terça-feira, 13 de julho de 2010

SUICIDIO

clique para ampliar

O DRAMA DA BP

DAVID DINIZ

DAVID DINIS

"Pai Nosso que estais no Céu"

Daniel Proença de Carvalho deixou, esta semana, uma pedrada no charco: Cavaco Silva, o Presidente que apoiou, podia e devia ter feito mais pela promoção de entendimentos que fizessem o País sair do triste rumo em que se encontra. E, se nada consegue fazer, mais valeria convocar eleições - para que a situação se resolva. O prestigiado advogado que me desculpe, mas não creio que tenha razão.

Ponto a ponto, eis porquê. Primeiro: Cavaco Silva fez muito pela promoção de consensos partidários em Portugal. Sobretudo até ao célebre Estatuto dos Açores, conseguindo no recato de Belém empurrar um Governo de maioria absoluta para um improvável diálogo. Alguns tiveram sucesso efectivo, como o já esquecido aeroporto da Ota; outros nem tanto, como o Pacto da Justiça (mas esse efeito dificilmente lhe poderá ser cobrado). Mesmo no pós-Açores, manteve esse esforço, empurrando PSD e CDS para a negociação do Orçamento deste ano e o PSD para a viabilização do PEC. Dir-se-á que é pouco, mas não é verdade: é, antes, discreto.

Segunda questão é, porém, mais sensível: estando o País num impasse total, deveria Cavaco convocar eleições? A resposta deve procurar-se noutra pergunta: legislativas antecipadas resultariam em quê? Sugestão de resposta: nada de novo.

Há uns meses, o ex-presidente da República Jorge Sampaio justificou a sua histórica decisão de dissolver a Assembleia (ao tempo de Santana Lopes) com o sentimento popular que era, à altura, absolutamente contrário à governação de então. E disse mais: que se as eleições resultassem na reeleição de Santana Lopes teria de tirar as consequências políticas dessa decisão (ou seja, demitir-se). A esta (estranhamente) honesta explicação chamar-se-ia real politik. O presidente é eleito por todos os portugueses, pelo que terá de decidir conforme o que eles pensam, sentem, querem para o País.

E o que querem, hoje, os portugueses? A avaliar pelas sondagens, que seguramente são lidas ao milímetro em Belém, nada que mude o que é substancial. Sócrates resiste, Passos faz caminho, mas o cenário de estabilidade política é, ainda, um simples sonho de uma noite de Verão.

Dito isto, Proença de Carvalho terá mesmo de esperar. Neste caso, não basta que alguma coisa mude (mesmo que isso seja o primeiro-ministro) para que fique tudo na mesma. Não. O País precisa que tudo mude, mas para tal não basta um novo governo. Nem tão-pouco um novo presidente. O que precisamos é de paciência. E de rezar para que o mundo não nos caia em cima da cabeça.


in "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
09/06/10

BEBEDEIRAS DE ÁGUA

Cuidados Médicos, depois dos 60 anos.

Sempre que dou aula de Clínica Médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:

-Quais as causas que mais fazem pessoas com mais de 60 ANOS terem confusão mental?


Alguns arriscam: "Tumor na cabeça".
Eu digo: "Não".

Outros apostam: "Mal de Alzheimer".
Respondo, novamente: "Não".
A cada negativa a turma espanta-se.


E ficam ainda mais boquiabertos quando enumero os três responsáveis mais comuns:
- diabetes descontrolado;
- infecção urinária;
- a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os familiares mais velhos ficaram em casa.


Parece brincadeira, mas não é.

Constantemente, sem sentir sede, deixamos de tomar líquidos.
Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez.
A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo.

Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina (dor no peito), coma e até morte.


Insisto: não é brincadeira.
A partir dos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água no corpo.
Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.

Portanto, menor reserva hídrica..
Mas há outro complicador: mesmo desidratados, eles não sentem vontade de tomar água,

Pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.


Conclusão:
Pessoas com mais de 60 anos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo.
Mesmo que a pessoa seja saudável, fica prejudicado o desempenho

Das reações químicas e funções de todo o seu organismo.


Por isso, aqui vão dois alertas:
O primeiro é para os MAIORES DE 60 ANOS:

Tornem voluntário o hábito de beber líquidos.
Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite.

Sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi,

Laranja e tangerina, também funcionam.

O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro.
Lembrem-se disso!


Meu segundo alerta é para os familiares:

Ofereçam constantemente líquidos aos familiares com mais de 60 anos.
Ao mesmo tempo, fiquem atentos.

Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro,

Ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção.

É quase certo que sejam sintomas decorrentes de desidratação.
"Líquido neles e rápido para um serviço médico".


Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).




enviado por MARTINS

4 - OCEANO CÓSMICO

GEORGE MICHAEL

IRON BABY - ISTO É MEDONHO

CUIDADO COM GENTE FALSA

clique para ampliar

enviado por ANTÓNIO CUNHA

PROVOCAÇÃO

.



 

OH MÃÃÃÃEEEEEEEEEEEEEEE


- não filha, não é o que pensas!!!!!!!!!

enviado por C. DIOGO

TENHA UM BOM DIA............

... EMBORA AS NOTÍCIAS NÃO SEJAM DO MELHOR

mantenha-se atento, compre jornais

Campos e Cunha quer contar voto em branco na AR e "gela" PSD

Dia 1 das jornadas: Villaverde Cabral desafia a moção de censura e fica sem resposta. Ernâni Lopes sugeriu cortes de 20 por cento nos ordenados
Foi uma tarde sombria. Pelos discursos. Pelo pessimismo dos convidados do PSD para reflectir nas jornadas parlamentares sobre os bloqueios do país e a alternativa ao PS. Um dele, o antigo ministro Ernâni Lopes, chegou a gelar a sala com a proposta de redução de 15 a 20 por cento nos salários da função, incluindo os políticos. Campos e Cunha, o ex-ministro das Finanças de José Sócrates, falou de economia, mas também ele gelou a sala com a ideia de a Assembleia ter um número de deputados variável, tendo em conta o voto em branco, ou ainda o cálculo de ordenados dos políticos com base numa média do IRS, acrescida de 25 por cento.
Logo a abrir o debate ficou o desafio do sociólogo Manuel Villaverde Cabral de o PSD apresentar uma moção de censura. Ficou sem resposta da direcção, cuja estratégia é a contrária a essa. Ontem, Passos Coelho, que jantou com os deputados, evitou dizer o quer que fosse e remeteu para hoje tudo o que tiver a dizer. É ele que encerra as jornadas e prepara-se para anunciar propostas do PSD.
"PÚBLICO"

Desemprego atinge 10,9%

A taxa de desemprego em Portugal continuou a subir em Maio, alcançando os 10,9 por cento, enquanto nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) o desemprego conseguiu um ligeiro recuo.
No conjunto dos países, a taxa de desemprego recuou dos 8,7 por cento de Abril para os 8,6 por cento em Maio, com o número de desempregados a diminuir para os 45,9 milhões (46,5 milhões em Abril). Portugal, com uma subida de 0,1 pontos percentuais face a Abril, mantém-se com a quarta taxa de desemprego mais elevada, depois de Espanha (19,9 por cento), Eslováquia (14,8 por cento) e Irlanda (13,3 por cento). As taxas de desemprego médias dos países da União Europeia e da Zona Euro mantiveram-se, por sua vez, estáveis nos 9,6 por cento e nos 10 por cento.
"CORREIO DA MANHÃ"

CGD, BCP, BES e BPI passam nos testes de resistência

Os bancos portugueses - Caixa Geral de Depósitos, Banco Comercial Português, Banco Espírito Santo e Banco BPI - não necessitarão de aumentos de capital extraordinários mesmo que alguns países da zona euro entrem em situação de incumprimento. Dito por outras palavras, as quatro instituições têm tido nota positiva nos testes à capacidade de resistência a choques decorrentes da crise financeira, promovidos sob a égide do Banco Central Europeu (BCE).
A garantia de que os quatro bancos portugueses - entre um total de 91 do conjunto da zona euro - "apresentam bons rácios de solvabilidade" perante os exercícios de situação extrema a que têm sido submetidos foi ontem dada pelo secretário de Estado do Tesouro e Finanças. "O sistema bancário é sólido, robusto, bem gerido e eficazmente supervisionado, não tendo problemas de capital a resolver. O nível de capital dos bancos portugueses é cerca de 50% superior à média do eurosistema", sublinhou Carlos Costa Pina, em entrevista à Reuters.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

El Especial aterra hoje para a aventura Real

José Mourinho chega hoje a Madrid depois das férias e vai começar a trabalhar com o plantel do Real. O treinador português, de 47 anos, já havia estado na capital espanhola no mês passado, para ultimar pormenores do contrato e conhecer as instalações de trabalho,
mas só agora vai começar a aventura a sério.

