sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

PARADOXAL

TENHAM SEMPRE O CHÃO LIMPO

video
.

 

JÁ VIU ALGUM ASSIM???????????????????????







á á á á á á ╔ s¾...um recém-nascido ..
Filhote de Panda !!!


Mente poluida!!!! Hem

1 - UM CERTO SEC XX


P'RÀ MENINA E P'RÓ MENINO

CLIQUE PARA AMPLIAR





RITA HAYWORTH & FRED ASTAIRE

5 - DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA


AJUDAR É IMPERIOSO

DANIEL OLIVEIRA






O ritual

Assistimos a um ritual. Entregamos os povos, os pobres, os remediados e as conquistas de meio século a um novo deus. Como os antigos, mesquinho, vingativo, irracional. Como os novos, sem rosto, corpo ou nome - chamamos-lhe, por facilidade, de 'mercados'. Entregamo-nos a este sacrifício na esperança de nos purificarmos dos nossos pecados. E o maior de todos: termos imaginado um dia que podíamos viver, num continente fustigado por tantas tragédias, com o mínimo de dignidade. Quanta soberba, explicam-nos os sacerdotes.

Na próxima quarta-feira teremos um outro ritual. Com tanta gente reduzida ao trabalho à jorna e subjugada na sua liberdade aos caprichos de novos negreiros, é quase anacrónico o direito à greve. Mas todos sabemos que depois destes sacrifícios vêm ainda mais. Porque aquilo a que assistimos não é apenas a uma crise. É a uma revolução. Tentará destruir os alicerces do edifício em que temos vivido - o Estado Social, o direito laboral, as democracias nacionais, o pluralismo informativo -, para sobre as ruínas dele erguer um enorme casino.

Se a greve correr bem e parar o país, será uma demonstração de força que ainda poderá vir a contar na equação de algumas decisões políticas. Se não impedir mais austeridade, que ao menos consiga que ela seja distribuída com mais decência. Se a greve correr mal, os que estão a pagar a crise ficarão ainda mais frágeis. Sabendo que vivemos um momento histórico, trata-se de uma escolha essencial. Mesmo se formos derrotados, ficará na nossa memória: de que lado estivemos quando tudo o que tínhamos nos foi tirado?

Os abutres

A Irlanda tem mesmo de se socorrer do apoio externo neste momento? Não. É a Europa que a obriga a isso. A Irlanda só teria de voltar aos mercados das dívidas em abril de 2011. Os juros da sua dívida são, neste momento, meramente indicativos da sua situação. Então porque é obrigada pela Europa a pôr a cabeça no cepo? Porque mais bancos, além daquele que já afundou o Estado irlandês, estão com a corda na garganta. E precisam de mais dinheiros públicos.

Todos os dias nos explicam que estamos como estamos porque nos endividámos. Para pagar o Estado Social, garantem. É falso. A Europa está como está porque teve de salvar os bancos das suas próprias aventuras. E salva duas vezes: injetando dinheiro público nas instituições financeiras e pagando juros a quem aproveita a crise que criou para ganhar liquidez. Sim, estamos reféns da banca. Não porque precisemos dela, mas porque ela precisa de nós e é demasiado poderosa para cair. E os países periféricos pagam a fatura pela sua posição marginal porque, graças à injusta arquitetura política da Europa, os do centro tentam isolar os infetados para saírem ilesos.

As políticas de austeridade que são impostas à Grécia, à Irlanda e a Portugal têm apenas uma função: desviar os fundos que eram usados no bem estar dos cidadãos para os cofres de quem andou a jogar e perdeu. Os efeitos estão à vista. O único país que aplicou a receita extrema - a Grécia - está cada vez mais longe de se salvar. Todos os seus indicadores pioram a cada dia que passa. E é através desta sangria que a banca se vai conseguir reerguer. Deixando um rasto de destruição no seu caminho.


