segunda-feira, 11 de outubro de 2010

ORIGEM DAS FRASES

Como surgiu a expressão "nunca mais é meio-dia"…


2 - ESTES SACANAS PROÍBEM TUDO





APRENDEM DEPRESSA COM OS PORTUGUESES


Passividade na fiscalização do executivo

Parlamento exime-se de fiscalizar as medidas de austeridade do Governo
A Comissão Permanente da Assembleia da República nem sequer debateu como
irá fiscalizar o cumprimento das medidas de austeridade

Maputo (Canalmoz) – A Assembleia da República (AR) não se importa se o Governo irá ou não cumprir com as medidas de austeridade.
A Comissão Permanente que é dominada pela bancada da Frelimo, não se dignou a analisar como é possível fiscalizar o cumprimento das medidas de contenção de custos anunciadas pelo Governo, sem orçamento rectificativo. Apesar de a oposição já ter vindo a público dizer que é um exercício “impossível” sem um orçamento rectificativo que reflicta as deslocações orçamentais, reforço e criação de novas rubricas, Mateus Katupha, porta-voz da Comissão Permanente diz que está tudo bem, “e o executivo pode avançar” sem a actualização das contas do Estado.
O porta-voz da Comissão Permanente diz que aquele órgão nem sequer tratou de analisar o assunto, porque acredita que o Executivo irá cumprir à risca com o anunciado.
“A questão do orçamento rectificativo é uma questão ultrapassada. Sabemos que o executivo vai cumprir com as medidas anunciadas, e não há necessidade de orçamento rectificativo”, disse Katupha que para além de deputado é Presidente do Conselho de Administração da empresa PETROMOC, maioritariamente detida pelo Estado.

Insistimos para que o porta-voz nos explicasse que medidas a AR iria adoptar para fiscalizar o executivo.
Respondeu-nos nos seguintes termos: “Isso não foi debatido na Comissão Permanente. Nós aprovámos as medidas de contenção porque as vemos como uma via necessária para responder àsituação crítica em que o país se encontra”.“Se há orçamento rectificativo ou não isto está ultrapassado”, sentenciou Mateus Katupha.
Sobre as medidas adoptadas pela AR para contenção das suas próprias despesas, Katupha disse que no parlamento sempre houve contenção porque é um dos parlamentos mais desprovido de condições de trabalho a nível da região.
“Em outros parlamentos, cada deputado membro da Comissão Permanente tem um gabinete”, lembrou ao explicar a austeridade que defende existir no Parlamento moçambicano.
(Matias Guente)

IN "CANALMOZ"
11/10/10

ALMORRÓIDA FAMINTA


Países lusófonos integram lista onde a fome é "alarmante"

Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Timor-Leste integram uma lista de 25 países onde o aumento da fome é alarmante, indica hoje um relatório do Instituto Internacional de Pesquisa sobre Políticas Alimentares.

De acordo com o relatório "Índice da Fome no Mundo 2010", a fome no mundo atinge quase um milhar de milhão de pessoas e assumiu proporções alarmantes em cerca de 30 países, devido à pobreza, aos conflitos e à instabilidade política.

O índice criado para este relatório demonstrou que, numa escala de 0 a 100, a melhor pontuação e a pior, respectivamente.

Segundo este índice, a fome atinge um nível "alarmante" a partir de 20 pontos e "extremamente alarmante" a partir de 30.

Os 25 países onde a situação é alarmante são, por ordem crescente de gravidade, Nepal, Tanzânia, Cambodja, Sudão, Zimbábue, Burkina Faso, Togo, Guiné-Bissau, Ruanda, Djibuti, Moçambique, Índia, Bangladesh, Libéria, Zâmbia, Timor-Leste, Níger, Angola, Iémen, República Centro-Africana, Madagáscar, Ilhas Comores, Haiti, Serra Leoa e Etiópia.

De 122 países em desenvolvimento estudados, os níveis de fome "extremamente alarmantes" foram alcançados em quatro países da África Subsaariana, a República Democrática do Congo (RDC), o Burundi, o Chade e a Eritreia.

A República Democrática do Congo atingiu 40 pontos nesta escala, sendo o país que sofreu a maior deterioração do índice, segundo o relatório.

A RDCongo também é o país que tem a maior taxa de mortalidade infantil no mundo.

