quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

4 - JOSÉ VILHENA




2 - SOS PIPI


clique para ampliar







SAPATEADO A QUATRO MÃOS!!






1 - CANTADAS


clique 2xs para ampliar


enviado por E. FRANÇA

EROS SADO


.

ALMORRÓIDA VIGARIZADA


Vejam a capa do DN 27 de Maio de 2005




Afinal o aumento foi para ONDE???
Para o bolso de quem???

A C O R D A  !!!


vamos continuar os mesmos

de sempre

PEDRO MARQUES LOPES

PEDRO MARQUES LOPES

Dignidade

1. O primeiro-ministro e a ministra André deram sinais de que iriam voltar atrás no compromisso de subir o salário mínimo. Vieram assim dar razão a algumas associações patronais que argumentavam não conseguir fazer face a esse aumento.
Só se consegue entender a postura dos patrões em função duma qualquer negociação. Talvez relacionada com possíveis alterações na legislação laboral ou outras.
Não tenho qualquer dúvida de que os representantes das empresas sabem que o custo associado a este aumento no salário mínimo é praticamente irrelevante para as suas companhias. Mau era se assim não fosse: uma empresa que não consegue suportar um aumento de 25 euros mensais com um trabalhador que apenas ganha 475 não se manterá por muito tempo no mercado, mesmo uma pequena ou média empresa. Mais, mostrem-me uma boa empresa com muita gente paga a 475 euros por mês e eu estou disposto a dançar todo nu no Rossio.
Fala-se muito, e bem, na necessidade de crescimento económico. O modelo económico suportado em baixas qualificações e em salários de miséria contribuiu, e muito, para que estejamos no actual patamar de desenvolvimento económico.
O modelo que apostava nestas variáveis está mais que esgotado. Todos sabemos que existirão sempre países que conseguirão custos de mão-de-obra mais baixos, sobretudo desde a entrada em força no mercado internacional da China e Índia.
As épocas de crise também têm as suas virtualidades. Servem para que nos interroguemos sobre as questões estruturais da comunidade, sobre o que está mal no nosso aparelho produtivo, sobre os erros em que temos persistido; sobre, por exemplo, as razões do nosso endémico problema de produtividade.
Como é que se pode pedir sacrifícios a quem traz para casa 475 euros? Como é que se pode exigir qualidade de trabalho a quem tem dificuldades imensas em conseguir sequer providenciar alimentação para si próprio? Como é que se pode apelar a um esforço comum numa sociedade em que um gestor duma empresa é pago acima dos padrões europeus e um trabalhador mal consegue sobreviver?
E ainda há quem se mostre espantado ao saber que os trabalhadores portugueses mostram grandes níveis de produtividade no estrangeiro e aqui, segundo uns patetas, são preguiçosos.
E, já que estamos em tempo de reflexão, convinha que o nosso tecido empresarial também se interrogasse se também não é responsável pela baixa produtividade. Se o investimento em formação dos gestores é suficiente, se a organização do trabalho é feita de forma eficiente. É que é muito fácil assacar todos os problemas ao Estado e à sua desastrosa intervenção (que não restem dúvidas de que considero o Estado, a sua burocracia, a péssima legislação laboral, o inqualificável funcionamento dos tribunais um grande, senão o maior, empecilho ao bom funcionamento da economia) e não olhar para os nossos próprios erros.
Para quem ande mais distraído convém lembrar que no nosso país ter emprego não corresponde a não ser pobre. Basta fazer as contas à alimentação, habitação, vestuário e transporte. Uma grande parte das situações de pobreza extrema com que nos deparamos são de gente ou de filhos de pessoas que trabalham oito e mais horas por dia. O facto é que as razões para a existência de salário mínimo como sejam as de, entre outras, dar um mínimo de dignidade a quem trabalha, não atingem esse objectivo.
Não pode haver desenvolvimento sustentado, nem crescimento económico sem o mínimo de justiça social. É também a percepção de equidade, de justiça, da justa repartição de sacrifícios, de equilíbrio na retribuição que faz aumentar a produtividade e contribui para que uma comunidade se desenvolva.
A crise pode tirar-nos muitas coisas, mas não pode servir para nos tirar a dignidade.
2. Numa altura em que tanta gente reclama a herança do património político de Sá Carneiro e, como escrevia Vasco Pulido Valente, não faltam "filósofos que explicam numa prosa arrevesada e solene o verdadeiro pensamento do homem", também quero dar a minha contribuição para este peditório deixando a pergunta: o que pensaria Sá Carneiro ao ver Ramalho Eanes na Comissão de Honra da candidatura de Cavaco Silva?
Pois é, a memória, sempre a memória.