IN "EXPRESSO"
20/11/10

RELATÓRIO DAS VISITAS AO BLOGUE


Com a modéstia que nos caracteriza, mas confessamos com  indisfarçável alegria, publicamos resultados das visitas à "a peida é um regalo do nariz a gente trata" desde o seu início e também da semana compreendida entre 20 e 26/11
A fonte é a empresa citada já a seguir
 

reports@sitemeter.co


      a peida é um regalo...do nariz agente trata      
                    (s18pencaxeirante)                      

                    -- Site Summary ---                     
          Visits

            Total ....................... 13,005            
            Average per Day ................. 51            
            Average Visit Length .......... 5:25            
            This Week ...................... 358            

          Page Views

            Total ....................... 31,658            
            Average per Day ................ 116            
            Average per Visit .............. 2.3            
            This Week ...................... 812            

  http://s18.sitemeter.com/stats.asp?site=s18pencaxeirante  

                  --- Visits this Week ---                  
       Day
Hour 11/20  11/21  11/22  11/23  11/24  11/25  11/26   Total
---- ----- ------ ------ ------ ------ ------ ------ -------
 1       0      2      0      3      2      0      2       9
 2       3      2      1      1      4      2      2      15
 3       2      2      0      0      1      0      1       6
 4       0      1      0      1      1      0      1       4
 5       1      0      0      0      0      0      0       1
 6       1      0      0      0      1      1      0       3
 7       0      0      1      0      1      0      2       4
 8       0      0      0      0      0      0      0       0
 9       0      0      2      2      1      2      3      10
10       0      5      3      3      5      1      0      17
11       1      2      4      1      6      2      2      18
12       0      0      4      2      2      2      4      14
13       1      0      4      5      7      7      2      26
14       1      1      2      1      1      1      1       8
15       3      0      1      7      6      5      0      22
16       0      2      4      3      2      6      3      20
17       2      2      3      7      9      4      2      29
18       1      1      4      9      2      4      3      24
19       1      1      4      5      1      3      6      21
20       1      4      3      8      3      4      2      25
21       1      0      1      9      2      3      2      18
22       3      6      1      9      3      5      4      31
23       0      1      0      8      1      3      1      14
24       3      2      2      7      4      1      0      19
    ------ ------ ------ ------ ------ ------ ------ -------
        25     34     44     91     65     56     43     358


                --- Page Views this Week ---                
       Day
Hour 11/20  11/21  11/22  11/23  11/24  11/25  11/26   Total
---- ----- ------ ------ ------ ------ ------ ------ -------
 1       0      2      6      4      3      0      2      17
 2       6      2      5      1      5      3      2      24
 3       2      2      0      0      1      0      2       7
 4       0      1      0      1      1      0      1       4
 5       1      0      0      0      0      0      0       1
 6       1      0      0      0      1      2      0       4
 7       0      0      3      0      1      0      3       7
 8       0      0      0      0      0      0      0       0
 9       0      0      6      3      4      5      5      23
10       0      9      3      5     17      5      2      41
11       1     11     10      1      9      7      2      41
12       0      0     12      7      2      4      6      31
13       1      0      8     14      9     13     12      57
14       1      1      3      8      1     17      1      32
15       3      0      5     17     23     13      0      61
16       0      2     12     14     12     12      5      57
17       4     15      4     13     21     11      5      73
18       1      3      9     21     20     11      4      69
19       3      1      5     12     16     12     13      62
20       1     10      5     20      5     13      4      58
21       1      0      3     23      3      4      3      37
22       4      7      4     10      3      7      7      42
23       3      7      0      8      1      3      6      28
24       6      6      5     12      4      3      0      36
    ------ ------ ------ ------ ------ ------ ------ -------
        39     79    108    194    162    145     85     812

GRUPOS DE APOIO


No dia 5 de Março de 2010, o movimento de intervenção social Grupos de Apoio a Famílias ― que visa apoiar, durante um ano, com a quantia mensal de 250 euros, famílias que, residindo em qualquer ponto do país, passaram a encontrar-se em situação económica muitíssimo difícil, em virtude de despedimento, por fecho de fábricas ou outras empresas decorrente da presente crise ― iniciou a sua acção, com o apoio a 18 famílias.

Este movimento de solidariedade mereceu já o acolhimento de mais de duas centenas de pessoas.