Este índice da fome no mundo é calculado através de três indicadores: a proporção da população com subnutrição, o baixo peso infantil e as taxas de mortalidade infantil.

A subnutrição em crianças com menos de dois anos é um dos principais obstáculos para a redução da fome no mundo, acrescentou o relatório.

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
11/10/10

FAÇAM EXPLODIR CRIANÇAS



Um vídeo causou polémica no Reino Unido e tinha como objectivo alertar as pessoas para os riscos do aquecimento global.
Activistas ambientais criaram um vídeo que mostra uma professora a explodir, em plena sala de aula, os alunos que não dão atenção à necessidade de reduzir as emissões de dióxido de carbono libertado na atmosfera.
O vídeo, realizado por Richard Curtis (guionista de filmes de sucesso como "Quatro Casamentos e um Funeral"), gerou uma onda de protestos no Reino Unido contra a violência das imagens, gravadas no âmbito da campanha "10:10 UK" - que prevê a redução de emissões de CO2 .
O vídeo foi proibido nas televisões, mas continua disponível no Youtube

JOANA AMORIM


 

 

"Perdoai-lhes Senhor 

Porque eles sabem o que fazem"

Os créditos da ironia deste título são de Sophia de Mello Breyner Andresen ("As pessoas sensíveis", in Livro Sexto). É que a cada dia que passa fica provado que nem PS nem PSD sabem o que andam a fazer. Excepto uma coisa: andam a jogar com a vida de milhões de portugueses com um claro objectivo: Poder. O que, mais do que irresponsável, é perverso.
José Sócrates está convicto: não governa com um orçamento que não seja o seu, nomeadamente que não contemple subida de impostos e corte de salários na Função Pública. Demite-se.
Pedro Passos Coelho está convicto: não aceita um orçamento que aumente a carga fiscal. E se o Governo bater com a porta, não está disposto a apanhar os cacos. Dito isto, tudo leva, então, a crer que vamos a votos. Eles irão, é certo, e nós, portugueses, ficamos a apanhar os cacos.
Se tivesse maioria, Sócrates poderia ter todas as convicções do Mundo. Mas está em minoria e aceitou governar nessa condição. Ao aceitar, sabia que cedência e negociação seriam palavras-chave do seu mandato.
A liberdade é um dos pilares fundamentais da democracia. Mas também o é o interesse nacional. Enquanto líder da Oposição, Pedro Passos Coelho tem toda a liberdade para não aceitar as "ameaças" do Governo. Mas tem de sair em defesa do interesse nacional.
E interessa a alguém que o país fique mais de um ano em coma induzido, à espera de eleições? A viver em duodécimos, tornando-se presa ainda mais fácil das agências de rating e dos investidores internacionais que engordam as suas contas bancárias à custa da nossa dívida? A perder a face perante a "fraterna" Europa?
E, nós, portugueses? Alguém se lembra de nós? Acham mesmo que vamos ter paciência para campanhas eleitorais, lavagens de roupa suja em praça pública e promessas que depois não se concretizam? Não, nós, portugueses, vamos andar de ábaco a fazer contas de dividir e, com sorte, de subtrair.
Como escrevera Sophia no mesmo poema: "'Ganharás o pão com o suor do teu rosto'/ Assim nos foi imposto/E não:/ 'Com o suor dos outros ganharás o pão.'". Triste realidade a nossa.

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"

14 - LAPIDAR

1 - FUNDAÇÂO CHAMPALIMAUD

CAMANÉ

CATARAS VITÓRIA

video

ALMORRÓIDA AMARICANA

Família americana com quadro de Michelangelo 
atrás do sofá


Quadro foi danificado por uma bola de ténis

Uma família da cidade norte-americana de Buffalo arrisca-se a ficar muitos milhões de dólares mais rica se ficar provado que um quadro com Jesus Cristo e a Virgem Maria, arrumado durante décadas atrás do sofá da sua sala-de-estar, é uma obra do pintor renascentista italiano Michelangelo.

Estão em curso exames de raios-X para determinar a altura em que o quadro foi pintada, mas as suspeitas de que será obra de Michelangelo derivam do facto de o italiano, autor da estátua 'Pietá', ter feito um desenho idêntico.

O quadro estava arrumado atrás do sofá da residência da família Kober desde os anos 70, quando foi danificado pelo impacto de uma bola de ténis. No entanto, especialistas que já examinaram a pintura garantem que os maiores danos têm a ver com o aquecimento central.

