sábado, 2 de outubro de 2010

OOPS!!!!!!!!!!!!!!!!

ALMORRÓIDA MARGINAL


Alunos surdos sem apoio por erro em concurso

Cerca de cem alunos surdos das escolas de referência em Porto e Gaia estão sem apoio de intérpretes nas aulas, assim como de formadores e terapeutas da fala. Os técnicos estão a ser excluídos, às dezenas, da colocação por mudanças no concurso sem aviso prévio.

O concurso abriu a 13 de Setembro e ainda não há técnicos especialistas em educação de surdos a trabalhar. Isso faz com que as crianças e adolescentes com aquela deficiência, do jardim de infância até ao 12º ano, estejam nas aulas ou na escola sem perceber o professor e outras pessoas que não falam linguagem gestual. Ou então, no caso das crianças do pré-escolar, que não estejam a ser devidamente acompanhadas.

Em todos os ciclos de ensino, não está a haver aulas de Linguagem Gestual Portuguesa, que consta do horário, nem terapia da fala. E os professores também se queixam das dificuldades de ensinar alunos surdos sem intérprete. O problema é que a exclusão de candidatos ocorreu em massa e só no Porto.

Até ao momento, os técnicos calculam que dezenas de candidatos tenham sido excluídos por ter sido entendido que prestaram “falsas declarações” sobre o tempo de serviço. Em escolas de outras localidades, como Braga ou Santa Maria da Feira, a colocação está a decorrer sem problemas, referem.

“A escola alterou a interpretação sem avisar os candidatos”, relatou Catarina Magalhães, intérprete, excluída do concurso deste ano.

O erro aconteceu na resposta sobre a indicação do tempo de serviço, que foi pedido em anos. Os candidatos, como habitualmente, escreveram o número de anos lectivos que trabalharam, por ser essa a regra dos concursos anteriores. Mas, segundo lhe explicou o agrupamento quando os excluiu, deviam ter colocado o número de anos de trabalho, contados ao mês.

A situação coincidiu com a centralização do concurso para as escolas do Porto no Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade, em Paranhos. Ontem à tarde, vários daqueles profissionais, alunos surdos, professores, pais e até estudantes universitários que beneficiaram daquele apoio participaram num protesto diante da escola EB2/3 de Paranhos. Todos os técnicos que os acompanharam no passado ficaram, este ano, excluídos do concurso.

Dos 35 que trabalhavam nos seis agrupamentos de referência para estudantes surdos, apenas três ficaram colocados, em Paranhos. O JN tentou, ontem e anteontem, falar com a directora do Agrupamento responsável pelo concurso, sem êxito, tendo sido explicado que não se encontrava na escola e que só voltará segunda-feira.

Os mais de 30 técnicos especialistas contrataram apoio jurídico para contestar a exclusão. Apontam várias irregularidades à selecção, acusando o Agrupamento de Paranhos de ignorar os critérios definidos pelo Ministério da Educação, como a valorização da continuidade pedagógica.

A Direcção Regional de Educação do Norte, através do seu porta-voz, disse ao JN que “o concurso é da escola e ela tem autonomia para o fazer”. “A informação que temos da escola é de que foram detectadas ilegalidades no concurso e por isso candidatos foram excluídos”, referiu.

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
02/10/10

O JOÃOZINHO DE NOVO



- Joãozinho estava brincando no playground da escola, qdo viu o carro do seu pai passando em direção ao mato atrás da escola... ele Seguiu o carro e viu seu pai e tia Jane, se abraçando apaixonadamente!!! Joãzinho achou isso tão excitante, que não se conteve e correu pra casa para contar pra sua mãe o que tinha visto ...

- Mamãe, mamãe, eu estava no playground da escola, qdo vi o carro do papai indo pro mato com a tia Jane dentro... Eu fui atrás pra ver e ele tava dando o maior beijo na tia Jane....depois ele a ajudou a tirar sua blusa... aí a tia Jane ajudou o papai a tirar suas calças e depois a tia Jane....'

Nesse ponto a Mamãe o interrompeu e disse:

- Joãozinho, essa é uma estória tão interessante, que tal
você guardar o resto dela pra hora do jantar?....
Eu quero ver a cara do seu pai, qdo você contar tudo isso hoje à noite!'