A verificação do preenchimento das acima referidas circunstâncias relativas a cada família, que fundamentam a atribuição do apoio, é da responsabilidade do Padre Jardim Moreira, Presidente da Rede Europeia Anti Pobreza/Portugal.
A equipa coordenada pelo Padre Jardim Moreira verificará, ao 4.º e 8.º mês do decurso da acção, se a família continua a necessitar do referido apoio económico.

Para efectivar o apoio, são constituídos grupos.
Cada grupo, composto por dez pessoas, responsabiliza-se pelo apoio económico, durante um ano, a uma família concreta. Cada membro de um grupo contribui com 25 euros por mês.

Para a recepção dos donativos, o Prior da Paróquia de Santa Maria de Belém (Jerónimos), em Lisboa ― Cón. José Manuel dos Santos Ferreira ―, abriu uma conta específica para este movimento, sendo da sua responsabilidade a passagem dos correspondentes recibos e subsequente transferência para a família.

O nome da família a apoiar é confidencial, para respeitar o seu direito à intimidade e à privacidade.

A situação do "próximo" assume, presentemente, tal gravidade que, para quem tem emprego assegurado, este apoio ― cerca de 83 cêntimos por dia, durante um ano ― não constitui apenas uma questão de solidariedade. É uma exigência de justiça!

Em ordem à criação de uma rede social de apoio aos mais frágeis, quem aderir a esta acção trará consigo mais uma pessoa amiga. E todos seremos poucos...


Pode encontrar-se notícia desta acção de intervenção social em:
O Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), a Associação Sindical dos Professores Licenciados (ASPL) e o Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) estão, igualmente, a divulgar estão acção de intervenção social nos respectivos sites. Também a Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) procedeu à divulgação deste movimento pelos seus Associados.

O número das pessoas já inscritas para integrarem os “grupos de apoio a famílias” constitui expressivo sinal da força do sentimento de solidariedade existente na sociedade civil.
A tal, certamente, também não será alheia a resposta positiva ao pedido que temos feito no sentido de cada pessoa "cativar" um amigo, em ordem a tornar possível a criação, em tempo útil, de uma verdadeira rede de solidariedade.

Na mesma linha, nos vários contactos encetados junto de diversas entidades ― nomeadamente, Sindicatos (ASJP, ASPL, SMMP, FNE, STE, etc.), Gulbenkian, CTT, Siemens, Lions Clubes‑Portugal, Delta Cafés, Impresa, Movimento Rotary/Portugal ― não temos pedido qualquer apoio monetário para esta acção, mas antes solicitado a divulgação do movimento, pelos associados/funcionários, bem como a sua motivação para integração nos "grupos de apoio a famílias". Temos, somente, sugerido às empresas que perspectivem a possibilidade de, no âmbito do seu mecenato, suportarem uma parcela do apoio individual (83 cêntimos/dia) de cada seu trabalhador que venha a aderir a esta acção de intervenção social.

Efectivamente, o desenvolvimento, na sociedade civil, de um forte sentimento de solidariedade para com os mais frágeis ― este ano, apoiando famílias, para o ano, idosos cuja pequena reforma não permite sequer satisfazer necessidades de saúde ― é tão importante quanto o apoio económico que pudéssemos receber de uma empresa.

Daí também o pedido e a insistência que fazemos no sentido de que cada pessoa traga mais um amigo.

Para inscrição, enviar um e-mail para jeronimos.familias@gmail.com, endereço criado especificamente para esta acção, indicando:
- nome; - morada; - telefone(s); - n.º fiscal;  - nome de pessoa amiga que, igualmente, queira integrar os "grupos de apoio a famílias", a qual deverá também inscrever-se nos mesmos moldes.


Contactos:
Tel. 91 737 77 51 / 21 301 81 33

3 - PLANETA TERRA »» CAVERNAS

DOAÇÃO

video



.