Segundo Martin Kober, um tenente-coronel na reforma, a pintura está na posse da família desde o século XIX. Terá sido um presente da cunhada do seu bisavô, que era dama de companhia de uma baronesa alemã.

IN "CORREIO DA MANHÃ"
11/10/10

A TV DESTRÓI RELAÇÕES

video




SURREALISMO NA COZINHA


clique para ampliar







enviado por M. COUTINHO

ALMORRÓIDAS DE BETÃO


Estradas de Portugal 
foi a que mais contratou por ajuste directo

A maioria dos serviços de consultoria prestados a empresas públicas do sector das Obras Públicas, Transportes e Comunicações são contratos por ajuste directo, independentemente do seu valor. A conclusão é da Inspecção-Geral das Obras Públicas (IGOPTC) após a realização de cinco auditorias, nas quais se sublinha que "os princípios gerais da contratação pública nem sempre foram acautelados, designadamente em matéria de transparência e de concorrência, na medida em que a maioria das adjudicações foi feita sem consulta ao mercado", embora não sejam indicadas situações ilegais.

As cinco auditorias foram realizadas em 2009 aos CTT, Metropolitano de Lisboa, Metro do Porto, Rave e Carris, segundo o relatório de actividades da IGOPTC, que não revela valores, porque "variam significativamente de empresa para empresa", disse ao i o subinspector-geral Carlos Rodrigues. Contudo, numa pesquisa feita pelo jornal i no site do código da contratação pública, onde as entidades públicas têm de divulgar todos os ajustes directos, conclui--se que as empresas tuteladas pela IGOPTC fecharam contratos de quase seis milhões de euros para estudos e consultorias várias.

Os dados são de 2009 e 2010 e mostram que a Estradas de Portugal foi a empresa que mais ajustes directos comunicou, atingindo também valores mais elevados: cerca de 2,9 milhões de euros para cerca de 40 adjudicações, ou seja metade do montante apurado na pesquisa do i. De fora das contas ficaram contratos nas áreas de informática, tecnologia e telecomunicações e projectos ou estudos prévios de empreitadas ou empreitadas. Os números dizem respeito apenas a estudos, pareceres e contratos de consultoria, com destaque para as áreas jurídicas e de reorganização e gestão das próprias empresas.

A EP é a principal dona de obra nas empresas tuteladas pelo ministério das Obras Públicas, com orçamento de investimento da ordem dos mil milhões de euros por ano. A empresa liderada por Almerindo Marques representa o Estado nas parcerias público-privadas do sector rodoviário, o que também ajuda a explicar o elevado número de estudos de viabilidade económica, de tráfego e outros encomendados a consultores privados. Já outras empresas que desenvolvem grandes obras públicas em fase de projecto e contratação, como a Naer (novo aeroporto) e a RAVE (TGV), quase não comunicaram ajustes directos.

IN "i"
11/10/10

Á G U A







enviado por M. COUTINHO

1 - ÚLTIMA HORA



Nobel da Economia atribuído a Diamond, Pissarides e Mortensen

O prémio Nobel da Economia foi atribuído aos norte-americanos Peter Diamond e Dale Mortensen e ao cipriota Cristopher Pissarides, pelas teorias desenvolvida em torno do efeito das políticas económicas no desemprego.

De acordo com a Academia de Ciências Sueca, que anunciou hoje o prémio, em Estocolmo, o modelo desenvolvido pelos três investigadores - DPM Model - ajudou “a compreender a forma como o desemprego, as ofertas disponíveis e os salários são afetados pelas políticas económicas”.

Os laureados criaram modelos matemáticos que constituem a base para estudar como estes processos ocorrem no mundo real.

Diamond, 70 anos, é economista no Massachusetts Institute of Technology, Mortensen, 71 anos, é professor de economia no Northwestern University in Evanston, Illinois, e Pissarides, 62 anos, é professor na London School of Economics, no Reino Unido.

Em 2009, venceram o Nobel da Economia Oliver Williamson e Elinor Ostrom graças à investigações sobre sistemas de governação das empresas e sobre a gestão de recursos naturais.

IN "i"
11/10/10

TENHA UM BOM DIA............