Na hora do jantar, a Mamãe pediu pro Joãozinho pra contar sua estória... Joãozinho começou a sua estória:
- 'Eu tava brincando no playground da escola, qdo vi o carro do papai indo pro mato com a tia Jane dentro... aí, fui correndo atrás pra ver e ele tava dando o maior beijo na tia Jane...aí ele a ajudou a tirar sua blusa... aí a tia Jane ajudou o papai a tirar suas calcas e depois a tia Jane e o Papai começaram a fazer as mesmas coisas que a Mamãe e o tio Bill faziam, quando o Papai estava no exército ...'

A mamãe desmaiou!

Conselho: Dê atenção a quem estiver falando com vc e escute tudo até o final, antes de tirar sua próprias Conclusões!

enviado por J. COUTO

É DE MORRER A CHORAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



enviado por A. DIAS

TIVESSE UM BOM SÁBADO............


não pense que as notícias são melhores à noite....

compre jornais

vem aí o FMI
Já só o BCE empresta dinheiro a Portugal
Investidores estrangeiros retiraram mais de 11 mil milhões entre janeiro e julho. Sem o banco central não havia financiamento externo
O défice externo português está a ser integralmente suportado pelo dinheiro injetado pelo Banco Central Europeu, ao contrário do que tem sido habitual. Só
assim é possível à banca nacional aceder a fundos e pagar as dívidas que tinha no exterior.Tudo porque os investidores estrangeiros estão a fugir da dívida portuguesa—pública e privada.
Nos primeiros sete meses do ano, segundo dados do Banco de Portugal, o investimento de carteira do exterior (que inclui aplicações em ações, fundos e títulos de dívida) teve uma quebra superior a ¤11 mil milhões.
Um comportamento inédito face ao que tem sido normal nos anos anteriores em que era este tipo de investimento a assegurar o financiamento externo da economia. Por exemplo, com os investidores estrangeiros a comprarem diretamente dívida e outros
títulos emitidos pelo Estado e pelas empresas. Esta situação, deixa a economia nacional fortemente dependente da atual política do banco central europeu, que tem sido a tábua de salvação mas que já avisou que irá progressivamente restringir este
tipo de ajuda extraordinária adotada por causa da crise.
"EXPRESSO"

sabe o que quer
Mourinho descarta selecção inglesa
José Mourinho descarta em toda a linha a possibilidade de orientar a selecção inglesa de futebol.
«A selecção de Inglaterra é para os ingleses, a de Portugal para os portugueses», justificou o treinador do Real Madrid, em entrevista concedida à BBC e a Gary Lineker.
«Algum dia jogarei contra a Inglaterra pelo meu Portugal, mas o meu país ainda vai ter que esperar», rematou.
"A BOLA"

arrombou-a...
Governo abre a porta a choque salarial na economia
Está aberta a porta a um choque salarial de grande magnitude na economia portuguesa - no sector público e no privado -, tal como recomendam o Fundo Monetário Internacional (FMI) e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos (OCDE).
Os sindicatos lamentam profundamente este tipo de propostas. O governo quer abrir caminho a um corte de salários generalizado no universo público, medida que poderá ser reivindicada por patrões do privado desconfortáveis com o custo das suas folhas salariais, temem.
O executivo já anunciou que pretende reduzir os salários da função pública em 2011 mas, para que a medida tenha o máximo alcance, terá de mexer no Código do Trabalho (CT). Só assim abrangerá o maior número de funcionários possível. Os patrões do privado dizem que mexer no CT não é uma prioridade, mas admitem que baixar salários é necessário. "Empresas de mão de obra intensiva e mais expostas à concorrência externa podem necessitar de algum ajustamento salarial em baixa", disse ao i, António Saraiva, presidente da Confederação da Indústria Portuguesa (CIP), ressalvando que "falar em alterar o CT sem explorar as suas potencialidades é abrir uma caixa de Pandora". Arménio Carlos, da CGTP, considera a ideia "totalmente irresponsável e perigosa face às necessidades da economia" e nem quer acreditar que tal proposta possa existir.
"i"