MERCURIOCROMOS

4 - DIA INTERNACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Segundo a CNOD, os portugueses portadores de deficiência vivem 
o dia-a-dia com falta de acessibilidades

PSICOTERAPEUTA

Caro Antonio Roberto, Psicólogo Psicoterapeuta

Espero que me possa ajudar. Saí ontem à tarde no meu carro pra ir trabalhar, deixando meu marido em casa vendo televisão, como sempre. Andei pouco mais de 1km quando o motor parou e não pegou mais. Voltei pra casa, para pedir ajuda ao meu marido. Quando cheguei apanheio-o em flagrante na cama com a filha da vizinha! Eu tenho 32 anos, meu marido 34 e a pestinha 19. Estamos casados há 10 anos. Ele confessou que mantinha aquela relação há mais de 6 meses. Eu amo o meu marido e estou desesperada. Preciso urgentemente do seu conselho .

Antecipadamente grata.
Patrícia


RESPOSTA
Cara Patrícia,

Quando um carro pára, depois de haver percorrido uma pequena distância, isso pode ser devido a uma série de fatores. Pode não haver combustível no depósito ou o filtro estar entupido, também pode ser da injeção eletrônica ou da bomba de gasolina que não proporcionando combustível ou pressão suficiente nos injectores impede que o motor funcione. Nesse caso a pessoa a contactar deve ser um mecânico. Não volte a incomodar o seu marido. Ele não é mecânico. Você está errada. Não repita mais isso. Espero ter ajudado.

António Roberto - Psicólogo e psicoterapeuta

3 - DIA INTERNACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Hoje é Dia Internacional das 
Pessoas Portadoras de Deficiência



Angop
Convenção das Nações Unidas proibe a discriminação de que são alvo muitos deficientes físicos
Convenção das Nações Unidas proibe a discriminação de que são alvo muitos deficientes físicos


Luanda - Celebra-se hoje, 3 de Dezembro, o Dia Internacional das Pessoas Portadoras de Deficiência, definido pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1992.


A efeméride foi adoptada na  37ª Sessão Plenária Especial sobre Deficiência da Assembleia Geral da ONU, realizada em 14 de Outubro de 1992, em comemoração ao término da Década, por meio da resolução A/RES/47/3.


A comemoração tem com o objectivo sensibilizar as pessoas para as questões da deficiência, procurando-se construir uma sociedade mais igualitária, justa e solidária e mobilizar para o combate à discriminação de que são alvos os portadores de deficiência.


Em Março de 2007, cerca de 82 países assinaram a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, promovendo o reconhecimento dos direitos humanos dos portadores de deficiência e incapacidades e a proibição da discriminação de que são alvo em todas as áreas.


Desta forma, procuram responsabilizar toda a sociedade na criação de condições que garantam os direitos fundamentais destas pessoas.


Para este ano, 2010, o lema das Nações Unidas para a celebração da data é "Mantenha a Promessa: Inserir a Deficiência como Questão Prioritária nos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio Rumo a 2015 e Além”.

Por ocasião da data, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, considera, em mensagem, “que o único caminho para a criação de sociedades justas e de solidariedade”.

Na mensagem, Ban Ki-Moom pediu que eliminem seus preconceitos e não discriminem as pessoas portadoras de deficiências, por ser o único caminho possível para a criação de sociedades justas e de solidariedade para que todos possam gozar  seus direitos com dignidade.


Para a ONU, é fundamental a adesão dos países à Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, para impedir o preconceito e buscar uma sociedade mais igualitária.


A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência reconhece, no Artigo 27, os direitos das pessoas com deficiência ao trabalho e ao emprego em bases iguais com outros trabalhadores.


A Convenção enfatiza o direito das pessoas com deficiência a ganhar seu sustento em um trabalho/emprego livremente escolhido e a trabalhar em um ambiente acessível e acolhedor. 

Muitos países não possuem uma legislação que promova e proteja os direitos de trabalhadores com deficiência. Isto legitima a discriminação com base na deficiência e impede às pessoas com deficiência o seu ingresso no mercado de trabalho. 

Ainda segundo a ONU, a discriminação começa bem antes, quando são negadas outras oportunidades que facilitariam a inserção de pessoas com deficiência na força de trabalho, tais como educação ou capacitação em habilidades de trabalhar, transporte acessível para ir ao local do trabalho e locais de trabalho acessíveis.


