segunda-feira, 24 de maio de 2010

QUESTÕES

clique para ampliar

S. PAULO

video
enviado por D.A.M.

PEDRO MARQUES LOPES

PEDRO MARQUES LOPES

Um momento de lucidez

1. No meio de revelações surpreendentes e duma precisão estonteante, do género "a Grécia tem uma dívida pública de 1000%" ou " a Irlanda tem uma dívida bruta de 1000%"; enquanto ouvíamos, incrédulos, que os sacrifícios que vamos ter de suportar se devem inteiramente à crise internacional e à necessidade de defendermos o euro, pois o Governo tinha feito as reformas estruturais adequadas; que o mundo tinha mudado em três semanas e, presume-se, até essa altura estava tudo bem; que, afinal, as contradições constantes entre ministros, secretários de Estado e o próprio primeiro-ministro eram fruto da nossa delirante imaginação, José Sócrates teve, na entrevista que concedeu à RTP, um momento de rara lucidez em que resumiu o falhanço de uma governação e, no fundo, o fracasso duma inteira geração.

Tentando provar que não havia insensibilidade social no plano de austeridade, argumentou dizendo que um milhão de portugueses não seriam afectados pelo aumento do IRS. Estava a falar dos nossos compatriotas que recebem cerca de 500 euros mensais.

Poderia também referir que o número de famílias a quem será aumentado um ponto percentual no IRS, e que fazem parte dos três primeiros escalões (rendimento bruto anual até 17 979 euros), é de 3,8 milhões. Ou seja, famílias que têm um rendimento bruto até 1500 euros mensais.

Pois é, não havia melhor maneira de exibir o verdadeiro estado do País.

Não está em causa saber se as medidas são necessárias ou não - já aqui foi dito que, face à conjuntura, não existiria outra alternati-va -, o fundamental é percebermos que era praticamente impossível dar uma imagem mais transparente do nosso país. Vivemos numa terra em que uma quantidade significativa de pessoas tem emprego, trabalha que se desunha e mesmo assim é pobre. Em que aquilo a que chamamos classe média vive, ou melhor, sobrevive com menos de 1500 euros a distribuir pelo agregado familiar.

E, mesmo assim, dizem-nos que gastamos demais e, por muito que nos custe, é verdade. Não produzimos, como comunidade, o suficiente para que mais dinheiro possa ser distribuído de forma justa e séria.

Daqui ao discurso populista e demagógico de "os ricos que paguem a crise" vai um pequeno passo.

Em primeiro lugar, parte-se do princípio de que os tais ricos são um grupo de bandidos que obtiveram a sua fortuna por meios ilícitos e que assim sendo têm de lhes ser confiscados os bens. Em segundo lugar, assume-se que estes vampiros não criaram empregos, não criaram e distribuíram riqueza. Em terceiro lugar, será que algum destes revolucionários de pacotilha - os tais que numa altura de profunda crise lançam ou apoiam uma moção de censura que conduziria o País ao caos total e à impossibilidade de obter verbas no exterior -, pensa que os problemas do País se resolve destruindo a iniciativa privada?

Ninguém nega que temos um défice histórico de coesão social, que em Portugal a diferença entre ricos e pobres é enor-me. O mal, porém, não está em termos gente rica, está em termos tantos portugueses pobres. Acabar com os ricos só nos ia tornar, a todos, ainda mais pobres. Será que estamos tão desmemoriados que nos esquecemos dos sistemas que acabaram com os ricos?

2. Faltando quem o ajudasse a converter num mártir da verdade, da moral e dos bons costumes, o deputado Pacheco Pereira resolveu auto-imolar-se. Nesse processo, não hesitou em atentar contra os mais básicos pilares do Estado de direito e desprezar os mais sagrados direitos individuais.

Um dono da verdade é perigoso. Um dono da verdade movido por ódios pessoais e ressentimento é só assustador.

3. Numa altura em que tanto se fala, e bem, de desperdícios e de sacrifícios de todos, talvez não fosse má ideia olhar para quem acumula várias pensões. Talvez até começando pelos mais altos representantes da nação.

"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
23/05/10

CESÁRIA ÉVORA



Bô ka ta pensâ
nha kretxeu
Nen bô ka t'imajiâ,
o k'lonj di bó m ten sofridu.
.
Perguntâ
lua na séu
lua nha kompanhêra
di solidão.
Lua vagabunda di ispasu
ki ta konxê tud d'nha vida,
nha disventura,
El ê k' ta konta-bu
nha kretxeu
tud k'um ten sofridu
na ausênsia
y na distânsia.
.