ninguém põe cobro a isto???
72% das vítimas de tráfico de pessoas são mulheres
As mulheres representam 72 por cento das vítimas do tráfico de pessoas em Portugal, anunciou hoje o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, destacando que a prevenção e combate deste crime é uma das prioridades do Governo.
"Das vítimas sinalizadas, 72 por cento são mulheres, as vitimas mais frágeis e carenciadas, mas que se encontram em situação de maior vulnerabilidade", afirmou aquele responsável, na abertura de uma conferência sobre tráfico de seres humanos, hoje em Lisboa.
Apontado como uma das actividades criminosas mais lucrativas "um crime muito grave porque põe em causa a dignidade da pessoa humana que é uma pedra angular da constituição" da república portuguesa.
"Tomamos várias medidas, o Código Penal hoje penaliza também as pessoas colectivas que pratiquem esse crime, considera crime esconder os documentos da vítima ou vender uma criança para adopção", afirmou à Lusa Rui Pereira, à margem do encontro.
Em 2007 foi criado o Plano Nacional Contra o Tráfico de Seres Humanos, um plano "periódico" de reflexão sobre o combate ao tráfico de pessoas, cujo próximo balanço vai ser divulgado a 18 deste mês, segundo o governante.
A criação de um Observatório do Tráfico de Seres Humanos, em 2008, com a missão de recolher, tratar e difundir informação sobre tráfico de pessoas e formas diversas de violência de género em Portugal, também foi apontada pelo governante como um "importante" passo no combate e prevenção daquela actividade criminosa.
Indagado sobre as consequências das medidas de austeridade nas forças policiais, cujos sindicato e associações profissionais dizem temer que conduza á privatização de alguns serviços e mais desinvestimento, Rui Pereira escusou-se a comentar.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

lá por fora luta-se...
Jorge Fernandes e Sergiu Oleinic sétimos na Taça do Mundo competição a decorrer em Roma
Jorge Fernandes e Sergiu Oleinic terminaram hoje no sétimo posto a Taça do Mundo de Itália, em Roma, nas categorias de -66 kg e -73 kg, respetivamente.
Oleinic venceu dois combates e foi derrotado pelo coreano Jun-Ho Cho, vencedor da categoria. Na repescagem, voltou a perder diante do francês Dmitri Dagin.
O mesmo registo conseguiu Fernandes, em -73 kg, tendo saído derrotado do confronto com o italiano Giovanni Di Cristo e, novamente, na repescagem, frente ao francês Ronald Alger.
Em -73 kg, André Alves ainda venceu um combate mas foi eliminado pelo italiano Gesualdo Scollo, enquanto Tiago Lopes, em -66 kg, perdeu logo no primeiro embate frente ao grego Georgios Azoidis.
No domingo, em -81 kg, João Neto vai estrear-se na prova diante do norte-americano Travis Stevens, Diogo Lima defronta o japonês Kazushi Nishioka e Miguel Medeiros enfrenta o francês Maxime Aminot. João Taveira, em -100 kg, vai bater-se diante do francês Christophe Humbert.
"RECORD"

educanex é simplex

Fenprof: Governo admitiu um professor por cada 38 reformados desde 2007
“Um terço dos professores que estão nas escolas são contratados”, afirmou Mário Nogueira no Porto, à margem do colóquio “Educação e Res Pública”, organizado pelo jornal Página da Educação e pelo Sindicato dos Professores do Norte.
O sindicalista acusou o Ministério da Educação de ter aumentado a precariedade da profissão docente quando, em 2006, acabou com os concursos anuais, reduzindo os quadros em proporções muito superiores à regra de uma admissão na função pública por cada dois ou três reformados.
Mário Nogueira referiu que, “entre 1 de Janeiro de 2007 e 1 de Setembro de 2010, saíram 15.210 professores e entraram nos quadros 396”.
Neste período, o número de professores contratados quase quintuplicou, atingindo os 17.297 este ano, a que se vão juntar mais 1.787 que vão preencher as chamadas ofertas de escola.
O secretário geral da Fenprof salientou que este cenário se irá agravar com as medidas de austeridade anunciadas quarta feira pelo Governo, que incluem o congelamento de admissões na função pública.
Mário Nogueira afirmou que a Fenprof vai pedir uma reunião urgente com a ministra da Educação, Isabel Alçada, para esclarecer os impactos que estas medidas terão no sector, nomeadamente se o ministério vai cumprir ou não o compromisso de abrir um concurso para admissão de professores em 2011.
“Há um compromisso político assinado até 2013”, lembrou, realçando que os sindicatos estão a cumprir a sua parte, pelo que o Governo tem de cumprir também a sua.
O líder sindical salientou que, caso o Governo persista em não admitir mais professores, a precariedade vai agravar-se, porque mais docentes irão sair dos quadros, para evitar uma redução salarial superior à penalização pela antecipação da reforma.
"PÚBLICO"

se há quem abandone pais e mães...

