martínez, por um comentário que publicou contra o presidente. E para cúmulo, o assunto não termina quando os usuários cancelem a sua conta : as suas fotos e informação permanecem, segundo o Facebook, para o caso de quererem reactivar a sua conta ; o usuário não é retirado, inclusivé, quando morre. De acordo com as 'condições de uso,' os membros não podem obrigar que o Facebook retire os dados e imagens dos seus dados, já que quando o falecido aceitou o contrato virtual, concedeu ao Facebook o direito de mantê-lo activo sob um status especial de partilha por um período de tempo determinado para permitir que outros usuários possam publicar e observar comentários sobre o defunto.

Saibam os usuários do Facebook que são participantes indefesos de um cenário que os académicos qualificam como o caso de espionagem maior na história da humanidade. Convertem-se de forma inconsciente nos percursores no fenómeno de 'Big Brother'. Alusão directa à intromissão abusiva do estado nos assuntos privados do cidadão comum para controlar o seu comportamento social, tema de uma novela profundamente premonitória escrita en 1932 pelo britânico Aldous Huxley: "Um Mundo Feliz" ( "1984" ) .

UM BELO FILME PUBLICITARIO

video

FALA O COMANDANTE


CLIQUE PARA AMPLIAR

PAPAGAIO NO CONGELADOR


Um papagaio engoliu um comprimido de Viagra distraídamente deixado ao seu alcance pelo dono.
Este preocupado com o efeito, mete o papagaio no congelador, para acalmá-lo.
Uma hora mais tarde o dono abre a porta do congelador e vê o papagaio todo suado.
- Como pode você estar suando no congelador?
O papagaio responde:
- Você pensa que é fácil abrir as pernas de uma galinha congelada?

2 - O GRANDE PRESÉPIO AMERICANO


CLIQUE PARA AMPLIAR








TENHA UM BOM DIA............


... e não se iluda com as conversas mansas dos políticos


COMPRE JORNAIS
PAGA E NÃO BUFA OU TROCA DE PAÍS
Turistas de cruzeiros vão pagar 
dois euros para pisar terra
Os turistas que cheguem a Portugal Continental por mar vão pagar dois euros se quiserem pisar terra. A nova taxa, fixada numa portaria publicada a 17 de Dezembro pelo Ministério da Administração Interna, entra em vigor já a partir de 1 de Janeiro de 2011.
"É uma perfeita loucura. Tenho a certeza que nos arriscamos a perder um volume enorme de escalas de cruzeiros" afirma António Belmar da Costa, director executivo da Associação dos Agentes de Navegação de Portugal (AGEPOR), ao Negócios.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

BOAS OU MÁS ACÇÕES???