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
05/12/10

3 - RECEITAS


clique 2xs para ampliar

CUIDADO ESTAS PESSOAS VOTAM


Um amigo meu comprou um frigorífico novo e para se livrar do velho, colocou-o em frente do prédio, no passeio, com o aviso: "Grátis e a funcionar. Se quiser, pode levar". O frigorífico ficou três dias no passeio sem receber um olhar dos passantes. Ele chegou à conclusão que as pessoas não acreditavam na oferta. Parecia bom de mais para ser verdade e mudou o aviso: "Frigorífico à venda por 50,00 €. No dia seguinte, tinha sido roubado! Cuidado! Este tipo de gente vota!
Ao visitar uma casa para alugar, o meu irmão perguntou à agente imobiliária para que lado era o Norte, porque não queria que o sol o acordasse todas as manhãs. A agente perguntou: "O sol nasce no Norte?" Quando o meu irmão lhe explicou que o sol nasce a Nascente (aliás, daí o nome e que há muito tempo que isso acontece!) ela disse: "Eu não estou actualizada a respeito destes assuntos". Ela também vota!

Um colega e eu estávamos a almoçar no self-service da empresa, quando ouvimos uma das assistentes administrativas falar a respeito das queimaduras de sol que ela tinha, por ter ido de carro para o litoral. Estava num descapotável, por isso, "não pensou que ficasse queimada, pois o carro estava em movimento."Ela também vota!  
Tenho uma amiga que tem uma ferramenta salva-vidas no carro, para cortar o cinto de segurança, se ela ficar presa nele. Ela guarda a ferramenta no porta-bagagens!" 
A minha amiga também vota!                                                                                               
Uns amigos e eu fomos comprar cerveja para uma festa e notámos que as grades tinham desconto de 10%. Como era uma festa grande, comprámos 2 grades. O caixa multiplicou 10% por 2 e fez-nos um desconto de 20%. Ele também vota!
Saí com um amigo e vimos uma mulher com uma argola no nariz, ligada a um brinco, por meio de uma corrente. O meu amigo disse: "Será que a corrente não dá um puxão cada vez que ela vira a cabeça?" Expliquei-lhe que o nariz e a orelha de uma pessoa permanecem à mesma distância, independentemente da pessoa virar a cabeça ou não. O meu amigo também vota!
Ao chegar de avião, as minhas malas nunca mais apareciam na área de recolha da bagagem. Fui então ao sector da bagagem extraviada e disse à mulher que as minhas malas não tinham aparecido. Ela sorriu e disse-me para não me preocupar, porque ela era uma profissional treinada e eu estava em boas mãos."Agora diga-me, perguntou ela... o seu avião já chegou?" Ela também vota!
À espera de ser atendido numa pizzaria observei um homem a pedir uma pizza para levar. Ele estava sozinho e o empregado perguntou se ele preferia que a pizza fosse cortada em 4 pedaços ou em 6. Ele pensou algum tempo, antes de responder: "Corte em 4 pedaços; acho que não estou com fome suficiente para comer 6 pedaços." Isso mesmo, ele também vota!
Agora já sabem QUEM elegeu os nossos políticos...de há uns anos largos para cá !!!!! 