Mundu, bô ten roladu ku mi
num jogu di kabra-séga,
sempri ta persigi-m,
Pa kada volta ki mundu da
el ta traze-m un dor
pa m txiga más pa Déuz

Mundu, bô ten roladu ku mi
num jogu di kabra-séga,
sempri ta persigi-m,
Pa kada volta ki mundu da
el ta traze-m un dor
pa m txiga más pa Déuz

Bô ka ta pensâ
nha kretxeu
Nen bô ka t'imajiâ,
o k'lonj di bó m ten sofridu.
.
Perguntâ
lua na séu
lua nha kompanhêra
di solidão.
Lua vagabunda di ispasu
ki ta konxê tud d'nha vida,
nha disventura,
El ê k' ta konta-bu
nha kretxeu
tud k'um ten sofridu
na ausênsia
y na distânsia.
.

Mundu, bô ten roladu ku mi
num jogu di kabra-séga,
sempri ta persigi-m,
Pa kada volta ki mundu da
el ta traze-m un dor
pa m txiga más pa Déuz

Mundu, bô ten roladu ku mi
num jogu di kabra-séga,
sempri ta persigi-m,
Pa kada volta ki mundu da
el ta traze-m un dor
pa m txiga más pa Déuz

DESIGUALDADES


Não divulgar é cumplicidade!


O que é pior é que, mesmo os que criticam estas e outras situações inaceitáveis, quando a elas acedem, já acham que está tudo bem...





É preciso que se saiba que:

"... os portugueses comuns (os que têm trabalho) ganham cerca de metade (55%) do que se ganha na zona euro,


mas os nossos gestores recebem, em média:
- mais 32% do que os americanos;

- mais 22,5% do que os franceses;

- mais 55 % do que os finlandeses;

- mais 56,5% do que os suecos"

(dados de Manuel António Pina, Jornal de Notícias, 24/10/09)

E são estas "inteligências" (?) que chamam a nossa atenção:
"os portugueses gastam acima das suas possibilidades"

BICHOS DA FRUTA


enviado por D.A.M.

DESCULPAS...................



O náufrago, no fim de suas forças, consegue nadar até uma ilha deserta.
Já esperando,em terra, está a sua mulher, aos BERROS:
- Onde você estava? Qual vai ser a desculpa?

O navio afundou ontem!!!

PAI

BILHETE DEIXADO PELO FILHO...


O pai entra no quarto do filho e vê um bilhete em cima da cama. Ele lê o bilhete temendo o pior:

'Caro Papai, é com grande pesar que lhe informo que eu estou fugindo com meu novo namorado, Juan, um Argentino muito lindo que conheci. Estou apaixonado por ele. Ele é muito gato, com todos aqueles 'piercings', tatuagens e aquela super moto BMW que tem. Mas não é só por isso, descobri que não gosto de jeito nenhum de mulheres e, como sei que o senhor não vai consentir com isso, decidimos fugir e ser muito felizes no seu 'trailer'.
Ele quer adotar filhos comigo, e isso foi tudo que eu sempre quis para mim. Aprendi com ele que maconha é ótima, uma coisa natural, que não faz mal a ninguém, e ele garante que no nosso pequeno lar não vai faltar marijuana. Juan acha que eu, nossos filhos adotivos e os seus colegas 'gays' vamos viver em perfeita harmonia.
Não se preocupe papai, eu já sei me cuidar, apesar dos meus 15 anos já tive várias experiências com outros caras e tenho certeza que Juan é o homem da minha vida.
Um dia eu volto, para que o senhor e a mamãe conheçam os nossos filhos. Um grande abraço e até algum dia.
De seu filho, com amor.'
O pai quase desmaiando continua lendo.

'PS: Pai, não se assuste, é tudo mentira!!!