PS pede explicações a Cavaco 
sobre acções da SLN
Edite Estrela defende que o episódio das acções ficou pouco claro
Edite Estrela, que pertence ao secretariado do PS e à comissão política de Manuel Alegre, defende que Cavaco Silva deve dar explicações sobre as acções que comprou da Sociedade Lusa de Negócios (SLN), detentora do BPN. "Foi um episódio que ficou pouco claro. O professor Cavaco Silva, tendo em conta toda a nebulosa sobre este assunto, tinha vantagens em esclarecer como as comprou e como as vendeu", disse ao i a eurodeputada do PS.
Edite Estrela considera que Cavaco Silva esteve "pouco confortável" quando foi confrontado com a questão do BPN nos debates televisivos e, mais que isso, defende que, "tendo em conta o que é actualmente conhecido, todas as pessoas de bem só têm vantagens em tornar transparente qualquer ligação que tenham tido".
A questão das acções da SLN foi lançada pelo deputado socialista Defensor Moura no debate com Cavaco Silva. O candidato, que foi presidente da Câmara de Viana do Castelo, disse que o ex- -primeiro-ministro conseguiu ter "um lucro de 140 por cento" com as acções da SLN.
"i"
EXPLIQUEM-NOS ESTA ENGENHARIA
Corte nos salários da função pública 
prejudica dívida pública
Caso não se cortasse em 2011 nos vencimentos dos funcionários públicos, o défice orçamental seria mais elevado em 0,2 pontos percentuais do PIB, mas o PIB cresceria 0,8 pontos percentuais acima da meta oficial e, por isso, o peso da dívida pública ficaria abaixo do previsto (de 86,6 para 86,1 por cento do PIB)
Medir os efeitos das medidas orçamentais não é, pois, uma conta fácil, alegam os economistas ouvidos pelo PÚBLICO. E, para determinar quais seriam as medidas menos recessivas, não ajudam muito.
"Só dispondo de um modelo macroeconómico", lastima-se Miguel St Aubyn. António Afonso concorda. "Os efeitos multiplicativos sobre a economia de variações em várias rubricas orçamentais variam bastante (de país para país, e mesmo alterando a metodologia de análise), pelo que é difícil responder a questões deste tipo de forma isolada, sem ter em devida consideração os efeitos de feedback", respondeu ao PÚBLICO.
Miguel St Aubyn estimou os efeitos de não cortar no funcionalismo, mas admite que se deve ter cautelas. Não cortar poderia suscitar uma reacção adversa dos mercados e encarecer o custo da dívida pública. Mas se as medidas alternativas fossem economicamente positivas, isso não baixaria o custo da dívida? Não se sabe.
"PÚBLICO"
ATENTOS A QUÊ, A VÊ-LOS JOGAR???
Sem dinheiro mas atentos
O novo homem forte do futebol leonino, José Couceiro, aceitou o cargo no Sporting sabendo de antemão que não teria fundos para atacar o mercado. Contudo, e tal como Costinha já tinha referido, os leões estão atentos a boas oportunidades de negócio. O maior exemplo desta política de contenção espelha-se na contratação de Hildebrand. Guarda-redes de créditos firmados no panorama europeu – principalmente na Alemanha –, o camisola 30 dos leões estava desempregado e chegou ao Sporting a custo zero.
Tentando assegurar elementos que possam fazer a diferença no plantel às ordens de Paulo Sérgio, a estrutura do futebol leonino está atenta ao mercado em busca de jogadores que não comportem grandes custos para os cofres leoninos. No entanto, não se adivinha uma tarefa fácil para Couceiro e Costinha, já que o mercado atual não abunda em opções com estas características.
"RECORD"


 E EM 2012???
Portugal terá mais de 600 mil 
desempregados em 2011
Os economistas estimam que a trajectória de subida do desemprego ainda demore mais algum tempo a passar.
Depois de um ano difícil, com os sinais de recuperação da economia ainda fracos (o PIB avançou 0,3% no terceiro trimestre face ao anterior), e sendo o mercado de trabalho habitualmente o último a recuperar de um período de crise, as perspectivas para 2011 não são ainda optimistas.
De acordo com os últimos valores divulgados pelo INE, a taxa de desemprego em Portugal atingiu os 10,9% no terceiro trimestre de 2010, agravando-se dos 9,8% observados em igual período do ano passado.
"DIÁRIO ECONÓMICO"
MUITAS MAIS PARA MATAR A FOME
136 famílias por mês pedem 
ajuda para pagar a casa
Mais de 2300 famílias afectadas pelo desemprego já usaram a linha criada pelo Estado em 2009. Deco diz que medida, que termina este ano, tem sido fundamental para ajudar as famílias endividadas a manter um tecto sobre a cabeça. Mas nem todas conseguem...
Em 2010, uma média de 136 famílias por mês pediu ajuda ao Estado para pagar o empréstimo da casa ao banco. Do total de 1362 pedidos feitos, 1030 foram aprovados. Nestes casos, o Estado fica a pagar metade da prestação - até ao máximo de 500 euros e durante um prazo máximo de dois anos. Segundo a Deco, esta medida tem sido essencial para conseguir resolver a situação das famílias endividadas que lhes pedem ajuda.
No total, o Estado ajuda 2363 famílias através desta linha de crédito para a qual destinou 150 milhões de euros. Uma medida aprovada em 2009 e alargada até ao final deste ano, para apoiar os de-sempregados devido à crise. Mas as famílias nestas condições têm ainda até à próxima sexta- -feira, dia 31, para pedir este apoio, sendo que os principais bancos portugueses aderiram à iniciativa. O dinheiro não é dado, mas emprestado, só que a uma taxa bonificada.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