Com frequência, os empregadores se recusam a contratar pessoas com deficiência, acreditando que elas serão incapazes de desempenhar funções ou que isto seria muito dispendioso. Esta atitude tem raízes no medo e no estereótipo, que focalizam mais na deficiência que nas habilidades da pessoa. 

Para muitas pessoas com deficiência em países em desenvolvimento, o trabalho por conta própria é a única opção.

IN "AGÊNCIA ANGOLA  PRESS"

VAI UM CIGARRINHO??????????????????

PARAÍSO DE LAMA

2 - DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊMCIA


SEJA SOLIDÁRIO SENDO PRESTATIVO


2 - BABY SITTER PARA QUÊ?






1 - PROFESSOR SOFRE


clique para ampliar

TENHA UM BOM DIA............


...pois vão continuar 
                 a ir-lhe ao bolso

COMPRE JORNAIS

 RECURSO PARA OS BOLSOS DOS AMIGALHAÇOS
Tribunal de Contas critica prática recorrente e 
"pouco transparente" de recurso a consultores
O estudo foi feito por amostragem e incidiu apenas no ano de 2007. O resultado foi publicado ontem pelo Tribunal de Contas, no relatório de auditoria às Despesas de Consultadoria das Entidades do Sector Empresarial do Estado: o Estado e o seu sector empresarial estão a fazer um recurso crescente às entidades de consultadoria externa em processos onde se verifica muito "pouca transparência
Usando como amostra mais de 16 por cento do número de empresas do Sector Empresarial do Estado (SEE) - 69 das 420 empresas que estavam, então, identificadas -, o TC contabilizou mais de cem milhões de euros gastos em consultadoria, sem que a necessidade de muitos desses estudos tenha ficado comprovada, e em que se revelou que as entidades inquiridas tornaram normal a figura do "ajuste directo", a qual deveria ser excepcional.
Para além da generalidade do ajuste directo (ocorreu em 70 por cento dos casos analisados), o TC também detectou muita informalidade, por mais de metade desses estudos não assentarem, sequer, em contratos escritos - foram cerca de 50 por cento das adjudicações de serviços de consultadoria, mas não foram as mais valiosas, já que estes contratos, somados, atingem os 31 milhões de euros.
A auditoria ontem publicada pelo TC detectou também que uma dúzia de empresas concentrou 36,3 por cento do total de estudos adjudicados (a soma atinge os 102,7 milhões de euros), realçando os auditores do TC que foram também estas as que auferiram os montantes mais elevados. A Accenture foi a empresa que mais facturou (6,2 milhões de euros, através de 19 estudos), seguindo-se o consórcio Abrantina/Efacec, que em apenas um estudo cobrou 5,1 milhões de euros. A Deloitte surge em terceiro lugar, com 37 estudos feitos que custaram 4,4 milhões de euros.
"PÚBLICO"

OH SR BETTENCOURT, MAÇÃ PÔDRE?? MOSTRE O SEU POMAR

Moutinho: «No FC Porto não se tira o pé»
23 anos depois de ter conquistado a Taça dos Campeões Europeus, o FC Porto voltou a ser feliz em Viena. A vitória, por 3-1, frente ao Rapid, garante o 1.º lugar do Grupo L da Liga Europa. Por tudo isso, João Moutinho não podia estar mais satisfeito, garantindo que nem a neve nem o frio impedem o FC Porto de jogar "sempre para ganhar."
"Estivemos muito bem num jogo muito difícil e com condições muito adversas, mas já em Coimbra tinha sido muito complicado e o grupo superou. Aqui [Viena] foi igual porque no FC Porto não se tira o pé. Joga-se sempre para ganhar", assinalou o n.º 8 azul e branco.
"RECORD"