Estou na casa da Priscila, nossa vizinha gostosa. Só queria mostrar pro senhor que existem coisas muito piores do que as notas vermelhas do meu boletim, que está na primeira gaveta.
Abraços,

TENHA UM BOM DIA

Real Madrid: Mourinho prepara “assalto” à Premier League
Apesar de ainda não ter sido oficializada a transferência de José Mourinho para o Real Madrid, em Inglaterra já se teme uma ofensiva do técnico português para garantir algumas das principais “estrelas” da Premier League.
O The Sun noticia que o presidente do Real Madrid, Florentino Perez, vai colocar à disposição de Mourinho mais de 100 milhões de euros para que o treinador campeão europeu pelo Inter possa levar para o Santiago Bernabéu uma nova geração de “galácticos”.
Didier Drogba, Frank Lampard e Ashley Cole, todos do Chelsea, Steven Gerrard e Fernando Torres, do Liverpool, são os jogadores que estão na mira de Mourinho, que poderá também pedir a contratação de Diego Milito, avançado argentino que este ano trabalhou com o treinador português no Inter.
"A BOLA"

Deco: perigo em algumas marcas de pastéis e de rissóis congelados
A Deco, Associação de Defesa do Consumidor, alertou esta segunda-feira para o facto de estarem a ser comercializados algumas marcas de pastéis de bacalhau e rissóis com problemas de conservação e higiene.
O estudo que irá ser divulgado na revista Proteste divulgou que há no mercado "produtos muito contaminados", mesmo quando submetidos a tratamento térmico, que reduz a quantidade de microrganismos. Este factor não é "um perigo imediato para o consumidor", mas demonstra falhas no processo de conservação e higiene.
Recordando os estudos realizados nos últimos 10 anos, os resultados actuais demonstram mais falhas, apesar de agora ser exigido maior controlo.
"CORREIO DA MANHÃ"

Presidente do Tribunal Constitucional diz que leis fiscais não são retroactivas
O presidente do Tribunal Constitucional afirmou hoje que, por norma, as leis fiscais não podem ser retroactivas, mas admitiu que podem existir excepções à regra.
"Em princípio a Constituição pronuncia-se em sentido negativo em relação à retroactividade das leis fiscais", referiu Rui Moura Ramos, presidente do Tribunal Constitucional, à margem da palestra sobre o "Tratado de Lisboa na Evolução da União Europeia", que decorreu no Instituto Politécnico de Leiria.
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Sucatas foram alvo de buscas por parte das Finanças
O Ministério das Finanças levou a cabo uma nova “operação de apreensão de documentação contabilística ligada à suspeita da prática de ilícitos fiscais por sociedades, cuja actividade se desenvolve no sector das sucatas”.
De acordo com o comunicado, os alvos são relativos a empresa simultaneamente emitente e utilizadora de facturação falsa, encontrando-se igualmente envolvidos na actividade fraudulenta, cerca de 68 sociedades e empresários em nome individual.
Segundo o Executivo, estima-se que o volume de facturação falsa em causa ascenda a mais de 7 milhões de euros.
"i"

CARLOS GODINHO INDIFERENTE AOS ASSOBIOS
Após os assobios que se fizeram ouvir no final do treino da Seleção Nacional na Covilhã, o diretor-desportivo Carlos Godinho explicou que os protestos não terão qualquer influência na preparação da equipa das Quinas. "Vamos continuar a fazer as coisas como ficou estabelecido, com os treinos de acordo com os interesses da Seleção e do selecionador"
"RECORD"

Maioria tem hoje mais de 35 anos.
A mudança de lei e a evolução na ciência fizeram cair a pique o número de casos. Testes de ADN, exigidos pelos tribunais, tiram dúvidas.
Há mais de 150 mil portugueses sem o nome do pai no bilhete de identidade (BI). A maioria tem mais de 35 anos, até porque ser filho de pai incógnito é uma realidade que a lei forçou a diminuir.
Ainda assim, segundo dados do Ministério da Justiça (MJ) fornecidos à Lusa, mais de oito mil crianças com menos de 15 anos não têm paternidade definida.
"Divergências entre progenitores, comportamentos de risco ou factores sociais [como filhos nascidos de pais não casados antes de 1976] conduzem a que muitas vezes fique omissa a paternidade na declaração de nascimento", refere o MJ.
Antes do 25 de Abril, nascer fora do casamento era ser ilegítimo e muitas mulheres suportaram sozinhas a educação das crianças.
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Aumento de 1,5% na PSP e GNR anunciado antes de manifestação da Polícia
"Este ano há um aumento de 1,5% de remuneração ilíquida para todos os polícias", afirmou Rui Pereira, na inauguração da esquadra da PSP do Bom Pastor.
De acordo com o ministro, o aumento abrange os agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) e os militares da Guarda Nacional Republicana (GNR).
"Justamente neste ano em que a função pública não tem aumentos e em que há uma redução de salários dos titulares de cargos públicos, existe um aumento para a PSP e a GNR. Estamos a actualizar o suplemento das forças de segurança, que subirá de 14,5 para 20% em três anos, mas este ano já aumenta 1,5%", salientou.
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Treze por cento dos adolescentes dizem-se vítimas de abuso físico
Pode ter sido um insulto na escola ou uma bofetada em casa. Tudo depende do que se entende por violência. Mais de 7500 adolescentes, entre os 15 e os 19 anos, de 16 escolas públicas de todo o país foram inquiridos e 16 por cento afirmaram já ter sido vítimas de abuso emocional, 13 por cento de abuso físico e quase dois por cento de abuso sexual.
As perguntas foram feitas em 2000, mas só agora o trabalho foi publicado. Elisabete Ramos, uma das investigadoras envolvidas no estudo, admite que, passada uma década, os números poderiam ser diferentes, mas não por causa de um aumento da violência. "Tenho algumas dúvidas sobre se os números mudaram ou se o que mudou foi a visibilidade deste fenómeno da violência", argumenta.
"PÚBLICO"