O JOGO DÁ CABO DE MUITAS FAMÍLIAS
ASAE desmantela quatro casinos ilegais
O jogo ilegal em Portugal movimenta valores na ordem dos 730 milhões de euros anuais, tendo a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica desmantelado quatro casinos clandestinos nos últimos dois anos e apreendido milhares de peças. 'Trata-se de casas, algumas associações, onde as pessoas vão jogar a troco de dinheiro, uma situação que não é licenciável', disse o presidente da ASAE, António Nunes, explicando que os jogos são essencialmente de cartas, como poker. Segundo a Associação Portuguesa de Casinos, devem existir neste momento 'cerca de 20 mil máquinas de jogo ilegais que fazem concorrência a casinos', O jogo ilegal envolve em Portugal, segundo Artur Mateus, 730 milhões de euros anuais.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

É UMA GUERRA CIVIL
Operação Natal: Vítimas mortais duplicaram, 
mas acidentes diminuíram
A Guarda Nacional Republicana contabilizou oito mortos em 868 acidentes de viação ocorridos nos quatro dias da Operação Natal, o dobro das vítimas mortais registadas no mesmo período de 2009, disse hoje, segunda-feira, fonte da GNR
"Tivemos bastantes menos acidentes e menos feridos, mas o número de mortos duplicou", explicou a mesma fonte da GNR, acrescentando não ser ainda possível apurar as causas para esta situação.
Ainda assim, a GNR não hesita em adiantar que as infracções mais detectadas nos quatro dias da Operação Natal - entre a meia-noite de quinta-feira e a meia-noite de domingo - foram a velocidade excessiva, o uso de telemóvel no ato da condução e a condução e manobras perigosas.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

MUITA PARRA
Estádio Dois Irmãos apadrinha regresso
O Portimonense conta a partir de hoje (16 horas) - dia em que a equipa regressa ao trabalho depois das férias de Natal - com o recuperado relvado do Estádio Dois Irmãos, na Torralta.
Calvin Kadi, Jumisse e Hélder Pelembe estão autorizados a permanecerem mais uns dias nos respectivos países, enquanto os restantes elementos do plantel são esperados esta tarde em Portimão e voltam ao trabalho, numa sessão orientada pelo treinador Litos.
"A BOLA"

SÓ NOS HOSPITAIS, SÓ NOS SEGUROS???
Combate à fraude nos hospitais
A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) e o Ministério da Saúde formaram um grupo de trabalho com o objectivo de desenvolver um programa informático que permita aos hospitais saber, em tempo real, se os doentes têm seguro de saúde e que tipo coberturas oferece a respectiva apólice.
Este projecto visa, por um lado, combater a fraude ao nível dos seguros de saúde e, por outro lado, acabar com as discrepâncias nos valores exigidos anualmente pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) às companhias de seguros.
"CORREIO DA MANHÃ"

O Pinto do Padre


- O vigário de um vilarejo tinha um pinto como mascote, o Valente.
- Certo dia, o pinto Valente desapareceu, e ele achou que alguém o havia roubado.
- No dia seguinte, na missa, o vigário perguntou à congregação:
- Algum de vocês aqui tem um pinto?
- Todos os homens se levantaram.
- Não, não, disse o vigário, não foi isso que eu quis dizer.
- O que eu quero saber é se algum de vocês viu um pinto?
- Todas as mulheres se levantaram..
- Não, não, repetiu o vigário... o que eu quero dizer é se algum de vocês viu um pinto que não lhes pertence.
- Metade das mulheres se levantou.
- Não, não, disse o vigário novamente muito atrapalhado.
- Talvez eu possa formular melhor a pergunta:
- O que eu quero saber é se algum de vocês viu o meu pinto?
- Todas as freiras se levantaram.
- Esqueçam, esqueçam ... vamos continuar a missa!!!

11 - OS FUTUROS DOUTORES


Uma universidade privada em Lisboa, 1997. A correcção manda que se diga que "as leis são emanadas pela Assembleia da República".

Discorrendo sobre o processo legislativo, um aluno responde que "as leis vêm em manadas da Assembleia da República".

1º e 2º ano do curso de Relações Internacionais, numa universidade privada de Lisboa. 1988/1996. Algumas preciosidades.

- Quem é o actual presidente dos Estados Unidos?
- O Perez Troika.

- Paris é a capital de que país?
- Bruxelas.

- Quando foi a Revolução Liberal em Portugal?
- Em 1640.

- Diga-me, por favor, o que é a Nato.
- É a Organização do Tratado do Atlântico Norte.
- E a OTAN?
- (o examinado, depois de pensar demoradamente) 
- Bem, aí a doutrina divide-se.

JORNAIS DE HOJE


COMPRE JORNAIS










BOM DIA