MAS GANHAM MAL
Empregados têm mais estudos que patrões
Baixa escolaridade e baixos salários são os factores que colocam Portugal entre os países europeus mais desiguais.
Os patrões portugueses são menos qualificados do que a média nacional e, na maioria, ficam aquém da escolarização dos seus empregados. Segundo o estudo "Desigualdades Sociais 2010", apresentado ontem, só três em cada dez empregadores concluíram o ensino secundário, pós-secundário ou superior. Já entre os trabalhadores por conta de outrem, este rácio sobe para quatro em cada dez.
De acordo com o coordenador do estudo, Renato Miguel do Carmo, este é um dos factores que contribuem para o ciclo vicioso que faz de Portugal o segundo país dos 27 da União Europeia com a distribuição de rendimentos mais desigual. "O nível de escolarização dos nossos empresários é baixo e isso reflecte-se na dificuldade que algumas empresas têm em absorver mão-de-obra qualificada", explica ao Diário Económico o investigador.
"DIÁRIO ECONÓMICO"

A PAIXÃO DA EDUCAÇÃO
120 escolas profissionais em risco
Estado reteve 30 milhões de euros até as escolas do Norte, Centro e Alentejo negociarem nova tabela. Associação fala em ruptura
Cerca de 120 escolas profissionais do Norte, Centro e Alentejo ainda não receberam qualquer verba dos fundos comunitários do Programa Operacional de Potencial Humano (POPH), prevista desde o início do ano lectivo. Em causa estão 30 milhões de euros que foram retidos pelo Estado até estarem concluídas as negociações sobre as novas tabelas de financiamento, que terminaram na semana passada. E já há escolas a não conseguirem pagar os salários.
"Nesta situação, a partir de Janeiro, as escolas entram em ruptura total e ficam sem condições para conti- nuar a suportar os encargos financeiros com pessoal docente", alertou o DN, o presidente da Associação Nacional de Escolas Profissionais (Anespo), José Luís Presa.
Em causa está o ensino dos 23 mil alunos inscritos em 120 escolas, envolvendo 1300 turmas entre cursos profissionais e cursos de educação e formação de adultos (EFA), que empregam mais de 3000 professores, diz o responsável, que também dirige a ETAP, escola profissional com sede em Caminha.
A Anespo admite a existência de salários em atraso em algumas das escolas, situação agravada por se tratar de um mês de pagamento do subsídio de Natal.
Um problema que afectará sobretudo as escolas com "menor fundo de maneio" que lidam com "três a caminho de quatro meses vencidos" nos pagamentos pelo POPH.
Neste cenário, apenas as escolas de Lisboa e Algarve já receberam 30% do valor total do ano lectivo, por não estarem abrangidas pelo Fundo Social Europeu, sendo a dotação assegurada pelo Orçamento do Estado.
E é aqui que reside o problema. As outras escolas profissionais do País iniciaram negociações com a coordenação do POPH - tutelada pelos ministérios da Educação e da Solidariedade Social para gerir os fundos do QREN para a formação profissional - para reestruturar a forma de elaboração dos orçamentos destes estabelecimentos. O objectivo é que as escolas profissionais tenham direito à mesma tabela de valores por turma que é aplicada aos estabelecimentos de Lisboa.
Por turma, as escolas profissionais da capital têm quatro escalões de financiamento, conforme a complexidade dos cursos: 80 080, 86 200, 91 850 e 98 920 euros. Valores que os restantes estabelecimentos queriam ver aplicados em todo o território.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

UM NANO PULO
Portugal cresceu 0,4%
O Eurostat confirmou ontem o crescimento em Portugal de 0,4 por cento no terceiro trimestre deste ano em cadeia, em linha com a média da Zona Euro, e de 1,5 por cento no homólogo, abaixo da média de 1,9 por cento. Os valores ontem divulgados pelo gabinete de estatísticas europeu relativamente a Portugal confirmam os dados apresentados pelo INE a 12 de novembro.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

SENSACIONAL
Explicações por internet a alunos doentes no IPO
Projecto já ajudou 15 jovens em tratamento