Há mais de 10 mil animais abandonados 
por ano em Portugal
Mais de dez mil animais são abandonados todos os anos em Portugal, onde se estima que existam mais de meio milhão de bichos sem dono. Na véspera do Dia Mundial do Animal, 200 cães e gatos estarão em Lisboa para serem adoptados.
O Jardim Vieira Portuense, em Belém, transforma-se, hoje, sábado, numa espécie de centro de adopção: "Cerca de duas dezenas de animais que vivem em canis ou em associações vão estar ali para serem adoptados", contou Maria do Céu Sampaio, presidente da Liga Portuguesa dos Direitos dos Animais (LPDA), associação que organiza o evento, à Lusa.
"As mais de 40 associações zoófilas que existem no país estão todas superlotadas. Não temos números certos, mas sabemos que são muito mais de meio milhão os animais que não têm dono", alertou a responsável, sublinhando que a degradação económica das famílias e o aumento de divórcios provocou um aumento de casos.
De acordo com a LPDA, as alergias, as férias, o nascimento de um filho e problemas de comportamento são outros dos motivos que levam os donos a abandonar os seus animais. Segundo contas da associação que organiza a iniciativa, mais de 10 mil animais são abandonados todos os anos em Portugal.
Por isso, hoje à tarde, professores de uma escola especializada em educação animal estarão no jardim para ajudar os donos a educar os seus bichos, contou Maria do Céu Sampaio.
No domingo, haverá a entrega dos Prémios "De Cão para Cão", um projecto de responsabilidade social que este ano vai ajudar 600 animais abandonados de quatro associações.
"De Cão para Cão" é um jogo interactivo, onde as pessoas podem adoptar um cão virtual.
"Chama-se de Cão para Cão, porque ao tratar bem um cão virtual as pessoas estão a ajudar um cão real", explicou à Lusa Rodolfo Neves, responsável pelo projecto criado no ano passado.
Maria do Céu Sampaio garante que todos os animais - abandonados ou com dono - que apareçam neste fim-de-semana no jardim vão ganhar um prémio, porque este "é o dia deles".
O Dia Mundial do Animal assinala-se na próxima segunda-feira.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

cuide-se
Vacinas contra a gripe distribuídas a partir de hoje
Cerca de 1,7 milhões de vacinas contra a gripe começam esta sexta-feira a ser vendidas nas farmácias e 300 mil distribuídas de forma gratuita nos centros de saúde a pessoas mais desfavorecidas e institucionalizadas.
A sub-directora geral de Saúde, Graça Freitas, adiantou à agência Lusa que “neste momento, as farmácias e os centros de saúde estão a ser abastecidos com as vacinas necessárias”.
As vacinas podem ser adquiridas nas farmácias mediante apresentação de receita médica, que é válida até 31 de Dezembro. Graça Freitas não quis avançar com uma data precisa para o início da vacinação para “não criar ansiedade nas pessoas e gerar uma corrida às vacinas”. “Nós aconselhamos a vacinação em Outubro. O dia exacto é quando as pessoas quiserem”, esclareceu.
Este ano a vacinação é trivalente, imunizando também contra o vírus da gripe A.
"CORREIO DA MANHÃ"

POBREZA EM MOÇAMBIQUE

Nos últimos dois anos

Pobreza absoluta e desigualdades aumentaram em quatro regiões do país
- revela o último Inquérito aos Orçamentos familiares

(Maputo) As províncias de Nampula, Zambézia, Manica e Sofala e registaram um aumento considerável dos índices de pobreza absoluta nos últimos dois anos,
indicam os resultados da 3ª Avaliação Nacional da Pobreza & Bem Estar em Moçambique.