QUEEN - I WANT TO BREAK FREE

1 - PINTURA EM PENAS DE CISNE POR IAN DAVIE


clique para ampliar






TOM & JERRY - CAT CONCERT



Realizado há 64 anos em 26 de Abril de 1946, este clássico da animação é um exemplo de qualidade técnica. Ainda em 1946 venceu o 'Academy Award' como melhor curta-metragem na secção Cartoons.

1 - PALHAÇOS


clique para ampliar

3 - CUBA EM IMAGENS






2 - OH NÃO

TENHA UM BOM DIA............


... que às vezes a tristeza 
                           dá para rir


COMPRE JORNAIS

TEMPO TRAIÇOEIRO
Alerta amarelo
A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) prolongou até hoje, às 12h00, o alerta amarelo no território de Portugal Continental, devido às previsões de chuvas intensas e vento forte. Face às informações do Instituto da Meteorologia, que apontam para continuação da instabilidade em Portugal Continental e que pode provocar forte precipitação localizada e vento forte com rajadas que podem atingir 90 quilómetros/hora, a ANPC determinou o prolongamento do alerta amarelo para todos os distritos. Em comunicado, a ANPC deixa recomendações para a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas da chuva e para a retirada de lixos que possam ser arrastados, para a limpeza dos bueiros e outros sistemas de escoamento de águas e aconselha cuidados redobrados com atividades relacionadas com o mar, incluindo 'passeios à beira-mar e estacionamento de veículos na orla marítima', e com a condução de veículos. Entretanto, as barras marítimas de Vila do Conde e Faro/Olhão estavam encerradas devido às condições meteorológicas, adiantou fonte do Centro de Busca e Salvamento Marítimo. Segundo a mesma fonte, encontram-se condicionadas as barras marítimas de Aveiro, Figueira da Foz e Lagos.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

UMA VOZ SEM MEDO
Antigo bispo de Setúbal acusa Governo 
de "matar pela raiz os direitos sociais"
O antigo bispo de Setúbal Manuel Martins está "triste e revoltado" com as situações de "miséria absoluta" existentes em Portugal. Cconsequência de uma "economia diabólica, desgraçada, hiper super liberal".
Em declarações à Lusa, a propósito do convite que lhe foi feito pelo provedor da Misericórdia do Porto para apoiar a criação de um fundo de emergência social, Manuel Martins questionou se o governo não verá notícias, uma vez que diariamente "todos os meios de comunicação social divulgam casos de instituições que dão comida a quem precisa".
"Por todos os lados surgem iniciativas. Isto diz a situação em que nos encontramos. O governo verá isto?", perguntou.
O antigo bispo de Setúbal questionou mesmo como é que "um governo se considera legítimo quando permitiu que um país chegasse a esta situação, que pela comunicação social parece de uma miséria absoluta".
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

POR UM CANUDO...
SC Braga perde em Donetsk 
e despede-se da Champions
Acabou o sonho do SC Braga na Liga dos Campeões. Ainda se chegou a acreditar na qualificação portuguesa, porém, Rat, acabou com todas as ilusões bracarenses ao apontar o primeiro golo do jogo em Donetsk. O Arsenal, pouco depois, haveria de colocar-se em vantagem sobre o Partizan, e pouco mais haveria a fazer...
A equipa de Domingos entrou bem na partida, tentando anular as peças mais importantes da estrutura ucraniana e acabou o primeiro tempo com um empate que se ajustava. O Shakthar foi aguardando por um erro bracarense que acabou por acontecer apenas no segundo tempo, quando ainda se acreditava na qualificação da equipa portuguesa.
 "A BOLA"

UM GRANDE EXEMPLO
Portalegre sem luzes de Natal
O Natal em Portalegre vai ser menos iluminado, mas em compensação, as famílias mais carenciadas vão contar com mais apoio por parte da autarquia. O executivo camarário decidiu suspender a colocação de iluminações de Natal nas ruas da cidade para encaminhar as verbas disponíveis para a área social.
“Nós abdicámos das luzes de Natal, porque neste momento estamos a concentrar-nos na área da acção social. Face aos constrangimentos e aos pedidos que temos tido, achámos que devíamos canalizar esse dinheiro para essa área", declarou a vice-presidente da autarquia, Anabela Teixeira, em declarações à agência Lusa.
"CORREIO DA MANHÃ"