Começou por ser brincadeira, mas agora é assunto sério. "O Teu Mestre" é uma espécie de "explicação virtual" para alunos doentes esclarecerem dúvidas sobre as matérias que não podem acompanhar na escola. Já ajudou 15 jovens internados no IPO do Porto.
O projecto foi lançado em 2006/2007 por Daniel Azevedo, então professor de Matemática na EB2/3 de Sátão (Viseu), para ajudar alunos ausentes por doença ou férias.
No ano seguinte, "O Teu Mestre" foi apresentado no Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto e ganhou uma nova dimensão. Crianças de todo o Norte, internadas naquele hospital, já recorreram às explicações de Matemática do mestre Daniel.
O projecto ainda está a dar os primeiros passos, mas para além de conteúdos de Matemática, do 5º ao 12º ano, já disponibiliza explicações de Físico-Química e Biologia, dadas por professores que se ofereceram para estar online, uma ou mais horas por semana, consoante as necessidades.
Espírito de voluntário, um computador, com os programas de conversação Skype e Messenger instalados, e uma caneta digital são as "ferramentas" necessárias para aderir ao projecto. Daniel Azevedo quer recrutar mais docentes para alargar as áreas de estudo. "Espero que isto seja a semente do que poderá ser uma rede nacional para ajudar a formar alunos doentes e internados nos hospitais", afirmou.
Na apresentação do projecto, ontem no IPO, o professor simulou uma aula e "ajudou" Nádia Almeida, aluna da EB2/3 de Sátão, a desmontar uma fórmula matemática. À medida que falava através do Skype, ia escrevendo no Messenger com uma caneta digital, enquanto a aluna acompanhava o raciocínio no seu ecrã, em Viseu.
O projecto não pretende substituir os apoios dados pelas escolas aos alunos doentes, mas quer "ser um complemento", tal como são as explicações privadas. Neste caso, "as explicações virtuais" têm a vantagem de serem grátis.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

NÃO HÁ DINHEIRO P'RÓ PÃO...
«Há mercado para uma Liga Ibérica» 
- Hermínio Loureiro
O ex-presidente da Liga da Clubes Hermínio Loureiro defendeu hoje a existência de um mercado que pode vir a possibilitar a existência de uma Liga Ibérica, ainda que a longo prazo.
«O caminho faz-se caminhando e só assim se pode um dia pensar nisso. Há outras situações intermédias, que podem ser pensadas a curto prazo: jogos de pré-época; encontros entre os campeões da II Liga portuguesa e espanhola; partidas entre os vencedores das principais ligas dos dois países ou mesmo entre os vencedores da Taça de Portugal e da Taça do Rei», afirmou Hermínio Loureiro admitindo que a UEFA poderá ter alguma retracção.
«Pode ser ainda muito cedo e a própria UEFA ainda não aceitar, mas a verdade é que existe um mercado ibérico. É algo que se pode pensando em fazer, com o decorrer do tempo», asseverou.
"A BOLA"

É COM O SUBSÍDIO
Carros de luxo fogem da crise
Vendas aumentaram 36% desde Janeiro. Corrida à compra de viaturas para evitar as penalizações do Orçamento.
"CORREIO DA MANHÃ"

 NÃO SERIA A PRIMEIRA VEZ...
Cavaco Silva está a ser acusado 
de fugir aos debates televisivos
Manuel Alegre, o candidato apoiado pelo PS e Bloco de Esquerda, fala de “fuga ao debate democrático” e de “uma inédita tentativa de desvirtuamento de uma campanha eleitoral para a Presidência da República”, enquanto que o candidato do PCP desafia o social-democrata a “esclarecer urgentemente a sua posição”.
A proposta que foi apresentada aos três candidatos pelas três estações televisivas contemplava entrevistas e debates, com o objectivo de colocar dois candidatos frente-a-frente todos os dias, de 8 a 18 de Dezembro, nos telejornais das 20h00. Cada debate teria 25 a 30 minutos, estando dividido em três blocos – um por cada canal. À excepção de Cavaco Silva, todos os restantes candidatos aceitaram o modelo proposto, segundo o “Correio da Manhã”.
Fonte da campanha de Cavaco Silva adiantou ao jornal que o calendário proposto “é muito restritivo”, remetendo uma resposta ao convite das três televisões para a próxima semana.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