...e prepare-se para pagar mais....


compre jornais

 já esperávamos

Preço dos combustíveis 
vai aumentar já esta semana
Associação do sector diz que as oscilações nas cotações da gasolina e do gasóleo nos mercados internacionais vão começar a fazer-se sentir em Portugal nos próximos dias.
O preço da gasolina e do gasóleo vai subir esta semana. O alerta foi feito ontem ao DN pelo presidente da Associação Nacional dos Revendedores de Combustíveis (Anarec), Virgílio Constantino, que avisou que as oscilações registadas nas cotações dos combustíveis nos mercados internacionais deve começar a ser passado para os preços praticados pelas gasolineiras em Portugal "nos próximos dias". De acordo com a informação disponibilizada pela Direcção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), ontem, os preços médios da gasolina e do gasóleo situavam-se nos 1,348 euros e 1,154 euros por litro, respectivamente.
Ao longo das últimas duas semanas, a cotação média dos combustíveis nos mercados internacionais esteve em constante subida. Segundo os dados compilados pela Bloomberg, o preço da gasolina subiu 7,17%, enquanto a cotação internacional do gasóleo aumentou 2,76%. Segundo Virgílio Constantino, "estas oscilações ainda não se reflectiram nos preços praticados em Portugal, onde os preços se têm mantido relativamente estáveis", um cenário que, adiantou ao DN o presidente da Anarec, "deverá alterar-se nos próximos dias".
"É muito provável que haja um ajustamento dos revendedores a estas oscilações durante esta semana", avançou aquele responsável. Virgílio Constantino assinalou, contudo, que "ainda não é possível saber qual será o nível de ajustamento e a alteração que os preços sofrerão", recordando que "paralelamente à subida das cotações [dos combustíveis nos mercados internacionais], tem havido também um fortalecimento do euro face ao dólar", uma situação que "pode atenuar, de alguma forma, o aumento esperado dos preços".
O presidente da Anarec realçou ainda que a situação dos preços dos combustíveis deverá agravar-se ainda mais a partir de Janeiro, caso o Orçamento do Estado para 2011 seja aprovado e entre em vigor a subida do IVA para 23%. "O mais provável é que os revendedores não tenham condições para absorver a subida do IVA", alertou, adiantando que "isto significa que o aumento será reflectido nos preços finais praticados e sentido pelos consumidores".
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

 mudança de tacho

Fernando Seara admite avançar 
se Madaíl sair de cena
O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Fernando Seara, admitiu hoje que poderá candidatar-se à presidência da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), caso o atual líder, Gilberto Madaíl, mantenha a decisão de se afastar.
"Se Gilberto Madail não for candidato, haverá um conjunto de circunstâncias que me poderão levar a refletir", afirmou.
Seara disse que, caso Madaíl não se recandidate, será preciso "ponderar todas as circunstâncias, como a adequação dos estatutos ao novo Regime Jurídico".
"É também preciso articular com os sócios da Federação a disponibilidade para apoiarem um projeto para o futebol português", adiantou.
"RECORD"
ao afundanço??
Frente Sindical tem alternativa
A Frente Sindical da administração pública anunciou ter pedido audiências ao presidente da República, ao presidente do PSD e aos diferentes grupos parlamentares para propor uma alternativa aos cortes salariais anunciados pelo Governo. Em comunicado, a Frente Sindical afirma que 'não aceita que o Governo apresente uma proposta de redução de salários', nem que 'escolha, periodicamente, os trabalhadores da administração pública para pagar o défice', de 2003 a 2007 e novamente este ano. Neste sentido, a Frente Sindical pediu na sexta-feira uma audiência com o presidente da República, Cavaco Silva, com o presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, e com representantes de todos os grupos políticos com assento parlamentar.
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"


off the record
PGR diz não ter conhecimento 
oficial da queixa ao STJ
“O procurador-geral da República não tem conhecimento oficial da queixa que a Lusa refere e que terá sido apresentada pelo procurador-geral adjunto Carlos Monteiro e não pode, por isso, pronunciar-se sobre um assunto que não conhece”, disse à Lusa fonte da Procuradoria-Geral da República.
O procurador-geral adjunto do TCAS Carlos Alberto dos Santos Monteiro requereu ao presidente do Supremo Tribunal de Justiça que instaurasse um procedimento criminal contra o procurador-geral da República, Pinto Monteiro, por alegada denegação da justiça.
Em causa está, segundo a queixa, a escusa de Pinto Monteiro em dar sequência a um requerimento do queixoso para avançar com um processo-crime contra o vice-procurador-geral, Mário Gomes Dias, pela alegada prática dos crimes de abuso de poder e de usurpação de funções.
Pinto Monteiro alega não ter conhecimento da queixa requerida contra si, mas diz saber que “contra o referido magistrado correram e correm vários processos disciplinares e até um processo-crime”.
"PÚBLICO"