Mou chega com alguma antecedência, já que os jogadores, exceto aqueles que estiveram no Mundial, só têm de se apresentar depois de amanhã. Pela frente estão agora 12 dias de trabalho em Valdebebas, centro de estágio dos merengues, antes de uma digressão que a equipa vai fazer nos Estados Unidos. Com Mourinho chegam os habituais adjuntos Rui Faria, José Morais e Silvino Louro.
Impasse
Ainda em cima da mesa estão grande parte das contratações que o Real quer fechar até ao começo da época. No muito falado caso de Maicon, apontado como grande alvo dos blancos no começo do Mundial, parece que o interesse do clube esfriou depois das exibições brilhantes de Sergio Ramos, habitual lateral-direito da equipa, na África do Sul.
"RECORD"

29 mulheres assassinadas pelos companheiros em 2009

Observatório das Mulheres Assassinadas contabilizou menos 14 homicídios
O Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou 29 homicídios e 28 tentativas em 2009, menos 14% de mortes que no ano anterior. Maria José Magalhães, presidente da associação que gere o observatório, explica que a diminuição poderá dever-se à "alteração à lei que prevê a detenção do agressor sem ser em flagrante delito e uma maior sensibilização da população".
Mas a presidente da União das Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR) sublinha que um ano "é pouco tempo para perceber se há uma tendência para diminuírem as vítimas mortais de violência doméstica". Até porque em 2007 também baixaram os homicídios, de 36 (2006) para 22, e,
no ano seguinte, mais que duplicaram.

As vítimas mortais são mulheres entre os 36 e 50 anos (44,8% dos casos), mas 27,6% têm entre 24 e 35. E continua a diminuir o grupo das que têm mais de 50 anos, o mais atingido em 2004
(ano de criação do OMA) e 2005.

Os agressores são ligeiramente mais velhos: 50% têm entre os 36 e os 50 anos e 25% têm mais de 50. "As relações mais prolongadas, entre idosos não constituem salvaguarda para as mulheres e a sua segurança tem de ser também resguardada com maior eficácia", salientam os responsáveis do OMA.
Em regra, são homens com quem a vítima ainda mantém uma relação, 62% nos homicídios e 58% nas tentativas. Mas "não deixa de ser extremamente preocupante que 38%, no caso dos homicídios, e 21%, no caso das tentativas, sejam levados a cabo por homens
de quem as vítimas já se separaram", sublinham.

Lisboa (6), Castelo Branco, Vila Real e Santarém, estes últimos com três vítimas mortais cada, são os distritos que apresentam um maior número de mulheres assassinadas.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Scut. Isenções e descontos custam 200 milhões até final de 2012

A factura com os descontos e passagens grátis propostos pelo governo para as portagens nas Scut
(auto-estradas sem custos para os utilizadores) deverá ultrapassar os 200 milhões de euros
só até final de 2012. Este custo resulta dos descontos de 15% para todos os residentes
e empresas locais nas sete Scut até meados de 2012 e da isenção de pagamento nas primeiras dez passagens por mês. As contas entregues no final da semana passada, e que o PSD ainda está a analisar, indicam um encargo de 130 milhões de euros em 2011 com as discriminações positivas. Este valor equivale à receita anual inicialmente estimada para as portagens em apenas
três Scut (Costa da Prata, Grande Porto e Litoral Norte).

Em 2012, a factura divide-se em dois períodos: no primeiro semestre estará em vigor a totalidade do sistema de descontos e isenções, com um custo estimado de 65 milhões de euros. A partir de 1 de Julho acabam-se os descontos para todos os utilizadores das Scut e arranca a segunda fase em que a discriminação positiva só beneficia empresas e residentes em concelhos com poder de compra abaixo dos 80% da média nacional. A factura cai para 22,5 milhões na segunda metade do ano e passa a ser de 45 milhões de euros anuais a partir de 2013. Mas até final de 2012, os encargos atingem 217,5 milhões de euros, ainda sem contabilizar este ano onde os benefícios só vão funcionar em três Scut por cinco meses. Só que ainda não se sabe qual é a percentagem que esse valor representa da receita total. E essa é uma das questões fundamentais para o PSD viabilizar, nos próximos dias, um acordo definitivo que permita avançar com portagens em três Scut a partir de 1 de Agosto
"i"

Portuguesa é a primeira doutorada em Educação Especial

Autistas também têm capacidade de jogar
Após seis anos de investigação, Ana Saldanha conseguiu criar um instrumento único que permite avaliar a capacidade de jogo das crianças com autismo. A descoberta valeu-lhe nota máxima com distinção e torna-a na única portuguesa doutorada em Educação Especial.
Aos 30 anos, a maioria dos quais agarrados a livros, Ana ostenta um sorriso rasgado e não esconde o orgulho do trabalho realizado. Ontem, segunda-feira, na Universidade da Extremadura, pólo de Badajoz, defendeu durante cinco horas a tese “O Jogo em Crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA): Desenvolvimento de um Instrumento de Avaliação”.
“Este é o fruto de alguns anos de investigação na área do Autismo” assegura Ana, revelando que a tese “surge pela carência de métodos/provas de Avaliação do Jogo Simbólico em Crianças Autistas”. A investigadora acredita e provou que “as crianças com autismo têm capacidade de jogo” apesar de “alguns autores discordarem”.
“Tanto para as crianças com incapacidade como os que não contam com ela, têm direito ao jogo e ao acesso aos brinquedos” explica Ana, admitindo que “os primeiros encontram sérias dificuldades para poder usar muitos dos jogos e brinquedos do mercado”.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Frutas e hortaliças europeias têm 360 resíduos diferentes de pesticidas