De acordo com os dados, resultantes do Inquérito aos Orçamentos Familiares (IOF) realizado entre Setembro de 2008 a Agosto de 2009, que recolheu informações de despesas alimentares e não alimentares ao nível de 10832 agregados familiares das zonas rurais e urbanas ao nível nacional, a província da Zambézia registou maior
aceleração dos níveis da pobreza, tendo saído de 44.6% em 2003, para 70.5% em 2009.
Segundo as conclusões do IOF com a excepção de rádio, a posse de bens ao nível dos agregados familiares aumentou significativamente entre 2002-03 e 2008-09.
“Houve melhorias significativas da pobreza não monetária e estagnação nacional da pobreza na óptica do consumo entre 2002-03 e 2008-09”, facto que teve a ver com a falta do crescimento da produtividade agrícola, aumentos nos preços internacionais,
choques climáticos que provocam baixa produção e aumentos nos preços”.

De acordo com o estudo, houve um aumento percentual de casas construídas de blocos de cimento e cobertas de chapas de zinco, tanto nas zonas rurais, como nas urbanas,
contudo, o aumento dos preços fez com que o cabaz para a satisfação das necessidades básicas aumentasse de 8.5 MT em 2002/03 para 18.4 MT em 2008/09 e a alimentação representa actualmente 75% no consumo total dos agregados familiares, um por cento acima do que representava há cinco anos.
Do total dos índices da pobreza nacional,43.1% corresponde à pobreza urbana e 56.9% à pobreza rural.(WM)

IN "MEDIAFAX"
01/10/10

ANA SÁ LOPES




As verdadeiras agências de comunicação 
de Cavaco Silva


Depois da ameaça de demissão do primeiro-ministro, o Presidente pode dispensar qualquer agência de comunicação para a campanha eleitoral


O "Expresso" de sábado anunciou uma notícia curiosa: em tempo de austeridade, Cavaco Silva dispensará uma agência de comunicação. Na última campanha, o Presidente tinha recorrido à mesma agência de comunicação que aconselhou Sócrates - a LPM. Mas não haverá renovação de contrato para Janeiro de 2011.

Tirando os maus momentos, Cavaco Silva é de 1985 para cá - ou até antes - uma verdadeira agência de comunicação. Juntas, a metade autêntica e a metade fabricada do cidadão Aníbal Cavaco Silva formam um "produto comunicacional" ou, digamos, uma "marca" segura, tão segura que já deu as duas primeiras maiorias absolutas da democracia e uma eleição presidencial.

Mesmo assim, isso poderia não chegar: o primeiro mandato do Presidente teve momentos de sério desgaste em conflito com o governo que voltou a ganhar as eleições há um ano. Mas o inesperado aconteceu e o governo tornou-se a verdadeira agência de comunicação de Aníbal Cavaco Silva. Depois da ameaça de demissão do primeiro-ministro (a enésima, é certo) num momento em que se torna impossível a dissolução do parlamento e a convocação de eleições antecipadas, o Presidente da República pode dispensar qualquer agência de comunicação.

Manuel Alegre enfureceu-se porque percebeu claramente o que aí vinha. A iminência de uma crise com estes contornos favorece o papel do supremo magistrado e estende um tapete vermelho para a reentrada da família Cavaco em Belém. As pessoas têm de ter qualquer coisa a que se agarrar.

Há qualquer coisa de non-sense na espécie de troca de parceiros políticos que está a decorrer nestas presidenciais. Cavaco Silva é o maior suporte do governo (certamente a contragosto) e dará o tudo por tudo pela aprovação do Orçamento, uma estratégia que vai contra a afirmação do espaço político de Pedro Passos Coelho - que ainda não exclui levar a ameaça do chumbo do Orçamento até ao fim. Sucessivos cavaquistas apareceram a seguir a linha e a pedir a abstenção de Passos Coelho.

Em contraponto claro com Cavaco Silva, Manuel Alegre só pode estar contra o Orçamento - pelo menos esta semana veio protestar contra as "receitas" da OCDE que o governo festejou com pompa e circunstância inéditas e que abriram caminho ao anúncio dos cortes de despesa e do aumento de impostos de ontem. Aliás, ficou evidente que a OCDE (e não só o governo) também pode ser uma grande agência de comunicação.

Nos tempos duríssimos que se avizinham, Manuel Alegre vai ter um papel ingrato. A abertura de discurso possível há cinco anos já não o é: infelizmente, já não é o candidato da "cidadania" e sofre a torturante condição de ser - e não ser ao mesmo tempo - o candidato do PS. Quando se atira à OCDE, é o candidato do Bloco de Esquerda que fala.