esteja atento
Nem todos os alimentos 
são perigosos fora do prazo
O consumo de alimentos após o prazo de validade indicado no rótulo nem sempre implica danos para a saúde. Existem diferenças consoante apresentem a menção "consumir de preferência antes de..." ou "consumir até...", como explicam dois investigadores.
As pessoas devem "habituar-se a olhar para a menção", sob pena de se desperdiçar comida, defende Rui Costa, docente dos cursos de licenciatura e mestrado em Engenharia Alimentar na Escola Superior Agrária de Coimbra e investigador do Centro de Estudos de Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade.
Os alimentos em que surge a expressão "consumir de preferência antes de..." (ou "antes do fim de...") podem ser consumidos após o prazo sem risco de intoxicação alimentar, mas "a empresa já não garante" que estejam em "condições normais", clarifica Rui Costa. Exemplificando: "Se calhar, o sabor já não é tão bom. Se calhar, já tem um bocadinho de ranço. Mas não faz mal."
"Consumir de preferência antes de..." aplica-se a "produtos que podem ser armazenados durante mais tempo (por exemplo, cereais, arroz, conservas e especiarias). Não é perigoso consumir um alimento após esta data - mas este pode ter começado a perder características, como sabor e textura", reforça Paula Teixeira, investigadora e docente na Escola Superior de Biotecnologia da Católica, por e-mail.
Já a designação "consumir até..." é usada "quando os produtos se estragam rapidamente (por exemplo, carne embalada, ovos e lacticínios)", refere Paula Teixeira, alertando: "Após esta data, os alimentos não devem ser consumidos - existe o perigo de intoxicação alimentar". Rui Costa concorda: quando "consumir até..." acompanha os alimentos, "não convém comer depois do prazo que está estipulado".
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

isto é saúde!!

Mães aprendem como amamentar os bebés
A ausência de modelos de mulheres a amamentar os seus bebés, associado a fortes estratégias de marketing que, nos últimos 40 a 50 anos, promoveram os leites artificiais, são os principais entraves que os profissionais da Maternidade Bissaya Barreto, em Coimbra, enfrentam no âmbito dos programas de incentivo ao aleitamento materno.
"Até os livros escolares apresentam os mamíferos com as crias a mamar, mas os seres humanos são retratados, normalmente, com um biberão ao lado", exemplifica Luís Silva, enfermeiro-chefe da Maternidade Bissaya Barreto, onde decorreu a ‘Semana do Aleitamento Materno’. Esta ausência de exemplos "condiciona negativamente a motivação da própria mulher para amamentar", acrescenta a enfermeira Margarida Moura.
"Uma das formas mais eficazes de incentivar é através das crianças, que nunca viram irmãos, amigos ou a vizinha a amamentar", refere Luís Silva, ao sublinhar que é necessário derrubar mitos que ainda persistem. "O mais comum é dizer que as mamas ficam descaídas. É mentira", garantem os profissionais, que têm vindo a dar formação e a apoiar as mulheres.
"CORREIO DA MANHÃ"

o país do futebol e pouco mais
30 portugueses e tapete vermelho 
à espera da Selecção no hotel
Festa entre a comunidade portuguesa na Islândia com a visita da Selecção. Cerca de uma hora depois de aterrar em Reiquiavique, a equipa chegou ao hotel, onde era aguardada por cerca de três dezenas de adeptos.
À chegada, os atletas foram recebidos com cânticos personalizados e muitas palmas.
Também a gerência do hotel preparou uma surpresa à comitiva portuguesa: um tapete vermelho esperava as estrelas nacionais à entrada do edifício.
"A BOLA"

justiça????