JUSTIÇA CÉLERE SFF
Face Oculta vai parar às mãos do 
super juiz Carlos Alexandre
A passagem do processo Face Oculta de Aveiro para o Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa, é dada como certa na comarca do Alto Vouga. O tribunal terá já tido informação, embora a título informal, de que o processo será entregue a Carlos Alexandre, o juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal, conhecido como Ticão, em Lisboa. O próprio magistrado Carlos Alexandre terá já mandado inquirir o motivo pelo qual o processo ainda se encontra em Aveiro, explica fonte judicial que pediu anonimato.
Numa entrevista ao "Correio da Manhã", publicada há cerca de um ano, Carlos Alexandre disse: "Não os vou buscar [aos processos] e os que me apresentam e eu decido são os que resultam da legislação vigente." Mesmo que "não vá buscar" o processo, Carlos Alexandre, juiz que tem tido na sua alçada as maiores investigações criminais portuguesas, tem razão.
A lei manda Nos termos do estatuto do Ministério Público, é o DCIAP (Departamento Central de Investigação e Acção Penal) - e o tribunal central de instrução - quem tem competência para a instrução de processos de especial complexidade, cujas actividades criminosas tenham sido desenvolvidas em comarcas pertencentes a vários distritos judiciais. Assim, qualquer interveniente processual pode suscitar a questão da competência e esta deverá ser conhecida pelo tribunal de Aveiro, que terá de determinar a remessa do processo para Lisboa. Aliás, o próprio tribunal pode apreciar por sua própria iniciativa a competência para a instrução do caso e decidir a questão sem necessidade de esta ser requerida por qualquer dos intervenientes processuais. Ou decidida pelo procurador-geral da República, a quem a lei também dá poderes para o fazer.
O tribunal unipessoal Carlos Alexandre é o único juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal ao qual compete a instrução dos processos criminais de maior complexidade e gravidade, investigados pelo DCIAP de Cândida Almeida. Assim, a instrução, que serve para levar ou não a julgamento cada acusado, é decidida por um tribunal unipessoal - o que dá ao juiz titular, Carlos Alexandre, um poder considerável.
No início deste ano houve notícias de que seria colocado um segundo juiz no Ticão. A intenção seria reforçar o quadro de magistrados deste tribunal. Na altura, o "Expresso", citando fontes próximas, revelava que Carlos Alexandre "já manifestou em privado a ideia de que, num cenário desses, a sua opção seria bater com a porta". Isto porque em seu entender a designação de um outro juiz seria uma forma de condicionar a "capacidade de acção" do actual titular do Ticão.
O prazo que os 38 acusados no caso Face Oculta têm para pedir a abertura da fase de instrução termina na próxima semana.
"i"

1 - DIA INTERNACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

PAU SANTO

Chegou um tipo ao bar e gritou:

Eh aí? Dê-me um copo de tinto!

O empregado encheu o copo e avisou:

- Aqui toda a gente que bebe um copo deita pró chão um pouco e oferece ao santo!

O freguês fez um manguito com o braço.

- Aqui, oh! Pró santo eu faço um manguito!

No mesmo instante o braço dele endureceu de tal forma que não se mexia.

- O que aconteceu? - gritou o homem, desesperado.

- O senhor ofendeu o santo e foi castigado.

Mas como é a primeira vez que o senhor vem ao bar, vou resolver isso.

O empregado chamou todos os fregueses e pediu que rezassem.

O braço do sujeito foi voltando ao normal.

Um velhinho viu tudo e ficou impressionado.

Dirigiu-se ao empregado, pediu um copo e bebeu de uma só vez.

O empregado perguntou:

- E pró santo?

O velhinho baixou as calças e tirou o dito pra fora:

- Aqui pró santo...!

O pau endureceu na hora.

O velhinho sacou uma arma e gritou:

- Se alguém rezar aqui, *MORRE!!!!!!!!*

3 - MANIFESTAMENTE HOMENS

video

JORNAIS DE HOJE


COMPRE JORNAIS
(para estar a par da pouca vervonha governativa)