Se o governo tem cumprido na perfeição o papel de agência de comunicação do Presidente da República, Pedro Passos Coelho também se arrisca a caber na função, se levar até ao fim o radicalismo de chumbar um Orçamento feito sob a pressão dos mercados internacionais, da Europa e do fantasma do FMI. Passos Coelho faz bem em não querer fazer de idiota útil (aquele que dança o tango, mas com o governo a escolher sozinho a música), mas aparecer como "o responsável" por uma crise política no pior momento económico dos últimos anos pode sair-lhe caro - e render a Cavaco.

in "i"
30/09/10

AO VOLANTE POR ESSA EUROPA FORA

.
video

THE SATURDAYS

ESTE MARAVILHOSO UNIVERSO

RIO DE JANEIRO - Detalhes Urbanos

video

A FADA DO LAR



Um homem chegou a casa, após o trabalho, e encontrou os seus três filhos a   brincarem do lado de fora, ainda com os pijamas vestidos.

Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida entregue em   casa.

- A porta do carro da mulher estava aberta.

- A porta da frente da casa também.

- O cão estava desaparecido, não veio recebê-lo.

- Enquanto entrava em casa, encontrava mais e mais desarrumação.

- A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado encostado na   parede.

- Na sala de estar, a televisão ligada aos berros num desenho animado qualquer,   e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.

- Na cozinha, o lava-loiça estava a transbordar de pratos; ainda havia café do   pequeno-almoço na mesa, o frigorifico estava aberto, tinha comida do cão no chão e até um copo partido em cima do balcão.

- Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.

Assustado, ele subiu a correr as escadas, desviando-se dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja.

-Será que a minha mulher sentiu-se mal? - Pensou. Será que aconteceu alguma coisa grave?

- Então viu um fio de água a correr pelo chão, vindo da casa de banho.

- Lá encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas, sabonete líquido   espalhado por toda parte e muito papel higiénico na sanita.

- A pasta dos dentes tinha sido usada e deixada aberta e a banheira a transbordar de água e espuma.

Finalmente, ao entrar no quarto, encontrou a mulher ainda de pijama, na cama,   deitada e a ler uma revista.

Ele olhou-a completamente confuso, e perguntou:

-Que diabos aconteceu aqui em casa? Por quê toda esta confusão?

Ela sorriu e disse:

- Todos os dias, quando chegas do trabalho, perguntas-me: "Afinal de contas, o que fizeste o dia inteiro dentro de casa?"...Bem... Hoje eu não fiz nada,   FOFO!!!!

Sentiste a diferença???

reconheçam lá oh fofos ?? Sim é que o trabalho da dona de casa não se vê, mas quando o mesmo não é feito, nota-se bem a diferença, ou NÃO!!!!!

COIMBRA, SEMPRE ELA, SEMPRE BELA

video

À BIENTÔT


clique para ampliar






enviado por M. COUTINHO

ALERTA

IMPORTANTE LEIA COM ATENÇÃO

Se  pretende redireccionar qualquer e-mail por favor, apague todos os endereços que  nele aparecem.
Outra dica de segurança é endereçá-lo no Cco ou Bcc.
Desta forma, estará protegendo os seus amigos correspondentes e a si mesmo. 

INFORME  TODOS OS SEUS AMIGOS INTERNAUTAS

JORNAIS DE HOJE E SEMANÁRIO








Policia sinaleiro

video

rg






2 - RESSACA A PRECEITO


clique para ampliar


enviado por J. MILHAZES

100 ANOS DA REPÙBLICA


PROGRAMAÇÃO
clique no endereço

 http://5outubro.centenariorepublica.pt/

Para saber a programação das comemorações

dos Cem Anos da República

NOSTALGIA DE UM RAPAZ DAS BARRACAS



"Quando eu era chavalo, a minha mãe mandava-me à mercearia com apenas 5 ESCUDOS.

E eu voltava com 3 kg de batatas, 1 pão de Mafra, 2 litros de leite, 1/2 kg de queijo, 1 caixa de chá, fruta e 1 dúzia de ovos.

Hoje em dia já não se pode fazer isso...

Encheram a mercearia com câmaras de vigilância!"

enviado por J. COUTO