Um estudo da Agência Europeia para a Segurança dos Alimentos, feito no âmbito das novas normas comunitárias, permitiu identificar mais de 360 diferentes resíduos de pesticidas em frutas e hortaliças consumidas na Europa, 76 dos quais em cereais.
«O relatório mostra que 96,5 por cento das amostras são consistentes com teores máximos de resíduos de agrotóxicos permitidos na UE», adianta a AESA, em comunicado citado pela Renascença. Ou seja, 3,5 por cento apresentaram vestígios de pesticidas em níveis superiores
aos limites máximos de resíduos autorizados.

O estudo, baseado em mais de 11 mil amostras laranjas, tangerinas, peras, batatas, cenouras, pepinos, espinafres, feijão e arroz sem casca, mostra ainda que é maior a presença de pesticidas nos alimentos importados de fora da União Europeia (7,6 por cento) do que nos produtos produzidos nos 27 Estados-membros (2,4 por cento).
"A BOLA"

GOLOS MALUCOS

COMPUTADORES EM LUGARES PÚBLICOS


Reparem neste Aparelhito

Vejam-no muito bem
Se lhes calhar ir a um cibercafé ou usar o computador em hotéis
Vejam bem se encontram este aparelho



Novo dispositivo ligado no final do cabo do teclado do PC. Este dispositivo guarda todas as suas passwords inseridas com as teclas quando utiliza o equipamento.

Pode ser usado em:
cibercafés, exposições, hoteis e aeroportos, especialmente onde se utiliza Internet para entrar em contas bancárias

Este dispositivo armazena tudo o que teclares.
Assim, examina o PC que utilizares em sítios ou lugares públicos, e procura qualquer peça suspeita instalada por detrás do mesmo antes de utilizá-lo.

SEM ALARIDOS, ANTES DE QUALQUER RECLAMAÇÃO,

CHAMA DE IMEDIATO AS AUTORIDADES
pois a peça é facilmente removida


NR: QUEM NOS ENVIOU ESTA MENSAGEM TEM A NOSSA TOTAL CONFIANÇA

enviado por MARTINS

Exercicio não , barriga sim


MAS SERÁ QUE ISTO SE PODE TOMAR A SÉRIO ?


PAREI DE CORRER............... BARRIGA É BARRIGA...

por Arnaldo Jabour

"Barriga é barriga, peito é peito e tudo mais. Confesso que tive agradável surpresa ao ver Chico Anísio no programa do Jô, dizendo que o exercício físico é o primeiro passo para a morte.

Depois de chamar a
atenção para o fato de que raramente se conhece um atleta que tenha chegado aos 80 anos e citar personalidades longevas que nunca fizeram ginástica ou exercício
- entre elas o jurista e jornalista Barbosa
Lima Sobrinho - mas chegou à idade centenária, o humorista arrematou com um exemplo da fauna: A tartaruga com toda aquela lerdeza, vive 300 anos. Você conhece algum coelho que tenha vivido 15 anos?

Gostaria de contribuir com outro exemplo, o de Dorival Caymmi. O
letrista compositor e intérprete baiano era conhecido como pai da preguiça. Passava 4/5 do dia deitado numa rede,bebendo, fumando e mastigando. Autêntico marcha-lenta, levava 10 segundos para percorrer um espaço de três metros. Pois mesmo assim e sem jamais ter feito exercício físico viveu 90 anos.
Conclusão: Esteira, caminhada, aeróbica, musculação, academia? Sai
dessa enquanto você ainda tem saúde.... E viva o sedentarismo ocioso!!! Não fique chateado se você passar a vida inteira gordo. Você terá toda a eternidade para ser só osso!!!

Então: NÃO FAÇA MAIS DIETA!!
Afinal, a baleia bebe só água, só come
peixe, faz natação o dia inteiro, e é GORDA!!!
O elefante só come verduras e é GORDOOOOOOOOO!!!
Você, menina bonita, tem pneus? Lógico, todo avião tem!


E nunca se esqueçam: 'Se caminhar fosse saudável, o carteiro seria imortal'


enviado por D.A.M.

JORNAIS DE HOJE

COMPRE JORNAIS

clique para ampliar