HAJA RESPEITO

QUERES QUE CHEIRE O QUÊ ???

( A expressão do cão ... não tem preço ).



clique para ampliar

enviado por E. FRANÇA

...e disse o Comandante

...OU CASAS COM A MINHA FILHA OU VAIS PARA A TCHECHÉNIA

clique para ampliar





3 - OS FUTUROS DOUTORES



Oral da cadeira de Anatomia do curso de medicina

Prof: Descreva o fígado.

Aluno: Os fígados...

Prof: Os fígados??!! Quantos são?

Aluno: Dois. Direito e esquerdo!


forum do grupo ecuménico de carcavelos


forum do grupo ecuménico de carcavelos





A P O S E N T A Ç Ã O

Novas Regras - Limite de idade (70 anos)

Adequação dos Organismos ao limite de idade para aposentação: Tendo em vista a nova idade mínima para aposentação, sugerimos que sejam tomadas algumas providências para sobrevivência de toda e qualquer empresa:

1. Transformação das escadas existentes em rampas com corrimão não escorregadio;

2. Colocação de suporte para apoio nas casas de banho após a ampliação para possíveis cadeiras de rodas;

3. Substituição de todo o sistema de telefones, por aparelhos mais modernos que possibilitem que a perda de audição provocada pela idade avançada, seja compensada com o aumento de volume amplificado;


4. Aumento de tamanho de todas as fontes de impressão dos documentos emitidos a partir desta data, possibilitando a leitura em futuro próximo;

5. Compra de lentes de aumento para distribuição aos funcionários;

6. Aumento de tamanho dos monitores de computador para 27 polegadas;

7. Implementação dos seguintes tipos de falta não descontada:
Ø Esquecimento do local de trabalho;
Ø Esquecimento de como se faz o trabalho;
Ø Falta de ar;
Ø Incontinência urinária;
Ø Dor nas costas;
Ø Comparência em funeral de colegas que estavam prestes a aposentar-se.

8. Implementação de porta bengalas em todas as mesas de trabalho;

9. Despertador individual para casos de sono diurno;

10. Aumento das letras de todos os computadores;

11. Instalação de uma UTI Geriátrica de última geração;

12. Aumento do "time-out" para o encerramento das portas dos elevadores, tendo em vista a agilidade de locomoção dos funcionários ainda existentes;

13. Aquisição de armários para fraldas e remédios para uso dos funcionários;

14. Proibição de qualquer actividade ou vestuário dos funcionários mais novos que possa provocar ataque cardíaco ou desregulamento do marca-passo do colega, próximo da idade mínima em questão;

15. Criação de exercícios físicos voltados para a terceira e quarta idade;

16. Revisão da avaliação de desempenho do funcionário, incluindo o item "Lembrança da Senha", sendo que o funcionário, prestes a aposentar-se nos termos da lei, que ainda se lembre da sua senha, tenha a nota máxima neste item;

17. Alteração nas instruções de pedido de aposentação: Incluir Atestado de Óbito.

enviado por E. FRANÇA

3 - A SINFONIA INACABADA DE EINSTEIN

ESTATÍSTICA

clique para ampliar





enviado por E. FRANÇA

JORNAIS DE HOJE