 PRODUZIR É A CHAVE
Calçado fez 4.500 contratações até 
Setembro e tem mais 1.000 vagas
Um retorno à indústria transformadora, um regresso aos sectores tradicionais. Na hora do Portugal no desemprego, o calçado faz o caminho inverso. Com mais tecnologia, design e agressividade comercial, exporta 95% do que produz, conquista novos mercados, reforça a sua carteira de encomendas e cria centenas de novos postos de trabalho. "Só através dos centros de emprego, o sector contratou este ano, até ao final de Setembro passado, cerca de 4.500 pessoas", enfatizou ao Negócios Paulo Gonçalves, porta-voz da associação patronal desta indústria (APICCAPS).
Melhor: "Como a nossa expectativa é que o sector continue a evoluir de forma muito positiva, haverá necessidade de recrutar seguramente mais umas centenas de novos colaboradores nos próximos meses", garantiu o mesmo responsável associativo. Estimativa: "Mais 500 a mil pessoas."
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

MAS TAMBÉM DÁ EMPREGOS
Economia paralela representa 
24% do PIB nacional
A economia paralela representa um quarto do PIB, para tal, contribuem a crise económica e o aumento de impostos, informa a TSF. Este é o resultado de um estudo sobre o "índice de Economia Não Registada".
Segundo este estudo, em 2009, a economia paralela representava 24,2% da riqueza nacional, um dos valores mais elevados nos países desenvolvidos.
Em declarações à TSF, Óscar Afonso, professor de Economia da Universidade do Porto e um dos responsáveis pelo estudo, atribui esta situação à justiça e ao aumento de impostos.
"O aumento da carga fiscal, num contexto em que a penalização não é significativa dado o estado da Justiça. Portanto, dado o facto de a Justiça não ser muito célere ter-se revelado compensador operar no âmbito da economia não registada", afirmou.
Óscar Afonso teme que com a redução dos salários e o aumento do desemprego mais pessoas comecem a trabalhar na economia paralela, no sentido de aumentar os baixos rendimentos.
"i"

A CULPA É DO LEGISLADOR  (DEPUTADOS)
Só houve 50 condenados a prisão 
efectiva por corrupção numa década
Mais de 80 por cento dos portugueses acreditam que a corrupção piorou. Procuradores queixam-se da falta de peritos e de acesso directo a bases de dados. Agravamento das penas em vigor em Março.
Na última década foram aplicadas 50 penas de prisão efectiva aos 549 condenados por crimes de corrupção nos tribunais de primeira instância. Os dados do Ministério da Justiça, que se reportam a 2000-2009, não permitem perceber se os arguidos chegaram a cumprir alguma pena, já que normalmente recorrem para os tribunais superiores que, por vezes, alteram a decisão. Mas permitem concluir que a grande maioria das condenações é de pena suspensa.
Exemplo disso são os números relativos ao ano passado. Dos 69 condenados por corrupção, nove foram de prisão efectiva. A Direcção-Geral dos Serviços Prisionais não esclareceu, contudo, quantos reclusos estão a cumprir pena nas cadeias. Outros 29 condenados foram sujeitos a pena de prisão suspensa e quatro a multa. A estas condenações somam-se mais 703 (47 de prisão efectiva) no mesmo período por crimes de peculato ou participação económica em negócio, ilícitos associados à corrupção.
Entre 2005 e 2009, registou-se um aumento da condenação média por crimes de corrupção, que durante a última década se fixou em 55 condenações por ano. Nos primeiros cinco anos deste século, a média ficou-se pelas 48 condenações, subindo para 61 nos últimos cinco anos. A tendência mantêm-se nos crimes de peculato e participação económica.
"PÚBLICO"