"Ainda estamos com uma Justiça de há 50 anos"
Lúcio Barbosa, Presidente do Supremo Tribunal Administrativo, diz em entrevista que os tribunais administrativos e fiscais estão "em ruptura total".
Há mais de 43 mil pendências nos tribunais o que, em parte, se deve a um sistema de Justiça “de há 50 anos”, que tem de “todo” repensado.
Lúcio Barbosa, analisa também a intenção do governo de avançar com um sistema de arbitragem, ao qual dá o benefício da dúvida.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

convite macabro
Crise política Cavaco convida 
Jaime Gama a formar governo
O cenário de chumbo do Orçamento do Estado (OE) e a consequente demissão do governo apresentada por Sócrates já estão a ser equacionados por Belém, sabe o i. Apesar de a possibilidade de crise política ser, para Cavaco Silva, o pior dos desfechos e o Presidente da República ter apelado à responsabilidade dos diferentes partidos para chegarem a entendimentos em torno do próximo orçamento, o crescente extremar de posições entre o governo e o PSD faz com que o chefe de Estado comece a traçar cenários alternativos.
Sem OE aprovado na Assembleia da República a 29 de Outubro e com o governo demissionário, Cavaco Silva irá recorrer à segunda figura do Estado, o presidente da Assembleia da República, Jaime Gama. O primeiro-ministro tem sido peremptório: se o OE apresentado pelo governo for rejeitado, o executivo não irá apresentar um novo orçamento, optando Sócrates por ir a Belém pedir ao Presidente que arranje outro primeiro-ministro. Neste caso, Cavaco Silva irá convocar audiências com todos os partidos com assento parlamentar para perceber sensibilidades e estudar alternativas à actual configuração de poderes. Nos encontros, Jaime Gama será apresentado como uma solução para encabeçar um governo de salvação nacional. O nome, que é considerado consensual por Belém, permitiria que o governo apresentasse outra proposta de Orçamento do Estado, que seria posteriormente votada na Assembleia da República. Para tal, era preciso que Gama aceitasse esta solução, algo que não é considerado líquido em Belém.
"i"

ALMORRÓIDA LITERATA


Primeira revista-objecto surrealista portuguesa


"Debout Sur L"oeuf" (de pé sobre o ovo) foi o nome escolhido para a primeira revista-objecto surrealista portuguesa, lançada, anteontem, sábado, no Centro de Artes e Espectáculos (CAE) da Figueira da Foz, por Miguel Carvalho, poeta, editor surrealista e livreiro antiquário.

Numa tiragem de 100 reproduções, feitas à mão e com 30 exemplares que comportam seis obras originais de desenho, pintura, fotografia e objectos, assinadas e numeradas, a nova revista "é um lugar de (re)encontros, pondo frente a frente as motivações dos que fazem do seu modo de vida a liberdade, o amor e a poesia", realça Miguel Carvalho.

Segundo o editor, a "Debout Sur L"oeuf" (DSO) nasceu no Cabo Mondego e colabora com surrealistas do movimento/grupo criado em torno de Breton, portugueses e internacionais, centrando a sua actividade na produção editorial, mas também na organização de exposições internacionais de surrealismo.

A anteceder o lançamento da revista, foi inaugurada, no mesmo local, a exposição de pintura "Constelação Rikiliniana", do holandês Rik Lina, elemento activo do movimento surrealista na Holanda e em Portugal e que- integra também as actividades da DSO e do The Cabo Mondego Section of Portuguese Surrealism, um núcleo de criação artística criado em torno da DSO.

Até ao próximo dia 1, o CAE abre diariamente as portas desta exposição e de uma mostra de "Debout Sur L"oeuf", onde Miguel Carvalho apresenta a revista e uma parte do espólio icono-bibliográfico e epistolográfico reunido desde 2005 em torno da actividade editorial e organização de exposições internacionais de surrealismo.

A "revista" encontra-se albergada numa caixa de madeira, cujo conteúdo reúne objectos poéticos, folhetos, fotografias, colagens, manifestos, poemas visuais, livretos cosidos manualmente à maneira japonesa de poemas e textos teóricos de colaboradores convidados.

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
11/10/10

ESQUELETO GIGANTE DESCOOBERTO NA GRÉCIA ESTE ANO


COMPARE O TAMANHO DOS ARQUEÓLOGOS 
COM A DIMENSÃO DO ESQUELETO

MULHERÃO DE MOÇAMBIQUE....


.................É BÍGAMA

JORNAIS DE HOJE


clique para ampliar