segunda-feira, 6 de setembro de 2010

TRABALHADOR

clique para ampliar

1 - FREE STYLE

JOÃO MARCELINO

JOÃO MARCELINO
A candidatura da Ibéria de Saramago
Quando a FPF pediu o apoio do Governo para a candidatura, conjunta com a Espanha, ao Mundial de 2018, eu escrevi aqui que era uma boa ideia. O futebol é um poderosíssimo veículo turístico e, além do mais, estas organizações são sempre lucrativas desde que não se tenha de fazer tudo de novo.
Hoje, sou frontalmente contra esta realização, precisamente porque ela abandonou a filosofia com que nos foi vendida inicialmente e abdicou dos princípios. Primeiro: não é uma parceria. Portugal entra com duas cidades (Lisboa e Porto) e três estádios, Espanha apresenta 16 cidades e 18 estádios - ou seja, pela primeira vez numa organização de futebol, dois países coligam-se em posições diferenciadas. Não fora assim, antes, no Coreia do Sul- -Japão, no Áustria-Suíça, nem no Holanda-Bélgica. Segundo: pela calada, caiu também o jogo de abertura, que nos devia caber, porque Espanha decidiu que sendo a final em Madrid, e por equilíbrios políticos internos, a abertura deveria ser feita em Barcelona. Para Portugal sobraram umas migalhas que deveriam envergonhar: o sorteio será realizado em Santa Maria da Feira e teremos um "privilégio" inovador ao albergarmos um segundo jogo de abertura, a realizar umas horas depois do prim/eiro... Este é o prémio a que teremos direito por servirmos como íman aos votos da lusofonia, de Brasil a Angola. De resto é bom de ver que esta candidatura não precisaria de nós. A contribuição de Portugal é equivalente à de uma qualquer província espanhola, mas há, para português ver, um argumento que os tempos acolhem: bom investimento, poucos custos. Ainda para mais o estádio do jogo inaugural teria de ter 80 mil lugares e o nosso maior, o da Luz, só alberga 65 mil pessoas.
Não vou perder tempo com a desmontagem destes argumentos tontos de quem quer entrar numa festa a todo o custo. Digo apenas que quem não tem dinheiro não deve ter vícios e acrescento o seguinte: esta triste candidatura não deveria ser reduzida a uma questão de dinheiro e de lucros. É uma questão de política, de estratégia e de princípios. Se não estranho que os homens do futebol pouco se interessem com estes pormenores, desde que venha a massa, desgosta-me que o Governo, os partidos e o próprio Presidente da República não se interessem pelo assunto e não reflictam sobre ele à luz da História e das relações entre os dois Estados.
Esta organização não tem a ver com dinheiro. Ela encerra um conceito perigoso para a nossa política e para a nossa economia. Através do futebol estamos a comunicar que somos uma província da Ibéria. A ideia de Saramago começa a fazer o seu caminho. Eu sou contra!

in "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
05/09/10

6- ALTO DOURO VINHATEIRO


ENTRE O AZUL DO CÉU E O VERDE DA VINHA

clique para ampliar


enviado por CASSIANO

MANTOVANI

NADADOR SALVADOR VAI AO XIXI

video

A CASA DO PÁSSARO

video

SALZBURG

video

enviado por M. COUTINHO

ENTÃO, FAZES OU NÃO ÓÓ??????

video

FAMILIARIDADES


Uma edificante história, envolvendo a luta pela vida, religiosidade, crença e fé.


Em São Paulo, um indivíduo passou mal no meio da rua, caiu, e foi levado para o setor de emergência de um hospital particular, pertencente à Universidade Católica, e administrado totalmente por Freiras.


Lá, verificou-se que teria que ser urgentemente operado no coração, o que foi feito com êxito.
Quando acordou, a seu lado estava a Freira responsável pela tesouraria do hospital e que lhe disse prontamente:
- Caro Senhor, sua operação foi bem sucedida e o Senhor está salvo. Entretanto, um assunto precisa sua urgente atenção: como o Senhor pretende pagar a conta do hospital? O Senhor tem seguro-saúde?
- Não, Irmã.
- Tem cartão de crédito?
- Não, Irmã.
- Pode pagar em dinheiro?
- Não tenho dinheiro, Irmã.
- Em cheque, então?
- Também não, Irmã.
- Bem, o senhor tem algum parente que possa pagar a conta?
- Ah... Irmã, eu tenho somente uma irmã solteirona, que é freira, mas não tem um tostão.
E a Freira corrigindo-o:
- Desculpe que lhe corrija, mas as freiras não são solteironas, como o senhor disse. Elas são casadas com Deus!
- Magnífico! Então, por favor, mande a conta pro meu cunhado!





E foi então, que nasceu a expressão: "Deus lhe pague".

ENTRE PAI E FILHO

Conversa...

O pai e o filho estão no bar a conversar, quando no meio das conversas de futebol, o filho diz:

- Pai, vou divorciar-me da minha mulher. Há seis meses que ela não fala comigo.

O pai fica em silêncio durante uns momentos, bebe mais um golo da cerveja e diz:

- Pensa melhor nisso. Mulheres assim são difíceis de arranjar...

enviado por MARTINS

TEMPESTADE


Eles estavam juntos na casa.
Apenas os dois.
Era uma noite fria, escura e chuvosa. A tempestade tinha chegado de repente.




e cada vez que um trovão ecoava, ele observa o seu pulo.
Ela olhou através da sala e admirou sua força aparente...
e desejou que ele pudesse pegá-la em seus braços,
confortá-la e protegê-la da tempestade.



De repente, com um estouro, a energia se foi... ela gritou...
Ele correu ao sofá onde ela se encolhia de medo.
Ele não hesitou e a colocou em seus braços.
Ele sabia que era uma união proibida e tinha a expectativa de que ela o empurrasse de volta.
Ele ficou surpreso quando ela não resistiu e o agarrou.
A Tempestade passou...



Eles sabiam que estavam errados...
Suas famílias nunca entenderiam... Tão consumidos estavam
em seu MEDO que não ouviram nenhuma porta se abrindo...
apenas o clique seco de uma câmara....!!!!!!


Agora que você já sorriu hoje, porque não ajuda outra pessoa a fazer o mesmo?
Indique este Blogue aos seus AMIGOS

enviado por BÉ