FUTEBOLICES
Luz é o estádio mais visitado
O Estádio da Luz é o palco da Liga ZON Sagres que mais espectadores recebe na presente época, numa lista onde o Estádio do Dragão e de Alvalade estão na 2.ª e 3.ª posição, respetivamente.
À 13.ª jornada, é o Benfica que leva mais gente ao seu estádio, apesar da diferença para o Porto se fixar apenas nos sete mil espectadores, aproximadamente. Quanto ao Sporting, a diferença para os dois primeiros classificados deste ranking é de mais de 100 mil espectadores.
Ainda assim, os três grandes acolhem mais de dois terços do total de espectadores que marcaram presença nos estádios da principal divisão do futebol português, com 685.180 pessoas num total de 1.088.139 de entradas registadas.
"RECORD"

REGABOFE!!!
Autarcas contrataram 2.240 
após congelamento de admissões
Professores das actividades extra curriculares e pessoal não docente representam a maioria das contratações nas câmaras.
As autarquias contrataram pelo menos 2.240 trabalhadores desde 1 de Julho, dia em que entrou em vigor o congelamento de admissões na administração central do Estado, decretado pelo Governo. A maior parte são contratações de professores das Actividades Extra Curriculares (AEC) e de pessoal não docente.
A contagem feita pelo Diário Económico teve por base as respostas de vários municípios a um requerimento entregue pelo CDS--PP na Assembleia da República, que questionava as câmaras municipais sobre quantos concursos para admitir pessoal tinham sido abertos desde 1 de Julho de 2010, a quantos postos de trabalho correspondiam e para que funções. O CDS-PP questionava ainda as câmaras sobre qual a justificação para a necessidade de contratação de pessoal.
"DIÁRIO ECONÓMICO"

É MAIS QUE CERTO
Prejuízo do tornado pode 
atingir 25 milhões de euros
Cálculos são de peritos no terreno. Em edifícios, os danos avaliados rondam os cinco milhões de euros, e a reparação de infra-estruturas e equipamentos públicos deverá custar cerca de nove milhões.
Os cálculos dos prejuízos do tornado de terça-feira ainda não estão completos, mas numa primeira estimativa peritos contactados pelo DN referem um valor da ordem dos 25 milhões de euros. Só os cerca de 500 edifícios e habitações danificados, muitos deles a necessitar de novas coberturas, estão avaliados em cerca de cinco milhões de euros, a que se juntam os estragos causados pelas chuvas que ontem se abateram sobre a região.
A reparação das infra-estruturas de energia, comunicações e equipamentos públicos deverá custar cerca de nove milhões de euros. A este valor há que somar ainda os cinco milhões de euros de danos provocados em várias empresas da região, algumas delas completamente destruídas, e cerca de um milhão para reparação de viaturas. A Açoreana e a Global Seguros, as únicas companhias de seguros no local, apresentaram uma estimativa de um milhão de euros de prejuízos só para os seus clientes.
O tornado deixou um rasto de destruição ao longo de uma linha recta de 31 quilómetros de extensão entre Tomar, Ferreira do Zêzere e Sertã. À sua passagem, deixou cerca de 40 feridos, 19 dos quais crianças, casas, empresas e viaturas destruídas.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

OS QUARENTÕES E CINQUENTÕES, SÃO MESMO RICOS...

Prata no cabelo.
Ouro nos dentes.
Pedras nos rins.
Açúcar no sangue.
Depósitos de gordura nas ancas.
Chumbo nos pés.
Ferro nas articulações.
E uma fonte inesgotável de Gás natural.

Nunca pensei que a partir dos
40 pudessem
chegar a ter tanta riqueza!!!

1 - MÉDICOS


Diz um médico para outro:

- Esse paciente deve ser operado imediatamente.

- O que ele tem?

- Dinheiro.

JORNAIS DE HOJE


compre jornais